Ramon Platero

Ramon Platero

O uruguaio Ramon Platero foi um personagem marcante no futebol brasileiro nas décadas de 1920 e 1930. Em sua carreira, há passagens curiosas, como a que treinou simultaneamente o Flamengo e o Vasco, em 1922.

Depois de ser o primeiro estrangeiro a comandar a Seleção Brasileira, no Sul-Americano de 1925, teve três passagens pelo futebol do Palestra Italia. Na primeira, de forma interina, dirigiu dois jogos em 1927.

Voltou ao clube em 1934 e comandou o time em três amistosos e no início da campanha do terceiro título paulista consecutivo – foram mais sete jogos, com seis vitórias e um empate. Por razões incertas, Platero deixou o Palestra, que venceria o campeonato sob o comando de Humberto Cabelli.

Foi em 1938 que Ramon Platero escreveu com tintas vivas seu nome na História do Palestra, ao comandar o time na conquista do Campeonato Paulista Extra, cuja partida decisiva foi contra o SCCP e foi vencida por 2 a 1.

Depois de treinar todos os times grandes do Rio de Janeiro, além do São Paulo da Floresta e do Santos, aposentou-se em 1940 e passou a morar na capital paulista. Faleceu em agosto de 1950.


Resumo das partidas

J
%
V
E
D
53
69,8%
33
12
8