Campeonato Paulista 1962

O Campeonato Paulista de 1962 foi disputado por 16 clubes em turno e returno, pontos corridos, entre julho e dezembro, assim que foi encerrada a disputa da Copa do Mundo, no Chile.

Comandado por Maurício Cardoso, o time do Palmeiras enfrentou vários problemas durante a disputa, como as lesões de Zequinha e Julinho, e a venda de Chinesinho para a Inter de Milão – o jogador acabou sendo repassado por empréstimo ao Modena, por excesso de estrangeiros.

Assim, o Verdão fazia jogos razoáveis e conseguia bons resultados contra as equipes mais fracas, mas acabou sendo presa fácil nos clássicos, perdendo todos os confrontos contra os principais rivais no primeiro turno, o que fez com que o time precisasse tirar uma grande desvantagem na segunda metade do campeonato.

Maurício Cardoso acabou demitido no segundo turno e a chegada de Geninho não foi suficiente para uma reação imediata. As derrotas nos clássicos se repetiram, mas o fato é que, mesmo que o Palmeiras gabaritasse o segundo turno, não teria alcançado o Santos, que fez uma campanha de altíssimo nível, com Pelé em sua fase mais esplendorosa da carreira. O time praiano foi o campeão com onze pontos de vantagem sobre o SPFC e SCCP, vice-campeões.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores