3
X
3

28/06/2017 - 21:45

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x Cruzeiro

Na noite de hoje, a Sociedade Esportiva Palmeiras recebe o Cruzeiro, no jogo de ida das quartas-de-finais da Copa do Brasil. O Verdão segue em busca do tetracampeonato contra um adversário que luta para reencontrar o bom futebol e que já foi rival em três campanhas.

Em 1996, perdemos na final; devolvemos na mesma moeda em 1998; e em 2015 passamos à frente no confronto, em duelo penas oitavas-de-finais. Como se pode ver, quem avança nesse confronto costuma ser campeão – fato que também ocorre no confronto entre Palmeiras x Inter.

Palmeiras

DESFALQUES
Recuperação física:
Thiago Martins, Felipe Melo, Moisés, Arouca e Michel Bastos
Não inscritos
: Mayke, Juninho, Luan e Bruno Henrique

Cuca deixou em aberto algumas peças na escalação. Na lateral esquerda, Egídio deve aparecer se Edu Dracena ficar encarregado do lado esquerdo; mas Antônio Carlos pode aparecer se o escolhido for Zé Roberto – já parece claro que os dois veteranos não devem mais jogar juntos.

Thiago Santos fez testes no início da semana e pode aparecer. Jean é outro que luta com um desgaste no joelho e tem chances. Caso ambos ainda não reúnam condições, Gabriel Furtado seguirá no time, depois das ótimas participações em treino e na partida contra a Ponte Preta.

Na frente, Borja pode ser a surpresa, mas o favorito para sair jogando no comando do ataque é mesmo Willian Bigode. O provável time é Fernando Prass; Fabiano, Mina, Edu Dracena (Antônio Carlos) e Egídio (Zé Roberto); Gabriel Furtado (Jean ou Thiago Santos) e Tchê Tchê; Roger Guedes, Guerra e Dudu; Willian Bigode (Borja).

Cruzeiro

O técnico Mano Menezes também tem desfalques: Sassá e Rafael Marques não podem jogar a competição e o DM ainda tem Manoel, Dedé, Judivan e De Arrascaeta. Mesmo assim, o time que vem para o jogo é forte, já que os titulares mais importantes foram poupados nos últimos jogos visando esta partida.

A única dúvida de Mano é Lucas Romero, que volta de uma torção no joelho direito – se não puder jogar, Henrique segue no time titular. Assim, o time que deve ir a campo é Fábio; Ezequiel, Léo, Caicedo e Diogo Barbosa; Lucas Romero (Henrique) e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Alisson; Rafael Sobis.

Lei do Ex

Meio time do Palmeiras já vestiu a camisa do Cruzeiro: Fabiano, Edu Dracena, Egídio, Dudu e Willian Bigode. Do lado de lá, Léo, Thiago Neves e Robinho já foram palmeirenses.

Retrospecto

Olho nesse juiz. É um dos piores retrospectos do Palmeiras com um apitador. É atrapalhado e confuso.

Aproveite todas as funcionalidades do Almanaque do Verdazzo. Consulte os links abaixo, e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Cruzeiro
Cruzeiro
Allianz Parque
Allianz Parque
Jailson Macedo Freitas
Jailson Macedo Freitas
Copa do Brasil
Copa do Brasil

 

Parpite

O Palmeiras deve usar e abusar das bolas aéreas, o grande ponto fraco da defesa do Cruzeiro – talvez até por isso Borja tenha algumas chances de sair jogando. Mesmo que o colombiano comece no banco, o Verdão deve tomar a iniciativa do jogo, para não permitir que o habilidoso meio-campo mineiro ganhe a disputa pelo espaço. É jogo de Copa, e a torcida vai jogar junto. E eles tem o Léo, um dos piores zagueiros da História do Palmeiras. Dá Verdão: 2 a 0, com gols de Fabiano e Willian Bigode, para 34.567 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

TV GloboGlobo, para MG (menos Juiz de Fora)

SportvSporTV

PFCPFCI

 

Pós-Jogo

Palmeiras 3x3 CruzeiroCesar Greco/Ag.Palmeiras

Que jogaço! Depois de tomar três gols no primeiro tempo, o Verdão reagiu e buscou o empate por 3 a 3 contra o Cruzeiro no Allianz Parque. A sensacional reação manteve nosso time invicto há mais de onze meses em casa e faz com que uma vitória por qualquer placar no Mineirão nos permita avançar na Copa do Brasil. Ou um empate por 4 a 4, 5 a 5… Vai que…

PRIMEIRO TEMPO

Cuca escalou a defesa com Zé Roberto e Edu Dracena do lado esquerdo, o que já trouxe alguma desconfiança para o torcedormais atento. Na proteção à zaga, Thiago Santos, seu homem de confiança, readquiriu condições físicas e foi para o jogo. Na direita, sem escolhas, entrou Fabiano – um combo que depois se mostraria trágico.

Mas o Verdão foi para a pressão logo de cara, como de praxe, e logo com 30 segundos veio a primeira chance: Willian Bigode recebeu dentro da área, girou, mas com pouco ângulo finalizou na rede pelo lado de fora.

Aos 4, mais uma finalização, e pelo alto – o ponto fraco da defesa do Cruzeiro a ser explorado:  escanteio da esquerda, Edu Dracena cabeceou no meio do gol, para boa defesa de Fábio. Um minuto depois, Guerra enfileirou 4 adversários depois de partir do campo de defesa; se aproximou da área e bateu forte – Fábio fez ótima defesa mandando a escanteio.

Após a cobrança, o Cruzeiro mostrou a que viria: um contra-ataque rapidíssimo puxado por Alisson, Diogo Barbosa foi acionado na esquerda marcado por Roger Guedes; o cruzamento veio por baixo e Thiago Neves, sem marcação, só escorou para o gol – Zé Roberto não conseguiu acompanhar o lance.

O Palmeiras sentiu o gol e passou a errar muitos passes – isso quando não era o juiz quem atrapalhava nossas progressões. O Cruzeiro passou a se sentir confortável em campo e aos 18 fizeram o segundo gol, após bela trama pelo lado direito do ataque, envolvendo nosso sistema defensivo – a bola passou por Thiago Neves, Sóbis, Lucas Romero, até chegar em Robinho, mais uma vez livre, e foi só tocar para o gol.

O Palmeiras colocou a bola no chão e tentou reagir. Aos 21, Fabiano abriu para Roger Guedes, que cruzou por baixo – a bola passou por toda a área mas ninguém apareceu para finalizar. Aos 28, Tchê Tchê tentou uma finalização de fora, mas Fábio encaixou bem.

E quando parecia que o Palmeiras estava voltando para o jogo, veio o terceiro gol, em mais um contra-ataque, aos 30: Thiago Neves lançou para Alisson, que fez o facão em cima de Fabiano e tocou na saída de Prass. Ato contínuo, Cuca trocou Fabiano por Egídio, deslocou Zé Roberto para o meio e Tchê Tchê para a lateral-direita. Fabiano levou uma vaia de grau 8 na escala Wesley.

A substituição aparentemente funcionou e nosso time, três gols atrás no placar, conseguiu recuperar a calma e passou a articular novas chances com alguma consciência, aproveitando bastante os arranques de Dudu em cima de Ezequiel. Aos 34, após falta ensaiada, Roger Guedes bateu mal, por cima. Aos 37, outra falta, agora no bico da área – Roger Guedes bateu novamente, mas fraco, para fácil defesa de Fábio. Um minuto depois, Egídio cruzou, Mina escorou para o meio da área e Guerra tentou o voleio, mas a bola subiu.

Aos 43, Mina subiu ao ataque e tocou para Willian; o camisa 29 foi desarmado mas Guerra pegou a sobra e abriu para Mina, que bateu forte – Fábio pegou firme. Os quinze minutos finais do primeiro tempo deram alguma esperança à torcida. Era só acreditar.

SEGUNDO TEMPO

Quando o Verdão voltou a campo, uma notícia ruim: Guerra sentiu lesão e precisou ser substituído. Borja foi para o jogo; Dudu foi para o meio e Willian caiu pela esquerda. Ninguém poderia imaginar que daria tão certo.

Depois de uma boa pressão inicial, o Verdão chegou ao primeiro gol aos sete minutos: Borja buscou a bola fora da área e iniciou a jogada na direita; ele rolou para Dudu, que estava como um centroavante e fez o pivô para Zé Roberto, que chegou de trás batendo; Ariel Cabral se atirou na bola que sobrou para Dudu, que girou rápido e bateu debaixo para cima, estufando a rede do gol Sul.

O Verdão então iniciou uma blitz absurda em cima do Cruzeiro e depois de mais um cruzamento da direita, a bola ficou viva na área e Willian ajeitou no peito para dar uma linda bicicleta; Fábio conseguiu espalmar. No rebote, Mina recuperou e tocou para Egídio, que cruzou na risca da pequena área para Borja, que cabeceou para fora. Que lance!

Aos 15, mais um bombardeio na área mineira e Borja, de novo fora da área, conseguiu um belo passe para Dudu, por trás de Léo, e aí foi só tocar na saída de Fábio, diminuindo para 3 a 2. O Allianz Parque é firme, mas balançou, num urro ensurdecedor seguido de uma onda ensandecida em todos os setores do estádio, pulando e berrando, cantando e vibrando.

Podia vir o Barcelona, a Juventus, o Real Madrid: naquele instante, ninguém segurava o Verdão e aos 19 veio o empate: Egídio bateu falta de longe, mais uma vez a bola ficou viva na área azul e Willian pegou um belo voleio de primeira; a bola ainda desviou em Caicedo e matou Fábio, indo para o fundo do gol. Que momento fantástico!

Experiente, o time do Cruzeiro esfriou o jogo com bastante catimba nos minutos seguintes e matou a sequência mágica que o Verdão construiu. O jogo voltou ao normal, mas com o Palmeiras sendo Palmeiras, em casa, mandando no jogo e o visitante encolhidinho, só esperando uma bola vadia para encaixar um contra-ataque.

A defesa do Cruzeiro se compactou. Foram necessários nove minutos para que o Verdão conseguisse mais uma finalização: depois de lançamento longo de Edu Dracena, a zaga rebateu e Willian emendou de fora, fraco – pegou mal na bola. Cuca então fez a última mexida e mandou Keno no lugar de Roger Guedes; Dudu ficou como meia, ajudado por Zé Roberto, e o time foi para o 4-3-3.

Na pressão final, Dudu fez de tudo. Aos 38, ele passou por meio time do Cruzeiro pelo flanco direito e cruzou por baixo – Keno se esticou mas não conseguiu alcançar o que seria gol certo. Um minuto depois foi a vez de Zé Roberto, pela direita, cruzar buscando Keno, que cabeceou cruzado, para fora. Três minutos depois, Dudu recebeu na direita e tentou enfiar pra Keno – Fábio se arrojou nos pés do camisa 27. Mas aí o Verdão sofreu um contra ataque perigosíssimo: Thiago Neves recebeu na área e rolou na pequena área, mas a bola passou entre Edu Dracena e Ábila e saiu do outro lado.

Aos 44, Tchê Tchê cruzou da direta buscando Borja, que foi empurrado por Henrique – Jailson Macedo, se quisesse, podia ter dado pênalti, mas cadê a coragem? Aos 47, a última chance – Keno enfiou pra Borja dentro da área em boas condições, mas o chute foi travado, saindo a escanteio. E com 49 minutos o juizão acabou com o jogaço.

FIM DE JOGO

Uma pena que um jogo desses precise acabar. O Allianz Parque viveu mais um momento mágico em sua curta História. O resultado, analisando friamente, não foi nada bom, mas perto do que poderia ter sido, caiu bem. Precisamos apenas de uma vitória simples daqui a quatro semanas, quando os times poderão estar em momentos bem distintos do atual.

Mas quando se busca um resultado como este, da forma como foi, acende uma fagulha que pode desencadear um fogo bem difícil de segurar. São jogos como esses que embalam. A energia que se viu nos primeiros 20 minutos do segundo tempo foi algo indescritível, que os jogadores vão guardar para sempre.

E pra virar a chavinha agora? Sábado tem o Grêmio, no Pacaembu. Os jogadores que se virem! Mas que saibam que podem contar conosco, estaremos junto. VAMOS PALMEIRAS!!!

Ficha Técnica

Cruzeiro

Fabio
Ezequiel
Caicedo
Léo
Diogo Barbosa
Lucas Romero
Hudson
Ariel Cabral
Henrique
Robinho
Ábila
Thiago Neves
Alisson
Rafael Sóbis
Mano Menezes
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Fernando Prass
Sem chances nos gols, todos à queima-roupa.
6
Fabiano
Falhou feio mesmo apenas no terceiro gol, mas pagou por todo o time. Estava mal, de qualquer forma.
3
Egídio
Entrou muito bem, ajudando a acender o time e participando de lances importantes.
7
Mina
Mais uma boa partida, sobretudo na saída de bola.
7.5
Edu Dracena
Envolvido em lances capitais junto com todo o lado esquerdo da zaga.
6
Zé Roberto
Depois de um péssimo primeiro tempo, deslocado como volante e depois meia, se recuperou e entrou na rotação do time.
6.5
Thiago Santos
Totalmente engolido pelo meio-campo do Cruzeiro no primeiro tempo, resistiu bem no segundo sem tomar o segundo amarelo.
6
Tchê Tchê
Outro que tomou um baile enquanto estava no meio, mas incorporou o espírito de raça do time na lateral direita e se salvou.
6.5
Roger Guedes
Discreto, não repetiu as boas atuações dos últimos jogos.
6
Keno
Entrou bem e foi um dos maiores responsáveis pela blitz final.
7
Guerra
Teve momentos brilhantes no início do jogo, mas caiu muito para a direita e sumiu - uma pena a lesão. Vamos torcer para que não seja nada.
6
Borja
Jogou fora da área e foi muito bem, construindo jogadas e confundindo a defesa mineira. Uma pena a cabeçada para fora.
8
Dudu
O melhor em campo, fez de tudo. Incendiou o jogo e meteu duas lá dentro. Bem-vindo de volta, capitão!
9
Willian
Depois de um primeiro tempo fraquíssimo, escondido, achou seu lugar caindo pelo flanco e entrando em diagonal. E mostrou estrela mais uma vez.
7
Cuca
Cuca
A escalação inicial não foi boa, acabou surpreendido por Mano Menezes, mas corrigiu com muita habilidade e rapidez. Ufa!
8





  • Mayke até faz bons desarmes, mas nem o Thiago Santos, de quem se sabe que o passe não é o forte, não entrega tanta bola nos pés adversários! Irritante!

  • Um time muito remendado, em alguns casos acho que nem precisava tanto, pra quê Juninho na LE se tem Egídio e ZR, um deles jogaria ontem e outro na quarta. Juninho aparentemente é muito limitado, ou joga de zagueiro ou fica no banco.

    Erik deu um belo passe pra gol (nada sobrenatural) e tbm deu uma pisada na bola ridícula, como ele fez em pelo menos mais duas vezes quando ficou na frente do goleiro. Infelizmente cada dia mais se mostra uma opção muito fraca, mas que conta com o “carinho” do treineiro, já tem mais tempo em campo no brasileiro do que Borja, no mínimo estranho isso.. se Borja ficar no banco quarta, aí com certeza não fará sentido algum a chance dada ao Erik…

    Guerra se mostra um meia primoroso, espero que as viúvas do chileno consigam ver que ele não fica devendo nada e se esforça MUITO mais.

    TTche só acertou o passe pro gol, não seria pouca coisa se estivéssemos falando de um volante limitado, o que ano passado mostrou não ser o caso.. Volta TTche 2016!!

    Mina tem falhado numas bolas que não era comum acontecer, espero que volte a ter partidas mais consistentes.

