3
X
0

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x Atlético-MG

Na tarde desta segunda-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras recebe o Atlético-MG, na última rodada do turno do Brasileirão 2020.

Com as esperanças renovadas pela definição do novo treinador e com os resultados deste fim-de-semana nos empurrando de volta para dentro da briga, a partida pode ser um definidor do que ainda podemos esperar neste campeonato.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Marcos Rocha, Luan Silva e Esteves

Pendurados: Rony, Gustavo Scarpa, Viña, Ramires, Wesley e Danilo

Andrey Lopes poderá contar novamente com Gabriel Veron e Danilo, que estavam treinando com a seleção da CBF sub-20. O interino pode manter o esquema veloz e ofensivo usado nas últimas partidas, ou, diante da força do adversário, pode optar por um esquema menos exposto.

Caso decida sustentar o time com dois pontas abertos, uma escalação possível é Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Felipe Melo e Zé Rafael; Gabriel Veron, Raphael Veiga e Wesley; Luiz Adriano.

Atlético-MG

Atlético-MGNo Atlético, Jorge Sampaoli tem problemas no setor ofensivo: o artilheiro do time, Keno, está suspenso. Outro problema é Hyoran, que não poderá jogar porque pertence o Palmeiras e o contrato de empréstimo veta sua participação – mas Sampaoli já definiu seu time com um meio-campo diferente há algumas rodadas.

O treinador argentino, diante da ausência de Keno, deve promover a entrada de Marrony e seu time deve entrar em campo com Everson; Guga, Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco e Nathan; Savarino, Eduardo Sasha e Marrony.

Números

  • Os dois times já se enfrentaram 81 vezes e a vantagem do Verdão é confortável: 38 vitórias, 27 derrotas e 16 empates;
  • Como mandante, o Palmeiras tem mais que o dobro de vitórias: 21 contra 10; houve 5 empates;
  • Em campeonatos brasileiros, o Verdão venceu 27 vezes e permitiu 11 empates; o Atlético venceu 21 vezes;
  • No Allianz Parque, cada time venceu uma vez; empataram 3 vezes;
  • Faça os cruzamentos de dados históricos como quiser usando nosso Almanaque. Clique aqui!

No calendário

O Palmeiras já disputou 13 jogos no feriado de 2 de novembro e só perdeu duas vezes. Veja a lista completa clicando neste link.

Lei do Ex

Do lado de cá: Marcos Rocha
Do lado de lá:
Mailton

Arbitragem

Bráulio da Silva MachadoÁrbitro Principal:
Bráulio da Silva Machado

Rodrigo D'Alonso FerreiraVAR:
Rodrigo D’Alonso Ferreira

Projeção de pontos

A sequência recente de quatro derrotas nos tirou do campeonato. Mas após os últimos resultados, parece que estão querendo nos recolocar no jogo. Vamos aguardar.

Parpite

Somos zebra; agora só pensamos em construir o time para 2021. Mas se deixarem, a gente chega.

Pensando apenas no jogo, um de cada vez, sem pressão, dá pra ganhar: 2 a 1, gols de Felipe Melo e Wesley. Se acontecer, vamos tirar a calculadora do fundo da gaveta. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

PFCPFC

Pós-Jogo

Palmeiras 3x0 Atlético-MGCesar Greco/Ag.Palmeiras

Em mais uma grande exibição, o Palmeiras goleou o Atlético-MG por 3 a 0 no Allianz Parque e terminou o primeiro turno com sete pontos abaixo dos líderes, com um jogo a mais por fazer.

Administrando muito bem as distintas fases do jogo, o Verdão construiu o placar com autoridade e não deixou dúvidas de que está de volta. Andrey Lopes entrega um belo material para Abel Ferreira trabalhar.

Primeiro tempo

7'
Palmeiras

Wesley fez a jogada individual por dentro e arriscou o chute de fora, à direita de Everson.

9'
Palmeiras

Viña roubou na saída de bola; Rony ficou com a sobra e rolou para Veiga na direita; o chute saiu forte, mas saiu sobre o travessão.

17'
Palmeiras

Contra-ataque puxado por Zé Rafael; que acionou Veiga, que ligou rápido com Rony, que bateu forte; Everson rebateu e Luiz Adriano tentou emendar rápido de calcanhar, mas a zaga bloqueou o que seria um golaço.

