Rony e Endrick, recuperados, treinam na Academia de Futebol

Rony durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Rony se recuperou de lesão muscular e completou processo de transição física; Endrick também treinou

Após o empate em 2 a 2 na última quarta-feira frente ao Atlético-MG pela Libertadores, os jogadores do Palmeiras se reapresentaram na manhã desta sexta e iniciaram a preparação para enfrentar o Goiás, domingo, pelo Campeonato Brasileiro – atletas e comissão técnica receberam folga ontem.

Em campo, a grande novidade do dia foi a presença do atacante Rony, que está totalmente recuperado da lesão na coxa sofrida no dia 10 do mês passado e também já completou o processo de transição física. Assim, o camisa 10 já pode ser utilizado pelo técnico Abel Ferreira no confronto contra os goianos.

O foco do treinamento, de começo, foi aprimorar a posse de bola. Na sequência, os atletas foram divididos em dois grupos: os defensores aprimoraram rebatidas e posicionamentos em um lado do campo, enquanto os meias e atacantes trabalharam finalizações e ensaiaram jogadas específicas.

Os titulares da partida contra o Atlético-MG permaneceram na parte interna para trabalhos regenerativos. Raphael Veiga, que sofreu uma pancada nas costas e foi substituído, passou por exames e não teve diagnosticada fratura no local – o jogador seguirá sendo monitorado diariamente pelo Núcleo de Saúde e Performance.

Caso Veiga não reúna condições de jogo no domingo, ele se juntará a Murilo, Marcos Rocha e Piquerez, que estão suspensos e são desfalques certos. Por conta do segundo jogo contra o Atlético-MG pela Libertadores, que ocorre já na quarta-feira que vem, o Palmeiras deve ter mais mudanças na equipe titular diante do Goiás.

“É manter essa parte mental, sabemos o quanto é difícil o Brasileiro. Não existe jogo fácil. O segundo turno é ainda mais, não dá para recuperar mais pontos. Sabemos que mais uma vez o torcedor vai lotar o estádio, vai nos apoiar como sempre tem feito e tem tudo para ser mais um grande jogo. O Goiás vem crescendo na competição, não vai nos dar nada de graça”, disse o goleiro Weverton sobre o duelo de domingo.

Assim como Rony, Endrick está recuperado

O atacante Endrick, grande promessa do clube e que atualmente figura no elenco do Sub-20, também treinou na Academia de Futebol nesta sexta-feira. O jogador se recuperou de contusão no tornozelo e cumpriu todos os processos da transição física.

Endrick durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Endrick assinou seu primeiro contrato profissional com o Palmeiras no final do mês passado e está à disposição da comissão técnica para ser utilizado no time principal.

O Palmeiras finalizará a preparação para enfrentar o Goiás na manhã deste sábado, em mais um treino que ocorrerá na Academia de Futebol.

Defesa que ninguém passa e artilheira: zagueiros somam 16 gols em 2022 pelo Palmeiras

Defesa que ninguém passa e artilheira: Gustavo Gómez e Murilo comemoram gol do Palmeiras contra o SPFC, durante partida válida pela décima terceira rodada do Brasileirão 2022, no Morumbi.
Cesar Greco

Murilo e Gustavo Gómez vivem grande momento ofensivo e defesa do Palmeiras decide jogos importantes

Murilo e Gustavo Gómez vêm formando uma dupla completa no Palmeiras. Além de serem seguros defensivamente e ocuparem as posições mais altas nos critérios de defesa, os dois fazem uma temporada artilheira e decisiva no ataque.

Na última quarta-feira, no empate em 2 a 2 do Verdão com o Atlético-MG pela Libertadores, Murilo marcou o primeiro tento palmeirense da partida. Com isso, o camisa 26 chegou a sete gols no ano, firmando-se como o quinto maior goleador do elenco na temporada, ao lado de Danilo, Dudu, Rafael Navarro e Zé Rafael.