    Mayke não dá.. poe o Jean lá e fim de papo, não tem jogado como ano passado mas não tem outro LD..

    Parabéns ao guri Gabriel, entrou bem, mostrou vontade, quem sabe não desponta um bom jogador.

    • o loco mano acordou azedo kkkkk…. pra mim mina jogou DEMAIS, principalmente no jogo aereo, nao passou uma… sim, tomou UM drible do sheik, mas pera la ne… fora que ele catimba e intimida os atacantes. o Juninho tb foi relativmente bem, jogou sério e praticamente não tomamos sufoco por ali… quanto ao erik concordo, tirando o calcanhar ele apanhou da bola, em alguns momentos me dando até uma leve vergonha alheia. TT ainda abaixo do ano passado, mas senti uma ligeira melhora…

      • Até entendi a preocupação do Ralf pelo Mina novamente tomar outro drible comprometedor.

        Contra o Baêa achei que foi vacilo mesmo, mas ontem achei mais mérito do Sheikira, que por mais mala e ridículo que seja sabe jogar. Todo grande beque ocasionalmente leva dribles desconcertantes de bons dribladores… fora isso ele jogou muito bem

        • Teve pelo menos mais dois lances, um que recuaram uma bola curta pra ele, mas que dava pra alcançar e ele ficou olhando e outra que colocaram ele pra correr junto com o Sheik..

          Nessas duas acho que ele subiu demais e deixou a zaga desprotegida, poderia ter agido melhor, como ele sempre fez..

          Nada muito problemático, aparentemente somente lances isolados, mas que não aconteciam.. no mais foi muito bem!

          • não lembro desses lances. Se ocorreram, precisa dar uma chamadinha de leve nele…kkk

      • Bom dia! hahaa

        Talvez eu tenha passado a impressão errada, Mina jogou bem, mas ele tem tido alguns momentos isolados em que se enrola, esses momentos eram bem raros, mas agora tem acontecido com mais frequência, só isso.. nada de mais.. haha

        Juninho foi bem marcando, apoiando o ataque vê-se que não tem a menor intimidade. Acho que o lugar dele é na zaga, ou no banco..

        TTche se enrolou com a bola em pelo menos duas oportunidades, melhorou um pouco, mas ainda está muito longe do jogador que foi ano passado.. Só cobro ele pq sabemos que tem potencial

        Abçs.

      • Uma boa partida defensiva, no apoio ao ataque ficou devendo.. parece que temos que escolher entre LE que apoia e não defende, ou que defende e não apoia..

        Com dois volantes em campo, acho que dá pra jogar com um mais ofensivo.

        Abçs

        • De repente pode ser também uma estratégia alternativa interessante fazer uma linha de 4 bem defensiva e liberar mais os meias, só que aí o da direita não pode ser o mayke…

          • simmmm exatamente o que eu falei mais abaixo ali…. lateral que apoia e defende com a mesma qualidade é muito raro, por isso que os brasileiros sempre estão entre os melhores da posição. na europa quando o time joga com 4 atrás, pode reparar que o lateral é quase um zagueiro…alto e meio durão (sem drible, etc). seriam os casos do fabiano e juninho. pra jogar com um ala (egidio ou mayke) tem que ter uma cobertura muito forte senão vira avenida, que é o que vemos. eu gostei do juninho sim, não apoia mas libera o ponta esquerda para infernizar…ontem nao foi mto util pq o ERIK estava ali, mas qdo for o dudu ou keno acho que vai ser uma boa sim

          • Respondi isso no seu comentário, que poderia ser sim uma opção, mas não acredito que seja essa a intenção do Cuca.

            Abçs

  • Não pude acompanhar o jogo, infelizmente problemas técnicos para assistir on line…

    De qualquer forma, pelos relatos, fiquei feliz em ver surgir um novo garoto da base.

    Já tinha acompanhado o ótimo treino que o garoto Gabriel Furtado havia feito contra o São Caetano e pelo que vejo nos relatos foi muito bem contra a Ponte também.

    Como o Conrado já havia citado no twitter, espero que o garoto tenha condições de jogar na quarta, já que estamos sem volante para este jogo…

    • Jogou bem o moleque!!!

      Mas após empolgação inicial com Denoni, Renato e principalmente Matheus Sales, e nenhum deles conseguir sequer ser destaques nos clubes menores à que são emprestados, prefiro não me empolgar demais. Vamos com calma.

        • acho que é uma promessa para o futuro, mas não sei se da para contar com ele para essa sequencia cascuda ai nao…precisamos que o bruno henrique entre em forma urgente

          • O problema é que Bruno Henrique não pode jogar Copa do Brasil. O prazo de inscrição se encerrou em abril.

            Por isso comentei caso este menino tenha sido registrado no BID antes de abril, talvez possa jogar…

          • acho que também não foi, mas não tenho certeza.
            Vamos de Jean e TTchê (música de filme de suspense passando pela cabeça…)

          • acho que jean e TT o cuca não coloca mais viu…imagino que ele improvise ou luan ou fabiano na cabeça de area, dai jean OU TT de 2o volante

          • Também acho que Jean e Tche Tche é suicídio.

            Fomos muito mal com eles contra o Atlético Goianiense.

            Será melhor improvisar algum defensor para jogar como volante…

  • Quer dizer então que é melhor escalar o Bigode na posição que não é a dele? Deixar Borja no banco enquanto Bigode faz partidas abaixo da média? Tem horas que vejo Cuca na beira do campo e me lembro do Estagiário Baptista. Lamentável.

  • Mais um bom jogo do verde e finalmente, estamos entrando nos trilhos. O mais importante de tudo na minha opinião e um dos trunfos do ano passado é ter um esquema de jogo, mesmo que seja um pra fora de casa e um em casa, desta forma, vamos conseguir que os jogadores entendam a sua função tática e mesmo tendo um elenco recheado, o cara que está no banco já sabe o que deve fazer quando entrar. Minha percepção é que o Cuca encontrou a formação para fora de casa que vai ser com Juninho na lateral esquerda e dois volantes. Com BHenrique e a volta do projeta nosso professor vai ter um baita problema, o que acirra a concorrência interna e eleva o nível do elenco! Quarta feira é surrar as marias em casa com os desfalques de sábado e no final de semana lotar o porcoembu para ganhar mais uma vez dos gaúchos! Avanti e rumo ao DECA! Ps.: PHODA-C os GAM

  • Galera preocupadíssima com os gamba, li em outro blog um desesperado dizendo que eles serão campeões invictos,…

    CALMA amigos, foram só 10 rodadas!!!

    87% de aproveitamento é extremamente irreal!!
    Algo que só dá pra conceber em super-times em campeonatos onde existe grande desnível técnico. Nada mais longe da realidade atual.

    Os caras estão vivendo uma fase mágica onde absolutamente TUDO tá dando certo pra eles (parece até que fizeram pacto com o cão).

    E realmente a benevolência da mamãe global, da cBF e da ‘emprensa’ contribuem muito pra manter a alta rotação quando a coisa vai indo bem pros lados de lá.

    Mas manter esse momento ‘mágico’ por mais 5 meses é pedir demais.

    Daqui a pouco começam os desfalques (e eles não tem elenco), daqui a pouco algum técnico descobre a contra-estratégia eficiente, todos os demais copiam, e eles não tem força pra se reinventar. Daqui a pouco a fase excepcional que vivem quase todos os titulares dá uma declinada, daqui a pouco aquela bola que eles acham todo jogo começa a bater na trave em vez de entrar, e PRINCIPALMENTE quando essas coisas começarem a acontecer, eles perderão o que tem sido a REAL diferença deles pros demais: a CONFIANÇA!!! (Se tem UMA coisa que devemos elogiar e tomar como exemplo do lado de lá é a FORÇA MENTAL que eles vem apresentando, a absoluta determinação de sair de campo sempre com os 3 pontos)

    Por enquanto eles tão nadando a braçadas e sem preocupações por não sentirem a pressão, até no jogo de ontem contra o Grêmio, a ‘obrigação’ de vencer era dos Gaúchos, pelo elenco melhor, por jogar em casa…
    A partir de agora eles passarão a conviver com a pressão de ser “o time a bater” enquanto tudo conspira a favor, ótimo pra eles, mas quando as coisas começarem a desandar, será que aguentaram a pressão da ‘obrigação’ de ganhar pra se manter no topo?
    —-
    (continua…)

    • (continuação)
      …SEM CONTAR que ainda tem um fator importantíssimo que depende da nossa torcida. Passou da hora de invocarmos a MALDIÇÃO PALESTRINA praquele baitola traíra, que vem sendo um dos grandes destaques por lá.

      Muitos comentaristas da ‘marrom’ nas últimas semanas tentando convencer-nos de que foi o Palmeiras que vacilou ao deixar esse FDP ir pra lá e agora ter que correr atrás de outro volante, enquanto lá o tal tá comendo a bola….

      “DETALHE”: isso é uma tremenda falácia!!! Querendo fazer com que esqueçamos o fato de que o viadinho tinha uma renovação apalavrada conosco e voltou atrás no combinado. Ele não foi homem de cumprir com sua palavra, e pareceu bem claro que fez de propósito pra forçar sua saída e viver o sonho imundo. Ainda saiu falando um monte de asneiras, cuspindo no prato que comeu, dando várias declarações ridículas até de que “a estrutura lá é melhor” quando todos sabem que a realidade é ‘um pouquinho’ diferente né…

      Tá na hora da conta chegar pra esse paspalho!!! Faça sua parte invoque a IRA VERDE pra ele… kkk

      • Faltou citar que, pra variar, estão com salários atrasados. Daqui a pouco isso vem a tona. Acham que jogador “dá o máximo de si” quando o mês dura 90 dias. Tá bom…

  • A nossa principal preocupação tem que ser no nosso time, com relação ao GAM e ao Gremio eles vão achar seus pontos de dificuldade, campeonato é longo, como disse o Cuca, eles já estão jogando nos seus níveis máximos, a gente ainda tem muito a evoluir. Gosto desse lance do Cuca procurar achar mais de um time titular, pois nosso elenco é vasto e poderemos assim priorizar todos as competições, o Palmeiras é o time mais completo nesse momento, pois FRA tem excelente elenco mas está sendo dirigido por um técnico imaturo ainda, bem como o Galo, o Roger é bom técnico, mas desses 3 o mais maduro é com certeza o Cuca, e, vamos falar a verdade, ter o técnico mais maduro no banco faz toda a diferença.

  • Boa vitória, apesar do gambá continuar mantendo 10 pontos de vantagem. Podemos tirar 6 de diferença em confronto direto, mas aí é sonhar um pouco alto demais, não é impossível, mas é muito improvável.

