Com treino tático, Palmeiras encerra preparação para enfrentar o Ceará

Atletas do Palmeiras durante treino na Academia de Futebol, em São Paulo-SP.
Fabio Menotti

Destaque dos últimos jogos, o zagueiro Michel falou sobre a integração da base com o profissional após o treino tático

O Palmeiras realizou na tarde de ontem, na Academia de Futebol, o último treino antes do confronto diante do Ceará, válido pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, que acontecerá nesta quinta-feira na Arena Barueri, às 21h30.

Paulo Victor e seus auxiliares, Gilmey Aymberê e Lucas Andrade, comandaram um treino tático. De início, os jogadores do Sub-20 foram divididos em dois grupos para trabalharem jogadas ofensivas e “dois toques” em espaço limitado.

Para finalizar o dia, os atletas participaram de um coletivo com as dimensões do campo reduzidas.

Michel fala sobre chance no profissional após o treino tático

Assim que as atividades em campo acabaram, o zagueiro Michel, que foi destaque da equipe nas partidas contra Cuiabá e Athletico-PR, conversou com a TV Palmeiras/FAM e valorizou as oportunidades que ele e seus companheiros de categoria de base estão tendo no profissional.

“A gente trabalha bastante no dia a dia para que as oportunidades apareçam e a gente esteja preparado. Estava pronto para esse momento e, no meu ponto de vista, fiz dois bons jogos nessas duas rodadas. O pessoal sempre nos apoia muito aqui, e isso é importante”, disse o defensor.

No primeiro turno, jogando no Castelão, o Verdão venceu o Ceará por 2 a 1, com gols de Zé Rafael e Deyverson, e quebrou um jejum de 24 anos sem vencer o adversário fora de casa.

Com 63 pontos, o Palmeiras está garantido na terceira colocação do Brasileirão. Até o momento, a campanha da equipe na competição é de 19 vitórias, 6 empates e 12 derrotas, com 57 gols marcados (terceiro melhor ataque) e 43 sofridos.

Palmeiras finaliza temporada de 2021 com 63% de aproveitamento como visitante

Atletas do Palmeiras comemoram ao final da partida contra o Athletico-PR, válida pela trigésima sétima rodada do Brasileirão 2021, na Arena da Baixada, em Curitiba-PR.
Fabio Menotti

Levando em consideração apenas o Campeonato Brasileiro, Palmeiras obteve 53% dos pontos longe de seus domínios

Contra o Athletico-PR na última segunda-feira, o Palmeiras realizou o seu último jogo como visitante na temporada 2021. O empate em 0 a 0 diante do Furacão fez com que o Verdão terminasse o período com o aproveitamento de 63% atuando longe de seus domínios, número que o faz ser o segundo melhor time neste quesito entre os clubes que disputam a Série A.

Ao todo, foram 36 partidas disputadas, com 20 vitórias alcançadas, 8 empates e 8 derrotas. Destes, o técnico Abel Ferreira esteve à beira do gramado em 34 oportunidades, enquanto João Martins e Paulo Victor Gomes, do Sub-20, dirigiram uma partida cada.

Em comparação às últimas cinco temporadas, 2021 é o segundo melhor ano neste quesito, atrás apenas de 2018 (67,50% – 23 triunfos, 12 empates e 1 revés). Nos outros anos, o Verdão terminou com 41% em 2017 (7V, 6E, 16D); 55% em 2019 (15V, 13E, 7D); e 54% em 2020 (16V, 9E, 12D).

Os bons números longe do Allianz Parque ajudaram o Palmeiras a alcançar um recorde dentro da Libertadores: o de 15 jogos sem perder fora de casa. A marca, que começou a ser registrada em 2018, foi consolidada com os seis duelos que o clube fez como visitante na edição de 2021.

No Brasileirão, Palmeiras foi o 3º melhor visitante

Ao levarmos em conta o desempenho do time fora de casa somente no Campeonato Brasileiro, o aproveitamento foi de 53%, terceira melhor marca na competição (Atlético-MG e Flamengo são os dois primeiros colocados).

Em 19 confrontos, o Verdão venceu nove, empatou dois e perdeu sete vezes. Dentre os triunfos como visitante, destacam-se as vitórias que fizeram o clube quebrar jejuns, como os 2 a 1 no Ceará (não vencia o Vozão fora de casa há 24 anos); 2 a 1 no Internacional (tinha ganhado pela última vez em 2016); e os 2 a 0 frente ao Santos, que não perdia para o Palmeiras na Vila desde 2017.

