1
X
0

Pré-Jogo

Pré-jogo Goiás x Palmeiras

Na noite deste sábado, a Sociedade Esportiva Palmeiras visita o Goiás, em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em franca recuperação depois de quatro vitórias seguidas, o Verdão joga para dormir na terceira ou até na segunda colocação na tabela – ainda na dependência dos resultados dos concorrentes. Mas Abel Ferreira tem apenas 12 atletas do time principal à disposição e a tarefa não será fácil.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Wesley, Felipe Melo e Luan Silva
Covid-19: Jailson, Vinicius, Alan Empereur, Kuscevic, Viña, Gustavo Scarpa, Danilo, Rony, Gabriel Veron, Raphael Veiga, Willian e Breno Lopes (mais Aníbal, Gabriel Silva, Marino, Pedro Acácio e Quiñonez, da base).
Suspenso: Zé Rafael

Pendurados: Ramires, Danilo, Gustavo Scarpa, Lucas Lima, Wesley e Rony

Disponíveis: Weverton, Marcos Rocha, Mayke, Luan, Emerson Santos, Gustavo Gómez, Esteves, Patrick de Paula, Ramires, Gabriel Menino, Lucas Lima e Luiz Adriano (mais Renan, Marcelinho e outros, da base)

Com um autêntico quebra-cabeças para resolver, Abel Ferreira tem ainda como desafio administrar o físico dos atletas que estão à disposição.

Já recuperados da Covid-19, Luan e Gabriel Menino ajudam o treinador nessa tarefa e devem ser titulares esta noite. Um possível time para entrar em campo é Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Mayke (Esteves); Patrick de Paula e Ramires; Gabriel Menino, Lucas Lima e Esteves (Mayke ou Marcelinho); Luiz Adriano.

Goiás

GoiásIronicamente, o Goiás estava em situação semelhante no confronto entre as duas equipes no primeiro turno e mesmo assim arrancou o empate no Allianz Parque. Agora, sem vencer há 11 jogos e bastante isolado na lanterna do campeonato, o adversário jogará com Augusto César, o técnico do sub-20 orientando o time – Enderson Moreira foi demitido depois da derrota para o Athletico-PR.

Augusto César defendeu o SCCP como lateral esquerdo entre 1999 e 2000 e foi muito machucado pelo Palmeiras. O profissional mostrou toda sua imaturidade e passou o recibo quando o Goiás eliminou o Palmeiras na Copa SP de juniores no início deste ano.

Para esta partida, Augusto não poderá contar com Vinicius Lopes, machucado. Em compensação, terá a volta do volante Breno. Para tentar chacoalhar o time que vem de tantos insucessos, tira do time os laterais Juan Pintado e Caju, para promover as entradas de Iago Mendonça na direita, improvisado, e Jefferson na esquerda. No meio, Gustavo Blanco ganha uma chance.

Assim, o time que deve entrar em campo para enfrentar o Verdão é Tadeu; Iago Mendonça, Fábio Sanches, David Duarte e Jefferson; Breno, Ariel Cabral e Gustavo Blanco; Keko, Fernandão e Douglas Baggio.

Números

  • Nas 51 partidas entre as duas equipes desde 1973, o Verdão venceu mais que a metade: 27 vitórias, contra 14 do adversário e 10 empates.
  • Jogando como visitante, o Verdão mantém o confronto equilibrado: 10 vitórias para cada lado, com 6 empates;.
  • Em 45 jogos pelo Brasileirão, o Verdão levou a melhor 25 vezes contra 12 triunfos goianos, mais 8 empates.
  • Faça os cruzamentos de dados históricos como quiser usando nosso Almanaque. Clique aqui!

No calendário

O Palmeiras já disputou 18 jogos no dia 21 de novembro e venceu dez vezes – tem até vitória por 8 a 1 na lista. Veja a lista completa clicando neste link.

Lei do Ex

Do lado de cá: ninguém
Do lado de lá:
Chico e Fernandão

Arbitragem

Bruno Arleu de AraújoÁrbitro Principal:
Bruno Arleu de Araujo

Carlos Eduardo Nunes BragaVAR:
Carlos Eduardo Nunes Braga

Projeção de pontos

De acordo com a projeção de pontos refeita ao final do segundo quartil, estamos na contagem necessária. Mas a meta para este jogo era de vitória; portanto, para não depender de mais tropeços dos adversários, precisamos dos três pontos.

