Abel valoriza trabalho do grupo após classificação na Libertadores

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Em entrevista depois da goleada por 5 a 0 sobre o Cerro Porteño, Abel evitou também falar do adversário das quartas-de-final

O técnico Abel Ferreira enalteceu a força do grupo do Palmeiras após mais uma goleada da equipe na Libertadores. Em grande noite do atacante Rony, o Verdão venceu o Cerro Porteño por 5 a 0 e classificou-se para as quartas-de-final.

“Parece que nossos adversários são sempre fracos, mas é fruto do nosso trabalho. Aprender com erros, no último jogo baixamos os nossos níveis de intensidade ofensiva e defensiva. Futebol é feito de erros e gosto de quem sabe aprender. É um gosto ser treinador deste elenco”, disse Abel em entrevista coletiva.

“Quando alguém me convencer que é possível ser melhor no que se faz ficando deitado no sol tomando chopp, eu troco. Mas até agora ninguém conseguiu. Sem trabalho duro, disciplina e esforço, nada disso acontece”, acrescentou o treinador, que escalou o Palmeiras com algumas mudanças na equipe titular e que, nos minutos finais, formou o time com três zagueiros de origem.

“Na saída a três há algumas posições que geram mais desgaste energético, por isso o Gómez ou o Luan mudam de lado em alguns jogos. Temos duas maneiras de fazer a saída a três e uma delas é com três zagueiros. Há muitas equipes que utilizam três defensores e são elogiadas. Não sou treinador de sistema, temos muita variabilidade nas nossas características e escolhemos a melhor estratégia e plano a cada jogo. É importante também fazer gestão de energia para jogar na máxima força. Foi assim desde que cheguei”, Foi assim desde que cheguei”, declarou.

“O elenco enxuto aumenta a competição entre os jogadores e facilita o uso da base em alguns momentos. Este é o presente e futuro do clube. Os moleques precisam chegar por méritos e é o que estamos tentando fazer. Os que chegam sabem que quem está já tem lugar, quem chega vem para aumentar a competitividade, ninguém tira lugar de ninguém. Todos têm lugar no meu elenco e no meu coração”, complementou o treinador.

Abel evita falar do Atlético-MG

Na próxima fase da Libertadores, o Palmeiras reencontrará o Atlético-MG, adversário da semifinal do ano passado. A equipe mineira avançou sobre o Emelec após vitória por 1 a 0 no Mineirão.

Abel foi questionado sobre a partida e também das declarações do técnico do Atlético-MG, Antonio Mohamed, que apontou os mineiros como “favoritos”.

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

“Eu não costumo comentar, não tenho por hábito comentar declarações de treinadores adversários. Vamos procurar fazer nosso trabalho como sempre fazemos. Amanhã descansar, recuperar, pensar jogo a jogo e focado no nosso caminho. Um grande adversário, um grande treinador, porventura a equipe que mais investe, mais gasta, com grande elenco”, disse.

“Quem vem para esta profissão, e eu digo isto aos meus jogadores, temos de preocupar em sermos apenas nossa melhor versão. Quando damos tudo, aceito o resultado, seja qual for. Não controlamos o que os outros dizem, mas vai ser seguramente uma grande eliminatória. Quando chegar vamos preparar para fazer os gols”, finalizou.

O Palmeiras só voltará a pensar na Libertadores no mês que vem. Até lá, a equipe joga pelo Brasileirão e pela Copa do Brasil; neste domingo, às 18h, o Verdão enfrenta o Fortaleza, no estádio do Castelão. Já na próxima quarta-feira, o time encara o SPFC no segundo jogo das oitavas-de-final do mata-mata nacional.

De virada, Palmeiras goleia São Bento na estreia da 2ª fase do Campeonato Paulista Sub-20

De virada, Palmeiras goleia São Bento na estreia da 2ª fase do Campeonato Paulista Sub-20.
Fabio Menotti

Jogando em Sorocaba, o Palmeiras goleou o time da casa por 5 a 1

A equipe Sub-20 do Palmeiras entrou em campo na tarde desta quarta-feira e goleou o São Bento por 5 a 1, fora de casa – o duelo marcou o início da segunda fase do Campeonato Paulista.

