Decisivo na última vitória sobre o Flamengo, Deyverson não marca há mais de 2 meses

Deyverson, do Palmeiras, comemora gol marcado contra o Internacional, em Porto Alegre
Cesar Greco

Deyverson teve um bom início com Abel Ferreira, mas caiu de produção nos últimos jogos

Buscando a liderança do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo no próximo domingo para enfrentar o Flamengo no Allianz Parque, às 16h. O duelo é mais uma oportunidade para o Verdão conseguir quebrar uma pequena escrita: há quase quatro anos o clube não vence os cariocas.

O último triunfo ocorreu em 12 de novembro de 2017, por 2 a 0. À época, a equipe era comandada por Alberto Valentim e o destaque da partida foi o atacante Deyverson, autor dos dois gols.

De volta ao clube em junho deste ano, após uma temporada e meia na Espanha, o camisa 16 terá a oportunidade de reencontrar o rival e também de voltar a marcar gols. Seu último tento aconteceu há mais de dois meses, quando o Palmeiras visitou o Internacional e venceu por 2 a 1, em 30 de junho.

Desde então, Deyverson disputou 12 partidas, sendo titular em metade delas, e contribuiu com duas assistências. Apesar do período sem gols, o jogador afirmou em entrevista ao Uol que mantém a confiança e que também procura outras formas de ajudar o time. “Sempre que entro, procuro ajudar, seja com assistências, gols, voltando para marcar, fazendo recomposição”.

Deyverson teve bom início com Abel Ferreira

Deyverson, do Palmeiras, comemora seu gol contra o Juventude em Caxias do Sul
Cesar Greco

Em seu retorno ao Palmeiras, Deyverson aproveitou o fato de Abel Ferreira não ter à disposição um jogador com suas características e engatou uma boa sequência.

Foram cinco jogos seguidos como titular, dois gols marcados (os únicos em 2021) e elogios recebidos do treinador. “O Deyverson tem uma coisa que para mim é obrigatório em um jogador: é dar tudo em campo. Além disso, tem um jogo aéreo fortíssimo, que nenhum dos nossos centroavantes têm. Ele nos traz opções”, disse Abel após a vitória por 3 a 0 sobre o Juventude.

Aos 30 anos, o atacante contabiliza 122 jogos e já marcou 27 gols pelo Palmeiras; seu contrato vai até o final de junho de 2022.