2
X
2

26/06/2022 - 16:00

O Palmeiras apenas empatou com o Avaí por 2 a 2, na Ressacada, e perdeu a chance de disparar na ponta do Brasileirão. O ponto somado, contudo, permite ao Verdão se manter na ponta mesmo com mais uma derrota, já que segue com três pontos e bastante saldo de vantagem sobre o segundo colocado.

Se o resultado não chegou a ser de todo ruim, a forma como aconteceu deixa um gosto ruim na boca, já que o time virou o jogo no segundo tempo mas acabou sofrendo o empate numa falta contestável.

O primeiro tempo do time da casa foi muito consistente: com linhas de marcação altas, o Avaí corajosamente encaixotou o Palmeiras e a saída de bola não funcionava. Com espaço no campo de ataque e dois velocistas – Wesley e Breno Lopes – o Verdão não conseguia então ligar a conexão rápida, e o primeiro tempo foi bem pobre em chances de gol, embora tenha sido disputado e até agradável de assistir.

O lance final foi lamentável: numa jogada em que bastava fechar o espaço e cercar o adversário, Gustavo Gómez acabou se chocando faltosamente com o adversário dentro da área – o juiz quase o agradeceu antes de marcar o pênalti, que Bissoli converteu bastante pressionado por Weverton.

Curiosamente, o placar adverso no intervalo fez bem ao Palmeiras, que melhorou a mentalidade para o segundo tempo – e o oposto pode-se dizer do time da casa, que voltou menos corajoso e deu os espaços que o Palmeiras precisava no início da construção. Se o placar do intervalo fosse empate, talvez o jogo tivesse se mantido mais renhido no segundo tempo.

E com espaço no primeiro terço as jogadas foram construídas de forma mais sólida. Rapidamente o Verdão chegou ao empate, num pênalti bem batido por Scarpa. E com as mexidas de Abel o Palmeiras virou o jogo, após jogada inspirada de Wesley e presença de área de Rony.

A vitória parecia encaminhada, mas uma falta marcada pela arbitragem – igual a várias que ele deixou de dar do outro lado – foi muito bem batida por Jean Pyerre, e o placar voltou a ficar igual.

O Palmeiras fez todas as mexidas que podia e foi para o abafa no final. Já perto dos acréscimo, Vladimir fez a defesa que garantiu ao time da casa o empate, em cabeçada de Rony após centro de Atuesta. Satisfeito, o juiz encerrou o jogo.

O calendário obriga Abel a fazer escolhas. Ou arrisca o resultado, escalando um time mais modesto, ou arrisca a integridade física do elenco, colocando força máxima. Ao optar por colocar um time com apenas 4 titulares (cuja condição o treinador refuta, para manter o moral do elenco alto), a cartada era tentar conseguir os 3 pontos salvando energia para a Libertadores.

É exatamente para isso que desejamos ter a gordura acumulada – para poder queimar quando o plano mais arriscado não der certo. Seguimos com uma rodada de vantagem; podemos lamentar que a margem poderia ser maior, mas talvez seja melhor que lamentar uma lesão séria que pode comprometer o resto da temporada.

É assim, andando no fio da navalha, que todos os clubes que aspiram vencer todos os troféus precisam disputar as temporadas no Brasil. Somos felizes por sermos um dos poucos com condições de desejar tudo, protagonizando o futebol brasileiro. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Escalação

Avaí

Vladimir
Kevin
Bressan
Arthur Chaves
Bruno Cortez
Bruno Silva
Raniele
Nonoca
Eduardo
Jean Pyerre
Guilherme Bissoli
Jean Cleber
William Pottker
Muriqui
Morato
Eduardo Barroca
TÉCNICO


Primeiro tempo

5'
Palmeiras

Gustavo Scarpa cruzou na direita; Rafael Navarro testou firme no canto esquerdo – Vladimir foi no rodapé e fez ótima defesa.

42'
Avaí

Após bola alçada na área, Mayke afastou e Breno Lopes tentou ligar rápido para armar o contra-ataque mas deu nos pés de Eduardo, que, de frente para o gol, bateu colocado – Weverton voou mas a bola acabou saindo ao lado do poste esquerdo.

52'
Avaí

Gol do Avaí – Gustavo Gómez fez falta em Pottker junto à linha de fundo e o juiz assinalou a cal. Guilherme Bissoli bateu firme e converteu.

52'

Logo na sequência, Wagner do Nascimento Magalhães encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

Os dois times voltaram sem alterações dos vestiários.

