3
X
0

Pré-Jogo

Pré-jogo: Palmeiras x Junior

Na noite desta quarta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras recebe o Junior de Barranquilla no Allianz Parque, em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

Depois da eliminação no estadual, o Verdão tenta a vitória para manter a posição tranquila na competição sul-americana e também para tentar retomar a tranquilidade no ambiente, para iniciar um período de duas semanas sem partidas, concentrado apenas em treinamentos.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Willian e Carlos Eduardo
Não inscritos:
Fabiano e Juninho

Já sem muita preocupação em poupar atletas diante da iminente folga no calendário, Felipão deve escalar o que tem de melhor à disposição, mantendo apenas o rodízio nas laterais. Weverton é outro que deve retornar a seu posto.

Se essa tendência for confirmada, o time que entra em campo para enfrentar os colombianos é Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique; Gustavo Scarpa, Ricardo Goulart e Dudu; Deyverson.

Junior

Júnior de BarranquillaSem pontos até agora na Libertadores, o Junior não tem opções a não ser partir para a vitória. O time do técnico Luís Fernando Suárez tende a jogar mais solto no Allianz Parque, sem perder sua característica de posse de bola.

Em relação ao time que perdeu para o Verdão na estreia na competição, o time volta a contar com um de seus zagueiros titulares, Rafael Pérez. Com isso, Narváez volta a seu lugar natural, na volância – o outro zagueiro continua sendo o inexperiente e nervoso Ditta. A escalação deve ser Viera; Piedrahita, Ditta, Pérez e Germán Gutierrez; Narváez e Cantillo; Sambueza, Matías Fernandez e Luis Díaz; Téo Gutierrez.

Árbitro

Roberto TobarO chileno Roberto Tobar comandará a partida – foi ele o responsável pelas duas partidas na Bombonera no ano passado.

Parpite

A eliminação no estadual ainda pesa e o público não deve ser dos melhores: 29.765 pagantes verão o Palmeiras vencer a partida, jogando da mesma forma que nos últimos jogos, mas com melhor sorte nas finalizações: 2 a 0, com dois gols de Dudu, para acabar com o climão com parte da torcida. Depois, 15 dias de treino para trabalhar muita coisa que precisa melhorar. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Escolha a emissora e sincronize a imagem com o áudio da transmissão AO VIVO no canal do Verdazzo do YouTube!

TV GloboGlobo – SP, MG (menos Juiz de Fora), GO, TO, MS, MT, BA, SE, AL, MA, PA e AC

SportvSporTV

Pós-Jogo

Palmeiras 3x0 JuniorFernando Dantas/Gazeta Press

O Verdão venceu o Atlético Junior por 3 a 0 esta noite no Allianz Parque e afastou categoricamente qualquer indício de crise que pudesse rondar a Academia de Futebol. O resultado foi alcançado com autoridade, não deixando dúvidas da capacidade de reação deste grupo diante de uma oscilação.

O desempenho ainda precisa ser reconhecido porque o ônibus da delegação, nas proximidades do Allianz Parque, acabou sendo apedrejado por alguns elementos que claramente estavam a serviço de alguém – de forma alguma o atentado foi resultado de alguma revolta espontânea de torcedores inconformados. É evidente que existe uma agenda por trás do ataque.

Primeiro tempo

3'
Palmeiras

Zé Rafael sofreu falta no ataque, mas o juiz deu vantagem. Gustavo Scarpa pegou a sobra, engatilhou e experimentou, mas pegou mal na bola.

7'
Junior de Barranquilla

Sambueza cruzou da esquerda e Luan tentou cortar, mas acabou espirrando o taco e quase marcou contra – Weverton estava atento e mostrou muito reflexo para evitar o desastre. Luan estava claramente nervoso e errou muitos lances fáceis no primeiro tempo.

17'
Junior de Barranquilla

Após escanteio da esquerda, Jefferson Gómez sobe mais que a zaga do Palmeiras e cabeceia para fora – sem perigo.

19'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Gustavo Scarpa cobrou falta colocado; Viera espalmou para o lado e Dudu pegou a sobra; com dois zagueiros pela frente ele puxou para dentro e tentou colocar na gaveta; Viera mais uma vez espalmou e a bola se ofereceu para Deyverson, que atacou a bola de cabeça e abriu o placar.

