1
X
0

01/02/2022 - 19:00

O Palmeiras venceu o Água Santa por 1 a 0 no Allianz Parque e concluiu a pré-temporada com sucesso depois de quatro jogos. O gol foi marcado por Dudu no primeiro tempo e a partida se mostrou muito mais difícil do que parecia.

Ciente de que a partida era na véspera do embarque para a disputa do Mundial, a equipe do Água Santa, pressionada por duas derrotas, apostou no jogo brusco para intimidar nossos jogadores, que tiveram que ter equilíbrio entre coragem e esperteza para jogarem o jogo sem correr riscos em excesso. No final, a maior técnica de nosso time prevaleceu.

Ficha Técnica

Crônica do jogo

Com força máxima em campo, com exceção do convocado Weverton e de Piquerez, que testou positivo para Covid-19, o Palmeiras entrou em campo marcando alto e tentando abrir vantagem logo cedo, como de costume.

Mas a equipe do Água Santa veio para a partida com muita coragem e não se deixou prensar em seu campo de defesa, espelhando o jogo e também marcando nossa saída, obrigando nossos jogadores a usarem toda a técnica possível para chegar ao gol adversário.

Recorrendo continuamente às faltas, que eram observadas com total complacência pela arbitragem, o time do ABCD conseguiu refrear as iniciativas do Verdão, que só foi chegar ao gol de Matheus Inácio pela primeira vez aos 20 minutos de jogo.

E foi na técnica que o Verdão abriu o placar, aos 26. Scarpa enfiou para Rony, que girou rápido e inverteu para a entrada em diagonal de Dudu, que fuzilou e contou com o desvio em Marcondes para abrir o placar. Tudo executado com muita consciência tática e precisão técnica. Essa jogadinha do Dudu entrando em diagonal e batendo de canhota ainda vai nos dar muitas alegrias.

A partir do gol, o Palmeiras teve algumas chances de ampliar o placar, mas cometeu muitos erros – além de ter que se preocupar o tempo todo com a porradaria. Houve momentos em que a benevolência do juiz com os visitantes parecia premeditada; a impressão era de que ele estava realmente gostando de ver a carnificina e dava uma de joão-sem-braço na hora de exibir os cartões.

No segundo tempo, nossos jogadores nitidamente diminuíram o ritmo, buscando um resguardo físico. Por mais que Abel exigisse à beira do campo que o time fosse pra cima, o risco era grande demais e nossos jogadores, talvez até involuntariamente, recolheram o ímpeto.

Mesmo assim, o volume de jogo do Palmeiras era maior – só que o Água Santa, na base da vontade, chegou até mais vezes ao gol de Marcelo Lomba; um gol chegou a ser marcado e anulado por impedimento.

Abel não quis saber de dar refresco aos titulares e só foi fazer as trocas nos minutos finais. Ao final da partida, um misto de alegria pela vitória com o alívio de ninguém ter se lesionado. E um ruído diferente veio as arquibancadas: um sopro de apoio aos atletas na despedida do país antes do embarque para os Emirados.

Preocupou um pouco ver o time tomando bolas nas costas no segundo pau em faltas laterais. A possível ausência de Piquerez precisa ser resolvida, e Jailson, diante das fases decepcionantes de Renan e Jorge, surge como principal candidato.

Raphael Veiga fez uma partida infeliz, mas todo mundo tem direito a uma noite esquecível. E Rony é isso aí mesmo. Bem ou mal, ele sempre acaba sendo decisivo positivmente.

Quem está sobrando é a dupla de volantes, que mais uma vez deu show.

No mais, o time se mostrou coeso, extremamente entrosado e forte fisicamente. O suficiente para nos encher de confiança para a disputa do Mundial.

Boa viagem, campeões! VAMOS PALMEIRAS!

Escalação

Água Santa

Matheus Inácio
Alex Silva
Hélder
Marcondes
Rhuan
Rodrigo Sam
Emerson Junior
Cristiano
Matheus Oliveira
Alyson
Fernandinho
Lelê
Caio Dantas
Vinicius Reis
Dadá Belmonte
Wesley Pionteck
Sérgio Guedes
TÉCNICO


Primeiro tempo

11'
Água Santa

Fernandinho suspendeu falta da direita no segundo pau; Dadá Belmonte chegou por trás da defesa para cabecear firme; Marcelo Lomba estava muito atento e defendeu com o pé.

20'
Palmeiras

Marcos Rocha tabelou após lateral com Dudu, recebeu de volta e cruzou por baixo; a zaga travou e o próprio lateral pegou a sobra e rolou para o bolo; após Rony tentar a dividida, a bola sobrou para Raphael Veiga na risca da pequena área; o camisa 23 chutou com força tentando tirar do goleiro, mas a bola saiu ao lado da trave direita.

