0
X
0

29/02/2020 - 16:00

Pré-Jogo

Pré-jogo Santos x Palmeiras

Na tarde deste sábado, a Sociedade Esportiva Palmeiras enfrenta o Santos, no Pacaembu, em partida válida pela oitava rodada do campeonato estadual.

Com a possibilidade de assumir a liderança da chave e geral do torneio, o time ainda faz experiências visando o acerto do time para as competições realmente importantes. A expectativa é pela possível estreia de Rony, mais recente contratação do verdão.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUES
Lesionados:
Marcos Rocha e Mayke

Pendurados: Gustavo Gómez e Felipe Melo

Cada vez mais satisfeito com o rendimento do time, Vanderlei Luxemburgo provavelmente manteria a formação do jogo anterior. Mas com a situação de Rony resolvida, nosso treinador já deve dar a ele a primeira chance no clássico.

Com isso, o artilheiro do Verdão na temporada, Willian, perde o lugar no time titular e a formação, ainda com Gabriel Menino improvisado na lateral direita, tende a ser Weverton; Gabriel Menino, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña; Bruno Henrique, Zé Rafael e Raphael Veiga; Dudu, Luiz Adriano e Rony.

Santos

SantosO técnico Jesualdo Ferreira tem apenas dois problemas para escalar o Santos: Marinho e Felipe Aguilar ainda se recuperam de lesões e seguem de fora. A única alteração em relação ao time que foi derrotado pela Ferroviária é a entrada de Raniel no lugar de Arthur Gomes.

Assim, o time que deve partir para o jogo neste sábado é Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Raniel, Eduardo Sasha e Soteldo.

Números

  • O Palmeiras já ganhou muitas vezes de vários times, mas ninguém perdeu tanto para o Verdão como o simpático clube praiano: em 336 jogos, o Verdão já venceu 141 vezes, com 89 empates e apenas 106 vitórias do Santos.
  • No Pacaembu, as duas equipes já se enfrentaram 85 vezes e há equilíbrio: 30 vitórias para cada lado, mais 25 empates.

No calendário

Dia 29 de fevereiro? O Verdão já jogou nessa data estranha sim, e nunca perdeu: foram quatro vitórias e um empate. Veja a lista completa clicando neste link.

Lei do Ex

Arbitragem

Flavio Rodrigues de SouzaÁrbitro Principal:
Flavio Rodrigues de Souza

Parpite

O velho Pacaembu é nossa segunda casa e da última vez foi um baile, com nossa torcida presente. Desta vez, apenas com torcida contra, não vai ser tão fácil: 3 a 1, com gols de Dudu e dois de Luiz Adriano, que deve continuar mais dentro da área.  VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

PFCPFC

Pós-Jogo

Santos 0x0 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

Numa partida que foi mais travada que o habitual pelo “fator clássico”, Palmeiras e Santos ficaram no empate sem gols no Pacaembu, apesar do final da partida ter sido bem mais aberto diante do cansaço das duas equipes.

Como resultado, o Palmeiras perde a chance de assumir a liderança do campeonato, mas segue bem colocado e Luxemburgo aproveitou para testar mais uma alternativa, com Dudu jogando por dentro.

Primeiro tempo

7'
Santos

No escanteio batido da esquerda, Eduardo Sasha pegou a bola no segundo pau e testou por cima do gol.

12'
Palmeiras

O Santos saiu jogando errado, Zé Rafael ficou de frente na meia-lua, tinha três opções de passe, mas demorou para tomar a decisão e acabou travado.

20'
Santos

Willian perdeu a bola na transição ofensiva; Sasha recebeu no meio, avançou e bateu de fora, mas a bola saiu à direita de Weverton.

35'
Santos

Carlos Sánchez bateu falta do lado esquerdo, muito próxima à área. A bola foi pingando na grama, com efeito, no canto de Weverton, que deu uma manchete na bola e afastou o perigo.

44'
Palmeiras

Gabriel Menino cruzou da direita e Luiz Adriano disputou a bola no alto para finalizar, mas a bola saiu à esquerda de Everson.

47'

O primeiro tempo, muito amarrado, terminou após dois minutos de acréscimo.


Segundo tempo

Rony e Veron vieram para o jogo, no lugar de Veiga e Luiz Adriano. Willian foi para o comando do ataque e Dudu passou a jogar por dentro.

6'
Palmeiras

Weverton lançou para Rony, que dominou dentro da área, chapelou Pará, que bateu com o braço na bola. O árbitro deu pênalti, mas rapidamente voltou atrás atendendo ao chamado do bandeira, que havia apontado impedimento de Rony. A posição do estreante era legal e o Palmeiras foi muito prejudicado.

7'
Palmeiras

Contra-ataque do Palmeiras; Willian foi sozinho em direção à área, invadiu pela direita e tentou o chute, mas a bola foi na rede pelo lado de fora.

13'

Viña sentiu lesão e pediu para sair. Diogo Barbosa entrou em seu lugar.

18'
Santos

Sánchez enfiou para Soteldo; Diogo Barbosa  afastou mal, para a frente, e Sasha ficou livre para concluir; Weverton estava batido mas a bola saiu à direita, muito perto.

23'
Palmeiras

Gabriel Veron sofreu falta na entrada da área, pela direita. Bruno Henrique tentou o ângulo direito de Everson, mas errou o alvo.

31'
Palmeiras

Dudu enfiou a bola para Willian, que dominou e bateu forte; Everson defendeu para cima, a bola entraria, mas Rony entrou para empurrar para dentro de cabeça. Como estava impedido, o gol foi invalidado. Talvez Lucas Veríssimo salvasse se Rony não tivesse chegado.

37'
Palmeiras

Dudu arrancou por dentro, abriu na esquerda para Willian, que fez o pivô para Rony; o estreante estava de frente e bateu de primeira, mas pegou muito mal na bola, que saiu à esquerda de Everson.

38'
Santos

Soteldo rolou para dentro, Pituca bateu da meia-lua com liberdade;a  bola explodiu em Felipe Melo; no rebote, Sasha tentou de bicicleta, mas pegou fraco e ficou fácil para Weverton.

39'
Palmeiras

Dudu enfiou para Willian, entre os zagueiros; o camisa 29 invadiu a área e bateu cruzado, para fora.

48'

Os minutos finais da partida foram muito velozes e os dois times chegaram perto da finalização, mas o árbitro encerrou mesmo a disputa com o placar de 0 a 0.





Fim de jogo

O Santos teve mais a posse da bola, principalmente no primeiro tempo; na segunda etapa, com Dudu por dentro, o Palmeiras melhorou, aproveitou-se do cansaço da equipe adversária e esteve bem mais próximo do gol.

O Verdão ainda foi prejudicado por um erro grosseiro da arbitragem, que assinalou impedimento de Rony num lance em que o estreante se livrava de Pará na área e o lateral santista cometeu pênalti.

Nosso treinador segue fazendo testes, o que é o mais importante nesta altura da temporada. Rony já começou a se habituar com a nova camisa e Dudu mostrou que pode ser usado por dentro para situações em que o time precisa acelerar o jogo. As anotações de Luxa neste momento podem fazer a diferença lá na frente.

A se lamentar apenas o excesso de cautela do Palmeiras no segundo tempo, já que o adversário, nitidamente cansado, deu a impressão que era só apertar um pouco mais. Faltou um pouco de apetite.

O foco agora vira para a Libertadores. O Verdão embarca para a Argentina na segunda-feira, onde enfrentará o Tigre, e o estadual fica totalmente de lado. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Santos

Everson
Pará
Lucas Veríssimo
Luan Peres
Felipe Jonatan
Luiz Felipe
Alison
Jobson
Carlos Sánchez
Diego Pituca
Arthur Gomes
Soteldo
Yuri Alberto
Eduardo Sasha
Jesualdo Ferreira
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Perto da partida 100 com nossa camisa, deu mais uma aula de frieza e tranquilidade.
7
Gabriel Menino
A camisa, pra ele, é levinha levinha.
7.5
Felipe Melo
Pilhado na medida certa, garantiu o empate com um final de jogo soberbo.
7
Gustavo Gómez
O melhor em campo, muito bem posicionado e com um tempo de bola impecável.
8
Viña
Boas subidas, correspondendo mais uma vez às expectativas sobre seu potencial de ataque.
6.5
Diogo Barbosa
Entrou sem ritmo de jogo nenhum e errou quase tudo o que tentou. Pensando bem, com ritmo de jogo ele andava fazendo isso também.
5
Bruno Henrique
Um tanto preso, fez falta no campo de ataque sobretudo no primeiro tempo.
6
Zé Rafael
Sumido, poderia ter se apresentado mais no ataque.
5.5
Raphael Veiga
Sentiu o mesmo que Lucas Lima quando o time joga com dois atacantes abertos.
5
Rony
Parece não ter sentido a camisa, mas errou vários lances por excesso de vontade. Menos mal.
5.5
Willian
Mais uma vez um dos mais perigosos do Palmeiras, sempre bem posicionado entre os zagueiros e pronto para finalizar.
7
Luiz Adriano
Tá devendo.
5
Gabriel Veron
Não usou o que tem de melhor: a correria. Aí vira um jogador comum.
5.5
Dudu
Mostrou que pode ser útil em mais uma função, jogando por dentro e dando velocidade total ao time.
7
Vanderlei Luxemburgo
Vanderlei Luxemburgo
Mostra que tem um bom entendimento da temporada ao não abrir mão de fazer testes mesmo em clássicos no estadual. Mas que dava pra ter mandado o time com tudo pra cima no segundo tempo, dava.
6.5





