Abel explica: Menino titular, dobra de lateral e Dudu; veja o que falou o treinador após vitória

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Red Bull Bragantino, durante partida válida pela décima rodada do Brasileirão 2024, no Allianz Parque.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Coletiva de Abel Ferreira após a vitória do Palmeiras sobre o Red Bull Bragantino, por 2 a 1

Vindo de goleada fora de casa sobre o Atlético-MG, o Palmeiras manteve a rotina de vitórias e derrotou por 2 a 1 o Red Bull Bragantino, na noite desta quinta-feira, no Allianz Parque. Raphael Veiga e Rony marcaram os tentos do triunfo palmeirense.

Após a partida, Abel Ferreira concedeu entrevista coletiva e comentou sobre diversos assuntos. O treinador elogiou a produção ofensiva da equipe, que finalizou 16 vezes somente na primeira etapa, mas voltou a falar da falta de eficiência; explicou o esquema da equipe e a escolha por Gabriel Menino no lugar de Lázaro; revelou os motivos de não por Dudu em campo e também detalhou porque dobra as laterais.

Confira as respostas de Abel Ferreira:

– Produção ofensiva e erros nas finalizações

“Entramos muito forte no jogo, fizemos uma belíssima primeira parte, foram 16 finalizações. Uma pena só a gente não traduzir esse volume ofensivo em gols. A eficácia é fundamental no futebol. Enfrentamos um adversário fresco e leve, eles tiveram dois dias a mais de descanso que nós e por isso a ideia foi de entrar forte desde o começo. Não queríamos deixar o nível do jogo mais físico, porque poderíamos pagar caro no segundo tempo. Sem dúvida nenhuma, deveríamos ir para o intervalo com o jogo resolvido”.

“O volume foi muito grande, tivemos jogadas belíssimas. Pressionamos muito. Mas eu sei que eles não querem falhar. Hoje conseguimos encontrar várias vezes diversas rotas de ataque, o Gabriel Menino entrou muito bem. Fiquei contente pela intensidade e dinâmica, mas não posso negar que deveríamos ter feito mais gols”.

– Ideia tática e Gabriel Menino titular

“Estudamos o Bragantino e jogamos no 3-4-3. Conseguimos abrir espaços, deixar o Estêvão no 1 contra 1 e o Rony com espaço. Conseguimos combinações, diretas e indiretas. Foi isso que nós procuramos. O Menino tem essa característica também, e quando joga em uma função mais adiantada ele chega muito na área, é algo que a gente e ele gosta. Na fase defensiva, tinha que marcar o lateral e fez muito bem. No ataque, vinha jogar como mais um meio-campista e chegou muito à área. Foi um jogo ofensivo de todos muito bom, só faltou traduzir o volume em gols”.

– Dudu

“Ele ficou 10 meses lesionado. Está preparado, está próximo da estreia. Só não entendi que hoje não seria o contexto ideal. Um jogo muito dividido, intenso e pegado. Mas está disponível e vai nos ajudar”.

– Estêvão

“Não vou dar muita moral porque no fim ele podia ter tocado no Rony ou no Veiga e preferiu chutar. Amanhã já vai levar na cabeça. Ele é um miúdo espetacular, tem pais fabulosos. É uma geração incrível. Ele jogou bem e tem que continuar focado. O que eu posso dizer é que desfrutem, porque o que ele faz é maravilhoso”.

– Dobra de laterais

A quarta do Palmeiras: despedida, renovações, Dudu e treino técnico

Abel Ferreira conversa com elenco do Palmeiras durante treinamento na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Vindo de 3 vitórias seguidas, o Palmeiras encara o Red Bull Bragantino nesta quinta-feira

A quarta-feira do Palmeiras foi movimentada. O clube se despediu de Luis Guilherme, que foi vendido para o West Ham, da Inglaterra. Das mãos do vice-presidente Paulo Buosi, o jogador de 18 anos recebeu uma placa de agradecimento pelos anos vestindo a camisa do Verdão, tanto na base quanto no profissional.

“O Luis ficou sete anos com a gente, vestiu a nossa camisa com muita honra e também foi campeão”, disse o dirigente. João Paulo Sampaio, coordenador geral da base, também fez elogios. “Felicidade e orgulho. Não só o clube e a família que vão ganhar com isso, mas ele também. É um garoto extraordinário”, declarou. Luis Guilherme foi vendido por 30 milhões de euros ao time inglês, sendo 23 milhões de euros fixos e o restante em bônus.

