0
X
5

Pré-Jogo

Pré-jogo Independiente Petrolero x Palmeiras

Na noite desta terça-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras visita o Independiente Petrolero, em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

Depois de enfiar 8 a 1 nos bolivianos em casa, o Verdão sobe o morro para tentar ganhar mais três pontos e manter-se 100% na competição, em busca da classificação matemática e das vantagens de mando no mata-mata.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Luan e Jailson

Pendurados: ninguém

Mantendo o rodízio do elenco, Abel Ferreira deve mandar a campo um time bem próximo daquele que venceu o Emelec, na semana passada, voltando a dar descanso aos titulares do jogo contra a Juazeirense.

Assim, um provável time para esta noite em Sucre é Weverton; Mayke, Kuscevic, Gustavo Gómez e Piquerez; Atuesta e Danilo; Gabriel Veron, Gustavo Scarpa e Wesley; Rony.

Independiente Petrolero

Independiente PetroleroNo Inde, o treinador Juan Marcelo Robledo não poderá contar com Avilés, suspenso. Bejarano recupera-se de lesão e é dúvida. Mas não são apenas estes os problemas.

O clube boliviano, em crise por maus resultados no campeonato local, afastou por baixo rendimento e supostos atos de indisciplina os jogadores Folleco, Infante e Silva. Assim, o time que deve alinhar esta noite é bem diferente do que foi goleado por 8 a 1 no Allianz Parque, há quase um mês: Arancibia; Velasquez, Giménez e Chiatti; Alaca, Bejarano (Acuña), Melgar e Alí; Campos, Correa e Cristaldo.

Números

  • As duas equipes só se enfrentaram, uma vez, no jogo realizado em abril, quando o Verdão aplicou 8 a 1 no Independiente;
  • O Palmeiras já disputou 13 jogos na Bolívia e tem dificuldades na altitude, como qualquer clube brasileiro. Foram 13 jogos, com 6 vitórias, 2 empates e 5 derrotas;
  • Jogando em Sucre, no estádio Olímpico Pátria, o Verdão venceu a única partida disputada: 1 a 0 no Universitário Sucre, pela Sul-Americana de 2010;
  • Faça os cruzamentos de dados históricos como quiser usando nosso Almanaque. Clique aqui!

Odds

Depois dos 8 a 1, não tem como o favorito do mercado não ser o Palmeiras. Os principais sites de aposta pagarão, em média, para cada real aplicado:

Independiente PetroleroIndependiente: R$ 8,17
Empate: R$ 4,85
PalmeirasPalmeiras: R$ 1,36

No calendário

O Palmeiras já disputou 22 jogos no dia 3 de maio e mais perdeu do que ganhou – uma dessas derrotas aconteceu recentemente na Bolívia. Veja a lista completa clicando neste link.

Lei do Ex

CristaldoChurry fez a alegria da torcida no jogo de ida no Allianz Parque e deve ser titular esta noite na Bolívia.

Arbitragem

Nicolás LamolinaÁrbitro Principal:
Nicolás Lamolina

Previsão do tempo

Temperatura: 12°C
Chuva: 0,1mm
Vento: NE 18km/h
Umidade: 86%

Parpite

Não é nada provável que vejamos uma nova goleada. Mesmo contra um adversário tecnicamente frágil, o Palmeiras deve ter, além das dificuldades naturais dos 2.800m de altitude, um time mordido pela frente – os bolivianos entrarão em campo pela honra.

É claro, um gol no começo pode acionar um gatilho e desmoronar o estado mental do adversário. Mas o mais provável é que, fazendo a gestão de energia, o Verdão opte por controlar o ritmo do jogo e construir o placar sem pressa. Dá Palmeiras: 1 a 0, gol de Gabriel Menino no segundo tempo, lembrando a Libertadores de 2020 e seguindo com os 100% de aproveitamento. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

SBT (menos MG e RS)

Conmebol TVConmebol TV

Pós-Jogo

Independiente Petrolero 0x5 PalmeirasCesar Greco

O Palmeiras fez mais uma grande exibição e venceu o Independiente Petrolero por 5 a 0 em Sucre, na Bolívia, e garantiu não apenas a classificação, como também o primeiro lugar do grupo, com duas rodadas de antecedência.