1'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Após cobrança de escanteio da esquerda, Gustavo Gómez ajeitou de cabeça e Zé Rafael bateu firme; a bola explodiu na mão de Bressan e o juiz deu o pênalti. Gustavo Scarpa bateu no canto esquerdo alto e empatou o jogo.

4'
Palmeiras

Mayke foi ao fundo e cruzou; Wesley fechou no segundo pau e bateu de primeira – a bola saiu assobiando ao lado do poste esquerdo de Vladimir.

10'
Palmeiras

Breno Lopes foi ao fundo e cruzou rasteiro; Rafael Navarro escorou errado e mandou muito torto, e ainda atingiu Bressan na extensão do movimento.

12'
Avaí

Kevin bateu falta da meia esquerda no ângulo; Weverton foi buscar e mandou a escanteio.

14'

Saíram Gustavo Scarpa e Breno Lopes para as entradas de Raphael Veiga e Rony.

16'
Palmeiras

Kevin vacilou; Rafael Navarro brigou, levou vantagem, saiu na frente do goleiro e bateu chapado – a bola subiu demais e saiu raspando o travessão.

20'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Wesley fez excepcional jogada pela esquerda e bateu cruzado; Rony fechou na pequena área e empurrou para as redes do Avaí.

23'

Saiu Wesley e entrou Dudu.

27'
Avaí

Gol do Avaí – Jean Pyerre bateu falta da meia esquerda com categoria; a bola bateu na trave do lado de dentro, na forquilha, e entrou.

33'
Palmeiras

Raphael Veiga bateu falta da esquerda; Navarro raspou e Gustavo Gómez quase chegou para conferir no segundo pau, mas a bola acabou encobrindo o camisa 15.

37'

Entraram Atuesta e Gabriel Veron; saíram Gabriel Menino e Rafael Navarro.

44'
Palmeiras

Atuesta cruzou da direita; Rony testou no chão e Vladimir fez uma defesa monstruosa.

50'

Sem critério, Wagner do Nascimento Magalhães encerrou o jogo.



Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Sem culpa nos gols, mostrou a colocação de sempre para evitar o pior.
7
Mayke
Bem na marcação, se arriscou pouco no ataque.
6.5
Gustavo Gómez
Cometeu um pênalti desnecessário que não teve maiores consequências porque o empate veio rápido. Pela experiência, podia ter evitado.
6
Luan
Fez um ótimo início de jogo, no momento mais agudo do adversário.
7
Jorge
Depois de um bom início, foi caindo, caindo, até chegar no nível "Rivaldo do Avaí". Tá difícil.
5.5
Gabriel Menino
Bom jogo, cada vez mais adaptado à função. Já está jogando melhor que o Danilinho do Tite. Mas bem longe ainda do nosso Danilão.
6.5
Atuesta
Entrou ligado, aproveitando o espaço dado pelo recuo do time da casa. Participou bem das construções.
6.5
Zé Rafael
Sofreu com o encaixotamento feito pelo time da casa na maior parte do jogo - mesmo assim, teve participação fundamental no pênalti.
6.5
Breno Lopes
Seria a válvula de escape do time com o avanço das linhas de marcação do adversário, mas não aproveitou. Fica com o benefício da dúvida: o problema foi a flecha ou os arcos?
6
Rony
Rapidamente após entrar, marcou o gol da virada. Já fez seu papel.
7
Gustavo Scarpa
Na função de articulador principal, sempre aparece bem. Mais uma vez, o grande nome do time.
7
Raphael Veiga
Entrou para recuperar ritmo.
6
Wesley
Fez uma jogadaça no lance do gol da virada. Precisa ser mais constante.
7
Dudu
Não conseguiu encaixar um bom jogo, mais uma vez.
6
Rafael Navarro
Mesmo com seu lance não fazendo muita diferença, já que a virada veio 4 minutos depois, vai esgotando a paciência da torcida. Pena.
5
Gabriel Veron
s/n
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Manteve firme seu plano de gestão de energia e escolheu jogar com um time mais fraco. Arriscou, e o calendário atual exige isso. Acabou encaixotado pelo Avaí no primeiro tempo.
6




  • O que faltou foi só os reservas pelo menos igualarem a vontade e a garra dos adversários que sabem que são inferiores e por isso mesmo, comem a grama contra a gente. Se eles tivessem pelo menos a vontade de dar tudo que tem para ficar no time titular, estaríamos melhor ainda na tabela. Pensando bem, olha que momento mágico, nós palmeirenses passamos: Lider da Liberta pelo 2o ano seguido e líder do Brasileiro reclamando por ficarmos “só” com 3 pontos na liderança do Brasileiro. kkk