1
X
0

Pré-Jogo

Pré-Jogo San Lorenzo x Palmeiras

Na noite desta terça-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras enfrenta o San Lorenzo, no estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, em partida válida pela terceira rodada da fase de grupos da competição.

Uma vitória praticamente garante a classificação ao Palmeiras. Líder da chave com seis pontos em duas partidas, o Verdão tenta ratificar a excelente fase contra os argentinos, que vêm penando no campeonato local.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Willian e Carlos Eduardo
Não inscritos:
Fabiano e Juninho
Trabalho físico: Ricardo Goulart
Dispensado: Gustavo Scarpa

Dois dos principais jogadores do Verdão não poderão participar da partida: Goulart, que sentiu a necessidade de um trabalho físico específico, não viajou a Buenos Aires. E Gustavo Scarpa, que recebeu a triste notícia do falecimento de sua avó, voltou às pressas para o Brasil.

Mantendo o rodízio de atletas e também com alguma preocupação com a semifinal do paulista, Felipão deve mandar a campo Weverton; Mayke, Luan, Gómez e Victor Luis; Thiago Santos e Moisés; Felipe Pires, Lucas Lima e Dudu; Deyverson.

San Lorenzo

San LorenzoO tradicional time argentino passa por apuros no campeonato local. Com apenas três vitórias em 24 jogos, o time está em 22° lugar e só não vai cair este ano pelo sistema de promedio que vigora no país.

O técnico Jorge Almirón poupou quase todo o time na partida do final de semana – empate por 1 a 1 com o Gimnasia Y Esgrima – apenas o goleiro Monetti e o zagueiro Senesi participaram do jogo. A formação que deve ir a campo é Monetti, Victor Salazar, Coloccini, Senesi e Pérez; Martínez, Loaiza e Castellani; Juan Salazar, Blandi e Botta.

Árbitro

Julio BascuñanO chileno Julio Bascuñan conduzirá a partida. Ele já apitou um jogo do Verdão, em 2016, em nossa estreia na Libertadores daquele ano – o Palmeiras não venceu.

Parpite

A participação de Moisés será o termômetro do Verdão esta noite. Sua aproximação com Lucas Lima será o fio condutor do time esta noite em Buenos Aires. A dupla fará uma partida memorável e o Verdão vence: 2 a 0, com um gol de cada um.  VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Sintonize a imagem da Fox e sincronize com o áudio da transmissão AO VIVO no canal do Verdazzo do YouTube!

Fox SportsFox Sports

 

Pós-Jogo

San Lorenzo 1x0 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Palmeiras fez a pior partida desde que Felipão assumiu o comando da equipe e acabou derrotado pelo San Lorenzo, em Buenos Aires, por 1 a 0. Sofrendo com os desfalques, o time não se encontrou mesmo diante de um adversário extremamente limitado e acabou sofrendo um gol num chute muito feliz do lateral Herrera.

Serão cinco dias para desvirar a chavinha e pensar no clássico de domingo, contra o SPFC, que vale vaga na final do Paulista. O time não pode nem pensar em jogar com a apatia, a pobreza técnica e a desorganização tática vistas esta noite.

Primeiro tempo

0'
Palmeiras

Logo na saída, a falsa impressão de um Palmeiras demolidor: Thiago santos roubou a primeira bola, lançou longo para Felipe Pires, que escorou para dentro, onde Moisés se apresentou para finalizar, mas pegou mal na bola.

15'
San Lorenzo

Juan Salazar cobrou falta na área e Blandi cabeceou no meio de três palmeirenses, sem direção.

17'
Palmeiras

Depois de falta batida curtinha, Bruno Henrique deu dois passos e fuzilou, de frente, mas a bola explodiu em Moisés.

18'
San Lorenzo

Após falta clara de Juan Salazar em Diogo Barbosa, a bola passou por Martinez, que rolou para Castellani emendar, mas a bola fez a curva saindo do gol e triscou na trave direita de Weverton, que estava inteiro no lance.

25'
Palmeiras

O Palmeiras deu o troco com muto estilo: Bruno Henrique alçou a bola para Moisés na área; o camisa dez matou no peito, erguendo a bola, e pedalou no ar para emendar uma autêntica bicicleta que encobrou o goleiro e beijou o travessão. Um lance lindíssimo.

26'
Palmeiras

Diogo Barbosa roubou a bola no ataque, foi ao fundo pelo corredor e cruzou por baixo; a bola chegou na pequena área mas ninguém empurrou para dentro e Monetti salvou o San Lorenzo.

36'
San Lorenzo

Reniero recebeu pela esquerda e fez uma jogada à la Dudu: cortou para dentro e bateu de direita, com curva; a bola saiu à esquerda de Weverton, que mais uma vez estava na bola.

38'
Palmeiras

Na primeira boa jogada pelo lado direito, Felipe Pires tabelou com Deyverson e cruzou por baixo; Senesi tentou cortar e quase fez contra, mas Monetti estava atento.

40'
Palmeiras

Após escanteio da direita, a bola ficou viva na área pipocando sobre nossos jogadores, mas ninguém conseguiu colocar no chão e achar o espaço para a finalização.

42'
Palmeiras

O primeiro chute de fora veio com Dudu, após conduzir a bola com certa liberdade pela faixa central – Monetti encaixou sem problemas.

