“Número 2 da posição”, Vanderlan supera Jorge e é elogiado por desempenho contra Internacional

Vanderlan do Palmeiras em disputa com Pedro Henrique do Internacional, durante partida válida pela décima nona rodada do Brasileirão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Titular pelo segundo jogo seguido, Vanderlan deu a assistência para o gol da vitória palmeirense, marcado por Gabriel Menino

Há uma máxima repetida por jogadores de futebol que é “aproveitar a chance que aparece da melhor maneira possível”. Nos últimos dois jogos do Palmeiras, o lateral-esquerdo Vanderlan pode dizer que seguiu o mandamento à risca.

Titular, Vanderlan viu a oportunidade aparecer após as lesões Piquerez e Jorge e se destacou. Frente à equipe gaúcha, foi fundamental para o triunfo por 2 a 1: saiu dos pés do camisa 36 o cruzamento para o segundo gol, já nos minutos finais da partida, marcado por Gabriel Menino.

“Muito feliz. Agradeço ao Abel, aos meus companheiros e à base. Todos nós estamos plantando há muito tempo e agora estamos colhendo os frutos. Agora é curtir o momento”, disse o jogador, na saída do gramado do Allianz Parque.

Suas exibições nas últimas duas partidas o fez ser alçado a reserva imediato de Piquerez, deixando para trás Jorge, que vem tendo dificuldades de desempenhar bem e também sofre com seguidas lesões.

“O desenvolvimento do Vanderlan é o caminho natural. Estou aqui há quase dois anos e ele já havia estreado na Libertadores de 2021. Hoje, ele é o número dois da posição, por méritos próprios. Amanhã, não sei. No futebol há lesões, castigos, meritocracia”, revelou o técnico Abel Ferreira.

“O Jorge lesionou-se e ele [Vanderlan] fez dois jogos muito bons. Eu gosto dos três. Dentro da hierarquia dos três, houve um tempo que o Piquerez era o número 1, o Jorge 2 e o Vanderlan o 3. Hoje ele superou o Jorge”, complementou.

Atualmente com 19 anos, Vanderlan chegou ao Palmeiras em 2017, para atuar na equipe Sub-15. Versátil, o atleta, nas categorias de base, já atuou por toda a faixa esquerda do campo: zagueiro, lateral e ponta.

“O sucesso do Vanderlan também é mérito da formação. Ele está no Palmeiras há muito tempo e tem cabeça, treina muito e bem em qualquer posição, seja zagueiro ou lateral. Ele vem dentro daquilo que é a política do clube. Desde que cheguei todos sabem quanto gastamos por reforços, quanto o clube ganhou e valorizou sua equipe e quanto faturou por títulos ganhos. O Palmeiras é organizado, apostou na formação há muito tempo e hoje está colhendo os frutos. Os jogadores que demonstrarem durante a semana de forma consistente que podem pertencer a equipe principal vão jogar; alguns precisarão ser emprestados. A receita não é igual para todos”, finalizou Abel.

Vanderlan é elogiado por capitão

Quem também foi só elogios com Vanderlan foi o goleiro Weverton, um dos capitães e líderes do elenco palmeirense, que ressaltou o espírito trabalhador do companheiro e projetou: “Mais um grande jogador surgindo”.

“Ele merece, é um garoto muito trabalhador, que buscou o espaço dele com paciência, tranquilidade. Não é fácil entrar e jogar. Ele entrou muito bem, está muito bem. Merece. Que continue crescendo cada vez mais”, acrescentou o arqueiro.

Contra o Ceará, no próximo sábado, Vanderlan deve voltar a ser opção de banco, já que Piquerez está recuperado da mialgia na coxa e em processo de transição física.

Weverton garante empate do Palmeiras contra o Fortaleza e ultrapassa Oberdan Cattani

Weverton em jogo do Palmeiras contra o Fortaleza, durante partida válida pela décima sexta rodada do Brasileirão 2022, no Castelão.
Cesar Greco

Weverton realizou ao menos duas defesas difíceis na partida, em chutes de Moisés e Pikachu

Mesmo em jogo de poucas ações ofensivas, o Palmeiras precisou do goleiro Weverton para não sair com o resultado negativo de Fortaleza, na noite deste domingo. O camisa 21 foi fundamental para o 0 a 0 no Castelão, resultado que manteve o Verdão na liderança do Campeonato Brasileiro.

Foram seis defesas do arqueiro no jogo – de acordo com o site de estatísticas SofaScore –, sendo quatro em chutes de dentro da área. Em duas oportunidades, ao menos, o adversário saiu frente a frente com ele e não obteve sucesso.

No primeiro tempo, Moisés arrancou em contra-ataque e bateu rasteiro para a defesa de Weverton; já no segundo, Pikachu recebeu lançamento e também tentou a finalização por baixo, mas o camisa 21 abafou e defendeu sem dar rebote.

Weverton ultrapassa Oberdan Cattani

Ao terminar o jogo no Castelão com a ‘baliza a zero’, Weverton chegou a 122 jogos pelo Palmeiras sem ser vazado. Assim, o atual goleiro ultrapassou Oberdan Cattani e, atualmente, ocupa a quinta colocação no ranking dos goleiros que passaram mais jogos pelo clube sem sofrer gols, divulgado pelo perfil oficial no Twitter.

Na atual temporada, são 20 jogos sem ser vazado em 36 partidas disputadas – é o quinto ano seguido que Weverton fica 20 jogos ou mais sem sofrer gols; apenas Emerson Leão ficou mais anos consecutivos (sete, entre 1970 a 1976). O recorde do camisa 21 em uma mesma temporada é de 35 partidas sem ser vazado, que ocorreu em 2020.

Após vitória no Paraguai, Gustavo Gómez valoriza 2º tempo do Palmeiras e Weverton celebra ‘baliza a zero’

Gustavo Gómez do Palmeiras em disputa com Samudio do Cerro Porteño, durante primeira partida válida pelas oitavas de final, ida da Libertadores 2022, no General Pablo Rojas.
Cesar Greco

Capitães do Palmeiras, Gustavo Gómez e Weverton deram entrevistas ao final do triunfo por 3 a 0 sobre o Cerro Porteño

Atuando fora de casa, o Palmeiras precisou de 27 minutos contra o Cerro Porteño para marcar três gols e abrir boa vantagem no confronto de ida das oitavas-de-final da Libertadores. Rony, aos 15’ e 20’ do segundo tempo, e Murilo, aos 42’, foram às redes pelo Verdão e decretaram a vitória por 3 a 0.

Apesar do ataque avassalador do Palmeiras, o goleiro Weverton, ao final da partida, ressaltou a defesa palmeirense e o fato de a equipe ter saído do Paraguai sem ter sofrido gol – foi a primeira desde o confronto frente ao Coritiba que o Verdão não foi vazado.

“A felicidade do goleiro é sair com a vitória e a ‘baliza a zero’. Foi um grande jogo de toda a equipe. Como o Abel sempre fala, o importante é sacar um bom resultado fora de casa para depois fechar em casa”, declarou o camisa 21, que também agradeceu aos palmeirenses que compareceram ao estádio General Pablo Rojas.

“Muito obrigado a todos que vieram nos apoiar aqui no Paraguai, nos ajudaram muito, e tenho certeza que quarta-feira que vem o Allianz Parque estará lotado. Temos tudo para fazer outro grande jogo”, finalizou Weverton.

Dos 42 jogos que o Palmeiras disputou na atual temporada, em 24 a equipe não foi vazada. Estatisticamente, o Verdão detém o posto de melhor defesa entre todos os clubes que disputam a Série A do Brasileirão, ao lado do Ceará, com uma média de 0,59 gols sofridos por partida.

Gustavo Gómez analisa vitória

Murilo e Gustavo Gómez comemoram gol do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante primeira partida válida pelas oitavas de final, ida da Libertadores 2022, no General Pablo Rojas.
Cesar Greco

Ao analisar o triunfo palmeirense, o zagueiro Gustavo Gómez destacou o equilíbrio entre as equipes na primeira etapa, afirmou que o time não foi surpreendido pela formação inicial do Cerro Porteño e ressaltou a melhora do Verdão nos 45 minutos finais.

“O primeiro tempo foi equilibrado, mas melhoramos no segundo, impusemos nosso ritmo e conseguimos marcar os gols. O pessoal da análise do Palmeiras nos forneceu muitas informações sobre o Cerro e sabíamos que eles podiam entrar nessa formação de hoje, um pouco mais fechados, e depois colocar dois centroavantes. Estávamos preparados para atuar de toda a forma”, disse Gómez, que, por fim, disse que o confronto ainda não está definido.

“Não há nada finalizado, Libertadores é difícil e temos mais 90 minutos por jogar. Agora é pensar no jogo de sábado, porque buscamos a manutenção da liderança no Brasileirão e depois focar no segundo jogo contra o Cerro”, completou o camisa 15.

O duelo de volta entre Palmeiras e Cerro Porteño acontecerá na próxima quarta-feira, no Allianz Parque, às 19h15. Neste sábado, pelo Brasileirão, o Verdão recebe o Athletico-PR, às 21h.

Weverton revela pedido de Abel e projeta duelo contra o Cerro Porteño

Weverton em jogo do Palmeiras contra o Avaí, durante partida válida pela décima quarta rodada do Brasileirão 2022, na Ressacada.
Cesar Greco

Weverton quer um bom resultado no Paraguai para que o Palmeiras feche o confronto com tranquilidade no Allianz Parque

Embalado pela liderança do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras encara na noite desta quarta-feira o Cerro Porteño, fora de casa, no jogo de ida das oitavas-de-final da Libertadores.

Com o Verdão entrando em campo a cada dois dias nas últimas semanas, Weverton explicou que a preparação da equipe para enfrentar o time paraguaio foi mais focada no descanso e na recuperação dos atletas; contudo, o goleiro quer um bom resultado atuando como visitante.