“É uma sensação única pra mim. Voltei pro Brasil com esse pensamento de poder disputar Libertadores e dar a vida pela equipe. Tive um lance infeliz no jogo, a bola acabou batendo em mim e foi gol pra eles, mas mantive a concentração, tive personalidade e graças a Deus ajudei a equipe com o gol”, disse Murilo, ao final do jogo.

Já Gustavo Gómez soma oito bolas na rede em 2022, sendo o último deles no dia 24 do mês passado frente ao Internacional. Na lista dos defensores que mais gols marcaram em uma única temporada, o paraguaio é o terceiro colocado, atrás apenas dos feitos de Vágner Bacharel (1983) e Daniel (2005), que marcaram nove, e Júnior Baiano, que anotou dez em 1999.

Os gols dos zagueiros palmeirenses, além de terem acontecido em partidas importantes, como em matas-mata de Libertadores e Campeonatos Paulista, e em clássicos estaduais, saíram em sua maioria em jogadas de bola parada. Em 2022, dos 107 tentos que o Palmeiras marcou até agora, 42 tiveram origem nesse tipo de jogada.

Defesa está próxima de marca histórica

Defesa que ninguém passa e artilheira: Murilo e Gustavo Gómez comemoram gol do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante segunda partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Estádio General Pablo Rojas.
Cesar Greco

Os zagueiros do atual elenco marcaram, no total, 16 gols no ano (Gustavo Gómez – 8; Murilo – 7; e Luan – 1). Assim, a defesa palmeirense de 2022 está perto de ser a mais goleadora em uma temporada. Os anos recordistas com mais gols por defensores na história do Palmeiras são 1999 e 2006, com 18.

Em 99, os tentos se fracionam entre Júnior Baiano (10), Roque Júnior (5), Cléber (2) e Agnaldo (1); já em 2006, Daniel marcou quatro, Gamarra e Nen foram às redes três vezes, enquanto Dininho, Douglas, Leonardo Silva e Thiago Gomes marcaram dois gols cada.

Confira abaixo os gols marcados pelos zagueiros em 2022:

  • Murilo

26/01: Palmeiras 3 × 0 Ponte PretaCampeonato Paulista;
16/02: Ferroviária 0 x 2 Palmeiras – Campeonato Paulista;
26/03: Palmeiras 2 × 1 Bragantino – Campeonato Paulista;
03/05: Independiente Petrolero 0 x 5 PalmeirasLibertadores;
20/06: SPFC 1 × 2 PalmeirasCampeonato Brasileiro;
29/06: Cerro Porteño 0 x 3 Palmeiras – Libertadores;
03/08: Atlético-MG 2 × 2 Palmeiras – Libertadores.

  • Gustavo Gómez

09/04: Palmeiras 2 x 3 Ceará – Campeonato Brasileiro;
23/04: Palmeiras 3 x 0 SCCP – Campeonato Brasileiro;
29/05: Santos 0 x 1 Palmeiras – Campeonato Brasileiro;
16/06: Palmeiras 4 x 2 Atlético-GO – Campeonato Brasileiro (dois gols);
20/06: SPFC 1 x 2 Palmeiras – Campeonato Brasileiro;
06/07: Palmeiras 5 x 0 Cerro Porteño – Libertadores;
24/07: Palmeiras 2 x 1 Internacional – Campeonato Brasileiro.

  • Luan

26/01: Palmeiras 3 × 0 Ponte Preta – Campeonato Paulista.

Palmeiras é superado pelo Athletico-PR na estreia do Campeonato Brasileiro Sub-17

Palmeiras é superado pelo Athletico-PR na estreia do Campeonato Brasileiro Sub-17.
Cahuê Miranda

Atuando fora de casa, o Palmeiras perdeu a partida por 3 a 2; próximo jogo será o Derby

Após um período longe dos campeonatos oficiais, devido às férias escolares no mês de julho, a equipe Sub-17 do Palmeiras estreou, na tarde desta quinta-feira, no Campeonato Brasileiro da categoria com derrota para o Athletico-PR por 3 a 2, fora de casa.