26'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Gustavo Scarpa enfiou para Rony no comando; o camisa 10 girou na direita para Dudu, que fez a jogada em diagonal, puxou para a canhota e disparou – a bola ainda desviou em Marcondes e matou o goleiro Matheus Inácio.

35'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu escanteio da direita, bem fechado; Gustavo Gómez subiu mas pegou meio de ombro, e a bola saiu pelo alto.

37'
Palmeiras

Depois de triangulação com Dudu e Marcos Rocha, Gustavo Scarpa ajeitou o corpo e soltou uma bomba de canhota; a bola passou à direita do gol.

41'
Água Santa

Matheus Oliveira bateu falta da esquerda, no segundo pau; a bola passou pela defesa, passou à frente de Marcondes e Rodrigo Sam, mas nenhum deles conseguiu escorar para o gol

47'

Salim Fende Chavez, que deixou o pau comer, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

As duas equipes voltaram sem alterações dos vestiários.

6'
Água Santa

Em jogada pela esquerda, Rhuan bateu cruzado; Marcelo Lomba defendeu de mão trocada e Cristiano pegou o rebote livre, para fuzilar Lomba, que com muito reflexo impediu o gol de empate.

11'
Água Santa

Depois da bola rodar da direita para a esquerda, Fernandinho bateu firme buscando o canto direito de Marcelo Lomba; a bola saiu roçando a rede.

22'
Água Santa

Caio Dantas tabelou com Lelê e acertou um chutaço no ângulo esquerdo de Lomba; mas Lelê estava impedido e o lance foi corretamente anulado.

29'
Água Santa

Após escanteio da esquerda, Alex Silva testou no primeiro pau, por cima do gol, com perigo.

33'
Palmeiras

Dudu enfiou para Jorge na esquerda; o lateral brigou com Marcondes e conseguiu cruzar; Rony tentou escorar de cabeça mas tocou muito mal – Raphael Veiga estava com o corpo enquadrado para fuzilar se a bola tivesse passado.

34'

Jailson entrou no lugar de Gustavo Scarpa.

37'
Palmeiras

Após escanteio, a zaga afastou e Rony fez jogada pela esquerda após o rebote e cruzou por baixo; a bola atravessou a área e chegou limpa para Veiga, que tinha o canto direito aberto, mas preferiu soltar uma bomba e isolou a bola por cima.

40'

Entraram Wesley, Atuesta, Deyverson e Breno Lopes nos lugares de Raphael Veiga, Zé Rafael, Rony e Dudu.

50'

Salim Fende Chavez, fraco e omisso, encerrou o jogo.



Notas


Jogador
Descrição
Nota
Marcelo Lomba
Duas grandes defesas que mostram que os reflexos estão em dia.
7.5
Marcos Rocha
Jogou na experiência, fazendo seu papel com discrição.
6.5
Luan
Se destacou mais no apoio, com passes verticais precisos.
7
Gustavo Gómez
Voltou da seleção zagueirando com tudo o que tinha direito. É muito legal ver ele arrepiar na frente da área.
7
Jorge
Errou praticamente todos os lances. Partida muito infeliz.
4
Danilo
Mais um jogo de destaque, complementando de forma perfeita o desenho com Zé Rafael.
7
Zé Rafael
Além de ser o equilíbrio do meio-campo junto com Danilo, foi importante para baixar a bola do adversário, respondendo fisicamente ao jogo brusco e mostrando que não iam chegar bicando nossos jogadores e ficar por isso mesmo.
7.5
Atuesta
s/n
Dudu
Além do belo gol, participou ativamente da armação, com muita movimentação. O Dudu de fevereiro parece os Dudus de setembro/outubro/novembro. Tá jogando muito.
8
Breno Lopes
s/n
Raphael Veiga
Apesar do jogo correto taticamente, errou demais as tentativas de dribles, os passes e principalmente as finalizações. Foi uma noite tecnicamente fraca.
5
Wesley
s/n
Gustavo Scarpa
Um dos que mais jogou para se preservar. Errado, não tá.
6
Jailson
s/n
Rony
Tenta, tenta, tenta; erra, erra, mas às vezes acerta - e quando acerta, dá bom.
7
Deyverson
s/n
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Ele tem um plano - e fazia parte dele colocar nossos jogadores para atuar com intensidade a 7 dias da estreia. Coragem faz parte do jogo - e como!
6.5




  • O Abel tem um plano e eu confio plenamente. Certamente o time que vier ao campo hoje terá muitos objetivos e nenhum deles terá alguma relação com o Água Santa. Portanto o resultado desse jogo, seja qual for, não tem a menor importância.