Rompimento entre Crefisa e Mustafá Contursi redesenha o panorama político do Palmeiras

Lamacchia, Mustafá e Leila PereiraLeila Pereira, presidente da Crefisa, patrocinadora e conselheira do Palmeiras, declarou em entrevista publicada hoje na Folha de S.Paulo algo que já circulava à boca pequena pelas alamedas: rompeu relações com Mustafá Contursi após o episódio de revenda de ingressos que veio à tona há algumas semanas.

A empresária, segundo o acordo de patrocínio, tem direito a uma cota de ingressos a cada jogo do Palmeiras no Allianz Parque, e repassava 70 deles a Mustafá como cortesia, num gesto político para que ele distribuísse entre sua base política. Mustafá foi o responsável pela manobra que deu a Leila a condição estatutária para poder concorrer ao cargo de conselheira.

Segundo acusações de uma intermediária, no entanto, os ingressos dados a Mustafá eram revendidos, caracterizando cambismo numa operação que pode ter movimentado mais de R$ 500 mil numa temporada – a revelação teria desapontado demais a conselheira, que assim decidiu por se afastar de seu criador político.

O movimento redesenha o cenário político do clube. Mustafá tinha em Leila um grande ponto de apoio para revitalizar suas bases políticas, cada vez mais carcomidas pelos minutos de silêncio. Foi por causa do apoio de Leila que o velho cacique conseguiu atrair novos apoiadores – entre eles um grupo que historicamente sempre foi seu inimigo: desde o ano passado, a UVB passou a rezar pela cartilha do homem que amaldiçoou por mais de uma década. Com esta reviravolta, o grupo tende a acompanhar o poder financeiro de Leila Pereira e abandonar Mustafá.

Mauricio Galliote e Leila PereiraMaurício Galiotte, que estava isolado politicamente, ganhou uma sobrevida importante com o episódio. Os dois passaram a disputar um cabo-de-guerra para ter Leila como aliada após Mustafá romper com o atual presidente por não atender a suas pressões para demitir Alexandre Mattos – com todas as vantagens para Mustafá.

O episódio dos ingressos, no entanto, virou o jogo. Maurício, até outro dia cercado apenas por alguns poucos e leais conselheiros, volta a ter força política, já que a Crefisa trará consigo uma série de bajuladores que finalmente veem alguém por quem vale a pena abandonar Mustafá.

Leila Pereira vai conseguindo se embrenhar na política do clube apoiada por seu poderio financeiro. Na mesma entrevista, deixou claríssimas suas intenções de concorrer à presidência do clube na eleição de novembro de 2022 – isso se os vários episódios desgastantes que ainda estão por vir não a demoverem dessa ambição. A cada imbróglio Leila tem condições de provar um pouco mais do que existe de pior na natureza humana. A política do Palmeiras não é para iniciantes.

Rascunho da eleição do ano que vem

Paulo Nobre e Mauricio GaliotteEm novembro de 2018 teremos novas eleições para a presidência do clube e Maurício Galiotte, com o suporte da Crefisa, voltou a ser um nome forte para concorrer à reeleição. Mustafá Contursi, acuado, volta a conviver com o mesmo problema que já o incomoda há alguns anos: seu grupo de apoiadores é formado apenas por puxa-sacos, cada vez mais ultrapassados e incapazes de gerir sequer uma banca de jornal – foi isso que o fez apelar para Arnaldo Tirone em 2011. E foi isso que o fez topar uma aliança com Paulo Nobre em 2013.

Maurício Galiotte tem o apoio de Leila Pereira, que nutre ódio mortal por Paulo Nobre, o que é recíproco. Os resultados esportivos de 2018 terão um peso importante. Se o Palmeiras voltar a conquistar troféus, a reeleição é quase certa e talvez Nobre nem saia de seu bunker político e continue a correr rally pelo mundo. Em caso de mais turbulência, a disputa pode ocorrer, e deve ser acirrada.

