2
X
0

Palmeiras x GrêmioCesar Greco

O Palmeiras venceu o Grêmio por 2 a 0 esta noite no Allianz Parque, numa partida muito fácil e definida logo nos primeiros minutos. O Verdão fez um primeiro tempo muito forte, abriu a vantagem em 16 minutos e desperdiçou muitas chances de fazer outros gols.

A quarta vitória seguida alçou o Palmeiras à liderança do campeonato ao final da décima rodada. Segundo Felipão, que acabou de ser anunciado como novo técnico do Grêmio, não larga mais. Calma, Felipão…

Primeiro tempo

1'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! No primeiro ataque pelo lado esquerdo, Gustavo Scarpa disputou uma bola viva no bico da grande área e ela sobrou para Raphael Veiga, que girou rápido e colocou no canto esquerdo de Brenno, na marca de 15 segundos de jogo.

3'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu falta da direita na risca da pequena área; Victor Bobsin desviou para trás e quase fez contra – a bola saiu à direita do gol em escanteio.

13'
Palmeiras

Wesley foi lançado por Viña na esquerda, entrou em diagonal e inverteu para o apoio de Gabriel Menino, que bateu cruzado; Raphael Veiga desviou para o gol e Brenno fez uma grande defesa por baixo, no reflexo.

16'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Depois de roubada de bola na intermediária ofensiva de Zé Rafael, Wesley deu um lençol em Douglas Costa e abriu para Viña, que recolheu e cruzou na marca do pênalti; Gabriel Menino entrou como centroavante e testou com muita categoria, no chão, tirando de Brenno e mandando a bola no canto esquerdo do jogo.

25'
Palmeiras

Gustavo Scarpa tocou para Wesley dentro da área, pelo lado esquerdo; o camisa 11 bateu cruzado; Rony ainda tentou emendar de carrinho mas a bola saiu à esquerda do gol.

28'
Grêmio

Douglas Costa trabalhou pela meia direita e arriscou o chute de fora; Jailson pegou bem por baixo, em dois tempos.

30'
Palmeiras

Scarpa comandou o contra-ataque; Rony disparou e puxou a defesa; Danilo apoiou e recebeu na meia-lua, desmarcado, mas se atrapalhou para ajeitar a bola e o chute saiu todo mastigado.

34'
Palmeiras

Gabriel Menino recebeu aberto pela direita e cruzou rápido por baixo, com muita curva na bola; Rony fechou na pequena área mas errou na hora de escorar, mandando para fora.

39'
Palmeiras

Gustavo Gómez lançou Rony em velocidade; no 1×1 contra Geromel ele fez o breque dentro da área e girou para a chegada de Raphael Veiga, que bateu para o gol; a bola bateu no braço de Rafinha e voltou para Veiga, que tentou de novo e obrigou Brenno a fazer uma ótima defesa. Foi pênalti no primeiro lance mas o VAR preferiu ignorar.

47'
Grêmio

Diego Souza bateu falta central da intermediária; Jailson pegou firme no meio do gol.

47'

O árbitro Felipe Fernandes, que tentou aparecer mais que os jogadores o tempo todo, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

2'
Grêmio

Luan errou o domínio em bola recuada; Ferreira roubou e partiu em direção à área; o ponta gremista rolou para dentro e Ricardinho finalizou – Jailson cresceu e fez uma enorme defesa.

4'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu falta da direita; a bola desviou na barreira e Brenno colocou em escanteio. Depois da cobrança, Rony recolheu a bola na intermediária e arriscou um foguete; a bola passou assobiando ao lado do poste direito.

17'
Palmeiras

Gustavo Scarpa bateu escanteio da direita; Luan desviou de cabeça no primeiro pau e a bola cruzou o gol do Grêmio, raspou na trave e saiu.

19'

Breno Lopes entrou no lugar de Wesley.

23'

Rony deu lugar a Deyverson.

25'
Palmeiras

Zé Rafael tabelou com Gustavo Scarpa, invadiu a área e finalizou; a bola saiu por cima do travessão.

32'

Saíram Gabriel Menino, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; entraram Felipe Melo, Mayke e Patrick de Paula.

 

34'
Palmeiras

Deyverson deu uma casquinha, Danilo brigou e tocou para a entrada de Breno Lopes; Kannemann cortou parcialmente e a bola ficou com Raphael Veiga, que soltou um canhão no travessão.