23'
Palmeiras

Deyverson, aberto pela esquerda, enfiu para Scarpa, que deu um lindo toque de calcanhar para Dudu dentro da área; o camisa 7 tinha Zé Rafael livre na direita mas preferiu o chute – Viera defendeu com o pé.

25'
Junior de Barranquilla

Narváez apoiou por dentro e girou para achar Sambueza se projetando pela direita; mesmo marcado, o meia conseguiu um bom chute, que saiu raspando a trave direita de Weverton, que estava no lance.

29'
Palmeiras

Zé Rafael fez jgada individual por dentro e bateu para o gol; a bola explodiu na zaga e o próprio Zé Rafael pegou o rebote para tentar o gol pela segunda vez, mas errou o alvo.

O jogo deu uma esfriada; o Palmeiras deixou a bola ficar mais com o Junior e observava, esperando uma brecha para um contra-ataque. O time colombiano, precisando da virada, vinha pra cima mas se ressentia de um bom organizador de jogadas, já que Matías Fernandez ficou como opção de banco. Assim, o jogo seguiu até o fim do primeiro tempo sem jogadas de destaque.


Segundo tempo

O Junior voltou tentando tomar a iniciativa do jogo, e o Palmeiras se postou para os contra-ataques. Bem posicionado na retaguarda, o Verdão mandou o scolarismo na veia e jogou de forma bem mais vertical que no primeiro tempo, quando preferiu ficar mais com a bola.

9'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Bruno Henrique bateu falta no ataque com rapidez; a defesa do Junior dormiu e Dudu deu dois passos com  bola dominada e soltou o canudo de fora, de trivela, acertando o ângulo esquerdo de Viera.

12'
Palmeiras

O Verdão deslanchou com o gol. Mayke roubou uma bola no campo de defesa e partiu em velocidade, tocou para Deyverson e aumentou a corrida, recebendo de volta, mas estava impedido. A tabela foi muito bonita!

13'
Junior de Barranquilla

Hernandez tentou de média distância e obrigou Weverton a fazer boa defesa, espalmando a escanteio. Único lance de perigo do Junior em todo o segundo tempo.

24'
Palmeiras

Mayke apoiou novamente, tabelou desta vez com Dudu e recebeu novamente entrando em diagonal, desta vez sem impedimento. O chute saiu forte, com direção, mas bola subiu um pouco demais e encobriu o travessão.

25'

Na primeira mexida, Felipão trocou Zé Rafael, aplaudido, por Felipe Pires. O jogo estava para contra-ataque.

32'
Palmeiras

Scarpa recebeu pela direita, nas imediações da área, e puxou para dentro, tentando o chute de esquerda, mas pegou mal na bola e errou o alvo.

33'
Junior de Barranquilla

Scarpa errou  na saída, Piedrahita cruzou por baixo mas Luan, atento, rebateu dentro da pequena área e aliviou.

34'
Palmeiras

Dudu abriu rápido para a velocidade de Felipe Pires do lado direito, o cruzamento por baixo veio preciso para Gustavo Scarpa, que estava sem goleiro, tocar par o gol – mas Viera ressurgiu do nada, como um raio, e buscou a boa finalização voando na bola e tirando o perigo. Lembrou as grandes defesas de São Marcos.

37'

Pouco depois, Scarpa deixou o campo para a entrada de Hyoran e saiu balançando a cabeça, ainda decepcionado com a chance desperdiçada.

42'

No fim, Deyverson deu lugar a Ricardo Goulart.

43'
Palmeiras

Depois de chutão de trás, Hyoran aproveitou a falha de Narváez e chutou forte, exigindo mais uma defesaça de Viera, que buscou no rodapé.

44'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Desta vez não teve jeito: Hyoran recebeu lateral batido rápido por Diogo Barbosa, acelerou a jogada, tocou para Dudu e correu pelo meio; Dudu executou o toque de calcanhar com muita precisão e Hyoran saiu livre na frente de Viera para fuzilar e fechar a conta.

47'
Palmeiras

Hyoran ainda teve mais uma chance após passe longo de Dudu, mas Viera mais uma vez estava no caminho.

