Mayke volta a marcar após 3 anos e celebra vitória do Palmeiras sobre o Goiás

Mayke comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Goiás, durante partida válida pela vigésima primeira rodada do Brasileirão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Titular no lugar de Marcos Rocha, Mayke anotou o primeiro dos 3 gols palmeirenses na partida

A vitória palmeirense sobre o Goiás por 3 a 0, na tarde deste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, começou a ser construída com um golaço do lateral-direito Mayke, que começou de titular no lugar do suspenso Marcos Rocha.

Aos 20 minutos da etapa inicial, Dudu puxou contra-ataque rápido da esquerda para o meio e passou para o camisa 12, que acertou um lindo chute no ângulo do goleiro Tadeu.

“Muito feliz pela partida. Um lateral ser considerado o melhor jogador do duelo não é normal, pois temos grandes meias e atacantes. Agradeço à comissão, aos companheiros. Foi um jogo maravilhoso e graças a Deus saímos com os três pontos”, disse o jogador, que foi eleito pela transmissão da TV Globo o “Craque da Partida”.

Além de brilhar ofensivamente, Mayke também mostrou solidez defensiva. Foram seis desarmes, duas interceptações e três cortes, de acordo com o SofaScore.

O Palmeiras, com o triunfo, chegou à quinta vitória consecutiva na competição e abriu seis pontos de vantagem para o segundo colocado, o SCCP; são 45 pontos para o Verdão contra 39 do rival de Itaquera. No próximo sábado, as duas equipes se enfrentam na casa do adversário.

Mayke marca após 3 anos

No clube desde 2017, Mayke não marcava um gol com a camisa do Palmeiras havia mais de três anos. O último tento acontecera em maio de 2019, na vitória palmeirense por 2 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, pela Copa do Brasil. Com 180 jogos completados pelo clube, o jogador, que contabiliza sete títulos, soma três gols ao todo. Aos 29 anos, Mayke tem contrato com o Palmeiras até o final de 2023.

Após vitória, Abel distribui elogios a jogadores, torcida e até ao árbitro Jean Pierre

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra o Goiás, durante partida válida pela vigésima primeira rodada do Brasileirão 2022, no Allianz Parque.
Cesar Greco

Abel enalteceu Mayke e voltou a pedir calma com Atuesta e Rafael Navarro

O técnico Abel Ferreira se mostrou totalmente satisfeito com a vitória do Palmeiras por 3 a 0 sobre o Goiás, na tarde deste domingo. Em entrevista coletiva após a partida, o comandante distribuiu elogios aos personagens do duelo.

De início, o treinador enalteceu seus jogadores.

“Tenho sorte, os dois melhores laterais-direitos do Brasil jogam pra mim, que são Marcos Rocha e Mayke. Ainda tenho um que está à espera para ‘roubar’ a vaga, que é o Garcia. Os três têm boa relação. O Mayke fez um grande jogo”, elogiou Abel, que voltou a falar em paciência com Atuesta, autor do terceiro gol, e Rafael Navarro.

“Temos que acreditar no Atuesta. Chegou esse ano, não contratamos para 6 meses. Ele faz o melhor que pode nos treinos, quer evoluir. Sabe que tem que aprimorar na intensidade, porque tecnicamente é muito bom”, disse.

Abel admitiu que teve dúvidas para saber quem escalaria no comando de ataque, mas preferiu dar confiança ao camisa 29 e deixou Merentiel no banco. “O Navarro ainda é um moleque. Nossa função não é contratar jogadores prontos, não temos dinheiro para isso. Então temos que olhar para o crescimento dos jogadores, mas isso demora. Temos que ter calma”, completou.

Abel mostra confiança em Gabriel Menino e celebra ter Rony de volta

Voltando a ter bom desempenho, Gabriel Menino novamente foi escalado como titular. O camisa 25 tem a confiança do treinador por conta de seu futebol e pelas diferentes características que traz a campo, em comparação aos colegas de posição.

“Confiamos no Menino, perdemos o Jailson por lesão e não contratamos ninguém. Ele pode fazer a 5, ainda que não tenha tanto poder de marcação, mas nos dá saída, desequilibra ofensivamente. E o mais importante: ele está com o coração e mente aberta para evoluir”, declarou o treinador.

De volta aos gramados após mais de um mês fora, o atacante Rony também foi destaque na coletiva de Abel.

