Após vitória no Paraguai, Gustavo Gómez valoriza 2º tempo do Palmeiras e Weverton celebra ‘baliza a zero’

Gustavo Gómez do Palmeiras em disputa com Samudio do Cerro Porteño, durante primeira partida válida pelas oitavas de final, ida da Libertadores 2022, no General Pablo Rojas.
Cesar Greco

Capitães do Palmeiras, Gustavo Gómez e Weverton deram entrevistas ao final do triunfo por 3 a 0 sobre o Cerro Porteño

Atuando fora de casa, o Palmeiras precisou de 27 minutos contra o Cerro Porteño para marcar três gols e abrir boa vantagem no confronto de ida das oitavas-de-final da Libertadores. Rony, aos 15’ e 20’ do segundo tempo, e Murilo, aos 42’, foram às redes pelo Verdão e decretaram a vitória por 3 a 0.

Apesar do ataque avassalador do Palmeiras, o goleiro Weverton, ao final da partida, ressaltou a defesa palmeirense e o fato de a equipe ter saído do Paraguai sem ter sofrido gol – foi a primeira desde o confronto frente ao Coritiba que o Verdão não foi vazado.

“A felicidade do goleiro é sair com a vitória e a ‘baliza a zero’. Foi um grande jogo de toda a equipe. Como o Abel sempre fala, o importante é sacar um bom resultado fora de casa para depois fechar em casa”, declarou o camisa 21, que também agradeceu aos palmeirenses que compareceram ao estádio General Pablo Rojas.

“Muito obrigado a todos que vieram nos apoiar aqui no Paraguai, nos ajudaram muito, e tenho certeza que quarta-feira que vem o Allianz Parque estará lotado. Temos tudo para fazer outro grande jogo”, finalizou Weverton.

Dos 42 jogos que o Palmeiras disputou na atual temporada, em 24 a equipe não foi vazada. Estatisticamente, o Verdão detém o posto de melhor defesa entre todos os clubes que disputam a Série A do Brasileirão, ao lado do Ceará, com uma média de 0,59 gols sofridos por partida.

Gustavo Gómez analisa vitória

Murilo e Gustavo Gómez comemoram gol do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante primeira partida válida pelas oitavas de final, ida da Libertadores 2022, no General Pablo Rojas.
Cesar Greco

Ao analisar o triunfo palmeirense, o zagueiro Gustavo Gómez destacou o equilíbrio entre as equipes na primeira etapa, afirmou que o time não foi surpreendido pela formação inicial do Cerro Porteño e ressaltou a melhora do Verdão nos 45 minutos finais.

“O primeiro tempo foi equilibrado, mas melhoramos no segundo, impusemos nosso ritmo e conseguimos marcar os gols. O pessoal da análise do Palmeiras nos forneceu muitas informações sobre o Cerro e sabíamos que eles podiam entrar nessa formação de hoje, um pouco mais fechados, e depois colocar dois centroavantes. Estávamos preparados para atuar de toda a forma”, disse Gómez, que, por fim, disse que o confronto ainda não está definido.

“Não há nada finalizado, Libertadores é difícil e temos mais 90 minutos por jogar. Agora é pensar no jogo de sábado, porque buscamos a manutenção da liderança no Brasileirão e depois focar no segundo jogo contra o Cerro”, completou o camisa 15.

O duelo de volta entre Palmeiras e Cerro Porteño acontecerá na próxima quarta-feira, no Allianz Parque, às 19h15. Neste sábado, pelo Brasileirão, o Verdão recebe o Athletico-PR, às 21h.

Abel aponta melhora no 2º tempo e diz vitória começou a ser construída contra o Avaí

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante primeira partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Estádio General Pablo Rojas.
Cesar Greco

Após vitória por 3 a 0 sobre o Cerro Porteño, Abel Ferreira também fez questão de agradecer o apoio dos torcedores que viajaram ao Paraguai

O técnico Abel Ferreira mostrou-se satisfeito com o desempenho do Palmeiras na vitória por 3 a 0 sobre o Cerro Porteño, no jogo de ida das oitavas-de-final da Libertadores, principalmente pela performance do time no segundo tempo, quando os gols palmeirenses foram marcados.

“O adversário entrou no jogo muito bem e conseguiu nos bloquear. Fizeram marcações duras no primeiro tempo, mas a equipe teve paciência, procurou impor o nosso jogo. Libertadores é assim, é competitiva. Sabíamos da consistência defensiva deles e tivemos a tranquilidade para não entrar em desespero, conseguimos fazer os gols nos momentos certos”, disse o treinador em entrevista coletiva.

“No segundo tempo fomos muito bem, eles começaram a perder a energia e nós mantivemos a intensidade. Depois refrescamos o time e continuamos com intensidade. O resumo do jogo é um primeiro tempo equilibrado e um segundo em que fomos superiores”, completou.

Para o treinador, ainda, a vitória do time na noite desta quarta-feira começou no último domingo, contra o Avaí pelo Brasileirão, quando a comissão técnica decidiu por descansar os principais jogadores e colocar em campo a equipe alternativa na Ressacada.

“Esse jogo começou a ser ganho no duelo contra o Avaí porque o treinador do Palmeiras acredita em todos os jogadores. Todos trabalharam para dar o melhor, o máximo. Não somos perfeitos, vamos errar, mas vamos dar muitas alegrias. Parabéns aos nossos jogadores pela vitória, eles são sérios, de caráter e entregam tudo”, acrescentou.