18'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Viña cruzou da esquerda buscando a chegada de trás de Raphael Veiga, que testou firme, pegando Everson no contrapé e abriu o placar. Como no jogo anterior, Luiz Adriano foi fundamental ao puxar a zaga e abrir o espaço.

20'
Palmeiras

Veiga comandou o ataque e abriu para Wesley, que cruzou forte por baixo; Everson rebateu com o joelho e a bola explodiu no braço de Rever  e saiu em escanteio.

28'
Palmeiras

Zé Rafael roubou, ligou o ataque com Rony, que cortou para dentro e bateu de esquerda, com muita força, mas a bola subiu demais.

33'
Palmeiras

Veiga sofreu falta na ponta esquerda; ele mesmo bateu, no primeiro pau – Luan conseguiu a testada, mas não pegou bem e a bola saiu pelo alto.

39'
Atlético

Jair aproveitou erro na saída de bola pela esquerda; ele acionou Nathan, que tocou na esquerda para Arana, que bateu forte – a bola resvalou em Gabriel Menino e foi na rede pelo lado de fora, com perigo.

41'
Atlético

Arana criou pela esquerda e rolou para a chegada de Savarino, que bateu da risca da área por cima do gol.

42'
Palmeiras

Luan ligou com Veiga na risca do meio; o giro rápido achou Rony em velocidade; Luiz Adriano pedia pelo meio mas Rony decidiu arriscar a finalização e bateu à direita de Everson.

Após mais uma roubada de bola na saída, feita por Wesley, a bola chegou em Luiz Adriano dentro da área, livre – ele demorou para definir e a defesa fechou o espaço.

46'

Bráulio Machado, com boa arbitragem, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

1'
Atlético

Nathan articulou pela direita e centrou para Marrony, que mesmo de longe tentou a cabeçada, sem direção.

3'
Atlético

O Atlético chegou pela direita e a bola foi atravessada, chegando em Arana; com a defesa do Palmeiras bem postada,  a bola foi de pé em pé, passando por Nathan e Zaracho, que arrematou por cima.

5'
Palmeiras

Weverton repôs rápido com Wesley no campo do ataque; após a tentativa de passe, saiu a tabela com Luiz Adriano mas Wesley bateu fraquinho, facilitando para Everson.

9'
Atlético

Allan levantou do meio para a direita; Nathan escorou e Savarino bateu; a bola bateu em Viña e saiu em escanteio.

11'
Palmeiras

Viña recebeu de Wesley e cruzou no segundo pau para Luiz Adriano, que escorou para trás, para a chegada de Rony, que bateu cruzado, forte, mas errou o alvo.

13'
Palmeiras

Wesley  roubou a bola na intermediária e bateu de longe, à direita de Everson.

O Atlético subiu as linhas, se movimentava mais e empurrava o Palmeiras para o campo de defesa.

22'
Atlético

Após escanteio pela esquerda, Luan afastou pelo alto e Savarino pegou o rebote de fora e bateu por cima do gol.

24'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Contra-ataque mortal ligado de Wesley para Luiz Adriano; o camisa 10 poderia ter ido em direção ao gol mas viu Rony correndo na esquerda e rolou com perfeição; Rony bateu com perfeição, no canto esquerdo de Everson, e fez seu primeiro gol no Brasileirão.

31'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Mais um contra-ataque mortal, desta vez puxado por Luiz Adriano, que ligou com Zé Rafael. De forma idêntica ao segundo gol, ele poderia ter ido em direção ao gol mas rolou para Wesley, que finalizou para as redes.

35'

Willian e Gabriel Veron entraram nos lugares de Luiz Adriano e Rony.

38'

Danilo substituiu Wesley.

39'
Palmeiras

Zé Rafael construiu pela esquerda e tocou para Veiga na meia-lua; o camisa 23 deu um toque de calcanhar para a chegada de Danilo, que bateu colocado, mas a bola desviou na zaga e saiu em escanteio.

45'
Palmeiras

Raphael Veiga bateu falta da direita na área; Gustavo Gómez testou e Everson pegou firme no meio do gol.

49'

Mais um ótimo jogo do Verdão chegou ao fim após 4 minutos de acréscimo.





Fim de jogo

Depois de um período rápido de leitura – não foi necessário o primeiro tempo inteiro, como era há algumas semanas – o Palmeiras bloqueou todas as saídas do Atlético, que mantinha a maior posse de bola, mas não conseguia produzir.