Com gol de Pedro Medeiros, o São Bento largou na frente do placar aos 29 minutos do primeiro tempo, mas o Palmeiras reagiu rápido e, três minutos mais tarde, Daniel empatou. Ainda na etapa inicial, o Verdão virou o marcador com Allan e ampliou com Jota. Já no segundo tempo, Daniel, outra vez, e Thauan decretaram a vitória.

Sendo comandado por Lucas Andrade, o Palmeiras foi para o jogo com Mateus; Denzel, Talisca (Pedro Felipe), Gustavo Mancha e Thauan; Jota (Miguel), Yago (Breno) e Allan (Ian); Ruan Ribeiro (Kevin), Wendell (Canadá) e Daniel.

Ao término da primeira rodada, o Verdão encontra-se na primeira posição do Grupo 14, com três pontos, ao lado do Penapolense; Monte Azul e São Bento completam a chave.

Palmeiras volta a campo no domingo

Após o triunfo, o Verdão direciona o foco para o Campeonato Brasileiro Sub-20. No próximo domingo, às 11h, a equipe recebe o Ceará na Academia de Futebol 2, em jogo válido pela quinta rodada.

Já pelo estadual, o Palmeiras volta a campo no dia 13 para enfrentar o Penapolense, às 15h, também em Guarulhos.

Pré-jogo Palmeiras x Cerro Porteño – Libertadores da América 2022

Pré-jogo Palmeiras x Cerro Porteño

Estádio: Allianz Parque
Data e Horário: 06/07/2022 19h15

Transmissão

Conmebol TV

Conmebol TV

Na noite desta quarta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras recebe o Cerro Porteño, em partida de volta das oitavas-de-final da Libertadores da América.

Depois de um espetacular resultado em Asunción, o Verdão joga para ratificar a classificação – até com derrota por dois gols de diferença o time avança às quartas-de-final para enfrentar novamente o Atlético-MG.

Palmeiras

Palmeiras

DESFALQUES
Lesionados:
Jailson e Gabriel Veron

Depois de ser surpreendido pelo Athletico em casa, o Verdão apurou a pontaria para não repetir o mau resultado, mesmo já tendo feito na ida os gols necessários para avançar. A torcida mais uma vez vai comparecer em peso e uma boa atuação é necessária para dissipar qualquer desconfiança.

Se não houver surpresas o time entrará em campo com Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo e Zé Rafael; Dudu, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa; Rony.

Cerro Porteño

Cerro Porteño

Se o Cerro Porteño já estava desfalcado no jogo da ida, a situação piorou para o jogo da volta: Duarte e Lucena se lesionaram no final de semana e Benítez está deixando o clube. Chiqui Arce deverá escalar em seus lugares o lateral Patiño, que está de volta de suspensão e jogará improvisado; Vargas e Oviedo.

Desta forma, o time que deverá ir a campo é Jean; Espínola, Riveros, Patiño e Rodriguez; Piris da Motta, Vargas e Carrascal; Oviedo, Samudio e Aquino.

Números

  • As duas equipes já se enfrentaram 12 vezes, com 6 vitórias do Palmeiras, 4 empates e apenas duas vitórias do Cerro;
  • Como mandante, o Verdão permitiu aos paraguaios suas duas vitórias no confronto – mas não houve maiores consequências em nenhuma; o Palmeiras ainda venceu 3 vezes e empatou uma;
  • Houve um jogo no Allianz Parque, em 2018, e o Cerro venceu por 1 a 0, mas não descontou a derrota por 2 a 0 no jogo de ida;
  • No velho Palestra, foram 4 encontros e o Palmeiras venceu dois, empatou um e permitiu uma vitória aos paraguaios, em jogo em que a jiripoca piou;
  • Faça os cruzamentos de dados históricos como quiser usando nosso Almanaque. Clique aqui!