A despedida do Palmeiras na temporada acontecerá nesta quinta-feira em um jogo contra o Ceará. A partida será realizada na Arena Barueri, às 21h30.

Vinicius fala sobre Jailson e projeta reta final do Palmeiras no Brasileirão

Vinicius Silvestre durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol, em São Paulo-SP.
Fabio Menotti

Um dos atletas do profissional que ainda não saiu de férias, Vinicius espera passar boas referências aos mais jovens

O Palmeiras entra em campo na noite desta segunda-feira para enfrentar o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em jogo válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Tricampeão da Libertadores após vencer o Flamengo no último dia 27, o clube decidiu por antecipar as férias dos principais jogadores e também da comissão técnica, optando por escalar os atletas do Sub-20 nas últimas duas rodadas (contra Athletico-PR e Ceará). Do elenco principal, apenas o goleiro Vinicius, o zagueiro Kuscevic e o meio-campista Matheus Fernandes ficaram no elenco.

Há quase 16 anos no clube, Vinicius, que será o mais experiente da turma, espera contribuir com os mais jovens e comentou sobre a reta final palmeirense no Brasileirão.

“Fico lisonjeado de estar participando deste momento, com este grupo [de garotos]. Eu procuro aprender com todos do profissional e espero que os da base também possam aprender comigo, que eu consiga passar boas referências para eles. É um motivo de orgulho, estou há quase 16 anos no Palmeiras, é uma honra enorme desfrutar com esses meninos que têm uma qualidade incrível”, disse à TV Palmeiras/FAM.

“Estou concentrado para dar o meu máximo, como sempre procurei fazer. Fizemos uma excelente preparação e espero que a gente faça bons jogos. Vamos em busca dos resultados positivos”, acrescentou o camisa 1.

Com 62 pontos ganhos em 36 rodadas, o Palmeiras, terceiro colocado, não terá mais sua posição na tabela de classificação alterada até o fim do campeonato, independentemente dos resultados que irá obter.

Vinicius fala sobre Jailson

Além de projetar as duas últimas partidas do Verdão na temporada, Vinicius falou também sobre Jailson, que não renovou contrato e se despediu do clube após sete anos. O experiente goleiro deixou o Verdão com cinco títulos conquistados e 104 jogos disputados.

“Jailson é um cara muito querido, tenho uma admiração e um respeito grande por tudo que ele fez por mim. Por tudo que nós evoluímos juntos também. Ele é um espelho pra mim e pra todos. Gratidão resume o que eu sinto por ele”, finalizou.

Destaque no Sub-20, Giovani celebra primeiro gol no profissional

Giovani do Palmeiras em disputa com Uendel do Cuiabá, durante partida válida pela trigésima sexta rodada do Brasileirão 2021, na Arena Pantanal.
Cesar Greco

Com parte do elenco profissional de férias, Giovani deve ganhar oportunidades nos últimos 2 jogos do Palmeiras no Brasileirão

Na última terça-feira, a comissão técnica do Palmeiras escalou uma equipe alternativa para o confronto diante do Cuiabá, na Arena Pantanal. Formado por alguns reservas e jogadores das categorias de base, o Verdão venceu os mandantes por 3 a 1.

Um dos destaques da vitória, o atacante Giovani, de apenas 17 anos, marcou o seu primeiro gol com a camisa profissional do clube. Aos 29 minutos do primeiro tempo, o camisa 41 ganhou uma disputa de Uendel, disparou para cima de Alan Empereur e acertou o cantinho direito de Walter.

“Eu sonho com esse momento desde pequeno. Graças a Deus deu tudo certo. Eu achava que seria muito bom, mas foi uma noite incrível para mim. E eu queria dedicar esse gol para duas pessoas: para minha mãe, que assistiu o jogo e deve estar muito feliz. Prometi que iria fazer um gol pra ela. E também para minha avó, que faleceu recentemente. Ela ainda estava viva quando eu estreei no Paulista e agora ela viu o meu primeiro gol lá de cima”, disse Giovani após o duelo.

“Quando cheguei de frente pro zagueiro eu percebi que ele ia fechar o meu lado direito e eu continuei indo pra esquerda. Fingi que ia bater, ele parou, aí eu dei mais um corte e chutei no canto. Muito feliz, espero que seja o primeiro de muitos”, descreveu o atacante sobre seu gol.

No Palmeiras desde os 10 anos, Giovani acumula mais de 100 gols na categoria de base e diversos títulos. Na atual temporada marcou 10 gols em 26 jogos (é o vice-artilheiro da equipe no Paulista Sub-20), atuando tanto pelo Sub-17 quanto pelo Sub-20.

