1
X
2

Bolívar 1x2 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Palmeiras venceu o Bolívar por 2 a 1 em La Paz e ficou numa posição bem confortável no Grupo B da Libertadores. Jogando com inteligência e maturidade, o time soube aproveitar a falta de ritmo do adversário e construiu a vantagem, para administrar o placar na parte final do jogo.

Com o resultado positivo, basta vencer o Guaraní na próxima semana Asunción para o Verdão ser o primeiro classificado para a fase eliminatória da competição.

Primeiro tempo

O Palmeiras iniciou o jogo de forma muito cautelosa, abrindo mão da posse de bola, aparentemente poupando o físico. Mesmo com a bola, o Bolívar, conforme o esperado, não conseguia articular as jogadas, sentindo claramente a falta de ritmo de jogo.

11'
Palmeiras

Ramires enfiou a bola para Rony por trás do lateral; o camisa 11 entrou na área e bateu rasteiro, mas Rojas pegou firme.

12'
Palmeiras

Raphael Veiga recebeu na direita, cortou para dentro e arriscou de canhota – Rojas pegou mais uma.

14'
Palmeiras

Gabriel Menino sofreu falta na ponta direita; Raphael Veiga suspendeu na área e Luan subiu sozinho para cabecear. Acabou iludido pela velocidade diferente da bola e errou a linha para cabecear, pegando só de raspão.

18'
Bolívar

Arce cruzou da esquerda no segundo pau para Riquelme, que cabeceou por cima, sem perigo. O argentino tinha pouco ângulo.

25'

Gabriel Menino, convenientemente, sentiu uma lesão no pulso e parou o jogo por cerca de dois minutos.

29'
Palmeiras

Rony foi lançado na esquerda; Willian se projetou na área e Veiga chegou de trás; o camisa 11 preferiu rolar para Veiga que bateu sem muita força, facilitando para Rojas.

33'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Rony foi lançado em velocidade, ganhou de Jusino, girou dentro da área e levou o rapa do zagueiro boliviano – o juiz chileno marcou o pênalti. Willian bateu bem, rasteiro no canto direito, e abriu o placar.

37'
Bolívar

Arce cruzou da direita; Riquelme, único jogador do Bolívar na área, conseguiu a testada, mas mandou por cima.

42'
Bolívar

Após escanteio da direita, Gutiérrez subiu na risca da pequena área para cabecear, mas Gustavo Gómez surgiu com muita precisão para desviar a escanteio.

45'
Bolívar

Gabriel Menino caiu e resvalou a mão na bola na lateral da área; a falta foi batida no segundo pau e Fernández bateu forte, mas Viña travou a finalização.

47'

Com dois minutos de acréscimo, o juiz chileno, que marcou poucas faltas, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

O Verdão voltou sem alterações para o segundo tempo.

5'
Bolívar

O Bolívar saiu jogando rápido, Ábrego recebeu na intermediária com liberdade imensa e bateu forte; Luan se atirou na bola e desviou a escanteio.

6'
Palmeiras

Veiga lançou Rony na correria; ele recolheu na ponta, entrou na área e tentou bater de curva, mas foi travado.

7'
Palmeiras

Zé Rafael, por dentro, ganhou espaço e bateu cruzado de canhota, mas Rojas foi bem e defendeu firme.

8'

Bruno Henrique no Ramires, a primeira mexida de Luxa.

10'
Bolívar

Arce arriscou chute de longe, mas mandou por cima. Sem conseguir articular jogadas, o Bolívar começou a apelar.

14'
Palmeiras

GOLAÇO DO PALMEIRAS! Gabriel Menino arriscou da intermediária e guardou na última gaveta de Rojas, no canto esquerdo. Um foguetaço.

16'
Bolívar

Após tabela na área pela esquerda, Saavedra bateu chapado; a bola saiu à direita de Weverton.

21'
Bolívar

Após cruzamento da direita, Riquelme testou livre e obrigou Weverton a fazer uma grande defesa, mandando a escanteio.