Aos 47, o caseirão Julio Bascuñan encerrou um primeiro tempo em que o Palmeiras esteve bem posicionado, marcando a saída de bola dos argentinos e rondando a área do time da casa com perigo, mas errando no momento do último passe. O San Lorenzo, por sua vez, confirmou a expectativa de ser um time bem limitado tecnicamente e não levou nenhum grande perigo ao gol de Weverton.


Segundo tempo

Com Thiago Santos e Bruno Henrique amarelados, Felipão mandou a campo Felipe Melo e Lucas Lima, puxando Moisés para trás.

5'
San Lorenzo

Gol do San Lorenzo – Herrera conduziu com muita liberdade pelo meio, ficou de frente para a área e arriscou de longe; a bola passou ao lado de Antônio Carlos, que armava o muro, fez uma curva certeira e entrou no cantinho de Weverton, que não teve chances.

8'
Palmeiras

Moisés deu um lindo passe para a infiltração de Felipe Pires por trás da zaga; o ponteiro invadiu a área mas na hora de bater foi travado;  a bola ganhou altura e quase entrou encobrindo o goleiro, mas saiu em escanteio.

Com duas alterações já efetuadas, o Palmeiras não conseguiu mudar o panorama tático e vivia de bolas esticadas para Deyverson. Felipe Pires estava isolado no corredor; Dudu em noite apagada e Deyverson era um autêntico cemitério de jogadas. Lucas Lima, isolado, não tinha com quem jogar e era facilmente desarmado. A confiança do time caiu e nada acontecia.

25'
Palmeiras

Depois de muito tempo, saiu uma boa jogada: Lucas Lima acionou Deyverson, que fez o pivô para Moisés, que chegou batendo da meia-lua, mas foi travado e a bola saiu em escanteio.

27'

Felipão tentou reagrupar a linha de armação posicionando Raphael Veiga no lugar de Felipe Pires.

33'
Palmeiras

Após escanteio, a bola foi rebatida para fora da área; Marcos Rocha acionou Deyverson que emendou de primeira – a bola parecia ter o endereço certo mas parou no corpo de Coloccini.

45'
Palmeiras

Dudu cobrou escanteio da direita, Gómez subiu bem para testar firme, mas em cima do goleiro Monetti, que fez a defesa.

Com cinco minutos de pressão inócua do Palmeiras, Julio Bascuñan encerrou a partida.





Fim de jogo

Sentindo os desfalques e armado de forma equivocada, o Palmeiras teve dificuldades para imprimir seu ritmo, mas mesmo assim parecia seguro e com o jogo sob controle. Mas ao tomar um gol fortuito no início do segundo tempo, perdeu a concentração e não conseguiu mais desenvolver jogadas com começo, meio e fim.

As alterações de Felipão no intervalo, excessivamente cautelosas, mostraram-se equivocadas e o scolarismo foi derrotado em Buenos Aires.

Esses tropeços fazem parte das inúmeras campanhas vitoriosas na carreira de Felipão. Ele não vai mudar seus conceitos e temos que conviver com esses tropeços que nos fazem sentir muita frustração, sobretudo pela extrema ruindade do time argentino, que certamente vai levar uma sonora traulitada no jogo da volta no Allianz Parque.

Que o grupo absorva rápido a pancada e consiga focar o mais rápido possível no inimigo de domingo. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

San Lorenzo

GOL
Monetti
LAD
Herrera
ZAG
Coloccini
ZAE
Senesi
LAE
Victor Salazar
LAE
Pérez
VOL
Loaiza
VOL
Castellani
MEI
Martínez
ATA
Juan Salazar
ATA
Barrios
ATA
Blandi
VOL
Poblete
ATA
Reniero
TÉCNICO
Jorge Almirón

Palmeiras

GOL
Weverton
LAD
Marcos Rocha
ZAG
Antônio Carlos
ZAE
Gómez
LAE
Diogo Barbosa
VOL
Thiago Santos
VOL
Felipe Melo
VOL
Bruno Henrique
MEI
Lucas Lima
ATA
Felipe Pires
MEI
Raphael Veiga
MEI
Moisés
MEI
Dudu
ATA
Deyverson
TÉCNICO
Luiz Felipe Scolari

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Sem chances no gol, estava inteiro nas bolas perigosas que passaram (bem) perto das traves.
6
Marcos Rocha
Fez um duelo equilbirado com Reniero.
6
Antônio Carlos
Não teve muito trabalho. Estava no lance do gol, de frente para Herrera, tentando fechar o ângulo.
6
Gómez
Volta discreta - mas quase fez o gol do empate numa cabeçada no fim do jogo.
6
Diogo Barbosa
O melhor do Palmeiras, firme em cima de Juan Salazar, o mais perigoso do time deles, e apoiando com consistência.
7
Thiago Santos
Amarelado logo no começo, teve que administrar as entradas.
6
Felipe Melo
Não se sabe onde ele estava na subida de Herrera que deu em gol.
5.5
Bruno Henrique
Não consegue deslanchar em 2019. Preocupante.
5.5
Lucas Lima
Isolado, segue se prejudicando pela falta de movimentação, exagerada até para seus padrões.
5.5
Felipe Pires
Apagado, teve um ou outro brilhareco.
5.5
Raphael Veiga
Mal foi visto em campo.
s/n
Moisés
Apareceu bastante, um dos poucos que se apresentou o tempo todo para a partida.
6.5
Dudu
Parecia estar com a cabeça na lua.
5
Deyverson
O cemitério de jogadas do Palmeiras. Acertou duas jogadas o jogo inteiro.
4
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Desta vez foi muito mal. Foi cauteloso ao extremo e fez escolhas táticas erradas.
4