Abel agradece torcida

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Cerro Porteño, durante primeira partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2022, no Estádio General Pablo Rojas.
Cesar Greco

Além de analisar a partida, o comandante também agradeceu aos palmeirenses que estiveram presentes no estádio General Pablo Rojas.

“Faço um agradecimento especial aos que vieram aqui ao Paraguai e nos apoiaram. Mas também queria agradecer aos torcedores que acreditam em nós em todos os momentos. Tenho admiração e gratidão por todos os jogadores. Por isso não gosto quando os nossos [torcedores] nos criticam. Quem é que não erra na vida, não há ninguém perfeito. Eles [os jogadores] merecem que nós acreditemos neles em todos os momentos”, finalizou.

O jogo da volta entre Palmeiras e Cerro Porteño acontece na quarta-feira que vem, no Allianz Parque, novamente às 19h15. Com o resultado de 3 a 0, o Palmeiras pode até perder por dois gols de diferença que ainda assim se classificará às quartas-de-final.

Palmeiras enfrenta Cerro Porteño nas oitavas da Libertadores; veja o retrospecto

Dudu do Palmeiras em disputa com Arzamendia do Cerro Porteño, durante partida válida pelas oitavas de final da Libertadores 2018, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Jogo de ida acontece no Paraguai, enquanto a volta será na casa do Palmeiras, o Allianz Parque

Em sorteio realizado na tarde desta sexta-feira na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai, o Palmeiras conheceu seu adversário das oitavas-de-final da Libertadores 2022.

O Verdão, líder do Grupo A e primeiro colocado na tabela geral, medirá forças com o Cerro Porteño (PAR), time que se classificou às oitavas com a pior campanha. O jogo de ida deve acontecer no estádio General Pablo Rojas, na semana do dia 28 de junho; enquanto a volta será no Allianz Parque , entre os dias 5 a 7 de julho – datas e horários ainda serão definidos pela entidade.

A equipe paraguaia é dirigida pelo ex-lateral-direito Arce, que jogou no Palmeiras de 1998 a 2002 e é ídolo da torcida palmeirense.

Após o sorteio dos confrontos, todo o chaveamento até o caminho da grande final, que será disputada no estádio Monumental Isidro Romero Carbo – conhecido como Monumental de Guayaquil – no Equador, também foi definido. Nas quartas-de-final, há a possibilidade de o Verdão encontrar com o Atlético-MG, adversário da semifinal da edição do ano passado.

Por ter tido a melhor campanha na classificação geral, o Palmeiras terá a vantagem do mando no jogo da volta em todos os confrontos. Na fase de grupos, o Verdão alcançou o 100% de aproveitamento, marcou 25 gols e sofreu apenas três.

Retrospecto entre Palmeiras e Cerro Porteño na Libertadores

O confronto entre Palmeiras e Cerro Porteño na Libertadores não será inédito. O último encontro entre as duas equipes aconteceu em 2018, também nas oitavas-de-final, com o Verdão avançando de fase após vencer fora de casa por 2 a 0 e ser derrotado no Allianz Parque por 1 a 0.

Além disso, os dois times se enfrentaram na fase de grupos da competição nas edições de 1999, 2001, 2005 e 2006. Foram três vitórias palmeirenses, sendo duas por 5 a 2; quatro empates e uma derrota.

No histórico geral, o Palmeiras jogou 11 vezes contra a equipe paraguaia, com cinco triunfos, quatro empates e dois reveses.

Gómez é liberado pelo Paraguai e pode reforçar o Palmeiras na semifinal do Paulista

Gustavo Gómez durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Gustavo Gómez levou o segundo cartão amarelo e está suspenso para a próxima partida do Paraguai nas Eliminatórias para a Copa do Mundo

O Palmeiras pode ter um reforço importante para o duelo diante do Red Bull Bragantino, válido pela semifinal do Campeonato Paulista: Gustavo Gómez.

O zagueiro havia sido convocado pela seleção paraguaia e era desfalque certo do Palmeiras para o duelo. Entretanto, no jogo entre Paraguai e Equador, que ocorreu na noite de ontem, Gómez recebeu o segundo cartão amarelo e está suspenso para a última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

Com isso, ele foi liberado para retornar ao Verdão – a informação foi divulgada inicialmente pela ESPN. Gómez realizou um treino regenerativo no Paraguai e a previsão é que o defensor chegue ao Brasil na noite desta sexta-feira.

A presença do capitão palmeirense como titular na semifinal, contudo, ainda é incerta. Ele será fisicamente avaliado pela comissão técnica para saber se poderá ir a campo. Invicto no Paulistão, o Palmeiras chegou para o mata-mata com a defesa desfalcada; além de Gómez, Weverton e Kuscevic foram ausências contra o Ituano – Jailson e Murilo formaram a dupla de zaga.

Gómez volta ao Palmeiras; Artur é desfalque no Bragantino

Se o Palmeiras pode ter o retorno de um de seus principais jogadores, o Bragantino, por sua vez, não poderá contar com o atacante Artur, um dos melhores jogadores da equipe.

O ex-palmeirense sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, ainda no primeiro tempo da vitória do Red Bull Bragantino por 1 a 0 sobre o Santo André, na última quarta-feira, e ficará longe dos gramados por até oito semanas. Sem ele, Maurício Barbieri pode optar por Helinho, que jogou contra o Verdão no domingo passado.

Palmeiras e Red Bull Bragantino decidem uma vaga para a final do Paulistão neste sábado, às 18h30, no Allianz Parque.