Palmeiras joga bem, faz 2 a 0 no Botafogo-PB, e avança na Copinha

Gol de YanO Palmeiras venceu o Botafogo-PB por 2 a 0 e avançou para a terceira fase da Copa São Paulo, quando enfrentará o vencedor da partida entre Bahia e Taubaté. O Verdão abusou do direito de perder gols, e ainda teve dois pênaltis a seu favor não marcados pela arbitragem. 

Com apenas uma modificação em relação ao time do jogo anterior – Pablo entrou no lugar de Vitão, suspenso – o Palmeiras entrou no jogo sufocando o time paraibano. Chances claras foram perdidas por Léo Passos e José Aldo nos minutos iniciais; além de dois pênaltis indiscutíveis não marcados pela péssima arbitragem, sobre Maílton e Léo Passos.

A partir dos 25 minutos o Botafogo conseguiu sair de trás, subindo um pouco a marcação e diminuindo o desequilíbrio da partida. Anderson, com a belíssima camisa azul que tradicionalmente nossos goleiros envergam, chegou a operar um pequeno milagre, mas o Palmeiras seguia dominando – Fernando teve uma excelente chance aos 35.

Apesar de ser jogo de mata-mata, o Palmeiras jogava como se fosse fase de grupos, sem forçar, chegando à frente naturalmente. E de chance perdida em chance perdida, chegamos ao fim do primeiro tempo, sem gols.

Alan entrou no lugar de Matheus Neris no intervalo, deixando o time mais ofensivo. E o Botafogo, de forma valente, tentou se aproveitar do espaço que passou a encontrar no meio para tentar atacar o Palmeiras. Com isso, os dois times alternaram descidas interessantes e o jogo ficou bastante agradável de se assistir.

Aos 8, em contra-ataque coordenado por Alan, Fernando foi lançado em velocidade e cruzou por baixo, para a chegada de Yan, que tocou para o gol vazio: 1 a 0, merecido.

O Botafogo ficou dividido entre se expor para buscar o empate ou continuar jogando o jogo e tentar furar nossa defesa sem se lançar com energia ao ataque. O Palmeiras, com o placar na mão, jogava xadrez, fazendo o relógio passar. Até que aos 34, Yan bateu falta da direita e Gabriel Furtado cumprimentou de cabeça, mandando no canto direito de Isaías: 2 a 0. Na comemoração, imitou um pitbull.

Com desvantagem de dois gols, o Botafogo se entregou e o jogo caminhou de forma tranquila até o final.

O Palmeiras jogou com Anderson; Maílton (Gabriel Furtado), Pablo, Iago e Luan Cândido (Matheus Bahia); Matheus Neris (Alan), Johnny e José Aldo (Juninho); Yan, Léo Passos (Papagaio) e Fernando (Adryelson).

  • Czar_XXIII

    Pênalti não marcado a favor do Palmeiras é a coisa mais corriqueira do futebol.

    Mas, estou ficando louco ou aquele pênalti em Léo Passos foi uma das coisas mais escandalosas e fáceis de marcar de todos os tempos? Revi o lance inúmeras vezes e é tudo bizarro. Foi uma rasteira estúpida, desnecessária, violenta, o marcador não encosta na bola e ainda é bem na cara do juiz.

    Chega a ser preocupante, pois esta arbitragem inaugura um patamar superior de roubos acintosos contra o Verdão.

  • Antonio Paulino

    O Alan desfila. A maneira dele jogar lembra demais o Coutinho.

  • 9 – MARQUINHO

    Nossa defesa vai muito bem. Sofreu apenas 1 gol em 4 jogos. Gol de bola desviada que tirou o goleiro da jogada.
    O meio de campo tem bons valores – Johnny, José Aldo, Alan…
    O ataque é rápido com Fernando e Yan…
    Falta apenas um 9 matador neste time.