Parpite

Uma troca de técnico sempre mexe com o time e os jogadores do Goiás devem entrar com o ânimo renovado para mostrar serviço para o próximo técnico, que ainda não foi definido mas certamente fará observações das imagens deste jogo.

Como o adversário vem bastante modificado e com um interino no comando, vai ser difícil para Abel Ferreira fazer uma leitura prévia do adversário. Assim, os momentos iniciais serão de estudos fundamentais para a definição da estratégia para restante do jogo.

Mesmo arrebentado, dá Verdão: 2 a 0, com gols de Patrick de Paula e Lucas Lima. E seguiremos crescendo no retrovisor do pessoal da ponta. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

PFCPFC

Pós-Jogo

Goiás 1x0 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Verdão foi heroico, mas acabou derrotado pelo Goiás em Goiânia, com um gol nos acréscimos. Depois de perder Luiz Adriano lesionado e Mayke expulso, o time, que já estava remendado, precisou tirar forças do fundo da alma para seguir competitivo na partida – e conseguiu.

O gol no final foi um castigo injusto. Mas é de jogos como esse que um time tira forças para seguir se superando. O Verdão desperdiçou uma excelente chance de se aproximar muito dos líderes, mas segue na quinta colocação e pode recuperar esses pontos nos confrontos diretos.

Primeiro tempo

1'
Palmeiras

Marcelinho roubou a bola com dez segundos e acionou Lucas Lima, que tocou rápido para Luiz Adriano que chutou; Tadeu defendeu com rebote e Luiz Adriano recolheu, apontou e tentou de novo; Tadeu espalmou a escanteio com muita dificuldade.

2'
Palmeiras

Depois da batida de escanteio, a bola foi afastada da área; Patrick recolheu e abriu para Lucas Lima na esquerda. O cruzamento veio quente, a zaga rebateu e Marcelinho tentou de cabeça da entrada da área, mas mandou por cima do gol.

19'
Palmeiras

Depois de mais uma roubada de bola no ataque, Lucas Lima serviu Marcelinho na área; o camisa 38 emendou de canhota mas mandou na rede pelo lado de fora.

24'

Luiz Adriano voltou a sentir a coxa esquerda e teve que dar lugar a Fabrício.

29'
Goiás

Keko Villalva fez jogada individual na esquerda e bateu rasteiro; Weverton pegou fácil.

32'
Palmeiras

Patrick de Paula tabelou com Lucas Lima e arriscou de longe, por cima. Lucas Lima infiltrava e pedia a bola.

38'

Mayke disputou com Ariel Cabral, o pé do bloqueio passou da bola e atingiu o tornozelo do adversário. Depois de mostrar o cartão amarelo, o juiz revisou no VAR e decidiu expulsar Mayke.

39'
Goiás

Keko Villalva entrou na área pela esquerda e tocou para dentro; Shaylon não conseguiu escorar e precisou girar para bater para o gol, mas mandou por cima.

41'
Palmeiras

Patrick de Paula achou Marcelinho em velocidade; o ponta entrou na área pela direita mas mandou por cima.

42'
Goiás

Gustavo Blanco  cruzou  da direita; a bola passou por Fernandão mas Keko Villalva conseguiu emendar; Weverton, no contrapé, fez uma enorme defesa.

43'

Mais duas mexidas no Verdão: Gabriel Menino entrou no lugar de Marcelinho e Lucas Esteves no de Lucas Lima.

49'

Depois de quatro minutos de acréscimo, terminou o difícil primeiro tempo.


Segundo tempo

14'
Goiás

Jefferson recebeu de Keko Villalva e cruzou para Fernandão, que testou da marca do pênalti buscando o canto direito de Weverton, que só torceu e viu a bola sair a um palmo da trave.

24'
Palmeiras

Patrick de Paula bateu falta frontal da intermediária, com muita força; a bola saiu por cima com algum perigo.

25'
Palmeiras

Patrick de Paula roubou e acionou Ramires por dentro; o veterano finalizou pressionado e recuou para Tadeu.

