Levante contra a Conmebol é a saída para os clubes brasileiros

Em meio à repercussão da vitória sobre o Inter e da eliminação da turma do cheirinho da Libertadores, o Palmeiras ainda lida com o parecer do Comitê Disciplinar da Conmebol, que determinou que, pelos próximos três jogos como visitante, não poderá haver torcedores do Verdão nas arquibancadas, além do pagamento de uma multa de US$80 mil.

A decisão, diante das perspectivas, pode até ser considerada positiva, apesar da injustiça ter prevalecido. O Palmeiras se livrou de ter que jogar com o estádio vazio na próxima quarta-feira, contra o Atlético Tucumán, o que representaria enorme perda financeira e técnica, aumentando o risco de uma surpresa. Com a casa cheia, as chances de um desastre diminuem bastante – e o caixa do clube agradece.

Tá bom, mas tá ruim

Confrontamento no UruguaiA proibição da presença da torcida palmeirense nos próximos três jogos fora de casa, no entanto, fará com que apenas numa eventual final o Palmeiras tenha o precioso incentivo na condição de visitante. Nas oitavas, quartas e semis, nossos atletas terão contra si estádios completamente hostis.

A decisão, provavelmente, deu-se por consequência das imagens onde nossa torcida foi filmada trespassando os limites a ela estabelecidos, desprezando que o movimento foi fundamental justamente para evitar que nosso espaço fosse invadido pelos uruguaios, que além de terem atirado pelo menos três bombas durante o jogo, também tentavam cercar nossos torcedores pelo portão de acesso à rua. Assim como Felipe Melo, condenado a seis jogos de suspensão, nossa torcida foi vítima da covardia uruguaia, agiu em legítima defesa e acabou punida.

A saída é um levante

Infelizmente não podemos esperar justiça de uma entidade como a Conmebol, que ontem aprontou mais uma – suspendeu o zagueiro Luís Otávio, da Chapecoense, por três jogos durante a tarde, e avisou a delegação brasileira da punição apenas no vestiário do estádio do Lanús, gerando revolta na equipe brasileira, que não acatou a orientação e mandou o atleta a campo – foi exatamente ele quem anotou o gol da vitória, que recolocou a Chape na luta pela vaga em seu grupo.

Comissão de arbitragem da Conmebol
A Comissão de Arbitragem da Conmebol conta com toda a honestidade de Ubaldo Aquino (esq)

A Conmebol, que segundo parecer do senador Romário após ter acesso a uma série de documentos comprometedores é “mais corrupta que a CBF e que a FIFA”, vem ano após ano prejudicando os clubes brasileiros em suas disputas. Depois do grande roubo de 2001 protagonizado por Ubaldo Aquino (que é membro da comissão de arbitragem da entidade), o Palmeiras volta a sofrer com decisões arbitrárias e claramente injustas e passou da hora de haver um levante brasileiro contra a entidade, exigindo mais transparência, justiça e organização.

Só não podemos esperar que isso parta da CBF. Será necessário que os clubes, numa iniciativa inédita, deixem de lado suas diferenças e formem um bloco sólido, cujo poderio financeiro represente realmente uma ameaça aos planos financeiros da entidade, num movimento que inevitavelmente passará por tratativas com a RGT, elo fundamental nesse cabo-de-guerra. Quem dará o primeiro passo?

  • Boboris

    “Quem dará o primeiro passo?” … como sempre, ninguém.

    • João Pedro 2

      gambas reclamaram a publico e movimentaram os bastidores/tv que estavam pagando pouco, e aumentaram a premiação

    • Lucas MS

      O Flamengo! Até já saiu da libertadores kkkkkkk

      • Samir Jalel Ghazzaoui

        Boa Lucas! hahaha

      • Isnar Filho

        mito! kkkkk

    • Renan Animal

      Exatamente, o dia em que algum mandatário tiver o saco roxo para enfrentar, bem como boicotar a Conmebol, talvez pode ser o marco inicial para o fim de tamanha hipocrisia!

  • Denis De Fazio

    Concordo contigo, infelizmente não tenho nenhuma esperança que algo desse tipo seja feito.

  • Marco

    Palmeiras nunca deve esperar nada a seu favor em se tratando de Conmebol, CBF, etc….A verdade é que depois que o PN assumiu, nosso time virou alvo de inveja de todo lado, midia,Federações e Confederações. etc, não suportam nos ver com toda essa estrutura

  • Samir Jalel Ghazzaoui

    Esta é a única opção! Mas como conscientizar os clubes a se unirem contra a Conmebol? Talvez se a Chapecoense for prejudicada neste caso, os clubes brasileiros se revoltem contra a tal entidade e se unam neste levante tão necessário! Se o Palmeiras, o clube a ser batido no Brasil, é prejudicado, dificilmente os outros clubes se uniriam a nós contra a Conmebol, mas se a Chapecoense, por tudo que passou recentemente, for prejudicada, creio que os clubes, finalmente, se uniriam.

    Sinceramente, acho difícil os clubes iniciarem este levante, talvez porque o desejo maior dos clubes brasileiros é que os outros clubes brasileiros sejam eliminados para o caminho na competição ficar mais fácil. Só nos conscientizamos da necessidade deste protesto, quando o nosso clube é o prejudicado. Então, a não ser que algo como uma injustiça contra a Chapecoense sensibilize a todos, dificilmente teremos uma Copa Libertadores mais justa para os times do nosso país!

    • Edgard

      Sinceramente, acho que nem sendo a chape. Logo após a tragédia, vários clubes falaram em ajudar, com dinheiro e jogadores. Tirando Palmeiras (que mais ajudou), Atlético Mineiro e pouquíssimos outros, muito ficaram só na palavra!

    • Isnar Filho

      eu queria q um dos gols contra flamidia ontem fosse muito mal anulado, tipo daqueles que não tem como nao dizer que foi má fé, só para incitar eles nesse levante também. Mas como já disseram ai, cada clube olha pro proprio umbigo, e assim como na política, não creio muito no brasil como um todo.

  • Pedro Barioni

    Desde Paulo Nobre a estratégia politica do Palmeiras, infelizmente, tem sido de subserviência em relação as estruturas estabelecidas, como se mostra aliado da FPF e CBF, além do conchavo com PM e MP, duvido muito que em relação a CONMEBOL mude essa postura.
    Pra não dizer que só foi peru, no caso da televisão foi pra o lado do IE.

  • Carioca Verdão

    Infelizmente, não acredito em mudanças. Os clubes brasileiros são muito parecidos com o q vem acontecendo no Brasil de uma maneira geral. Primeiro, cada um só pensa em si, dane-se o futebol brasileiro se o meu time estiver se dando bem. Depois, nossos dirigentes abrem as pernas por qq migalha. Ano retrasado começou um movimento, capitaneado por um grupo de investimentos norte-americano, de fazer uma espécie de liga dos Campeões nas Américas, unindo as três Américas numa competição só. O Palmeiras, pela sua grandeza, foi um dos primeiros contatados e acenou positivamente. Foi só a Conmebol mudar o calendário e colocar alguns trocados a mais na Libertadores (sem contar a pressão da RGT) pra todo mundo ajoelhar de novo. Agora não adianta reclamar, é só jogo de cena.

  • Vctr81

    a punicao do felipe realmente me causa revolta, agora punir a torcida nao podemos reclamar… nao vi todos “se defendendo nao”, pelo contrario, vi a organizada arremessando coisas pro lado de la tb. claro q eram uns 50 que fizeram isso, mas por exemplo em brasilia ano passado eram 50 tb e fomos punidos aqui tb. mas de novo, o gancho do felipe eh inaceitavel

    • Cassiano Camillo

      Foi uma forma de se defender sim, estavam jogando bombas rojões na torcida mt antes disso. Estavam sim arremessando coisas, mas no intuito de mantê-los afastados. Foram tão vítimas quanto o Felipe Melo. E até heróis por defender e salvar os demais torcedores.

      • Vctr81

        palmas pros “herois” entao… ja cansamos de ser punidos por essa minoria e agora de novo. se defender jogando coisas de volta? se defender seria recuar e aguardar o policiamento…nao foi bem isso q eu vi.

        • Vinicius Moreira

          Que policiamento??? Não tem policiamento em estádios uruguaios…

        • Penhaman

          Quem faz a segurança nos estádios uruguaios são seguranças particulares contratados pelos clubes, e que especificamente no caso do jogo Putarol x Palmeiras estavam arremessando latas de lixo na nossa torcida e facilitando a agressão da torcida da casa. Quem estava lá, falou que se sentiu mais seguro do lado de fora do estádio pq lá estavam os policiais que ofereceram alguma proteção.

    • Wilfrido Paredes

      Olha, não gosto de torcidas organizadas. Já foram maravilhosas nos anos 70 e 80 mas agora não são. Mas em relação ao episódio no Uruguai, pelos relatos de torcedores comuns que estavam lá e pelas imagens que vimos, eles foram heróis. Nâo só a punição ao Felipe Melo como esta punição também foi inaceitável…

  • Antonio Frederico

    O problema no momento é que Flamerda só da vexame e o GAM não tem perspectiva de jogar libertadores tão cedo. BAM também não sabe se joga a Liberta mais nessa década. O NPS<, bem, ninguém dá bola pra eles. Todo mundo enciumado que a gente é o clube mais rico da América, vão querer que a gente se foda mesmo.

  • Gabriel Pedro

    Não acredito que a Conmebol vem prejudicando clubes brasileiros ano após ano. A torcida do GAM matou um menino dentro do estádio, e a punição foram dois jogos sem torcida. Acredito que existe um favorecimento a clubes uruguaios e argentinos.

    • Ralf Olbertz

      Procure o jogo GAM x Boca de 2013.. 4 lances capitais, escancarados, que eliminaram o GAM.

      • Didi

        esse jogo foi foda. até senti pena deles. roubo inegável e descarado.

      • Vinicius Moreira

        Exatamente o que eu ia falar… a punição oficial pode ter sido “leve” mas a não oficial foi tirar eles no apito da competição…

  • Quentin Tarantino

    Eu não acredito em tentativas de prejudicar clubes brasileiros. Acredito em querer prejudicar determinados clubes, conforme os interesses de quem assina o cheque.

    E também não acho que os outros clubes brasileiros se uniriam no intuito de boicotar a Comembol, afinal, os clubes só sabem olhar para o próprio umbigo, dane-se os outros, vide o que aconteceu no epísódio do fim do clube dos 13.

  • Moisés Braga Ribeiro

    Infelizmente um levante não vai acontecer nunca.
    Quem tem alguma influência política se finge de morto e aí nada acontece.

    O que precisamos é ter astúcia.
    O esporte é a metáfora da guerra.
    O futebol é o esporte coletivo mais imprevisível, a melhor metáfora da guerra de todas.
    Numa guerra nem sempre o mais forte vence, é preciso ter astúcia.

    Por exemplo, houve astúcia ao se levar uma equipe de seguranças para o Uruguai.
    Mas não houve ao se deixar o Felipe Melo em campo até o apito final.
    Bastava fazer uma alteração no finzinho do jogo.

    É preciso ter astúcia para orientar os jogadores.
    Infelizmente a Libertadores é isso: catimba, favorecimento, juízes caseiros, campos ruins, provocações.
    O técnico tem que preparar os jogadores para suportarem tudo isso sem se abalar.

    Uma pena, o estrago está feito.
    Nosso antigo técnico não tinha astúcia nenhuma.
    Mas com Cuca é outra conversa.
    Tudo isso será motivação para passar o trator em quem vier.

  • Moisés Braga Ribeiro

    Aliás, podem esperar uma guerra no jogo contra o Inter.
    Tenho certeza que não vão jogar limpo.
    A Copa do Brasil é a única chance de terem um ano digno, então vão fazer de tudo.

    Precisaremos de muita astúcia nesse jogo.

  • greensemstress

    Absolutamente nada irá acontecer por parte dos clubes brasileiros, salvo talvez a Chape que desafiou a conmebol no ultimo jogo e certamente irá perder os pontos arduamente conquistados em campo. O maior absurdo é marcar jogos as 21:45 h. por ordem da rgt, inclusive nos jogos da Libertadores por causa da novela. Os clubes não se deram conta, ou fingem que não percebem que as federações e cbf, conmebol, fifa só querem mesmo a grana deles mas não tem apoio algum. O penãrol a anos faz essas barbaridades quando perde jogos e os times argentinos a décadas agora engrossados também por Chile. O paraguai também fazia e agora até mesmo a poderosa bolívia, peru e equador estão se aproveitando. Logo será a Venezuela e talvez o único que se salve é a Colombia que parece tem jogado um jogo limpo. No ultimo jogo, o Santos empatou a duras penas, mas foi roubado na cara dura. Por outro lado, o VERDÃO precisa conscientizar os atletas (principalmente FM) que é preciso sim jogar duro mas na bola e tomar todo cuidado com a agressividade explícita (ficar encostando cabeça com cabeça, dedo em riste, ir pra cima do adversário) pois os “juizes” sulamericanos estão pré-instruidos para dar cartão a vontade, principalmente se for vermelho. Mas pelo time que temos, acredito sim que podemos chegar muito longe se usarmos das únicas armas que temos que é jogo e tivermos paciência de Jó. Avanti VERDÃO!!!

  • Bruno P. Scheurer

    A RGT é parte dessa parceria e os clubes precisam do dinheiro dela, xeque-mate, nada vai acontecer.

  • Carioca Verdão

    Além da falta de união, ainda tem a questão da burrice dos dirigentes brasileiros. A Chape, por ex., vai dançar. Ontem, cbf e federação catarinense confirmaram q foram informadas da suspensão do tal Luís Otávio no dia 10 e repassaram a informação à Chape. Quer dizer, os caras fazem uma cagada atrás da outra e perdem a moral pra peitar a conmebol.

  • Luis Claudio Carrasco Garcia

    Jeito infeliz de descobrir por onde anda o cara que nos tirou uma libertadores (ou ao menos, uma final). No futebol, assim como na política, ser FDP garante cargos futuros. Vá te a merd… Ubaldo Aquino!

  • Daniel

    A CBF não tem moral.

    Lembra do episódio contra o flamengo, aonde o mando era deles e o Palmeiras foi o maior punido?

    Agora na conmebol. Estamos ferrados mesmo.

    Os únicos dirigentes que têm culhão para tal, como o Eurico (fora da Liberta), o ladrão Saches, Nobre, Peter Siemsen e Maluf (ambos fora da direção dos clubes) não podem se envolver.

    Sendo assim, como sempre, acataremos esses desmandos.

    Mas venceremos, mais uma vez, contra tudo e contra todos.

    • Matheus Braga

      A verdade é que o único dirigente nosso que tinha trânsito entre essa corja de dirigentes era o Mustafá. Tanto que foi presidente do SINDAFEBOL. Inclusive, denunciado uma época aí. Mas como sabemos, ele não faz nada em prol do Palmeiras, e sim, em prol de si mesmo. Então, muda nada!

      • Daniel

        Matheus, na verdade nem quis falar esse nome, mas é claro que vc tem razão.

        Tenho um grande amigo, que foi presidente do Internacional-RS em 2001/2003. Ele disse que nas reuniões do Clube dos 13 (é…naquela época isso era frequente), ele era o mais respeitado entre os presidentes, junto com o Eurico Miranda. Ou temido, sei lá.

        • Matheus Braga

          É isso aí! Ele era respeitado ou temido, porque fazia parte do mesmo modus operandi dos demais

  • Matheus Braga

    Infelizmente, eu não acredito nisso. Não há união entre brasileiros. Ainda mais quando chega na esfera de dirigentes esportivos, políticos, etc. É muito ego envolvido entre eles, clubismo (óbvio!) onde não poderia ocorrer. Vamos ter que ganhar, literalmente, na bola e ainda contar com possíveis erros contra durante essa Libertadores. Disso eu não tenho dúvida. Os jogos que tivemos EM CASA, vimos como os árbitros foram caseiros a favor dos mandantes. Incrível!

  • Elvis Morais

    Comitê Disciplinar da Conmebol é uma piada, sempre prejudica Brasileiros nos seus critérios prejudiciais pré definidos contra clubes brasileiros, mas infelizmente estamos sem representantes na CBF que atualmente segue o protocolo de políticos Brasileiros, uma vergonha…já perdemos titulo para o Boca de forma criminal, infelizmente esse torneio da Libertadores é amador, com organização de várzea, infelizmente este torneio que leva ao mundial, teria que ter outro formato, Mercosul é uma piada com um ajuntamento de povos que em sua maioria são descivilizados e corruptos isso é uma verdade que reflete em tudo, vai demorar ainda o continente na América do sul ser civilizado igual a Europa infelizmente, e com tudo isso reflete nas instituições como:Comitê Disciplinar da Conmebol

  • Giuliano Varela

    Parece que puniram Penarol com 1 jogo sem torcida. Se isso não unir os clubes brasileiros + mídia, nada vai. (Não acho que vá, ainda mais com essa putaria que está o país)

  • Ferracini

    Esqueçam. O futebol brasileiro está longe de ter uma organização a altura disso.
    Nada vai para a frente nesse meio…o tal do “Bom Senso” que o diga.

  • Marcos

    Não precisa acontecer agora.. mas seria bastante interessante que grandes clubes brasileiros passassem a discutir com clubes do México, EUA e Canadá uma nova liga, obviamente aberta a todo clube da América. É hora de profissionalizar a coisa. O deslocamento é grande para os times, mas é totalmente possível. Geraria muito mais interessante mundial e televisivo do que a falida e corrompida Libertadores.

  • Gustavo Arthuzo

    Tite é um palhaço. Convocação de uma mistura de jogadores que jogam no “submundo” do futebol (“chineses”, Taison e Giuliano), jogadores em péssimo momento (como Rodrigo Caio, Douglas Costa e até Willian), outros fracos (como Weverton 2×6 Bahia e Rafinha) e fora os jogadores dos empresários dele (como Fagner, Rodriguinho e Lucas Lima). Nenhum jogador dos 3 melhores elencos do país.

    Mas Tite é imune à crítica, saiu do filhinho da mãe Globo. Sem critério nenhum, merece levar uma sabugada nos amistosos.

    • Wilfrido Paredes

      Bom para nós. Que ele continue não convocando nossos jogadores…

  • Alguém lembra da Libertadores de 2000??? Contra o Bosta Juniors?
    Conmebosta mesmo!!!!

    • Penhaman

      Conmebosta comprada pra dar o título ao Boca naquele ano que a Argentina passava por uma crise política e a população passava até fome. Pagamos o pato para desviar a atenção de uma população que estava à beira de uma guerra civil.

    • Wilfrido Paredes

      Aquele penalti no Fernando na Argentina foi escandaloso…

  • Carioca Verdão

    Não vamos nos iludir. Todo mundo nesse meio do futebol tem o rabo preso. Galiote será o chefe de delegação da seleção nos amistosos… E a torcida sofre, achando q o Palmeiras é perseguido etc. e tal; Tudo farinha do mesmo saco.

  • Messias Amaral

    O que mais me da odio eh que esse lixo de imprensa ainda fez campanha pro Palmeiras tomar a maior punição possível, todos os sites de esportes tinham em sua capa a auto-defesa de Felipe Melo, e não a agressão covarde de três bandidos contra o arqueiro verde. Deplorável, mediocre, ridiculo, como tudo nessa pais. Agora que sai essa vergonha de punição pro Lixarol vem os sites da RGT fingindo que são pro os clubes. VERGONHA! Pais de imundos, por isso que temos 2 times com mesmas características sendo beneficiados e outros muitos idóneos em situação absurda.

  • Giuliano Varela

    Chape garfada. É ai, vamos nos unir?

    • John Ross

      Tem chance, mas acho que a Chape comeu mosca nessa.