Os principais jogadores da categoria iniciaram o duelo no banco de reservas – foram poupados por conta das excursões à República Tcheca e Alemanha no final do mês passado. Assim, o Verdão foi a campo com Aranha; João Cintra, Vitor Reis, Fellipe Jack Arthur; Uberaba, David Kauã Lucas Aguiar; Riquelme Fillipi, Mateus Patolino Luighi.

Entretanto, após ir para o intervalo perdendo por 1 a 0, o auxiliar técnico Alexandre Torrezan, que comandou o time à beira do gramado, mandou a campo Gabriel Vareta, Vitor André, Figueiredo, Thalys, Léo Jance Gilberto, titulares da campanha campeã da Copa do Brasil Sub-17 em junho.

Os gols palmeirenses foram anotados por dois dos seis jogadores que entraram na etapa final: Figueiredo, após bonita jogada individual de Thalys, e Gilberto.

Palmeiras Sub-17 volta a jogar o Campeonato Paulista e terá Derby no Brasileiro

Neste sábado, a equipe volta a campo para atuar pelo Campeonato Paulista Sub-17. O confronto será diante do Osvaldo Cruz, no estádio Municipal Breno Ribeiro do Val, às 11h. O Palmeiras lidera o Grupo 14 com 12 pontos (100% de aproveitamento).

Já pelo Brasileiro, o Palmeiras buscará a primeira vitória contra o SCCP no próximo dia 9 (terça-feira), na Arena Barueri, às 15h.

Novamente decisivo, Gustavo Scarpa celebra “melhor momento da carreira”

Gustavo Scarpa em jogo do Palmeiras contra o Atlético-MG, durante primeira partida válida pelas quartas de final da Libertadores 2022, no Mineirão.
Cesar Greco

Foi com participações decisivas de Gustavo Scarpa que o Palmeiras chegou aos gols no empate contra o Atlético-MG, pela Libertadores

O meia Gustavo Scarpa foi novamente a peça principal do Palmeiras em uma partida de 2022. Contra o Atlético-MG na noite de ontem, no jogo de ida das quartas-de-final da Libertadores, o jogador chamou a responsabilidade e de seus pés saíram as jogadas dos gols palmeirenses no empate por 2 a 2.

Quando o placar apontava 2 a 0 para os mineiros, Scarpa recuperou a bola no campo ofensivo que terminou em falta de Keno em cima de Veiga na entrada da grande área. Na cobrança, o meia acertou o travessão de Éverson e a bola sobrou para Murilo diminuir.

Já nos minutos finais, logo após Scarpa ter criado uma grande oportunidade para Dudu, o camisa 14 cobrou escanteio na segunda trave, que Dudu escorou para o meio e Danilo finalizou para o fundo das redes, decretando a igualdade no placar.

São 13 assistências e 9 gols para Gustavo Scarpa na temporada, além de diversas outras jogadas que, apesar de não contabilizarem na estatística de participação direta, começam com ele e terminam em gol palmeirense.

Eu acho que é o melhor momento da minha carreira. Eu fico muito feliz com isso. Confesso que, quando assinei o pré-contrato [com o Nottingham Forest], tive muito receio de ter más atuações e ser julgado por isso”, admitiu Scarpa, em entrevista na zona mista do Mineirão.

“Vivo sim o melhor momento. E isso dá mais tranquilidade para mim, para a torcida, e para o clube de um modo geral, que vê que eu não ‘sentei’ no meu término de contrato e continuo dando o meu melhor. Fico muito feliz com isso”, acrescentou.