25'
Goiás

Alyson recebeu pela esquerda e bateu forte; Weverton acompanhou a saída da bola.

31'
Goiás

Depois de escanteio pela esquerda, Jefferson pegou a sobra de fora e tentou finalizar, mas mandou por cima.

35'
Palmeiras

Falta na intermediária: Gabriel Menino rolou para Patrick de Paula que soltou um míssil; Tadeu espalmou.

44'

Abel fez a última alteração, colocando Luan no lugar de Fabrício.

46'
Palmeiras

Renan, como um meia, achou Patrick de Paula na área, como um centroavante; em vez de emendar de esquerda para o gol, ele tentou cortar Alyson e acabou perdendo o lance. Ramires também poderia receber o passe, mas Patrick fez a escolha errada.

47'
Goiás

Gol do Goiás – Miguel Figueira recebeu na direita, puxou para dentro e soltou um canhão de canhota; a bola foi na última gaveta de Weverton, que não teve chances.

48'
Palmeiras

Marcos Rocha alçou bola na área; Emerson Santos girou para o gol e Tadeu deu rebote; Luan tentou a puxeta e a bola saiu à direita do gol.

49'

Uma pena. O Palmeiras perdeu o jogo, mas pela luta demonstrada merecia sorte melhor.





Fim de jogo

Perdemos o jogo, mas não a dignidade. O Palmeiras foi à luta, mesmo com um caminhão de desfalques. Não usou a imprensa para se vitimizar. Não usou nenhum sindicato laranja para melar o jogo. Sequer foi à CBF para pensar em adiar o jogo.

Seguindo o protocolo, o Verdão enfrentou o Goiás,  ensaiou uma superioridade, sofreu com a lesão de Luiz Adriano e com a expulsão de Mayke, e mesmo assim resistiu até os 47 do segundo tempo. Com uma fibra incrível, com 5 meninos de 20 anos ou menos entre os nove jogadores de linha, o Verdão foi heroico.

O que dói é que o gol não nasceu de uma pressão insuportável. O Goiás não foi superior a ponto de merecer o gol – mereceu porque o chute foi espetacular.

Futebol  é assim mesmo. Os pontos perdidos neste jogo fazem parte do script. Estamos pagando é pelos pontos  perdidos de forma insolente no início.

Viramos a chavinha de novo, com a perspectiva de montar um ataque sem Luiz Adriano e sem Willian na Libertadores. Mas teremos voltas importantes. Não há tempo para lamentar.  VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Goiás

Tadeu
Taylon
Rafael Moura
Fábio Sanches
David Duarte
Jefferson
Rodrigues
Breno
Ariel Cabral
Miguel Figueira
Gustavo Blanco
Alyson
Keko Villalva
Fernandão
Douglas Baggio
Shaylon
Augusto César
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Uma ótima defesa no contrapé no primeiro tempo; firme nas bolas aéreas no segundo tempo e sem nenhuma chance no gol.
7
Emerson Santos
Só teve um pouco de trabalho depois da entrada de Rafael Moura.
6.5
Gustavo Gómez
Levou a melhor por muito no interessante duelo com Fernandão.
7
Renan
Pode subir, tá pronto.
7
Marcos Rocha
Teve problemas com Keko Villalva e não pôde apoiar muito. Foi a referência técnica e de experiência que o time precisava.
7
Patrick de Paula
Disperso e errando muitos passes no primeiro tempo. No segundo, foi o melhor do time, se desdobrando. No final do jogo, estava esgotado.
7
Ramires
Sumido, omisso no primeiro tempo. Entrou no ritmo do time no segundo tempo.
6
Lucas Lima
Vinha sendo a referência no setor ofensivo. Sua saída deixou o time praticamente estéril.
7
Esteves
Entrou bem, dando mais firmeza ao lado esquerdo.
6.5
Mayke
Fazendo a esquerda, tem que ajeitar o corpo em toda jogada e se complica. O cartão amarelo estava adequado na jogada da expulsão.
5.5
Marcelinho
Tem só 17 anos e sequer estava ambientado ao profissional antes de estrear. Afobado e ansioso, nada mais natural.
6
Gabriel Menino
Voltou abaixo do normal, cometendo erros bobos. Mas com a entrega habitual.
6
Luiz Adriano
Parecia que estava numa noite daquelas, com duas finalizações antes de completar um minuto. Aí volta a lesão na coxa esquerda.
6
Fabrício
Vive um sonho e um pesadelo na mesma noite.
6
Luan
Cinco minutos em campo.
s/n
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Mayke na esquerda parece não ser uma boa opção e isso já tinha ficado claro no jogo passado. Tirar Lucas Lima e deixar Ramires piorou o time no ataque e não melhorou na defesa. Não fez boas escolhas, mas conseguiu montar o time de forma perfeita com o que tinha na mão para o segundo tempo.
6.5





