Dudu pede reação do Palmeiras no Brasileirão: “Temos que trabalhar mais”

Dudu comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Red Bull Bragantino durante partida válida pela vigésima quinta rodada do Brasileirão 2021, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Autor de um dos gols do Verdão contra o Bragantino, Dudu falou também da presença dos torcedores no último sábado

Há quatro jogos sem vencer no Brasileirão, o Palmeiras volta a campo na noite desta terça-feira, para enfrentar o Bahia, em Salvador. Para este duelo, a comissão técnica deve escalar novamente entre os titulares, o atacante Dudu, que fez um dos gols do Verdão no jogo do último sábado frente ao Red Bull Bragantino.

Ídolo da torcida, o camisa 4+3 anotou seu 73º gol com a camisa do Palmeiras. Além ser o maior artilheiro do elenco, o atacante também lidera o ranking das assistências, com 80 passes para gol.

“Fomos nós, jogadores, que chegamos a essa situação de não vencer no Brasileiro e só nós que podemos tirar o Palmeiras dessa sequência ruim. Então a gente precisa trabalhar mais, treinar mais e entrar mais focado nos jogos para voltar a vencer”, disse à TV Palmeiras/FAM.

Assim como o Palmeiras, o Bahia também não vem atravessando um bom momento na competição. 17º colocado da tabela de classificação, o tricolor baiano tem apenas uma vitória nos últimos cinco jogos.

“Sabemos a força do Bahia em Salvador, esperamos um jogo difícil, mas a gente precisa voltar a vencer no Brasileiro. Vamos entrar bem focados e espero que a gente ganhe do Bahia”, projetou Dudu.

O técnico Abel Ferreira terá dois reforços importante na partida: Gabriel Menino e Felipe Melo. Os dois não atuaram contra o Bragantino porque estavam cumprindo suspensão automática.

Dudu fala sobre a volta da torcida no Allianz Parque

Dudu comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Red Bull Bragantino, durante partida válida pela vigésima quinta rodada do Brasileirão 2021, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Contra o Red Bull Bragantino, o Palmeiras pôde contar, após 578 dias (57 jogos), com a presença da torcida. Ao todo, 8.884 pessoas estiveram presentes no Allianz Parque (que só pôde receber 30% da capacidade).

Durante todos os 90 minutos, mesmo com o Verdão atrás do placar, o torcedor apoiou o time; as vaias vieram somente ao final do duelo. Para Dudu, a ajuda dos palmeirenses será fundamental para que a equipe chegue bem no dia 27 de novembro, data da final da Libertadores.

“Ficamos muito felizes pela volta, mas triste pelo resultado. Não era o que a gente esperava. Ainda assim, eles ficaram do nosso lado, apoiando os 90 minutos. Depois tiveram algumas vaias, mas eles estão no direito porque querem ver a gente vencer. Contamos com o apoio deles até o final da temporada para chegarmos bem no dia 27. Temos um título importante para conquistar em novembro”, finalizou.