2
X
0

25/02/2021 - 21:30

Atlético-MG 2x0 PalmeirasCesar Greco

O Palmeiras foi derrotado na noite desta quinta pelo Atlético por 2 a 0, no fecho do Brasileirão 2020.

Com o resultado, o Palmeiras ficou na sétima colocação, a treze pontos do título – pontuação que teria alcançado facilmente, tivesse o calendário sido feito de forma racional e competente pela entidade que comanda o futebol brasileiro.

Primeiro tempo

4'
Palmeiras

Wesley enfiou para a infiltração de Lucas Lima livre de marcação; Everson saiu e fez a falta na meia-lua – Heber deu apenas cartão amarelo. Dois minutos depois, Scarpa cobrou a falta por baixo; Everson deu rebote e Renan não conseguiu aproveitar o rebote.

18'
Atlético

Guilherme Arana bateu escanteio da direita; Junior Alonso resvalou de cabeça e a bola passou à frente do gol de Vinicius – ninguém apareceu para completar.

27'
Atlético

Vinicius foi lento para a bola na reposição e Diego Tardelli chegou bloqueando – quase fez um gol de chupeta.

35'
Atlético

Marrony esticou para Savarino na meia-lua, pressionado por Renan, o atacante bateu buscando o canto esquerdo de Vinicius, mas errou o alvo.

41'
Palmeiras

Depois da roubada no meio do campo, Scarpa fez o pivô e Lucas Lima deu o tapa para  penetração de Wesley, na cara de Everson – a batida foi rasteira no canto esquerdo e o goleiro foi muito bem no lance, espalmando a bola que ainda beijou a trave esquerda do Galo.

41'
Atlético

Resposta imediata: Diego Tardelli entrou em velocidade pela esquerda e bateu no canto do goleiro, mas com muita força – Vinicius mostrou reflexo e fez ótima defesa.

46'

O péssimo Héber Roberto Lopes, que já deveria estar aposentado, encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

Abel trocou Zé Rafael por Danilo; o Atlético aumentou seu poder de fogo com as entradas de Hyoran e Keno,

4'
Palmeiras

Esteves chegou pela esquerda, duelou com Igor Rabello e bateu por baixo – sem força, fácil para Everson.

5'
Atlético

Keno cruzou da esquerda e Hyoran apareceu na área tentando o gol de cabeça, mas mandou à direita de Vinicius.

8'
Atlético

Guilherme Arana enfiou para Keno, que recuou para a chegada do lateral esquerdo, que bateu fraco, mas colocado – a bola passou raspando a trave esquerda de Vinicius.

14'

Wesley deu lugar a Gabriel Veron.

16'
Atlético

Guilherme Arana bateu da risca da área, cruzado; Marrony tentou desviar da risca da pequena área e Vinicius fez uma defesa digna de São Marcos – mas Marrony estava impedido, de qualquer forma.

22'
Atlético

Hyoran bateu falta frontal; Vinicius pegou, bem colocado.

24'
Atlético

Guilherme Arana arriscou de longe, mas mandou por cima.

24'

Marcelinho entrou no lugar de Gabriel Silva.

29'
Atlético

Depois de escanteio, bate-rebate na área do Palmeiras e Igor Rabello ficou com a sobra limpo, na risca da pequena área, e soltou uma bomba – Vinicus explodiu e fez uma defesa extraordinária, impedindo o gol do Atlético.

33'
Atlético

Gol do Atlético – Keno pegou uma bola espirrada por Danilo na linha de fundo, dentro da área, e cruzou rápido – Jair chegou livre e testou no chão; Vinicius foi nela mas a mão ficou mole e a bola entrou.

36'
Atlético

Keno fez a jogada individual, trouxe pra dentro e bateu rasteiro – Vinicius pegou firme.

40'
Palmeiras

Gustavo Scarpa cruzou da esquerda; Kuscevic apareceu no segundo pau e quase surpreendeu Everson.