21'
Bolívar

Gol do Bolívar – Na cobrança de escanteio da direita, Gutiérrez desvio no primeiro pau e Riquelme, livre, aproveitou e mandou para as redes.

25'
Palmeiras

Zé Rafael abriu para Veiga, na velocidade; ele cortou para dentro e mandou outro foguetaço, desta vez a bola saiu à direita, muito perto do gol.

28'

Danilo entrou no lugar de Raphael Veiga, Gabriel Veron no de Rony.

32'

O Palmeiras se encolheu demais, muito cedo. É ataque contra defesa.

34'

Weverton tirou as luvas e caiu no chão, acusando falta de ar. Ganhou mais de um minuto.

35'
Palmeiras

Gabriel Menino, empolgado, recebeu na meia e arriscou de canhota; desta vez errou o alvo por muito.

38'
Bolívar

Anderson avançou pela meia direita e bateu de canhota; Weverton pegou firme.

39'
Palmeiras

Bruno Henrique roubou, enfiou na direita para Gabriel Menino que cruzou no segundo pau; Zé Rafael fechou e tentou emendar, mas tinha pouco ângulo.

40'

Gustavo Scarpa entrou no lugar de Zé Rafael; Vitor Hugo no de Willian. Verdão coloca mais um zagueiro para prevenir as jogadas aéreas.

45'
Bolívar

Rey tentou a jogada individual por dentro e bateu de fora, mas pegou muito embaixo da bola.

49'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu falta da meia direita e acertou o travessão de Rojas; Veron tentou aproveitar o rebote mas foi travado.

50'

O juiz chileno encerrou o jogo e o Verdão venceu a terceira na Libertadores.



Ficha Técnica

0

R$ 0,00

Piero Maza

Bolívar

Javier Rojas
Bejarano
Jusino
Gutiérrez
Jorge Flores
Machado
Rey
Oviedo
Saavedra
Anderson
Fernández
Ábrego
Arce
Riquelme
Claudio Vivas
TÉCNICO


Fim de jogo

O Verdão sentiu a temperatura do adversário nos minutos iniciais, entendeu a partida e jogou com inteligência. Insistiu nas bolas esticadas para Rony e foi recompensado ainda no primeiro tempo ganhando um pênalti de presente do adversário.

Administrando muito bem o físico, usando a catimba para picotar o jogo e evitar um desgaste maior e usando bem o fato de poder mudar cinco atletas, nosso time administrou a vantagem e aumentou o placar num lance de felicidade extrema de Gabriel Menino, que não poderia ter marcado seu primeiro gol com nossa camisa de maneira melhor.

Depois de tomar um gol de jogada de casquinha, Luxa mexeu mais duas vezes. As mudanças até que não foram ruins, mas o novo posicionamento adotado talvez pudesse ter sido melhor – Veron entrou muito recuado e o time perdeu o contra-ataque, dando chance ao time da casa de armar um sufoco.

Nossa zaga, em grande noite, e ainda reforçada por um terceiro elemento no final, no entanto, deu conta e o Verdão pôde comemorar mais uma vitória.

A nova rotina de virar a chavinha segue: domingo o time vai a Porto Alegre enfrentar um Grêmio pressionado na Libertadores, que provavelmente vai poupar titulares. É uma grande chance de recuperar pontos não esperados em nossa projeção inicial, manter a confiança em alta para, enfim, carimbar a vaga no Paraguai, encerrando o giro pela América do Sul. Estamos subindo! VAMOS PALMEIRAS!





  • “Cada vez mais scolarista” ao contrário de alguns amigos Palmeirenses, eu fico terrivelmente aflito lendo isso…

  • Não pude assistir ao jogo. Na hora estava viajando, e a “querida” companhia aérea não tinha SBT em sua programação, apenas Globo.

    Enfim, levando em conta todos os comentários que li e ouvi, parece que realmente jogamos inteligentemente. O Luxa arriscou um pouco ao poupar alguns titulares, e acho que fez bem. Estamos em uma situação confortável no grupo, e devemos nos classificar com facilidade.

    O trabalho do Luxa está começando a aparecer e jogadores antes desacreditados estão retomando o futebol. Pegamos agora um time muito pressionado pelo Brasileiro, e que tem um clássico importante na sequência. Vamos virar a chavinha e buscar os três pontos! Vamos que dá!

  • Não concordo com essa nota toda para a defesa. Nas bolas aéreas foi um sufoco, não ganhavam uma. No jogo contra o Sport foi a mesma coisa.
    Fora isso, boa partida, especialmente para dar moral ao Menino e ao Rony.

  • Ao meu ver o Menino foi o melhor do time, daria 9.5 baita golaço! Não concordo com o Viña, ele ta jogando menos que o Diogo Barbosa, não marca e quando ataca erra tudo, não sei o que houve. No mais show, jogamos bem e concordo que a recuada foi demasiada. O Veron não foi legal, errou duas puxadas de contra-ataque. Resultado TOP, bom pra dar moral, domingo vamos afundar o Gremio, AVANTI PALESTRA!

  • Teve jogo na Fox? Então foi por isso que audiência no SBT foi tão baixa, que é uma das bandeiras dos mulambos hoje nos twitters da vida…

    • Sim….mas cara, nem esquenta com isso. Mulambos sendo mulambos né, pergunta para um deles quando o time deles joga na Liberta…ops, foram eliminados? kkkkkkkkk

  • Luxembirgo e todo time está de parabéns, jogaram com inteligência.

    Gustavo Gomez, como sempre, jogou muito. Melhor em campo…

  • Vi o jogo no SBT, embora goste muito da narração do Nivaldo Prieto da Fox.

    O Bolivar estava nitidamente fora de ritmo, a unica jogada deles era a bola aérea, não conseguiam trocar passes para tentar envolver a defesa do Palmeiras, mas o Verdão tem nada haver com isso, foi la e trouxe os 3 pontos , se vencer o Guarani PR ja garante a vaga nas oitavas, depois tem mais 2 jogos em casa pra tentar fazer a melhor campanha da primeira fase.

  • Tem jogo que aos 10 minutos a gente já vê a zica instalada.

    Dessa vez não, já fiquei otimista desde o inicio. Já deu para ver a postura vencedora de cara.

    Um pecado aquela bola do Scarpa não ter entrado.

    Meu único momento de irritação foi ver o Rony comemorando a marcação do pênalti. O juiz marcou? Ótimo. Mas vai comemorar só depois da bola na rede, caceta! Que mania besta!

    Mas admito que ele mesmo foi muito bem. Além da sua boa preparação, teve força mental para correr sem medo de ficar sem ar. Ganhou muitos pontos por esta postura.

    • Concordo 100% com tudo que disse!!! Torci por duas coisas, gol do Scarpa e do Rony…infelizmente não deu.

  • Vendo a qualidade no chute e no passe do Gabriel Menino e do Patrick podemos concluir que nossa base está muito profissional. O jogador chega pronto, não é sorte, é competência.

  • O jogo tbm vai ser transmitido pelo Youtube no canal do SBT.

    Apesar dos desfalques que são muitos dá pra ganhar, o Bolivar 6 meses parado, se não ganhar já viu…não vou palpitar pra não atrair coisa ruim, mas tô confiante.

    Avante Palestra, rumo ao Bi.

  • Sabemos que na altitude o importante é pontuar. A falta de ritmo deles deve nos ajudar, mas mesmo assim 1×0 fica de ótimo tamanho. Gol do Veron e como foi muito bem colocado pelo Conrado, nem precisa jogar bem.

  • Os cara tão parado a 6 meses, tá certo que o jogo vai ser na altitude e tudo mais, mas estamos com mais ritmo já jogamos clássicos e até final de campeonato, não esperava por esses desfalques aí…mas dá pra ganhar sim, 2×0 Willian e Wesley.

  • 2×0 !!
    Gomez de cabeça após escanteio no 1o tempo
    Vinã (não é Viña. É Vinã!!!) no segundo tempo, bola rebatida do goleiro sobra pra ele na área.

  • Acho altitude sempre perigoso. Mas se jogar com inteligência ganha sem sustos.

    0-2. Bigode e Gómez.