Tudo o que esperamos é que essas pessoas pratiquem Política, com “P” maiúsculo, de Palmeiras. Podem continuar se odiando, ou podem se reconciliar, isso realmente não importa – desde que a disputa seja leal, o profissionalismo continue prevalecendo e o time siga com o protagonismo que já exerce há três temporadas. Com Maurício, Leila, ou Paulo, seja quem estiver à frente do clube.


Verdazzo é patrocinado pela torcida do Palmeiras.

Aqui, o link para se tornar um padrinho deste site: https://www.padrim.com.br/verdazzo

  • Renato Brito

    De fato, nossa politica é para quem tem estômago. Nos resta torcer para que independente de quem esteja a frente, ou venha a disputar, coloque sempre o Palmeiras em primeiro plano.
    Claro que não é sonhar de mais que um dia tenhamos um presidente com coragem, e força politica, para finalmente separar o Clube Social do Futebol, unica amarra que ainda nos impede de dominar o cenário do futebol nacional.

    Que São Gennaro nos proteja!

  • michelblopes

    “Na mesma entrevista, deixou claríssimas suas intenções de concorrer à
    presidência do clube na eleição de novembro de 2022 – isso se os vários
    episódios desgastantes que ainda estão por vir não a demoverem dessa
    ambição.”

    Duvido que isso venha a acontecer. Tia Leila não é tão ingênua a ponto de entrar nessa barca sem saber a podridão que a esperava.

    No mais, essa ruptura será boa para o Palmeiras. Com a Leila apoiando diretamente o presidente, ele não precisa fazer tantas concessões para trabalhar. E o sapo-boi volta para as profundezas.

  • Fernando Neves Mainardi

    Melhor notícia do Palmeiras nos últimos 20 anos.
    Mustafá Contursi é o responsável por tudo de mal que aconteceu no Palmeiras.
    Retrato de um tempo retrógrado de amador do futebol. Não existe mais espaço para caciques decrépitos nem para facções uniformizadas.
    Ver esse câncer se enfraquecer me faz ter esperança em tempos melhores.
    Ele romper com a patrocinadora é um belo passo para empurrar esse sapo-boi para a cova.
    A oportunidade é gigante em 2018.
    Todos os adversários fragilizados. Gambás mesmo campeões, sem dinheiro e com a bomba relógio do Itaquerão em contagem regressiva. Sardinhas sem comando e sem dinheiro. A gaiola das Loucas na Vila Sônia nunca esteve pior. Ensaiando para cair.
    O enterro de Mustafá seria perfeito para acalmar os bastidores, estabilizar a equipe e avançarmos rumo a um ano vitorioso.
    Podem contar comigo para carregar uma alça do caixão desse crápula.
    Avanti Palestra! Scoppia che la vittoria è nostra.

  • Boboris

    Morre a Marcia Cabrita e não morre o Mustafá…. Morre o Roger Moore e não morre o Mustafá…. Morre o Luis Melodia e não morre o Mustafá…. Morre o Marcelo Resende e não morre o Mustafá…. Morre o Paulo Silvino e não morre o Mustafá…. Morre a Rogéria e não morre o Mustafá…. Morre o Nelson Xavier e não morre o Mustafá…. Ô mundo injusto esse!!!!

    • Júlio Souza

      Impressionante como um cara velho e gordo daquele tem uma saúde de ferro. É o nosso José Sarney.

      • Boboris

        Só pode ser castigo por ganharmos tantos títulos….

        • AlexTala

          heheheheheheh!!!!!

  • Marton Kiss

    Tomara que prevaleça o Palmeiras acima de qualquer vaidade, dos mencionados neste texto!

  • Nero Azzurri

    Cara, que sina ter este Musgambá!! é um infiltrado do mal mesmo.

  • Allan Leite

    Não gosto do envolvimento político da Leila, porém nada é melhor que o afastamento e isolamento do Mustagamba. Que independente da política, se olhe primeiramente o bem do Palmeiras

  • Marcos Paulo

    Esse veio morfético não morre não? já tem 300 anos que ta la dentro do palmeiras colocando seus interesses pessoais acima do clube, infarta logo e deixe o Palmeiras em paz.