Se por um lado uma Cria da Academia se despediu, por outro, o clube anunciou a renovação de dois pratas-da-casa: Rafael Coutinho e Lughi. Atletas do Sub-20, os jogadores estenderam seus vínculos até o 2027 – o volante até fevereiro e o atacante até o fim de maio.

Os atletas estão jogando o Campeonato Paulista e o Brasileiro Sub-20. Além disso, participam esporadicamente de algumas atividades do time principal.

Treino do Palmeiras

O time profissional foi a campo na Academia de Futebol na tarde desta quarta-feira e deu seguimento aos trabalhos de olho no confronto frente ao Red Bull Bragantino, pelo Brasileirão. Fora da última partida, Dudu treinou normalmente ao lado dos companheiros e pode voltar a ser relacionado.

Marcos Rocha durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Em campo, a comissão técnica comandou um trabalho coletivo em campo reduzido, no qual os jogadores podiam dar poucos toques na bola. Na sequência, os setores ofensivo e defensivo fizeram movimentações específicas.

O duelo contra o Bragantino acontece às 21h30, no Allianz Parque. Lázaro e Rômulo, machucados, são desfalques, assim como Gustavo Gómez, Richard Ríos e Endrick, convocados por suas seleções. O Verdão é o atual quinto colocado do Brasileirão.

Palmeiras treina e atacante sente lesão na coxa

Abel Ferreira durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Palmeiras terá alguns desfalques para enfrentar o Red Bull Bragantino, nesta quinta-feira; Dudu treinou com o time

Horas após golear o Atlético-MG, na Arena MRV, o Palmeiras se apresentou na Academia de Futebol e iniciou a preparação para o confronto diante do Red Bull Bragantino, que acontece na noite de quinta-feira, no Allianz Parque.

Substituído no segundo tempo da partida de ontem, Lázaro teve confirmada uma lesão na coxa esquerda. O camisa 17 iniciou o processo de recuperação e ficará algumas semanas afastado dos gramados.

Rômulo também está lesionado e está fora do jogo de quinta. Por outro lado, o Palmeiras pode ter o retorno de Dudu, que permaneceu no clube após toda a polêmica do final de semana o envolvendo com o Cruzeiro. Ele treinou normalmente ao lado dos companheiros e pode ser relacionado pro jogo frente ao Bragantino.

Além de Lázaro e Rômulo, o Palmeiras também não terá Gustavo Gómez e Richard Ríos, que estão com suas seleções. Aníbal Moreno e Estêvão, que saíram do jogo contra o Atlético-MG sentindo dores, fizeram trabalho regenerativo, assim como os outros titulares.

Treino do Palmeiras

Em campo, o técnico Abel Ferreira e seus auxiliares comandaram um treino coletivo em campo reduzido, com dois tempos de 20 minutos. Os atletas que entraram no segundo tempo da partida contra o Atlético e os demais atletas que não atuaram participaram da atividade.

Abel esclarece relação com Dudu e espera pelo atacante: “Possa voltar a fazer gols”

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Atlético-MG, durante partida válida pela nona rodada do Brasileirão 2024, na Arena MRV.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Abel respondeu sobre novela envolvendo o nome do ataque, que permanecerá no Verdão

Com autoridade, o Palmeiras goleou o Atlético-MG, fora de casa, por 4 a 0, e chegou à terceira vitória seguida no Brasileirão. A partida, no entanto, ficou em segundo plano na coletiva de imprensa de Abel Ferreira. O assunto principal foi Dudu.

O atacante, que chegou a ser anunciado como reforço do Cruzeiro no sábado, voltou atrás da decisão e permanecerá no Verdão. Abel começou respondendo sobre sua relação com o camisa 7.

“A presidente foi clara no que disse, o Dudu renovou no ano passado e tem contrato até 2025. Foi o que a presidente disse. Aos antipalmeirenses que dizem que o Abel tem má relação com o Dudu, é mentira. Ele é um dos jogadores que mais jogou comigo”, começou.

“Só fui à casa de um jogador em churrasco. Um! O Dudu. Tenho ótima relação com ele, como com todos os jogadores do Palmeiras. Peço a ele o que peço a todos. Viram quem recuperou a bola no gol do Estêvão? É a imagem da marca no meu Palmeiras e se não fizer isso, não joga. Seja quem for. A relação que tenho com o Dudu é franca, séria, profissional e honesta”, complementou.