Odds

A goleada no jogo da ida só aumentou o favoritismo do Palmeiras na visão do mercado. Os principais sites de aposta pagarão, em média, para cada real aplicado:

 Palmeiras X Cerro Porteño
1,295,2910,10

No calendário

O Palmeiras já disputou 13 jogos no dia 6 de julho e jamais foi derrotado. Veja a lista completa clicando neste link.

Arbitragem

Patrício Loustau

Árbitro Principal:
Patricio Loustau

Germán Delfino

VAR:
Germán Delfino

Previsão do tempo

Temperatura: 22°C
Chuva: não há previsão de chuva
Vento: NW – 6km/h
Umidade: 22%

Parpite

É bem pouco provável que os jogadores do Cerro venham para o jogo pensando em classificação; o objetivo dos paraguaios deverá ser fazer uma partida digna. Assim, provavelmente virão como a maioria dos times que vêm assim para o Allianz Parque: fechadinhos, esperando uma oportunidade para tentar vencer por 1 a 0.

Normalmente o Palmeiras vence nesses cenários e esta noite isso deve se repetir: dá Verdão – 3 a 0 de novo, com mais dois gols de Rony e um de Raphael Veiga, para 39.765 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Veja aqui como foi a partida!

Palmeiras aprimora parte tática antes de enfrentar Cerro Porteño

Danilo e Rony durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Com quase todo elenco à disposição, Abel Ferreira paralisou o treino a todo instante para orientar os jogadores do Palmeiras

Na manhã desta terça-feira, o Palmeiras deu sequência à preparação para o duelo contra o Cerro Porteño com atividades táticas em campo reduzido, realizadas na Academia de Futebol. O técnico Abel Ferreira paralisou a atividade frequentemente para corrigir e orientar os atletas.

Quase todo o elenco participou das movimentações. Apenas o volante Jailson, com lesão no joelho, e Gabriel Veron, que machucou o pé direito no domingo, não foram a campo e permaneceram na parte interna para trabalhos de recuperação com o Núcleo de Saúde e Performance. Já o atacante Giovani realizou atividades físicas em um dos gramados do Centro de Treinamento – o atleta se recupera de cirurgia no tornozelo.

Após o trabalho tático, os atacantes do elenco aprimoraram finalizações tanto da parte central da área quanto partindo das laterais.

Na manhã de quarta-feira, horas antes de entrar em campo para enfrentar a equipe paraguaia, a comissão técnica deve comandar o último treinamento na Academia de Futebol.

Marcos Rocha deve voltar ao time titular do Palmeiras

Marcos Rocha e Gustavo Gómez durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Poupado do último jogo, o lateral-direito Marcos Rocha treinou novamente sem restrições e deve ser a novidade do time titular amanhã. Ao final do treinamento, o camisa 2 falou sobre a partida e pediu atenção com o adversário.

“Jogo de Libertadores não pode cochilar, não pode dar mole. Eles vão vir para tentar buscar um resultado positivo, provavelmente vão vir com uma formação diferente. Vimos que no final do jogo colocaram dois centroavantes que dificultaram a nossa bola aérea. É ter bastante atenção, tenho certeza de que o Abel e sua comissão estão preparando surpresas para que possamos fazer um grande jogo e passar de fase”, disse o jogador, que também comentou sobre o apoio da torcida palmeirense.

“Estamos disputando três grandes campeonatos e brigando por todos. Uma hora ou outra podemos oscilar, mas sabemos o quanto o nosso trabalho é positivo dentro e fora do clube, com o torcedor reconhecendo e lotando o estádio. Isso nos deixa muito felizes e nos faz trabalhar ainda mais para dar a resposta para eles. O trabalho está sendo bem feito, os mesmos jogadores que estão aqui hoje venceram há quatro meses. Temos um grupo especial, com jogadores jovens e trabalhadores, e todos nós queremos algo a mais com a camisa do Palmeiras. Contamos com o apoio dos torcedores, que eles continuem acreditando porque sabemos que juntos já conseguimos algo especial”, finalizou.