    Minha única cornetada ao jogo será: porque o Palmeiras sempre dorme tanto depois de marcar gol? Não é raro marcarmos nosso gol, e rapidamente, o adversário marcar um em seguida. Foi assim contra o Bahia (fizemos 3 x 1, que seria para dar tranquilidade até o fim, e logo em seguida, tomamos o gol e ficou 3 x 2). Acho que o time tá tão tenso para marcar, que quando marca, o relaxamento é forte até demais, e o Palmeiras dá mole e o adversário aproveita. Se quer títulos, é atenção redobrada o tempo todo, ao longo dos 90 minutos. Não pode piscar!

    • cara os gambás estão numa maré de sorte…tudo da certo para eles, time completo, não tem lesoes….além de eles terem feito talvez o quartil mais facil deles no campeonato, da uma olhada na tabela deles…mas por isso que o BR é o mais dificil de todos, a caminhada é longa e logo eles começaram a ter probelmas de lesão, jogadores vão sair na janela agora pq tem multas baixas, etc… a sorte sempre muda de lado….agora, se tudo ficar a favor deles o ano inteiro, então parabens que sejam campeões…no contrário, outros times vão colar ali sim..

  • Não sei se alguém mais observou o mesmo que eu, mas gostei muito da movimentação do Fabiano como voltante. Tocava a bola e já se projetava à frente pra receber. Deu uma dinâmica interessante. Nesse ritmo o Jean vai ser a última das opções.

  • Ufa finalmente vencemos em Campinas…O q joga o Guerra e uma grandeza…agora o tal do Mayke e o Erik …medo

    .

  • Bom jogo do Juninho, Luan, Gabriel Furtado e Erik e o guerra mais uma partida de encher os olhos da torcida.como joga bola esse venezuelano.vitoria para embalar rumo ao bi consecutivo e ao deca

  • Jogo passado falei que o Erik não pode jogar mais no Palmeiras, mas hoje ele até jogou mais ou menos. Agora o Roger Guedes que vinha fazendo uma boa sequência errou tudo que tentou e olha como errou!!

    • O que ajudou na má atuação do RG foi o Mayke ter ficado plantado lá atrás. Além do TT, que também guardou posição. O Guerra jogou mais centralizado e o Erik não mete medo em ninguém. Quando ele pegava na bola havia 3 marcadores…

      • Mas em termos de estratégia eu acho q o Cuca foi perfeito. O Mayke lá atrás e sem obrigação de marcar já destoou da zaga e fez umas lambanças. Imagine se jogassem nas costas do cidadão??? rsrsrsrs

  • Aos que não falam dá tabela:
    1ª Rodada
    2017 Palmeiras 4 x 0 Vasco (Total 3 Pontos)
    Jogo 2016 Palmeiras 2×0 America MG(ou Figueirense)(Total 3 Pontos)

    2ª Rodada
    2017 Chapecoense 1 x 0 Palmeiras (Total 3 Pontos)
    Jogo 2016 Chapecoense 1×1 Palmeiras (Total 4 Pontos)

    3ª Rodada
    2017 Bambi 2×0 Palmeiras (Total 3 Pontos)
    Jogo 2016 Bambi 1×0 Palmeiras (Total 4 Pontos)

    4ª Rodada
    2017 Palmeiras 0x0 Atlético Mineiro (Total 4 Pontos)
    Jogo 2016 Palmeiras 0x1 Atlético Mineiro (Total 4 Pontos)

    5ª Rodada
    2017 Coritiba 1×0 Palmeiras (Total 4 Pontos)
    Jogo 2016 Coritiba 2×2 Palmeiras (Total 5 Pontos)

    6ª Rodada
    2017 Palmeiras 3×1 Fluminense (Total 7 Pontos)
    Jogo 2016 Palmeiras 2×0 Fluminense (Total 8 Pontos)

    7ª Rodada
    2017 Peixe 1×0 Palmeiras (Total 7 Pontos)
    Jogo 2016 Peixe 1×0 Palmeiras (Total 8 Pontos)

    8ª Rodada
    2017 Bahia 2×4 Palmeiras (Total 10 Pontos)
    Jogo 2016 Vitoria 1×2 Palmeiras(Total 11 Pontos)

    9ª Rodada
    2017 Palmeiras 1×0 Atlético GO (Total 13 Pontos)
    Jogo 2016 Palmeiras 3×1 Santa Cruz (Total 14 Pontos)

    10ª Rodada
    2017 Ponte 1×2 Palmeiras (Total 16 Pontos)
    Jogo 2016 Ponte 2×1 Palmeiras (Total 14 Pontos)

    Aos corneteiros de plantão, Cuca está melhor que ano passado!!!

      • Qto a isso, não tem jeito. A lógica é q mais cedo ou mais tarde o rendimento deles caia.

    • Perfeita a sua logica, só mudaria o seguinte: trocaria Inter, St. Cruz, America MG e Figueirense, por Vasco (time grande), Bahia (nordeste), Atlético GO (candidato a América esse ano) e Avaí (catarinense). Mas a conta da no mesmo.

    • Muito bom, Junior!

      Creio que o que pode nos prejudicar este ano é que estamos participando de três competições ao mesmo tempo. Temos um elenco numeroso o suficiente para seguir bem nas três, mas os gambás, por exemplo, só estão no Brasileiro.