Com Dudu novamente à disposição, o treinador falou o que espera do retorno dele aos gramados.

“Quem gere a carreira do jogador é o seu agente e ele. Não eu. Quem dirige o clube é a presidente e o Barros. Eu treino a equipe. Isto é muito claro entre todos nós. Vocês viram os jogadores mandando mensagem pra ele. O que eu espero dele é que ele recupere, entre e faça o que ele saber e nos mostrou, rendimento, gols e assistências. O que eu e todos esperamos de um jogador como o Dudu. Tudo que se falar à volta disso, esta novela não sou ator principal, nem secundário, nem figurante”, declarou.

“Não jogo contra nenhum jogador do Palmeiras. A não ser no rachão. São meus jogadores e eu dependo deles. Todos precisam do meu amor, carinho e atenção. Eles sabem que só podem jogar 11 e entrar cinco. Meu desejo é que rapidamente possa voltar a fazer gols, atacar, defender, que é o que esperamos de um jogador do nível dele”, acrescentou.

Por fim, Abel declarou que “os únicos insubstituíveis no Palmeiras são o Periquito e o Porco” e respondeu como lidará com o atacante a partir de agora: “como Deus lida conosco. Quem nunca errou, que atire a primeira pedra”.

Confira outras respostas de Abel:

– Análise do jogo:

“Jogo muito difícil, contra um grande adversário. Mesmo no 11 contra 11 já estávamos melhores. Depois com a expulsão as coisas ficam mais facilitadas. No intervalo conversei com os jogadores sobre a possibilidade de o Galo mexer e foi isso que eles fizeram, mas nós já estávamos preparados. Fizemos um jogo inteligente, maduro e corajoso. Fomos os justos vencedores”.

– Como lidar com a renovação do elenco

“Com amor, carinho e responsabilidade. Fico muito triste quando dizem que não tenho bom relacionamento com os jogadores, porque isso é a base de tudo. O relacionamento é a base de tudo. Esse tipo de mentira deve interessar alguém. Hoje, quando vi o Fabinho entrar no jogo, fazer duas recuperações perfeitas, eu penso: não contratar mais ninguém. Não sei se vou ganhar com ele, mas é com jogadores assim que quero ao meu lado. A estrela é a equipe. Gosto de jogadores assim, que dão a vida”.

Piquerez comemora 3ª vitória seguida e “fico” de Dudu no Palmeiras

Piquerez comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Atlético-MG, durante partida válida pela nona rodada do Brasileirão 2024, na Arena MRV.
Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

Marcando pelo segundo jogo consecutivo, Piquerez ajudou o Palmeiras a golear o Atlético-MG, fora de casa

O Palmeiras engatou a terceira vitória consecutiva no Brasileirão ao golear o Atlético-MG, fora de casa, por 4 a 0. Autor do segundo gol da partida, de pênalti, Piquerez ressaltou a importância do resultado para trazer “confiança” ao Verdão.

“Uma vitória ampla, que nos traz confiança. Acho que o treinador pode ainda reclamar um pouco da eficácia, fizemos quatro gols, mas poderíamos ter feito mais. Foi um grande jogo fora de casa, três vitórias seguidas, muito importante”, disse o lateral, na saída de campo da Arena MRV.

O uruguaio também comentou o posicionamento de Dudu nas redes sociais, que declarou que irá permanecer no clube após todo o imbróglio com o Cruzeiro. Piquerez foi um dos atletas do elenco que comentou na publicação do camisa 7.

Piquerez comemora 3ª vitória seguida e “fico” de Dudu no Palmeiras.
Gilson Lobo/AGIF

“É um assunto que já ficou esclarecido, tanto pelo Palmeiras quanto pelo Dudu. Todo o elenco está o apoiando, e lógico, é muito bom para nós, todos sabem da qualidade dele. Esperamos nos encontrar com ele amanhã”, concluiu.

Com a vitória, o Palmeiras subiu para a quinta posição do Brasileirão, empatado em número de pontos com o Athletico-PR, o quarto colocado. Na próxima quinta-feira, o Verdão recebe o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque.

Piquerez vs Atlético-MG:

  • 70 minutos jogados;
  • 1 gol;
  • 1 interceptação;
  • 2 desarmes;
  • 5 duelos vencidos;
  • 2 faltas sofridas;
  • 43 ações com a bola;
  • 74% dos passes certos;
  • 1 passe decisivo;
  • 1 cruzamento certo;
  • 1 lançamento certo;
  • 4 finalizações.