Quando retomava a posse, o Palmeiras era rápido, e em 3 ou 4 toques já estava no terço final, incomodando. O primeiro gol saiu novamente antes dos dez minutos, numa estranha sensação de déjà-vu, com Luiz Adriano puxando a marcação para a chegada por trás de Raphael Veiga.

Com Zé Rafael e Veiga inspirados, mostrando serviço para o novo chefe que estava nas cadeiras do Allianz Parque, o Verdão castigou a defesa do Galo em todo o primeiro tempo, e o volume produzido justificaria uma vantagem maior que o 1 a 0.

No segundo tempo, o Galo avançou suas linhas – o mesmo que fez o Bragantino no meio da semana – e intensificou o uso de seu lado esquerdo, com Arana e Marquinhos. O Verdão soube sofrer e contou com uma atuação gigantesca de Luan, que tirou todas que chegaram na área.

O Verdão ficou acuado, mas tinha as válvulas de escape. Após recuperação de bola, o lançamento rápido de Wesley achou Luiz Adriano em velocidade – entre o passe e o arremate, ele escolheu o segundo, e Rony ampliou.

A sensação de déjà-vu aumentou no terceiro gol, idêntico ao segundo, só que com os atores trocando de função: pela ordem, Luiz Adriano, Zé Raphael e Wesley.

Nocauteado, restou ao Atlético se resignar e esperar pelo apito final.

Foi uma enorme exibição do Palmeiras, contra um dos aspirantes ao título. Andrey Lopes deixa um belo trabalho e entrega boas ideias para serem aproveitadas por Abel Ferreira – resta saber se o português vai querer usá-las ou se está imaginando um modelo de jogo totalmente diferente.

A fase ruim foi embora de uma vez. Todos sabemos: no futebol, as coisas mudam muito rápido. Estamos prontos para a próxima página em nossa História. Estamos preparando desde já a safra de 2021 – mas se deixarem, podemos saborear um tempranillo ainda em 2020.

Valeu Cebola! Bem-vindo Abel! VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Atlético

Everson
Guga
Rever
Júnior Alonso
Guilherme Arana
Jair
Alan Franco
Allan
Savarino
Nathan
Calebe
Zaracho
Marquinhos
Marrony
Eduardo Sasha
Jorge Sampaoli
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Pouco exigido pelo ataque do Atlético.
6
Gabriel Menino
Teve problemas principalmente no segundo tempo, com as descidas de Arana e Marquinhos.
6
Luan
Praticamente perfeito, por cima, por baixo, nos duelos e nos botes.
9
Gustavo Gómez
Assustou a todos quando pediu atendimento sentindo o joelho. Que não tenha sido nada.
7.5
Viña
Anulou Savarino e ainda teve tempo para dar apoio à construção dos ataques.
7.5
Felipe Melo
Com o físico aparentemente em ordem, não tem dificuldades. Conhece a função como ninguém.
7.5
Zé Rafael
Equilíbrio total entre as funções defensivas e ofensivas, como qualidade.
7.5
Rony
Um pouco mais confiante a cada jogo, vai melhorando também o desempenho. Passo a passo.
7.5
Gabriel Veron
Pouco acionado.
s/n
Raphael Veiga
Atingiu o mesmo nível que apresentou nos times de Curitiba. Fase artilheira.
8
Wesley
Tem uma capacidade impressionante de deixar defensores com pesadelos.
8
Danilo
Mal pegou na bola.
s/n
Luiz Adriano
Inteligente e dedicado, voltou várias vezes para compor a linha defensiva. De novo, decisivo na construção de mais de um gol.
8
Willian
Entrou com o jogo decidido.
s/n
Andrey Lopes
Andrey Lopes
Achou o equilíbrio do time e montou um esquema de contra-ataque mortal. Deixa algumas sementes muito ajeitadinhas para Abel Ferreira desenvolver, se quiser.
9





  • Partidaça do Palmeiras, de todos em geral! Se o Rony é mais inteligente ela deixava o LA na cara do gol em um ou outro lance, mas deixa a coisa andar e todos pegarem mais confiança. Se deixarem, vamos chegar!!

    • Sem dúvida, para alguns jogadores falta inteligência para jogar futebol.

      Rony, infelizmente, é um destes casos.

      Ontem ele jogou bem, mas…

  • O Cebola demorou apenas um jogo pra achar a formação ideal com os jogadores que temos no momento. Está de parabéns.
    Na minha humilde opinião sua despedida deveria ser nesta quinta, trocar de comando quando o time está bem num jogo decisivo é arriscado.
    É claro que o time vem trazendo esperança pra torcida ainda nesta temporada, mas basta chegar uma rodada das eliminatorias pra perdermos quase toda nossa defesa, ficando apenas com Luan.
    A chegada de um zagueiro é pra ontem. Também é preciso revezamento, pois vamos precisar do time inteiro nas copas .