“Sempre bom tê-lo de volta, é bom ter opções. Hoje temos apenas o Jailson machucado, é importante ter todos à disposição, principalmente quando temos um elenco um pouco mais curto. Às vezes, a lesão de um jogador proporciona oportunidade a outro, como foi o caso do Vanderlan”, disse.

“Ele pode jogar em qualquer uma das posições da frente. Ainda bem que o Klopp ainda não viu o Rony jogar (risos). Ele fecha corredor e entra na área. Há vários jogadores que fazem diversas posições dentro do elenco e é isso que me dá a certeza e a confiança de ter um elenco mais enxuto”, complementou.

Torcida e juiz

Os elogios de Abel não foram exclusividade dos jogadores. A torcida do Palmeiras, que compareceu em peso ao Allianz Parque, e também Jean Pierre, o árbitro, foram mencionados pelo técnico.

“O torcedor tem sido espetacular, tem nos ajudado muito. E modéstia à parte esta equipe tem dado diversão aos nossos torcedores, eles vêm [ao Allianz Parque] para desfrutar e se divertir com o jogo. Muito contente com isso. Incrível a energia entre equipe e torcedores”, disse.

“Parabéns ao Jean Pierre por ter deixado o jogo rolar. Claro que há lances que os dois treinadores reclamaram. Estamos habituados a sempre ouvir o apito e hoje ele deixou os times jogarem, a partida teve intensidade, ritmo. Manteve o mesmo critério para os dois times”, finalizou.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira para decidir com o Atlético-MG a vaga à semifinal da Libertadores. Pelo Brasileiro, a equipe joga no sábado que vem contra o SCCP, em Itaquera.

Reapresentação do Palmeiras: positivado para Covid-19, Abel Ferreira não comanda treinamento

Kuscevic e Merentiel durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

De acordo com o Palmeiras, o comandante já está em isolamento e sendo monitorado pelos profissionais do Núcleo de Saúde e Performance

O técnico Abel Ferreira foi ausência na reapresentação do Palmeiras na manhã deste sábado, na Academia de Futebol. De acordo com o clube, o treinador apresentou sintomas gripais e testou positivo para Covid-19 – ele já está em isolamento e terá toda a recuperação monitorada pelos médicos do Núcleo de Saúde e Performance. Assim, João Martins deve comandar o Verdão diante do SPFC.

Sem o comandante, o Palmeiras iniciou a preparação para o Choque-Rei com um treino coletivo, em campo reduzido, comandado pelos auxiliares de Abel, que contou com a presença dos jogadores que iniciaram o último jogo no banco de reservas; os demais atletas permaneceram na parte interna do Centro de Excelência para trabalhos regenerativos.

De volta ao clube após período com a seleção chilena, o zagueiro Kuscevic participou normalmente de todas as movimentações técnicas e estará à disposição para o clássico. Já o lateral Jorge, recuperando-se de um trauma no joelho direito, fez aquecimento integrado ao grupo e, em seguida, realizou atividades à parte.

O elenco dá sequência ao trabalho visando o SPFC neste domingo, às 11h. O clássico acontece na segunda-feira, às 20h, no Morumbi.

Mayke comenta preparação para Palmeiras x SPFC

Mayke durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Ao final do treinamento, o lateral-direito Mayke, que voltou a atuar contra o Atlético-GO após desfalcar a equipe por sete jogos em recuperação de uma lesão no tendão da perna direita, comentou sobre o retorno e a preparação da equipe para o confronto contra o SPFC.

“Graças a Deus e a todo o departamento médico do Palmeiras, estou de volta depois de um mês. Fico feliz de estar retornando aos gramados, estar à disposição do treinador. Estou preparado, treinando forte para que se ele precisar de mim eu possa entrar em campo, dar o máximo e ajudar meus companheiros”, disse o camisa 12.

“O Palmeiras está muito bem, é muito bom para o jogador voltar nessa fase. Vou procurar aproveitar ao máximo. É sempre bom jogar clássicos. Na segunda, é um jogo muito importante para nos mantermos em primeiro lugar, e na quinta-feira um jogo mata-mata que começa na casa deles. O professor vai nos passar o máximo de informações para irmos bem dentro de campo e fazermos excelentes jogos no Morumbi”, completou.

Com Marcos Rocha ainda fora por conta de desgastes musculares, Mayke pode ser a novidade do time na segunda-feira.