Os bolivianos dificilmente fariam mais que dez pontos se disputassem o Brasileirão. O Verdão fez o que se deve fazer nestas situações: atuação exuberante, individual e coletivamente. E os recordes não param de ser ampliados.

Primeiro tempo

6'
Palmeiras

Raphael Veiga cobrou escanteio da esquerda e Gustavo Gómez disputou pelo alto – a bola bateu na zaga e saiu raspando a trave. Outro escanteio.

6'
Palmeiras

Após nova cobrança, Veiga alçou na área e novamente Gómez testou, desta vez firme – Ayala fez grande defesa e Murilo não dominou a bola no rebote, facilitando para o goleiro do adversário.

16'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Em contra-ataque, Dudu lançou rápido para Veron; a bola desviou e caiu em Rony, que tentou dar um lençol em Silva dentro da área e o zagueiro cortou claramente com o braço: pênalti indiscutível. Raphael Veiga bateu no meio do gol após a queda do goleiro e abriu o placar para o Verdão.

21'
Palmeiras

GOLAÇO DO PALMEIRAS! Gabriel Veron girou em cima de Velasquez, cruzou no segundo pau para Dudu, que amorteceu a bola com muita categoria e rolou para Veiga no meio da pequena área – o camisa 23 apenas escorou para o gol vazio, como se fosse uma pelada.

25'
Palmeiras

Após roubada de bola de Gustavo Gómez, Veron ligou rápido com Rony, que tentou inverter para Zé Rafael – Velasquez cortou parcialmente e Piquerez aproveitou a sobra para disparar um míssil – a bola passou raspando o travessão.

28'
Indep.Petrolero

Cristaldo recebeu na entrada da área, girou rápido e disparou – Weverton amorteceu a bola no meio do gol e depois pegou firme.

30'
Palmeiras

Dudu tabelou com Veiga com muita categoria e bateu cruzado por baixo; Rony deu o carrinho e Ayala defendeu com muito reflexo evitando o terceiro do Verdão.

32'
Indep.Petrolero

Florenciañez cobrou falta da meia esquerda no segundo pau; Churry testou com muita força, a bola pingou na grama mas Weverton fez uma enorme defesa; o próprio Cristaldo pegou o rebote e chutou por baixo, mas Gustavo Gómez deu o carrinho e impediu que o time da casa diminuísse o placar.

35'
Palmeiras

Raphael Veiga lançou Rony no facão; o camisa 10 bateu forte, mas em cima de Ayala, que fez a defesa.

39'
Indep.Petrolero

Florenciañez bateu falta da meia esquerda, com efeito, direto para o gol – Weverton rebateu com dificuldades.

43'
Indep.Petrolero

Grande jogada de Cristaldo, que dominou de costas, girou e colocou Alí entrando livre pela direita – o chute saiu cruzado, mas saiu à direita do gol de Weverton.

46'
Palmeiras

Dudu recebeu de Raphael Veiga dentro da área, trouxe para a canhota e disparou – Chiatti tirou de cabeça a bola que tinha o endereço certo do ângulo direito de Ayala.

47'

Cristaldo usou o cotovelo em disputa com Murilo e recebeu o cartão vermelho direto. Na reclamação de Juan Robledo, o árbitro expulsou também o técnico do time boliviano.

48'

Nicolás Lamolina encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

Para evitar a Lei da Compensação, Abel tirou os amarelados Marcos Rocha e Rony, mandando a campo Mayke e Rafael Navarro.

6'
Palmeiras

Raphael Veiga achou um lindo passe na área para Rafael Navarro, pela direita; o camisa 29 poderia até ter finalizado, mas preferiu o passe para Zé Rafael e errou, tocando um pouco atrás.

9'
Palmeiras

Zé Rafael achou um lindo passe por elevação para Rafael Navarro, mas o atacante estava um tiquinho à frente e a jogada foi paralisada. Três palmeirenses atacavam a área apenas contra o goleiro; seria mais um gol..

