Campeonato Paulista 1965

O Campeonato Paulista de 1965 foi disputado por 16 clubes entre julho e dezembro, por pontos corridos em turno e returno. No primeiro turno a campanha do Palmeiras foi muito boa e a disputa era taco a taco contra Santos e SCCP. Mas Tupãzinho precisou deixar o time para se submeter a uma cirurgia no menisco.

Com a saída do craque, vieram três tropeços seguidos, contra Comercial, Portuguesa e Noroeste, que tiraram o time do rumo. Filpo Nuñez pediu demissão e o auxiliar Mario Travaglini assumiu o time.

Ficando para trás no estadual, o time passou a dividir as atenções com a disputa da Taça Brasil, em que acabou eliminado na semifinal pelo Santos. Quando voltou a se dedicar apenas ao estadual, o time embalou de forma surpreendente.

A reação foi avassaladora, com nove vitórias nos nove jogos finais, mas não foi suficiente para alcançar o Santos. Mesmo assim, no jogo em que o time praiano recebeu as faixas, o Palmeiras deixou seu carimbo em tarde inspirada: 5 a 0, com Pelé e tudo. O ano de 1966 prometia mais grandes embates entre os dois clubes.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores