Brincadeira e previsão de Luxemburgo: Gabriel Menino relembra primeiro gol no profissional

Gabriel Menino comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Bolívar, durante partida válida pela fase de grupos, Libertadores 2020, no Estádio Hernando Siles, na Bolívia.
Cesar Greco

Destaque do Palmeiras em 2020, Gabriel Menino ainda busca uma sequência de jogos na temporada 2021

Há exatamente um ano, Gabriel Menino anotava seu primeiro gol com a camisa do Palmeiras. A partida, vencida pelo Verdão por 2 a 1, foi na altitude de La Paz contra o Bolívar, ainda pela primeira fase da Libertadores.

“Eu estava muito ansioso pelo primeiro gol. Teve um jogo no Allianz Parque [contra o Sport] antes de enfrentarmos o Bolívar que eu tentei muitos chutes. O professor Vanderlei [Luxemburgo] disse para eu ter calma e até brincou comigo, dizendo que eu estava sendo o ‘chuta-chuta da Estrela’ do time”, relembrou Menino à TV Palmeiras.

“Já na preleção antes de entrarmos em campo na Bolívia, o Luxemburgo conversou comigo e pediu mais concentração e calma na hora do chute, pois ele sabia que o meu gol iria acontecer. Graças a Deus eu tive isso e consegui acertar aquele chutaço no ângulo, que foi meu primeiro gol no profissional”, acrescentou.

Captado pelo Palmeiras em 2017, quando atuava nas categorias de base do Guarani, Menino subiu ao time principal em janeiro do ano passado e imediatamente tornou-se uma importante peça. Titular nas finais do Paulistão e da Libertadores de 2020, o camisa 25 terminou a vitoriosa temporada passada como a Cria da Academia que mais vezes entrou em campo, com 61 jogos – ao todo, Gabriel Menino tem 85 partidas e cinco gols anotados pelo clube.

“Só tenho que agradecer ao Palmeiras, que me acolheu desde cedo. Vestir essa camisa pesada é gratificante. Agora é continuar, para fazer mais gols e conquistar outros títulos”, contou.

Após ótima temporada em 2020, Gabriel Menino ainda busca sequência de jogos em 2021

Todo o esforço feito na última temporada cobrou um preço para Gabriel Menino no início dos trabalhos em 2021. Ele teve que realizar um cronograma individual, entre abril e maio, para recuperar-se de um problema no tornozelo e isso o afastou de algumas partidas.

Depois que restabeleceu o físico, o camisa 25 não conseguiu engatar uma sequência de jogos porque foi convocado para defender o Brasil na Olimpíada de Tóquio e nos duelos preparatórios.

Desde que voltou do Japão, Menino disputou três partidas (sendo titular contra o Atlético-MG, no Mineirão) e nas últimas duas, ficou apenas como opção no banco de reservas. Com Zé Rafael suspenso e Danilo machucado, o jogador pode ganhar uma chance no jogo do Palmeiras contra a Chapecoense.

Com uma vitória nos últimos cinco jogos do Brasileirão, o Verdão viu a diferença para o líder aumentar para sete pontos. Apesar da sequência instável, o meio-campista ainda acredita no título Brasileiro: “Ainda há muitos jogos [do Campeonato Brasileiro] pela frente, nada é impossível. Temos de nos concentrar e focar que vai dar tudo certo. A gente sabe que só nós, podemos mudar a situação. Vamos reverter isso e começar a vencer de novo”, finalizou.

Dos 50 jogos que o Palmeiras fez na temporada, Gabriel Menino esteve em campo em 24 oportunidades e marcou um gol.