    • Ederson Oliveira

      Melhor que ver esse câncer morrer é ver ele definhar politicamente, perder o poder e ser esquecido! Pior pra ele, melhor pra nós!

  • “Zé Roberto será assessor técnico a partir de 2018”, UHUL!

  • Palhaço Bozo

    Já é tempo deste ser sumir da vida política do Palmeiras. Penamos uma década inteira por causa dele e dos incompetentes associados a ele.

  • Ramon Voznak

    Como exterminar essa praga Mustafá do Palmeiras?? Esse velhote precisa sumir do Palmeiras. Aposenta esse velho.

  • Edmundo Ramos Cassis

    Surge Leila Crefisa como substituta de Mustafá. Próximos capítulos……

  • clluiz

    Amigo, política é um negócio podre no mundo inteiro. Política é uma merda literalmente.

  • Fedato Palmerista

    Se a tia Leila conseguir afastar definitivamente o Mustafá da vida do Palmeiras, já merecerá um busto ao lado do Ademir da Guia .

    • FRANCISCO JUNIOR

      Corretissimo

    • A princípio mereceria, só tem que ver se existe a possibilidade de ela se tornar um sapo boi fêmea.

    • Czar_SP

      Talvez ela até o faça, mas será apenas por interesse e não por ideologia.

      Ou seja, se no futuro os interesses mudarem …. ela poderia ressuscitá-lo se de acordo com a conveniência.

  • Fr3dpa

    Focamos muito no Mustafá, mas há muitos outros do mesmo nivel dele lá dentro… até um tempo atrás a torcida não conhecia Tirone, Frizzo e vimos o que foram capaz de fazerem juntos… a UVB a mesma coisa

    Em capacidade de articulação(Ninguém bate o sapo nesse quesito) mas em capacidade de destruição do time ainda há muitos para combater rondando o clube. Só vejo como solução mudança de estatuto, uma que garanta profissionais em áreas chaves do clube, lei de responsabilidade fiscal para que dirigentes sejam responsabilizados por péssimas administrações e por aí vai. A estrutura amadora do clube não mudando, o futebol ficará sempre muito fragilizado, ficando dependente de pessoas para se manter, e isso precisa mudar urgente!
    Torço muito para que a Leila e Nobre coloquem suas diferenças de lado em prol do futebol, juntos a SEP caminharia imbatível por décadas e mais décadas.

  • Andre Luís Sousa Araújo

    Caraca, meu, que chute no traseiro do velho sapão. O ideal seria que “o conciliador” conseguisse unir Leila e Nobre, então o Palmeiras poderia ser gerido por esses dois torcedores cheios da grana por um um tempo. A imprensa anti iria explodir de tanta raiva.

  • Marcelo Dos Santos Baptista

    Caraca até que enfim meteram o pé na bunda do Sapo Gordo !!!! Aleluia!!!!Espero que não renasça das cinzas , que fique no esquecimento e quem sabe até incriminado pela venda dos ingressos…Como um outro amigo citou , seria lindo uma reconciliação entre Paulo Nobre e Leila Pereira , ai ninguém nos segurava…

  • Victor

    O retorno do Nobre seria algo muito bom.

  • Antonio A. Alves

    O que me preocupa é que o Mustafá é o Majin buu: quando todo mundo acha que morreu se transforma.

  • greensemstress

    Eu tinha dito em outra postagem que se PN e LP tanto amam o nosso Verdão, e cá de fora parece ser genuíno, “se” ambos pudessem se reconciliar seria “juntar a fome com a vontade de comer”. Agora, me ocorreu que Galiotte tem a fama de ser “reconciliador” então seria a hora certa de promover essa reaproximação. Se a política lá dentro é explosiva, nada melhor que sentem os 3 e política e democraticamente aparem as arestas e unam as pontas desse cabo de guerra. Se isso ocorrer, nosso Verdão entrará definitivamente na história como o 1º clube das Américas a ter a mesma grandeza dos clubes europeus. É simples e exato como a matemática: a divisão diminui e a multiplicação aumenta. A grande massa de torcedores só pode mesmo incentivar da melhor maneira. Cabe a quem tem as rédeas nas mão conduzir a carruagem mesmo que seja necessário deixar de lado as excentricidades ou desejo de poder mesmo porque no esporte, especialmente no futebol, além do fator econômico/financeiro, existe o fator da emoção e paixão humana e sem dúvida a paixão mal resolvida pode se tornar uma catástrofe. O momento é agora, ou subimos os degraus e alcançamos a grandeza ou ficamos estagnados e atolados e corremos o risco de até ver adversários chegarem à nossa frente apenas pelo capricho de ver os holofotes iluminando nosso vulto efêmero que num futuro próximo será completamente esquecido ou amaldiçoado.
    Avanti VERDÃO!!!