Na equipe principal, estreou em um clássico contra o SCCP, na primeira rodada do Paulistão de 2021, e também disputou uma partida de Libertadores, frente ao Defensa Y Justicia – ao todo, disputou 12 jogos pelo profissional. Em junho, teve seu contrato prorrogado com o clube até o final de maio de 2024.

Giovani deve receber mais oportunidades no Brasileirão

Giovani do Palmeiras em disputa com Uendel do Cuiabá, durante partida válida pela trigésima sexta rodada do Brasileirão 2021, na Arena Pantanal.
Cesar Greco

Após a conquista da Libertadores, o Palmeiras decidiu por antecipar as férias dos principais jogadores. Com isso, assim como ocorreu diante do Cuiabá, Giovani e os outros garotos do Sub-20 devem ser novamente aproveitados contra Athletico-PR e Ceará, últimos dois duelos do clube na temporada.

De acordo com o preparador físico e auxiliar técnico João Martins, ainda, muitos desses meninos poderão integrar o plantel no Campeonato Paulista do ano que vem, repetindo o planejamento no estadual desta temporada. Vale ressaltar que o Palmeiras disputará o Mundial de Clubes em fevereiro do ano que vem, logo após o início do Paulistão.

Palmeiras repete sequência de vitórias do 1º turno e encontra tranquilidade a 23 dias da final da Libertadores

Elenco do Palmeiras comemora o gol de Breno Lopes contra o Grêmio, durante partida válida pela vigésima nona rodada do Brasileirão 2021, na Arena do Grêmio.
Cesar Greco

Após um momento de instabilidade no Brasileirão, Palmeiras não perde há 5 partidas

Depois de passar um período turbulento dentro do Campeonato Brasileiro, no qual ficou cinco jogos sem vencer – sendo três derrotas e dois empates – o Palmeiras se restabeleceu na competição e encontrará o Santos, no próximo domingo, vindo de cinco jogos sem perder.

Os triunfos diante Internacional (1 a 0), Ceará (2 a 1), Sport (2 a 1) e Grêmio (3 a 1), mais o empate em 0 a 0 frente ao Bahia, trouxeram tranquilidade para o time, que terá no dia 27, em Montevidéu, o jogo mais importante da temporada, diante do Flamengo pela final da Libertadores.

“O ambiente muda. Os bons resultados ajudam a gente a trabalhar melhor”, chegou a dizer Gustavo Gómez após a equipe vencer o Inter. E o Palmeiras encontrou essa calmaria em confrontos contra as equipes que o fizeram chegar na liderança, no primeiro turno.

Após também atravessar um momento delicado na temporada, quando foi eliminado da Copa do Brasil para o CRB e, em seguida, empatar com o SCCP no Allianz Parque, o Verdão encaixou uma ótima sequência de resultados. Foram vitórias consecutivas contra Bahia, Internacional, Sport e Grêmio, além de sucessos diante de Santos, Atlético-GO e Fluminense.

Abel cita dificuldades de o Palmeiras se manter no topo e usa Santos e Grêmio como exemplos

Na entrevista coletiva após a vitória sobre o Grêmio, o técnico Abel Ferreira comentou sobre o momento da equipe, os altos e baixos dentro do Brasileirão, e discursou sobre as dificuldades de se manter em alto nível no Brasil, principalmente pelos desfalques dos jogadores que são convocados por suas seleções.

“Aqui no Brasil é 8 ou 80 em absolutamente tudo. Como é difícil manter o sarrafo tão alto, ainda mais quando perdemos os melhores para as seleções. Exige de nós uma dedicação enorme, sacrifícios e renúncias. Nos alimentamos de muito trabalho de qualidade e de resultados. Parece fácil ganhar. Para quem está em casa, parece fácil ganhar e quando perde, manter o equilíbrio e o foco”, contou.

“Olha o Grêmio, disputou a final da Copa na temporada passada conosco e hoje vive uma grande pressão. O Santos, nosso próximo adversário, estava no Maracanã para disputar a final da Libertadores. Os jogadores têm percebido essa dificuldade e têm crescido mentalmente” , finalizou.

Atualmente, o Palmeiras está a 10 pontos do Atlético-MG, líder do Brasileirão. Até a partida contra o Flamengo, o Verdão tem confirmado cinco partidas (Santos, Atlético-GO, Fluminense, SPFC e Fortaleza).