15'
Palmeiras

GOLAÇO DO PALMEIRAS! Piquerez ligou com Veiga na meia; da intermediária, o camisa 23 mandou um míssil teleguiado na última gaveta, marcando seu terceiro gol na noite e assumindo a liderança isolada entre os artilheiros do Palmeiras na História da Libertadores.

18'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Piquerez recebeu passe enfiado e tocou rápido para Rafael Navarro na área; o camisa 29 dominou, ganhou de Velasquez no corpo, limpou a jogada com o pé esquerdo e rolou com o direito no cantinho de Ayala.

20'

Gustavo Scarpa entrou no lugar de Raphael Veiga; Dudu deu lugar a Wesley.

21'
Palmeiras

Gustavo Scarpa cruzou da direita; Zé Rafael escorou – a bola entraria, mas Wesley completou pra o gol e acabou anulando, pois estava impedido.

28'
Palmeiras

Lindo lançamento longo de Zé Rafael para Mayke, que rolou para a chegada de Gustavo Scarpa, que ajeitou e chutou para o gol – a zaga salvou o que seria o quinto gol.

29'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Na cobrança de escanteio da esquerda de Scarpa, Murilo testou sem nenhuma marcação e fez o quinto.

30'

Gabriel  Menino entrou no lugar de Danilo.

 

32'
Palmeiras

Gustavo Scarpa chutou de longe e a bola explodiu na trave; Piquerez ficou com a sobra, rolou para Gabriel Menino que lançou outro míssil, por cima do gol.

42'
Palmeiras

Zé Rafael lançou para Wesley na velocidade; após disputa com o goleiro a bola sobrou para Navarro empurrar para o gol vazio, mas a assistente marcou erradamente impedimento de Wesley no primeiro lançamento.

43'
Palmeiras

Navarro recebeu dentro da área, junto à linha de fundo, e ainda tentou um toquinho para o gol, mas a bola foi muito lenta e Silva tirou em cima da risca

45'
Indep.Petrolero

Acuña recebeu na meia-lua e girou rápido para o gol – a bola passou raspando o travessão, com Weverton batido.

47'
Indep.Petrolero

Velasco recebeu dentro da área e fuzilou; a bola explodiu no peito de Weverton.

48'
Indep.Petrolero

Acuña bateu falta da meia esquerda na última gaveta; Weverton fez linda defesa.

48'

Nicolás Lamolina encerrou o passeio do Verdão.





Fim de jogo

O que se faz diante de um adversário que dificilmente chegaria aos dez pontos ganhos se disputasse o Brasileirão? O Palmeiras massacrou o Independiente Petrolero; venceu por 5 a 0, somando 13 gols contando o jogo da ida.

A goleada garantiu o Verdão no mata-mata como primeiro do grupo com números exuberantes e deixou o time próximo de alcançar também o primeiro lugar geral e ter todas as vantagens de mando.

A avalanche de gols foi construída de forma natural – a construção do segundo gol, por exemplo, lembrou jogo de churrasco – sem exagero algum.

Dudu e Raphael Veiga estão consolidando uma dupla genial – e é por isso que Abel Ferreira está mantendo Marcos Rocha num posicionamento tão defensivo – cabe a Piquerez ser o lateral que apoia, pela esquerda, o que libera Veron para cair por dentro muitas vezes, dando mais trabalho ainda para as defesas que já precisam se desdobrar para acompanhar a movimentação de Rony.

Somando tudo isso ao apoio espetacular da dupla de volantes, que desarmam e preenchem espaços com a mesma qualidade  que chegam à frente para distribuir e mesmo para arrematar, e temos explicado por que este é um time pronto e que passa por cima de adversários frágeis com tanta facilidade.

A preparação física também salta aos olhos. Mesmo diante de um calendário massacrante, o elenco vai dando seguidas demonstrações de profissionalismo extremo ao competir de forma constante, mesmo com altitude.