  • Respeito, mas discordo da nota do Patrick. Além do preciosismo ao tentar fintar o adversário ao invés de chutar direto com a perna boa, desistiu de marcar no lance em que levamos o gol. Não acho que ele desistiu de marcar por “estar esgotado”. Me pareceu mais a habitual displicência. Ele não vinha jogando, tem apenas 21 anos…. Se, nessas condições, ele não tem gás para aguentar 90 minutos, vai ter carreira curta. Gosto muito dele, ainda acho que dos que vieram da base ele é o que tem o maior potencial, mas é o que tem a cabeça mais fraca. Precisa muito ser acompanhado de perto!!

  • Palmeiras jogou muito bem dentro das possibilidades que eram permitidas.

    Patrick de Paula fez uma bela partida, se recuperando das partidas não tão boas que havia feito.

    Este jogo só nos dará mais força para o que vem pela frente.

    Palmeiras no caminho certo…

  • Concordo completamente com o texto. O Verdão foi guerreiro. Lutou até o fim. Acredito q se não fosse a expulsão o resultado seria outro.
    Vira a chavinha e foco na
    Liberta.

  • Aquele lance do Patrick no final, onde ele realmente deveria ter chutado, é complicado criticar. Naquela altura do jogo o cara já está pregado, ainda mais pelo tanto que ele correu no segundo tempo, aparecendo em todos os lugares do campo! Nesses momentos de extremo desgaste físico o corpo não reage ao cérebro

  • O jogador do Goiás acertou um chute que nunca mais vai acertar na vida, e o Patrick um pouco antes do gol do Goiás teve a bola do jogo, recebeu livre, dentro da área, e quis fazer graça, era so bater pro gol e correr pro abraço, mas quis dar uma finta no zagueiro desnecessária

    Não merecíamos a derrota, o empate 0x0 era o placar mais justo nesse jogo.

  • O Palmeiras está se virando muito bem apesar das baixas. Não arrumou desculpas e nem tentou adiar jogos no tapetão. Se os adversários (spfw, cam, inter e flamerda) passarem por adversidade similar quando a temporada afunilar, não adianta chorar!

    Hoje 1/2×0 está bom. E vamos Palmeiras!

  • Para o jogo de hoje com o Goiás (em função de todos os desfalques) sou favorável a jogarmos com três zagueiros (Luan, G Gomez, Renan), além do Marcos Rocha e L Estevez nas lateriais/alas, PK, G Menino e L Lima no meio, com L Adriano e mais um no ataque. Melhor deixar o Ramires no banco (só entra se não tivermos nenhuma alternativa).

  • Mais confiante com o Abel cheio de desfalque, do que com luxa com o time completo….

    2×0 pra nós
    Luan de escanteio e um golaço de L. Adriano

  • jogo já começa menos desfavorável por não ser em um de nossos “estádios malditos” (Serra Dourada).
    Eu acredito piamente numa vitória.
    Não estou cravando (que dá zica).
    Estou afirmando minha crença!

    #VamosPalmeiras

  • Ninguém disse para o Abel que seria fácil, mas não precisava ser tão difícil assim, mais um jogo de pura superação.
    Aposto em 1×0, G.Menino.

  • Com o time com tanto desfalques será normal uma oscilação principalmente no setor ofensivo. Espero um jogo como o último, é que nossos atacantes estejam afiados como vinha sendo o Veiga. 1×0 gol de L.Adriano de pênalti (sem rebote). Avante Palestra

  • Primeirão. Hoje vai dar Verdão, não disse qual (zoeira, claro) 🙂
    1 a 0, pra nós, gol do Lucas Lima, de falta.