      Mas vamos com tudo! O time tem crescido no momento certo.

    • Em termos de desempenho do Cuca, é um bom indicativo (digo indicativo, pq como os jogos contra os times aconteceram em diferentes rodadas do campeonato, o contexto, tanto do Palmeiras, quanto dos adversários, era outro: uma vitória esse ano contra alguém do Z4 pode ser irrelevante se o mesmo time ano passado estava jogando melhor, por exemplo, e vice-versa) de que melhorou.

      Mas o problema é outro, os dois primeiros colocados, estão com um aproveitamento ridículo de bom, e pra piorar, o primeiro, é um time que a mídia, a rede esgoto, a arbitragem, e patrocinadores, querem que termine em primeiro, e se os caras já estão mesmo jogando bem e merecendo a liderança, tudo fica mais difícil pra gente com os fatores externos ajudando. Em termos de título, tá beeeeem difícil esse ano, em relação a 2016. Gambá não é o Inter (embora seria lindo se acontecesse um repeteco de 2016).

  • Copa do BR: Gabriel Furtado e o possível novo centroavante não podem ser inscritos na Copa do BR devido ao regulamento da competição.

    Como mostra o artigo 6º da competição, prazo de registros terminou no dia 24 de abril.

  • olha…essa vitoria pode por na conta da nossa defesa e do guerra. juninho na esquerda acho q nao sai mais hein? pelo menos em jogo fora de casa nao…e luan na zaga mostrou ser superior ao dracena tb… eu ainda colocaria o fabiano na diireta, e teriamos uma zaga estilo europeia, jogadores defensivos e altos…ai libera os pontas para nao precisar voltar tanto… no final teriamos um time menos cansado. que venha o cruzeiro.

    • Cuca já indicou que deve usar Juninho na LE nas partidas fora de casa no BR porque ele não pode atuar na Copa do BR. Egídio deve jogar nas partidas em casa do BR e na Copa do BR. Na Liberta, talvez seja Juninho fora e Egídio em casa. ZR parece que tá lesionado.

    • Mas aí não precisamos de dois volantes, se os laterais vão ficar mais, que deve ser o caso do Juninho e do Fabiano, já que são fracos no apoio ao ataque, um volante só tá de bom tamanho.

      Liberaria o meio e os pontas pro ataque, fzndo o combate no início da jogada do time adversário..

      MAS isso mudaria toda a forma de jogar do Cuca, o q acho não ser uma opção pra ele.. ontem mesmo RGuedes muitas vezes voltava pegar a bola com o Mina, Mayke bem adiantado.

      Cuca parece gostar de qm apoia e defende bem, fzndo com que todos tenham função com e sem a bola, o que pra mim é o motivo das poucas chances ao Borja.

      Abçs

  • Posso estar enganado, mas acredito que o Luan conquistou a vaga de titular hoje. Como ele não pode atuar na Copa do BR, vai ser titular no BR e não duvido que seja titular também na Liberta.

  • Vitória típica do Cuca, uma galera xingando antes da partida por entrar com Erik, dá certo e vencemos.

    O time está se acertando, principalmente defensivamente. Demos poucas chances ao adversário e tomamos o gol numa falha individual.

    Ofensivamente o Cuca poderia aproveitar melhor o William. Ele joga muito bem pelas pontas, jogar centralizado só desperdiça o futebol dele.

    Mas a evolução do time é visível. Vamos, Palmeiras!

  • Esse Guerra joga demais!!! Hoje foram dois golaços e ele mandou no jogo. Outro que está jogando muito é o Roger Guedes. Quero só ver quando voltar Felipe Melo, Moisés, Dudu e o Borja encaixar!!

  • Eu não entendo o porque esse Mayke ta jogando de titular. O Jean estar sempre indo pro meio pela falta de um primeiro volante, eu entenso. Mas o Fabiano não é pior em nada que esse Mayke.
    Pro jogo contra o Cruzeiro, cobtando que ele colocará o Furtado de volante, eu escalaria: Prass; Jean, Mina, Luan, Zé; Furtado, Tche Tche e Guerra; Dudu, R. Guedes e William.
    Contra o Grêmio vai de Fabiano, E. Dracena, Juninho e Egídio; Furtado, Jean e R. Veiga; Keno, R. Guedes (Erik) e Borja.

  • Importante vitória com um time todo remendado. Uma pena q vai chegar a hora q teremos q priorizar alguma competição. Luan é um zagueiraço, qdo começar a formar a dupla com o Mina com mais frequência, não sai mais do time.

  • Conrado, não é uma crítica, apenas uma sugestão. Quando lemos o pós jogo, temos de rolar a página de volta até o topo pra ver as notas, por que não colocar as notas no fim do pós jogo?

    • Ou poderia repetir a aba na parte de baixo, ao final do texto. Uma boa opção também. Porque sempre que terminarmos de ler algo não precisamos subir pra mudar.

  • Cuca é o cara!

    Toda a dificuldade que ele teve em sua volta para consertar o time se deve totalmente ao estrago feito pelo E.B!

  • Vitória muito importante. Gracas a ela terminamos o quartil devendo apenas 5 da meta proposta.
    Estamos em 3 lugar, mesmo com grande revezamento acontecendo no elenco. Cuca é impressionante.
    Apesar da excelente vantagem, penso que tanto SCCP quanto Grêmio não aguentarao na dianteira até o final, pois tem no maximo 15 jogadores jogando regularmente e nesses casos qualquer contusão atrapalha demais.
    Se Flamengo e Atletico MG continuarem se complicando será ótimo pra nós.