Depois deste surpreendente bombardeio do Palmeiras no fim do jogo, o chileno Roberto Tobar encerrou o jogo.





Fim de jogo

Mesmo que a vitória não tivesse vindo, nossos jogadores seriam merecedores de todo o apoio diante da covardia de que foram vítimas. Diante de um jogo tão bom como este, devem receber a solidariedade até do palmeirense mais crica. Porque os agressores podem ser tudo, menos torcedores do Palmeiras.

Fica a esperança para que os responsáveis sejam identificados e punidos com rigor. Que os jogadores sejam bem instruídos quanto à origem do ataque e saibam que não tem nada a ver com nossa torcida, que podia estar bem chateada com a eliminação, mas não a ponto desse tipo de atitude.

O Palmeiras mostrou evolução novamente e parece ter revertido o vetor da oscilação. Deyverson saiu bastante da área, lateralmente, e puxou zagueiros, abrindo espaço para as infiltrações de Dudu, Scarpa e Zé Rafael. Bruno Henrique esteve mais solto e foi importante na troca de passes ofensiva. Os laterais, quando subiram, estavam bem cobertos. Felipe Melo marcou mais próximo. E a pontaria voltou a funcionar; o jogo terminou 3 a 0 e o melhor de nosso adversário foi o goleiro.

Acho que o grupo terá tranquilidade nesta pequena intertemporada e pode mostrar mais repertório daqui a duas semanas, quando voltará a campo em Arequipa, no Peru, em jogo que pode assegurar nossa vaga no mata-mata. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

28.791

R$ 1.698.179,85

Roberto Tobar

Palmeiras

GOL
Weverton
LAD
Mayke
ZAG
Luan
ZAE
Gustavo Gómez
LAE
Diogo Barbosa
VOL
Felipe Melo
VOL
Bruno Henrique
MEI
Gustavo Scarpa
MEI
Hyoran
MEI
Zé Rafael
ATA
Felipe Pires
MEI
Dudu
ATA
Deyverson
MEI
Ricardo Goulart
TÉCNICO
Luiz Felipe Scolari

Junior de Barranquilla

GOL
Viera
LAD
Piedrahita
ZAE
Pérez
ZAG
Gómez
LAE
Germán Gutierrez
VOL
Narváez
VOL
Cantillo
MEI
Sambueza
MEI
Hernandez
MEI
Moreno
MEI
Luís Díaz
MEI
Hinestroza
ATA
Rangel
ATA
Téo Gutierrez
TÉCNICO
Luis Fernando Suárez

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Duas boas defesas, uma em cada tempo.
7.5
Mayke
Um pouco disperso no primeiro tempo, voou no segundo.
7
Luan
Totalmente fora do ar antes do intervalo, provavelmente com cabeça no incidente. No segundo tempo, entrou no jogo e até fez uma boa intervenção.
5.5
Gustavo Gómez
Mais uma partida competente do xerife.
7
Diogo Barbosa
Vive grande fase, mais uma vez defendendo e apoiando com desenvoltura.
7.5
Felipe Melo
Voltou a preencher bem os espaços e a marcar de perto os adversários.
7
Bruno Henrique
Conseguiu subir ao ataque com consciência, sem deixar a defesa desguarnecida, e foi muito útil como apoio na construção das jogadas.
7
Gustavo Scarpa
Apesar do gol perdido (que foi mais mérito do goleiro), participou muito bem do envolvimento da defesa colombiana.
7
Hyoran
Um furacão: em 11 minutos participou de três jogadas agudas de gol, sendo que numa delas guardou.
8
Zé Rafael
Aparentemente sem sequelas do pênalti perdido no domingo, participativo e útil.
7
Felipe Pires
Conseguiu uma ou duas jogadas de velocidade em cima da defesa do Junior.
6.5
Dudu
Marcou um golaço e deu um lindo passe para outro. O camisa 7 foi o símbolo da resposta na bola dada pelo elenco.
8.5
Deyverson
Depois de um primeiro tempo, apesar do gol, destrambelhado, voltou mais concentrado e se recuperou, participando bem das jogadas de ataque.
7
Ricardo Goulart
Entrou a poucos minutos do fim.
s/n
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Mexeu na forma de jogar do time e foi premiado com uma bela vitória. Sem abrir mão do scolarismo.
7