    • Czar_SP

      Acho mais fácil o inferno congelar do que PN e LP se reconciliarem.

      • Ralf Olbertz

        Acho difícil, mas não a esse ponto, na verdade eu concordo com o Green, quem tem o poder de fazer isso é o Galiotte, se ele se reaproximar do PN ele talvez consiga conciliar, Leila apoia PN em 2018 e PN apoia Leila em 2022, não de serem amigos, mas de se suportarem por um bem maior, o PALMEIRAS!

        Sabe aquela coisa de simplesmente não se falarem, mas no campo profissional dar um show lado a lado, como falam que foi o Palmeiras Bicampeão de 1993/94?

        Difícil, mas não impossível.

  • Pedro Barioni

    ela pode até ter rompido com ele, mas certamente não foi por este motivo, se ela cedia ingresso pra ele, muito provavelmente, tinha ideia do que ele fazia com o ingresso.

    • Raul Mattiozzi

      Acredito que a partir do momento que ficou público, não tinha mais como ela fingir que não sabia! Quando isso ocorreu, se ela continuasse aliada a ele, só se mancharia…

  • Ivan

    Se o Paulo Nobre se tornasse presidente, a Crefisa sairia?

    • Fedato Palmerista

      Tia Leila diz que não ….. mas acho que sairia sim .
      O ideal seria o PN ser novamente presidente e com a graninha que ele tem, assumir o contrato da WTorre he he he .
      Aí nem precisamos de patrocínio algum !!!

      • Fernando Castro

        Não acho que sairia de cara, mas sentariam pra conversar de uma forma que não têm vontade de fazer a curto prazo.

  • MonacoParmerista

    O #BatráquioZumbi se prestando a um “cambismo institucional” dessa baixeza merece ser apeado do atual “comboio político”.

    Se tivesse uma fagulha de vergonha na cara, se retiraria do clube sem dar um pio.

    Mas, claramente, esse tipo de brio é uma coisa que o individuo já perdeu há muuuito temo…. se é que algum dia teve.

    • Czar_SP

      Também acho que somente este episódio já o faria merecer a perda sumária de todos os seus poderes e direitos políticos. E até mesmo sua expulsão do clube.

      Mas imagino que isso deveria ser votado pelo conselho, inclusive pelos mais de 100 zumbis vitalícios, certo?

      Resumindo: não vai rolar.

    • AlexTala

      O sapo boi já disse que não sabia de nada, parece outro batráquio conhecido o sapo barbudo!

  • Fedato Palmerista

    O lado negativo é que a pressão, pelo menos a interna, pelos resultados ano que vem serão ainda maiores e isso vai refletir no elenco e comissão técnica ….
    O Mustafá atrapalha até quando sai fora Cazzo !!!!

  • Danilo Juliato

    Apesar do poder financeiro da Leila eu acredito que ela não vai muito além. Como o próprio post fala. A política do palmeiras não é para iniciantes.

    • Márcio_SC

      Só que ela não é iniciante, já é cobra veia neste meio, como empresária de muitos anos é mais capacitada que a maioria destes velhos conselheiros do clube, se vai ser bom para o Palmeiras daí só o tempo dirá, pois não sabemos exatamente qual é o motivo dela almejar a presidência do palmeiras.

    • Fr3dpa

      Eu discordo, acho ela bem esperta, e muitos bajuladores ali se venderiam por qualquer troco de pão, muito fácil ela puxar vários pro lado dela.