  • Realmente o Andrey encontrou uma maneira de jogar e aproveitar melhor o potencial de cada jogador. Ao meu ver algumas certezas surgiram: A zaga é essa, ainda falta um pouco para o Gabriel Menino virar lateral direito, meio campo é esse (Mello revezando com o Patrik de Paula e Danilo) e o ataque TALVEZ seja esse (Rony revezando com o Veron e William). Vamos aguardar o Ferreira né? Agora, como Luis Adriano é bom jogador né pqp. Raphael Veiga e Zé Rafael comendo a bola também…não vou me iludir muito mas digo uma coisa, se tudo der certo quinta feira me dará mais certezas ainda, AVANTI PALESTRA e chupa Sampaolli kkkkkkkkk!

  • Eno-Verdazzo!!!

    Pequena contribuição: em Portugal, a Tempranillo é chamada Touriga Nacional.
    Fica a sugestão, dado que nosso novo treinador é “da Terrinha”!

    #VamosPalmeiras

  • Excelente jogo do Palmeiras no primeiro. Não via o Palmeiras jogar assim desde o Palmeiras de 2016 de Cuca.

    A diferença de Borja e Deyverson para Luiz Adriano ė isso que vocês viram hoje.

    Centro avante não precisa apenas fazer gol, ele tem que ter técnica e inteligência, tem que saber jogar futebol…

    • Luiz Adriano ajuda muito o time. Muitas vezes (quando o Luxemburgo estava aí) até saia da sua posição para tentar uma jogada ou ajudar defensivamente. Se posiciona bem e acha espaço entre a zaga sem entrar em impedimento.

      Deyverson e Borja a gente torcia por serem patrimônios do clube e porque o sucesso do time dependia em muito de gols deles. Fora isso, são dois jogadores lamentáveis daqueles que você se pergunta “como foi que esse cara se tornou profissional”.

  • O Cebola tem que ficar na comissão técnica e dar uns toques pro Ferreira, é esse o time é esse o esquema, o português vai tentar dar uma cara pro time mas é só fazer o que tá dando certo, e o idioma é mesmo não tem complicação nenhuma o Cebola pode conversar com ele tranquilamente.

    Quem diria, semanas atrás já estávamos desistindo do Brasileirão, agora se ganhar o jogo que tem a menos a diferença pro líder cai pra 4.

    Estamos na briga, vamos Palmeiras !

  • Hj deve ter passado um filme na cabeça da sampaoli. Se não fossem as “exigências” no começo do ano, poderia estar com um time redondinho, voando em campo, liderando o campeonato com folga, recebendo seus vencimentos em dia e vislumbrando o título da libertadores.

    Por outro lado, Abel Ferreira viu um time de grande potencial em campo, com um contra-ataque letal, uma das armas do português em suas equipas anteriores.

    Obrigado Andrey, obrigado sampaoli e boa sorte Abel!

  • Meu primeiro jogo no estádio … Palmeiras 1 x 0 Atlético MG .
    Válido pelo Brasileiro de 1973 …. segunda academia em campo, nunca vi um Palmeiras melhor que aquele até hoje.
    Gol do Fedato …. e o título viria mais tarde já no começo de 1974.
    Nesta temporada já fico muito feliz se o time tomar um novo rumo, e que deixem o Portuga trabalhar cazzo !!!!!!!!!!!!!!!!!

    • E nesta sua estreia, o seu “homônimo” marcou um GOLAZZO!!!
      com direito a predição do narrador Luis Noriega no momento em que nosso eterno camisa 14 ingressou em campo substituindo a Careca, um centro avante de passagem discreta naqueles anos!!!

    • Também fui neste jogo, estava embaixo do placar, atrás do gol onde o Fedato marcou logo depois de entrar. Concordo com vc, a segunda Academia foi o melhor time do Palmeiras que vi jogar.

  • muitas lembranças importantes de confrontos com o Galo.

    a primeira é do Robertão-1970: gol deles foi de Ronaldo Drumond; nossa virada veio com Ademir e Hector Silva.

    Ouvi Joseval Peixoto narrar.

    infelicidade que não haja registros em vídeo.

    #VamosPalmeiras