  • Não me conformo com essa liderança dos gamba…ja estão a 10 pontos de diferença da gente isso é um absurdo, tudo bem nosso foco são as copas mas é inadmissível ver esse brasileirão caindo no colo deles assim

  • Pra mim, nossa melhor partida no brasileiro. Tivemos 3 oportunidades e fizemos dois gols. Demos uma única chance. O gol q tomamos é para cortar Mayke na pirata. Guerra é o Iniesta das Américas.

  • Tem um detalhe: os gambs só jogam Brasileiro e a merda da Sulamericana… dá tempo pro “novo Tite Carile” treinar pra golear por 1 x 0

  • Time continua evoluindo, precisamos definir logo ae jogaremos com ou sem referencia na frente, e a contrario da maioria acho o Erick uma boa opcao para o Elenco e que nao podemos pegar no pe do cara.
    Nao vejo a hora de ver um meio campo com Felipe Melo, Moises e Guerra, com o tche tche e Bruno Henrique de opcao.

    Era pra ter colado um pouco mais nos gambas e pressionar eles para o jogo aqui. Estamos muito zicados com as contucoes e os gambas com muuita sorte.

    • Imagina o elenco 100%??
      Entra F. Melo, Moisés e Guerra. Mas daí no jogo seguinte entra os “reservas” T. Santos, Tche Tche e B. Henrique. Kkkkkk
      É pau todo jogo haha
      Só fico chateado com o Veiga e o Hyoran não terem chances…

  • Também não gosto muito do Errrik, mas o passe de carcanha dele foi 30% do gol (os outros 30% do moleque Gabriel Furtado – acho que é mal” do nome – jogou demais!!!!!!!!!!!!!!!! e os 30% restantes do Guerrrrrraaaaa, que também jogou muito!!! E a Ponte Bosta que vá chorar na cama que é lugar quente (freguezona dos Gambás).
    Mas lembrem que o Errrik calou o maldito B Rio no ano passado e qebrou o maldito jejum… E, pra finalizar, que juizada caseiras caraca!!!

    • nao achei a arbitragem caseira dessa vez nao cara…achei bem justa na verdade, deixou o jogo rolar e só marcou faltas que realmente foram…cartões bem aplicados (apesar de q o borja devia ter tomado amarelo ali na confusao sim), e o bandeira acertou praticamente todas. dessa vez sem queixas de minha parte (milagre)

      • Os critérios dele foram um pouco estranhos, mas pareceu aplicar o mesmo critério pros dois lados em todas as situações, só isso já o torna melhor do que 95% dos árbitros, que sequer sabem o significado de ‘critério’

  • Só digo uma coisa: Espero 40 mil contra o Grêmio sábado que vem, sem Guerra, Mina e Tchê Tchê vai ter que ser no grito da torcida.

  • Assisti a entrevista do CUCA sexta-feira. O cara tem tudo calculado, sabe exatamente o que tá acontecendo, na dx passar nada. Sabe o tanto de pontos q podemos perder, conhece os adversários e suas respectivas situações (campeonatos que disputam, limites no elenco, forma de jogo etc)… ou seja, o cara está atento. A mídia tenta nos desesperar, dando o campeonato como perdido qnd estamos ainda no início, propositalmente, pois sabem bem do nosso potencial e tentam minar o psicológico dos torcedores e jogadores. Os caras só esquecem que do outro lado temos jogadores como Prass, Dudu e Guerra, que além de craques já viveram tudo isso e foram campeões. Além é claro do melhor técnico do Brasil na atualidade. Não sei se levaremos o Brasileiro, mas aposto que brigaremos sempre lá em cima, pra raiva dessa imprensa nogenta e clubista. Avanti Verdão!!!

  • esse Erick chega dar calafrios, o willian bigode é fraco, esforçado…, precisamos urgentemente de um matador. o cuca deve ta de mal do Borja.

  • Guerra monstro. Ainda não entendo as escolhas no ataque, mas paciência. Vitória simbólica por ser em Campinas. Avanti!

  • Pior colocação possível nessa rodada é 5o lugar, estamos chegando!!! Num falei q essa rodada era para mudar o rumo do campeonato… Destaque negativo Erik, matador de ataque, contra ataque e defesa

    • O Egìdio tem virtudes ofensivas.. esse Mayke é péssimo em tudo.. O Fabiano é ruim, mas n entendo o porque dele ser reserva desse Mayke que consegue ser pior que ele em tudo!

    • acho q cuca deu a chance derradeiras pra ele..
      a câmera flagrou ele reclamando do Erick algumas vezes

      • Entendo. Já teve muitas chances. O Eric precisa jogar com mais frequencia, mas no Palmeiras não dá. Deveria ser emprestado para um time com o Bahia, por exemplo, ou outro time da série A, assim como foi o Allione.

        Eric teve uma boa fase no Goias porque jogava sempre. É injusto crucificar um jogador que nunca tem uma sequencia (eu inclusive fiz isso), mas ele me parece muito imaturo ainda para ter uma sequencia no nosso time

  • O time ficou muito exposto contra o CAG com Jean e Tchê na volância, não me surpreenderia se o Cuca escalasse o Luan junto com um dos dois e deixar o Dracena no titular.