Até a última parcial divulgada pelo Palmeiras, às 11h25 desta terça-feira, 37.700 ingressos foram vendidos antecipadamente. Diante do Cerro Porteño, o Verdão fará o quinto jogo seguido no Allianz Parque para mais de 30 mil pessoas.

Aposentado, Valdivia recebe homenagem do Palmeiras e manda recado à torcida

Valdivia comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Atlético Sorocaba, durante partida válida pela terceira rodada do Paulistão 2014, no estádio municipal Walter Ribeiro, em Sorocaba/SP.
Cesar Greco

Aos 38 anos, Valdivia anunciou aposentadoria no último final de semana

Na última sexta-feira, aos 38 anos, Jorge Valdivia anunciou a aposentadoria do futebol. O ex-meio-campista, que atuou pelo Palmeiras em duas oportunidades – de 2006 a 2008; e de 2010 a 2015 –, foi homenageado pelo clube na noite de segunda-feira.

Descrito pelo clube como “ídolo de uma geração e lenda eterna do Palmeiras”, o chileno teve sua trajetória recontada com destaques para atuações marcantes, como o gol do “chororô” diante do SCCP em 2008; o tento sobre o SPFC na semifinal do Paulista de 2008, além do pênalti convertido frente ao Coritiba no primeiro jogo da final da Copa do Brasil de 2012.

O clube, ainda, o introduziu na “Galeria de Craques” do site oficial, que também conta com a presença de Ademir da Guia, Emerson Leão, Edmundo, Evair, entre outros ídolos da história palmeirense.

Nas redes sociais, o maior jogador da História do Palmeiras, Ademir da Guia, e o ex-jogador Alex, camisa 10 da primeira conquista de Libertadores, também homenagearam Valdivia; confira:

Valdivia manda recado à torcida

Também através das redes sociais, o Palmeiras divulgou um vídeo de Valdivia agradecendo o clube e a torcida. Confira:  

Entre ‘magia’ e lesões

Valdivia comemora seu gol pelo Palmeiras contra o SPFC, durante partida válida pela quinta rodada do Paulistão 2014, no Pacaembu, em São Paulo/SP.
Cesar Greco

Valdivia chegou ao Palmeiras em 2006 após ser destaque do Colo-Colo. Conhecido como “El Mago”, o ex-camisa 10 recebeu poucas oportunidades no primeiro ano de clube, mas com a chegada do técnico Caio Júnior, em 2007, firmou-se como titular e um dos principais jogadores da posição no país.

Disputou 38 partidas e encantou a torcida palmeirense em sua primeira temporada completa; jogador de técnica apurada e com ótima visão, Valdivia, ainda, foi às redes em 10 oportunidades.

No ano seguinte, comandado por Vanderlei Luxemburgo, manteve a performance e conquistou o primeiro troféu pelo clube: o Campeonato Paulista, torneio no qual foi decisivo na semifinal diante do SPFC ao marcar o tento da classificação para a final. Em agosto de 2008, após 40 jogos disputados e 14 gols marcados, foi vendido para o Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos, por cerca de R$ 20 milhões.

O retorno ao clube ocorreu em 2010, mas ‘El Mago’ não conseguiu repetir o sucesso na segunda passagem. Ainda que dentro de campo o desempenho técnico se mantivesse o mesmo, Valdivia conviveu com seguidas lesões musculares e desfalcou a equipe por muitos jogos. De 2010 a 2015, ano em que encerrou sua passagem, o chileno foi a campo em 148 dos 332 jogos que o Palmeiras realizou no período que esteve integrado ao elenco.

Ao todo, contabiliza 241 partidas pelo clube (estrangeiro com mais jogos na História do Palmeiras, ao lado de Arce), 41 gols marcados e três títulos conquistados: Campeonato Paulista de 2008 e as Copas do Brasil de 2012 e 2015.