42'
Atlético

Hyoran bateu falta da meia direita, no ângulo – Vinicius saltou e espalmou a escanteio.

43'
Atlético

Gol do Atlético – Keno recebeu pela esquerda e alçou na área; Eduardo Sasha entrou em diagonal e escorou firme no canto esquerdo de Vinicius.

49'

Héber Roberto Lopes terminou a partida e, esperamos, sua carreira.



Ficha Técnica

Atlético

Everson
Guga
Junior Alonso
Igor Rabello
Guilherme Arana
Jair
Allan
Alan Franco
Zaracho
Hyoran
Savarino
Vargas
Marrony
Eduardo Sasha
Diego Tardelli
Keno
Jorge Desio
TÉCNICO


Fim de jogo

Abel escalou o time do jeito que deu. Breno Lopes na ala direita foi de uma “criatividade” incrível; fica evidente que precisamos de opções para a função para a temporada 2021.

Gustavo Scarpa voltava para compor a saída de três; Vanderlan se mandava e ocupava a mesma faixa de Esteves e eventualmente de Gustavo Scarpa, que ficaram confusos. O lado direito, com Breno Lopes, foi pouco acionado.

Mesmo assim, com as movimentações de Gabriel Silva, Lucas Lima e Wesley, o Palmeiras criou boas chances no primeiro tempo e poderia ter saído para os vestiários com a vantagem.

No segundo tempo, quando Sampaoli colocou em campo os principais jogadores do ataque mineiro, o time da casa se impôs. O Verdão até conseguiu segurar o placar até a parte final do jogo, com grande atuação de Vinicius. Mas, na base da insistência, o Atlético acabou chegando aos gols que lhe deram a vitória.

Foi um teste interessante para o time que, segundo Abel, será o representante do clube no Paulista. Obviamente são necessários muitos ajustes e a carência em determinados setores do elenco ficou explícita.

Finalmente o Verdão pode focar só no que realmente nos foi permitido: a final da Copa do Brasil. A torcida tem sido madura e compreendeu a situação, sem cobranças desnecessárias. Agora é ir com tudo, pra cima do Grêmio, em busca do Tetra da Copa. VAMOS PALMEIRAS!





  • Abel vai montar retranca e amarrar o jogo contra o Grêmio. Se sobrar uma bola tenta um gol. Podem anotar. A estratégia será empatar ou perder de 1 gol para decidir no Allianz.

  • Finalmente acabou esse campeonato,achei que não poderia ficar com mais raiva do Corica do que já tenho, mas jogar pra ganhar do Inter entrar igual uma final, correr, marcar e até fazer cera…todos queriam ver o Inter campeão menos o Grêmio por ser rival e o gambá por ser sujo mesmo, que com ctz deve ter aceitado um dinheiro maroto pra engrossar pro Inter.

    Foco total na Copa do Brasil agora, rumo ao Tetra !

  • Achei um jogo agradável de assistir, tecnicamente um bom jogo.

    Vinícius me pareceu muito promissor, precisando apenas aprimorar o trabalho de bola com os pés…

  • Meio “off”: a Rede Goebbels, ops, Globo, publicou em seu portal logo depois do fim do campeonato hoje que não sei quais flamenguistas estavam se aproximando do recorde individual de Brasileirões; mais uma vez, é claro, ignorando quaisquer títulos pré-1971 (e nem sequer mencionou o fato na reportagem). Até se lembrou de por um asterisco em 1987 pra contar (meio?) título a mais pro Flamengo.

    Talvez eles nunca tenham ouvido falar de Pelé ou Ademir da Guia, ou talvez estes dois disputassem o Campeonato Argentino antigamente e a gente não ficou sabendo…

  • Será que o Palmeiras deveria aliviar para o atlético porque eles nos fizeram o grande favor de comprar o hyoran? Nah, toda burrice deve ser castigada, uns 3×0 de novo (L. Lima 3 vezes, com crueldade…) pra eles aprenderem a não darem ouvidos ao argentino milongueiro, este talvez o grande acerto do galiotte.