Em reapresentação do Palmeiras, comissão técnica comanda atividades técnicas e Mayke retorna aos gramados

Jorge e Naves durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Líder do Brasileirão, o Palmeiras iniciou a preparação para enfrentar o Coritiba

Horas após a vitória por 4 a 0 sobre o Botafogo, que alçou o Palmeiras à liderança do Campeonato Brasileiro, a comissão técnica comandou o primeiro treinamento visando o confronto diante do Coritiba, domingo, no estádio Couto Pereira.

Foram a campo, para trabalhos técnicos, os jogadores que iniciaram o último jogo no banco de reservas e algumas Crias da Academia do elenco Sub-20. Os titulares permaneceram na parte interna para atividades regenerativas.

Recuperado de uma lesão no tendão da perna direita, o lateral-direito Mayke participou dos exercícios e iniciou processo de transição física. O camisa 12, no entanto, não deve reunir condições de jogo para ser relacionado. Já Gabriel Menino, diagnosticado com virose, segue afastado das atividades e sendo acompanhado pelo o Núcleo de Saúde e Performance.

O Palmeiras volta a treinar no sábado pela manhã, quando encerra a preparação para o confronto – a viagem para Curitiba acontecerá no período da tarde.

Zé Rafael projeta Palmeiras x Coritiba

Formado nas categorias do Coritiba, o meio-campista Zé Rafael espera por um confronto difícil no domingo.

“Jogar no Couto é sempre muito difícil. A equipe do Coritiba é bem montada, tem bons jogadores e está bem no campeonato. Mas nós vamos trabalhar esses dois dias que a gente ainda tem para chegar lá, fazer um grande jogo e voltar com um grande resultado porque a gente precisa pontuar também fora de casa”, disse o camisa 8, que também destacou o momento do Palmeiras.

“Eu acho que a nossa mentalidade está muito forte. A gente tem se preparado todos os dias e para todas as competições. A gente sabe que o Brasileiro é um campeonato longo e que a gente precisa pontuar ao máximo agora para chegar lá na frente e ter, quem sabe, uma gordurinha para queimar nas horas das decisões. E, da mesma forma, esses jogos intensos do Brasileiro servem também como preparação para os mata-matas que teremos pela Copa do Brasil e Libertadores. Então, nossa equipe tem evoluído e buscado essa constância para chegar lá na frente e colher os frutos que a gente tanto almeja”, finalizou.

Palmeiras realiza treino coletivo em reapresentação; Luan participa

Jhonatan e Raphael Veiga durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Recuperado de uma lesão na coxa, Luan não atua pelo Palmeiras desde a final do Mundial de Clubes

Horas após a vitória por 1 a 0 sobre o Emelec, a comissão técnica do Palmeiras comandou, na manhã desta quinta-feira, na Academia de Futebol, o primeiro treinamento visando o duelo contra o Juventude, válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Inicialmente, os jogadores participaram de um treino coletivo.

Em processo de recuperação física, o zagueiro Luan atuou por cerca de 30 minutos da atividade. Breno Lopes, Dudu, Raphael Veiga, Vanderlan e Zé Rafael, que entraram no decorrer do duelo frente ao Emelec, também foram a campo, assim como as Crias da Academia: Carlinhos (lateral-direito), Ian (lateral-esquerdo), Pedro Lima (meio-campista), Breno (meia) e Ruan Ribeiro (atacante).

Na sequência, sem a presença dos atletas utilizados no segundo tempo de ontem, Abel Ferreira e seus auxiliares comandaram um treino técnico, com as dimensões do campo reduzidas. Os titulares, como de costume, realizaram apenas um trabalho regenerativo.

Desfalques do Palmeiras, laterais e atacante trabalham à parte

Luan durante treinamento do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

O atacante Gabriel Veron cumpriu seu cronograma individualizado à parte no gramado. O jogador teve um edema na coxa esquerda no último dia 3 e já está recuperado, mas ainda se encontra em processo de transição física.

Mayke (tendinopatia de calcâneo na perna direita) e Piquerez (lesão muscular na coxa direita) trabalharam junto aos profissionais do Núcleo de Saúde e Performance. Os dois devem seguir como desfalques em mais algumas partidas.

O Palmeiras realiza o último treino para enfrentar o Juventude nesta sexta-feira, às 15h, na Academia de Futebol. Após a atividade, a delegação embarcará para Caxias do Sul – o duelo contra a equipe da Serra Gaúcha ocorre no sábado, às 19h.