Evolução tática de Gustavo Scarpa

Se com a bola no pé a qualidade de Gustavo Scarpa já era conhecida por muitos desde os tempos de Fluminense, até o próprio jogador se impressiona com sua evolução sem a bola. Versátil, o meia se desdobra para fechar na marcação tanto do lado esquerdo quanto do lado oposto.

Questionado se ele sente essa evolução tática, Scarpa foi sincero:

“Demais. Também fico surpreso com minha parte física, nunca imaginei que conseguiria fazer área a área tão bem, com qualidade. Pessoal [da preparação física] do Palmeiras me ajuda demais e eu também me cuido, tenho meus hobbies alternativos que fortalecem minha mente e isso acaba me deixando mais leve”, respondeu.

“Estou realmente muito feliz, vivo um momento marcante e tento não me empolgar, porque é fácil de acontecer. A maturidade chegou na minha vida”, finalizou.

Diante do Atlético-MG, de acordo com o SofaScore, Scarpa realizou três desarmes e três interceptações, além de ter criado as principais chances da equipe na parte ofensiva.

Espírito de luta: Palmeiras arranca empate no Mineirão e amplia invencibilidade histórica como visitante

Palmeiras posa para foto em jogo contra a equipe do Atlético-MG, antes da primeira partida válida pelas quartas de final da Libertadores 2022, no Mineirão.
Cesar Greco

Após ter ficado atrás do placar por dois gols de diferença, o Palmeiras buscou o empate nos últimos minutos do confronto

Após ver o Atlético-MG abrir 2 a 0 nos minutos iniciais do segundo tempo do primeiro jogo das quartas-de-final da Libertadores, disputado no Mineirão, o Palmeiras sobreviveu à pressão do time mineiro e buscou o empate na casa adversária, com Murilo, aos 13’ da etapa final, e Danilo, já nos acréscimos.

“A gente sempre conversa sobre o quanto é essencial manter isso, de sempre ter energia, o pensamento positivo, não desistir nunca. Temos isso em mente”, destacou Murilo, após o jogo.

O resultado final, além de manter o Verdão vivo na competição, também ampliou a série histórica de invencibilidade da equipe atuando como visitante na Libertadores: são 20 jogos sem perder, com 14 vitórias e seis empates – recorde absoluto na História do torneio continental.

“É um número excelente de invencibilidade”, citou Gustavo Scarpa, na zona mista do Mineirão. “Mas o importante é a classificação. Ficamos felizes, [a invencibilidade] é fruto do nosso trabalho”, completou.

O último revés ocorreu há mais de três anos, para o San Lorenzo, por 1 a 0, ainda na fase de grupos da edição de 2019. Com Abel Ferreira no comando, o Verdão não saiu nenhuma vez derrotado jogando fora de casa.

As atuações do Palmeiras como visitante na Libertadores refletem o que o time vem apresentando na temporada atuando longe do Allianz Parque. Em 25 jogos disputados, são 14 vitórias, nove empates e apenas duas derrotas (68% de aproveitamento), sendo que o Verdão é a única equipe do Brasileirão que ainda não perdeu um jogo sequer fora de casa.

Palmeiras pode alcançar novo recorde

O Palmeiras não perde na Libertadores, independentemente do mando de campo, há 17 jogos e pode igualar o recorde da competição, que pertence ao Atlético-MG (18 partidas invictas), na quarta-feira que vem, justamente contra a equipe mineira.

A série atual começou na última partida da fase de grupos da edição passada, quando o Verdão goleou o Universitário por 6 a 0, no Allianz Parque. Desde então, foram oito jogos de invencibilidade em 2021 e mais nove em 2022 (13 vitórias e quatro empates).

Permanecer por longos períodos sem ser derrotado é uma tônica do Palmeiras de Abel Ferreira em 2022. A equipe ficou 19 jogos invictos entre os meses de abril e junho; 12 entre fevereiro e o começo de abril; e, atualmente, não perde há oito jogos – desde o revés por 2 a 0 frente ao Athletico-PR.