  • Czar_SP

    Não se pode subestimar a pretensão de LP em concorrer à presidência.

    O império do qual fazem parte a Crefisa e a FAM não foi levantado da noite para o dia, nem com políticas amigáveis e brandas.

    Seu perfil empresarial extremamente agressivo foi desenvolvido ao longo do tempo com lutas duríssimas no mercado financeiro. Ou seja, ela tem a resiliência necessária para lidar com o ambiente vil e cheio de ódio que é a política do Palmeiras.

    Meu grande temor é que este tipo de personalidade tende a querer se apropriar de tudo em que coloca as mãos, transformando suas conquistas em seu próprio quintal. É sua natureza, algo quase incontrolável. Provavelmente foi isso que criou o abismo entre ela e PN.

    Se ela o fizer com respeito ao clube (entendam por isso cultivar história + estrutura + torcida + ídolos + protagonismo + profissionalismo) poderá ter o apoio de milhões e ter seu nome imortalizado positivamente na história.

    • Lorenzo Bianchi

      Perfeito! clapclapclap

  • Lorenzo Bianchi

    Musgambá é o “nosso” Eurico Miranda. Aquele que prefere ir rumo ao amadorismo do que trabalhar com profissionais, sob o discurso de ser mais “econômico para a “saúde financeira” do clube”. É simples e até uma criança consegue enxergar que, com o amadorismo não há controle de processos, ou é infinitamente mais fácil maquiar dados e esconder informações para saquear, burlar e fazer o que fazem de melhor: SUGAR! O amadorismo é o sonho de consumo dessas velharias mais do que retrógradas que ainda perambulam como zumbis nas alamedas do Palmeiras! Só pensam em si e querem que se dane tudo ao redor, inclusive o clube que milhões tanto amam.

    O dinheiro da Leila e do maridão é muito bem vindo e ajudou a sanar problemas e a melhorar o equilíbrio do gigante Palmeiras, mas vejo com desconfiança toda essa vaidade dela e essa gana pelo poder.

    Aprendi que ambição é algo saudável. Ganância nunca é.

  • Gabriel Paes Bernardinelli

    Aos torcedores chamados “comuns”, desinteressado por clube social ou balanço financeiro só interessa de verdade quatro coisas:

    – dinheiro limpo e honesto no Palmeiras (nossa história não tem e nem deve ter asteriscos como o nosso rival mal cheiroso);

    – Profissionalismo;

    – jogadores comprometidos que honram a camisa (a exemplo do Zé Roberto);

    – Títulos e bom futebol.

  • Antonio Frederico

    O que vota contra o Maurício Galiotte é sua falta de timing. Sempre que o clube precisa ele some, deixa nas mãos do Mattos a tarefa que compete a ele.

    Parece um sujeito do bem, mas que acredita em unicórnio, acha que ficar mandando DVD pra CBF vai resolver o nosso crônico e antigo problema de bastidores.

    Ele precisa seriamente refletir algumas atitudes que teve esse ano, ele tem um clube gigantesco na mão, que tem dinheiro, prestígio, que está montando um elenco mais forte que o outro, mas precisa ter convicções e saber nortear o trabalho, principalmente com relação ao técnico. Escolheu o Roger agora mantenha essa decisão até o fim.

  • AlexTala

    Palavra chave “bajuladores” .

  • Ralf Olbertz

    Era meio óbvio que isso aconteceria..

    Agora resta saber se ela deixou o Mustafá se aproveitar da sua popularidade (por precisar dele) e na primeira chance livrou-se do encosto (o que me parece ser o caso) ou se realmente “ofendeu-se” com as atitudes do sapo boi.

    O grande problema que vejo nessa senhora foi o desrespeito ao estatuto, é claro que precisou de uma manobra para se eleger e antecipar a sua chance de ser presidente.

    Gostaria muito que ela e o PN se acertassem, o Palmeiras seria ainda maior com os dois juntos e poderia encerrar o ciclo de poder do sapo boi.. Infelizmente não acredito que isso seja possível.