  • O Palmeiras poderia ter acelerado mais o jogo mesmo.

    Mas o Veiga não consegue jogar como meia de ligação. Pra mim, ele é um segundo atacante.

    E outra: L. Adriano e Willian não dá certo se um deles joga aberto. E os dois centralizados, o time fica previsível.

    O Luxa testou o Weslei apenas no jogo contra o RB. Precisa jogar mais. mas agora chegou o Roni…aí complicou para o garoto.

    Tá difícil acertar o time…

  • Acho que se o Luxa tivesse povoado o meio de campo teríamos vencido o jogo no segundo tempo tranquilamente… As duas equipes abriram mão do meio e apostaram em jogadores de velocidade pra jogar nas pontas e virou aquele toma lá da cá sem coordenação.

  • Esse jogo deu pra ver que estamos nivelados por baixo com o Prantos, igual ano passado, e os Mulambos dez braçadas à frente. Felipe Melo jogou muito, gigante! 10 pra ele e pro Gómez. Seu Dudu anda devendo na praça. Luxemburgo é o que tem pra hoje, camarada!

  • Acho que ter a frieza de fazer testes em jogos duros, é muito bom (e Luxa não tem receio disso). Sobre o jogo, 1º tempo Santos foi superior (jogou c/ mais apetite, mesmo sendo inferior como time), já no 2º tempo o Verdão foi superior e poderia ter ganho o jogo. Individualmente, acho o trio do meio ontem não funcionou (a ideia vinha sendo boa, 3 meias que sabem jogar e marcam), mas ontem foram bem abaixo. No ataque, precisamos de um centroavante matador (LA é bom mas tem ficado devendo). Enfim, 2 clássicos e 2 empates, nada anormal, porém é preciso ganhar esses jogos pra criar casca. Acho que devemos ter paciência, pois ainda está sendo montado o time ideal e a maneira ideal de jogar. Avanti Verdão!!!

  • Faz tempo que não comento atuação do time, desde o ano passado. Estava desconfiado do Luxa e esperei um pouco para ver se o time melhorava. Acho, ainda, que o problema desse time é de apetite. Jogo grande, ou apertado, parece que estão só preocupados em não perder. Hoje foi patética a atitude no primeiro tempo. Contra os mulambos vai ser igual ano passado?

  • Primeiro tempo muito parecido ao que jogamos contra o Red Bull. A diferença é que em Bragança o adversário criou muitas oportunidades.

    Pelo fato dos nossos meias terem dificuldade em ter um bom rendimento, eu tiraria esta posição é colocaria Dudu, Luis Adriano, William e Rony para jogarem juntos…

  • Jogo muito fraco no primeiro tempo. E fraco no segundo. Não estavam acertando um passe. Qdo acertava era só cruzamento. Jogo preocupante para a estreia na liberta. Já to vendo tomar pressão do tigre e eventualmente tomar gol.

    • Todos os técnicos no Brasil insistem no 4-2-3-1 ou no 4-1-4-1 (q às vezes vira 4-3-3 – nos dois casos). O portuga chegou e montou o flamerda no 4-1-3-2, com 3 meias e 2 atacantes q não param de se movimentar. Pq não testamos algo assim? Temos material humano pra isso.

  • Nada melhor que um clássico pra consolidar a evolução do time e pegar embalo pra Libertadores.

    Arrisco palpitar só 2×1, porque o juiz vai anular um gol nosso