“Nessa semana a gente mais descansou e recuperou os atletas que atuaram contra o Avaí. Estamos todos focados e preparados, sabemos como é jogar Libertadores e como será mais um confronto difícil”, disse o arqueiro.

“A gente sabe o quanto é importante obter um bom resultado no primeiro jogo para depois fechar em casa. Em jogo de mata-mata o Abel nos pede isso, um bom resultado no jogo de ida, melhor ainda se for com baliza zero, para fechar em casa. Com certeza como o Allianz Parque estará lotado, vamos contar o apoio do nosso torcedor no segundo jogo”, acrescentou Weverton.

O camisa 21 é um dos poucos remanescentes do elenco que venceu o Cerro Porteño nas oitavas da Libertadores de 2018. Além dele, Dudu, Gustavo Scarpa, Gustavo Gómez, Mayke e Marcos Rocha faziam parte do grupo.

“É um adversário que enfrentamos em 2018 e sabemos o quanto é duro jogar lá, mas aquilo que viemos apresentando na competição nos dá experiência para fazermos mais um grande jogo, buscarmos um bom resultado e decidirmos em casa”, completou.

O Palmeiras não perde como visitante na competição continental há mais de três anos. São 18 jogos de invencibilidade, com 13 vitórias e cinco empates – número recorde na História do torneio.

Weverton fala de reencontro do Palmeiras com Arce

Weverton durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

A partida desta quarta-feira marca também o reencontro do Palmeiras com Arce, atual técnico do Cerro Porteño. Weverton comentou sobre o duelo contra o ídolo palmeirense e elogiou seu trabalho à frente do adversário.

“O Arce será muito bem recebido por todos por tudo o que fez vestindo a camisa do Palmeiras. A gente sempre tem que valorizar os profissionais que prestaram um ótimo serviço ao clube. Sei que ele é um vencedor. O acompanhei apenas pela televisão, ele batia muito bem faltas e pênaltis. Será muito bem tratado e nos tratará muito bem também. Ele está fazendo um grande trabalho, classificou o Cerro por mérito e tenho certeza de que será um jogo duro. Vai ser bacana poder reencontrá-lo. Sempre será um ídolo do clube”, finalizou Weverton.

Arce jogou no Palmeiras de 1998 a 2002, disputou 241 partidas e conquistou quatro títulos.

Sem Danilo e Weverton, Palmeiras treina visando o confronto contra o Botafogo

Luan, Rafael Navarro e Vanderlan, durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Palmeiras pode voltar à liderança do Campeonato Brasileiro em caso de vitória sobre o Botafogo

A comissão técnica do Palmeiras comandou nesta quarta-feira, na Academia de Futebol, trabalhos táticos e técnicos em preparação para a partida contra o Botafogo, marcado para amanhã, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro.

O primeiro exercício do dia focou nos posicionamentos. Em seguida, os atletas aprimoraram os gestos técnicos: os laterais praticaram cruzamentos e ultrapassagens; os meio-campistas trabalharam os lançamentos e as transições; e os atacantes realizaram movimentos específicos e treinaram finalizações.

O meia Raphael Veiga, que lesionou a coxa direita, deu prosseguimento ao processo de recuperação na parte interna do Centro de Excelência; Scarpa deve cumprir a função do camisa 23 no jogo de amanhã. O lateral-direito Mayke, por sua vez, fez movimentações no gramado e na academia – o jogador se recupera de uma contusão no tendão da perna direita.

Após defenderem a Seleção Brasileira, Weverton e Danilo ainda têm presenças incertas na partida contra o time carioca.

Murilo fala sobre Palmeiras x Botafogo

Murilo em jogo do Palmeiras contra o Atlético-MG, durante partida válida pela nona rodada do Brasileirão 2022, no Parque.
Cesar Greco

Ao final das atividades em campo, o zagueiro Murilo, que deverá ser titular ao lado de Luan, projetou o duelo diante do Botafogo. “É um jogo muito importante. Podemos pegar a liderança novamente, então vamos entrar bem, com pensamento positivo para poder sair com os três pontos. Luan e eu fizemos uma excelente partida juntos, fiquei muito feliz. Já o conheço desde antes, nos enfrentamos por outros clubes, agora posso jogar junto com ele e fico feliz. Que ele possa voltar cada vez melhor e ajudar o clube”, disse o zagueiro, que também espera por um Allianz Parque lotado.

“A torcida é muito importante, o estádio lotado para mim é especial, gosto de jogar assim. Que nesse jogo o Allianz Parque possa estar também cheio para que possamos vencer e comemorar”, finalizou Murilo. De acordo com a última parcial divulgada pelo clube, 29.000 ingressos foram vendidos antecipadamente.

Com 16 pontos, o Palmeiras ocupa atualmente a segunda colocação do Brasileirão 2022. Caso vença o Botafogo, a equipe ultrapassará o SCCP e alcançará a liderança.