E assim, rodando os atletas, as chances de gols foram acontecendo – além das bolas que entraram, o Verdão construiu dezenas de outras oportunidades. Diante de um adversário tão frágil, o time se permitiu jogar de maneira mais franca e Weverton trabalhou mais do que se poderia imaginar, deixando a partida muito agradável de assistir.

A expulsão de Cristaldo, disparado o melhor jogador do adversário, no fim do primeiro tempo, deixou tudo mais fácil ainda. E o segundo tempo foi um passeio, com mais três gols.

Os números que o Palmeiras está construindo nesta Libertadores são assombrosos. Mas virarão fumaça se o time não conquistar o tetra. É legítimo curtir e festejar uma campanha tão poderosa, mas jamais podemos perder de vista que estas marcas só terão valor se forem adereços para um troféu.

Por isso, sigamos com o foco ajustado e os pés no chão. Sabemos como é difícil levantar essa Copa. Mas também conhecemos muito bem o caminho a trilhar. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Indep.Petrolero

Ayala
Velasquez
Silva
Chiatti
Alaca
Bejarano
Acuña
Florenciañez
Martínez
Alí
Medina
Ramírez
Velasco
Cristaldo
Correa
Reina
Juan Robledo
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Com a defesa um tanto relaxada, precisou trabalhar - e fez pelo menos 3 grandes defesas.
8
Marcos Rocha
Na experiência, guardou posição.
6
Mayke
Aproveitou o amarelo do titular e apareceu bem no segundo tempo, com boas descidas ao ataque.
7
Gustavo Gómez
Com ele não tem essa de "jogo pequeno". Racha em todas.
7
Murilo
Perdeu um gol no primeiro tempo mas compensou no segundo.
7.5
Piquerez
Grande partida; afiado no apoio e até arriscou chutes de longe.
8.5
Zé Rafael
Com Veiga mais avançado, ficou com boa parte das funções de distribuição de jogo. No combate, foi monstruoso. E só não deixou o dele porque Wesley tirou.
9.5
Danilo
Não conseguiu calibrar o pé na altitude, mas correu bastante.
7
Gabriel Menino
s/n
Dudu
Em fase exuberante, faz uma dupla cada vez mais endiabrada com Veiga.
8
Wesley
Apesar do gol que "tirou" de Zé Rafael, entrou ligado e seguiu tocando o terror na defesa boliviana.
7
Raphael Veiga
Até gol de pênalti é golaço. Egoisticamente, não queremos que ele vá para a Seleção, mas é muita sacanagem do Tite não convocá-lo.
9.5
Gustavo Scarpa
Entrou cheio dos chutes - depois que calibrou, começou a disparar mísseis - um deles explodiu na trave.
8
Gabriel Veron
Encaixou como opção aguda na ponta esquerda e está muito à vontade. Mais uma pra conta do Abel.
8
Rony
Ele tentou a bike e desta vez pegou em cheio, mas jogou a bola de volta pro meio do campo.
7
Rafael Navarro
Fez um belo gol e quase fez outros; é o artilheiro da competição e sozinho tem mais gols que 28 times da Libertadores.
8
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Sua principal função nestes jogos é pensar a gestão de energia. Desta vez não quis saber de poupar ninguém, mesmo com jogo importante pelo Brasileiro no sábado.
8.5





  • Que bike maravilhosa do Rony…. cara, eu dei pala de risos. Isso só acontece qdo o ambiente do vestiário tá mto bom. Quem joga sabe disso.

  • Sempre vi o Scarpa como meia armador, mesma posição do Veiga (Apesar de serem jogadores diferentes). Enxergando o lado meio cheio do copo, esse calendário insano que obriga o treinador a escalar times mistos, pode ser uma oportunidade de Veron ou Wesley se firmarem na ponta esquerda e o Scarpa entregar mais como armador.

    • Scarpa entrou muito bem na distribuição ontem, foi um pecado aquela bola ir na trave. Zé Rafael fez uma partida absoluta no meio de campo, e deu todo o suporte para que tanto os homens da frente quanto Piquerez no apoio fizessem também brilhante partida. E o Veiga… sem comentários, um dos maiores meias de nossa história, indiscutivelmente. Que momento vivemos, amigos! Avanti Palestra!