Abel Ferreira analisa revés e elogia time mexicano

Técnico palmeirense concedeu entrevista na saída do gramado

Abel Ferreira
Cesar Greco/Ag.Palmeiras

O Verdão enfrentou neste domingo (7), o Tigres, do México, pela semifinal do Mundial de Clubes e saiu derrotado por 1 a 0. O gol do time mexicano foi marcado por Gignac, aos 8′ da segunda etapa.

Ainda no gramado do Education City Stadium, Abel Ferreira concedeu entrevista e comentou o revés.

“Quando ganhamos não está tudo bem, quando perdemos não está tudo mal. O que nós vimos aqui foi que nos comprometemos. Não vamos ganhar sempre, mas vamos lutar sempre para ganhar. Foi o que nós fizemos. Infelizmente a bola não quis entrar. Jogo fica definido pelo detalhe do pênalti”, disse o comandante alviverde.

Questionado sobre o desempenho da equipe alviverde na partida de hoje, o português preferiu elogiar o time adversário.

“Não [sentimos o gol]. Muita gente não conhece nossos adversários. Falei antes que é um adversário com muita qualidade individual e coletiva. Fez isso contra nós e contra todos. Nós tivemos nossas oportunidades, adversário também teve. Esses jogos são definidos por detalhes, e hoje foi um pênalti que fez a diferença. Vamos valorizar o que fizemos e o que o adversário fez. Não jogamos sozinhos. Infelizmente, essa última oportunidade do Luiz Adriano não entrou. Não fomos tão eficazes como costumamos ser. Nesses jogos todos os detalhes contam”, completou

A passagem do Palmeiras pelo Catar conta ainda com mais um confronto. Na quinta-feira, o time alviverde disputa o terceiro lugar contra o perdedor do jogo entre Bayern de Munique, da Alemanha, e Al-Ahly, do Egito.

  • Retrospecto do árbitro em nossos jogos é ótimo, levando em conta que vencemos o primeiro jogo por 1×0. Estive naquele 4×0 contra o Atl-PR que abriu a caminhada para o enea!