Torneio Rio-SP 1965

O Torneio Rio-São Paulo de 1965 foi disputado entre fevereiro e maio por dez clubes – cinco de cada estado. A competição teve dois turnos: no primeiro, todos jogavam contra todos em turno único; ao final de nove rodadas o campeão estava classificado para a final e o pior colocado de cada estado era eliminado – os oito restantes avançavam para o segundo turno.

Nesta fase, mais uma vez os clubes enfrentaram todos contra todos em turno único e ao final de sete rodadas, o campeão se classificava para a final contra o campeão do primeiro turno.

Sob o comando de Filpo Nuñez, o time conseguiu um grande entrosamento com as peças contratadas entre 1963 e 1964; nem a saída de Vavá no fim do ano anterior tirou a força do time que atropelou os adversários no turno, com uma campanha de sete vitórias e dois empates.

Mesmo classificado para as finais, o time não tirou o pé do acelerador e fez uma campanha forte no segundo turno; depois de golear o SPFC por 5 a 0 o Verdão chegou à última rodada precisando de apenas um empate contra o Botafogo para conquistar também o segundo turno e por consequência, o troféu. O Palmeiras venceu por 3 a 0 no Pacaembu com gols de Tupãzinho, Dario e Ademir e conquistou o Rio-São Paulo pela terceira vez.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores