Após boa sequência, Palmeiras é vazado em 6 dos últimos 7 jogos

Gustavo Gómez e Weverton em jogo do Palmeiras contra o Flamengo, durante partida de returno do Brasileirão 2021, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Como consequência dos gols sofridos, o Palmeiras tem a 3ª pior defesa do Campeonato Brasileiro

Após cada vitória do Palmeiras, quando o vídeo dos bastidores é divulgado, é possível observar o técnico Abel Ferreira sempre pedindo e cobrando “baliza zero” aos jogadores.

Durante o mês de julho, a equipe cumpriu com êxito esta meta e ficou sete partidas sem ser vazada: contra o Sport, Grêmio, Universidad Católica (duas vezes), Atlético-GO, Fluminense e SPFC. Entretanto, assim que esta sequência se encerrou, diante do Fortaleza, o Palmeiras não conseguiu repetir a solidez defensiva.

Contando com o confronto frente ao clube cearense, o time foi a campo sete vezes e em seis oportunidades sofreu ao menos um gol. Somente no duelo contra o SPFC no Allianz Parque, no jogo de volta da semifinal da Libertadores, o Verdão manteve a “baliza zero”. Na entrevista coletiva após a última partida, Abel falou sobre essa queda de rendimento no setor defensivo.

“A comissão técnica já observou que estamos com estes problemas e vamos aperfeiçoar. Temos que ver também como sofremos os gols. Temos que aprender com os erros. São pontos que precisamos de melhoria e há margem para evoluirmos individualmente e coletivamente”, declarou.

Neste recorte, foram 12 gols sofridos, sendo seis através de bolas cruzadas à área; três de contra-ataques e outros três em chutes do adversário na entrada da área. Ao observar a escalação da linha defensiva, apenas uma alteração foi realizada: Renan saiu e Piquerez entrou; Weverton, Marcos Rocha, Luan e Gómez continuaram como titulares.

Palmeiras já é a 3ª pior defesa do Brasileirão

Os problemas defensivos fazem com que o Palmeiras seja a 3ª pior defesa do Campeonato Brasileiro, com 23 gols sofridos em 19 jogos – empatado com o Juventude e Athletico-PR. Na temporada, o Verdão sofreu 49 gols em 50 jogos (média de 0,98 por partida).

No próximo sábado, contra a Chapecoense, o Palmeiras terá a chance de ser reabilitar. O duelo acontecerá na Arena Condá, às 17h.