38'
Palmeiras

Danilo acionou Breno Lopes na direita; ele entrou em diagonal e finalizou da meia direita; a bola saiu lambendo o rodapé esquerdo de Brenno, batido.

43'
Grêmio

Após rebote da zaga, Léo Pereira finalizou de fora e Jailson pegou firme no meio do gol.

48'

O árbitro encerrou o jogo rápido para não se complicar.



Ficha Técnica

Grêmio

Brenno
Rafinha
Ruan
Geromel
Kannemann
Diogo Barbosa
Alisson
Victor Bobsin
Jean Pyerre
Matheus Henrique
Vanderson
Léo Pereira
Douglas Costa
Ferreira
Diego Souza
Ricardinho
Thiago Gomes
TÉCNICO


Fim de jogo

Aos 16 minutos de jogo, já estava 2 a 0. O volume de jogo do Palmeiras era avassalador e mesmo o gol-relâmpago, marcado aos 15 segundos de jogo, não foi acidente, e sim resultado da proposta ofensiva de Abel Ferreira.

Wesley, Rony, Scarpa e Veiga se movimentaram de forma muito intensa desde o primeiro segundo, literalmente, e os quatro participaram da primeira jogada já nas proximidades da área. Veiga foi muito feliz no giro, colocando a bola no canto baixo de Brenno – sua competência técnica complementou a agressiva disposição tática.

Os quatro se mexiam freneticamente com apoios eventuais dos volantes e dos laterais, conforme o lado do ataque. Danilo, Viña, Zé Rafael e Gabriel Menino se revezavam no apoio, dando mais opções de passes para quem estava com a bola, e a defesa do Grêmio não fazia a menor ideia de como parar nosso ataque.

O Palmeiras já havia desperdiçado mais duas excelentes chances de gol antes de fazer o segundo, aos 16 minutos, em jogada rápida após roubada de bola na intermediária ofensiva. E o cruzamento de Viña encontrou o outro lateral: Gabriel Menino, entrou na área como centroavante e testou para o gol como centroavante.

O massacre continuou e as chances de ampliar foram se sucedendo. Rony não estava numa noite muito feliz; um pouco atrapalhado com a bola, lembrou um pouco aquela sua fase inicial do início de 2020. Mesmo assim, ajudou a criar várias chances e a arbitragem deixou de marcar um pênalti para o Palmeiras no fim do primeiro tempo.

No segundo tempo, embora Abel tenha dito após o fim do jogo que pediu aos jogadores que tivessem atenção (o placar de 2 a 0, quando se sofre um gol, é o que mais pode causar mudanças no estado anímico dos dois times), o Grêmio começou disposto a reagir.

O time gaúcho entrou em campo no primeiro tempo nocauteado. Aparentemente, a notícia da contratação de Felipão tirou todo o foco dos jogadores, que pegou pela frente um Palmeiras ofensivo e inspirado. Mas para o segundo tempo, já inseridos no calor da partida, o Grêmio veio mais focado e quase complicou o jogo exatamente num erro de concentração, quando Luan errou um domínio de bola e Ferreira construiu uma jogada que Ricardinho finalizou de frente para Jailson. Foi a vez de nosso goleiro brilhar e ser fundamental na vitória.

O Grêmio continuou tentando agredir o Palmeiras, mas nosso time não cometeu mais erros e controlou a partida. No segundo tempo, mesmo contra um adversário mais focado e disposto a reagir, o Palmeiras correu poucos riscos e seguiu mais perigoso, embora com menos volume de jogo.

A vitória foi merecida e o placar foi modesto. E é até melhor que tenha sido assim, já que uma goleada poderia induzir alguns jogadores e a torcida a uma soberba absolutamente indesejada.

Chegamos à liderança, mas ela não vale nada por enquanto. O objetivo é ter esse bastão nas mãos na rodada 38, e até lá temos muitos adversários pela frente, tendo ainda a Libertadores como objetivo paralelo. Estamos eufóricos agora, mas temos que manter essa energia nos momentos de dificuldade que virão nos próximos cinco meses.

Todos, juntos, seremos fundamentais nessa trajetória. VAMOS PALMEIRAS!