Novo camisa 30 do Palmeiras, Jailson é apresentado e comenta concorrência no meio de campo

Jailson é apresentado como mais novo atleta do Palmeiras, na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Aos 26 anos, Jailson se diz bem fisicamente e espera por uma chance na lista do Mundial

Após o treino desta quinta-feira, o volante Jailson, um dos reforços do Palmeiras para a temporada 2022, concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol.

Apresentado com a camisa 30, que pertenceu a Felipe Melo nos últimos anos, o jogador chegou ao Verdão para disputar uma vaga na equipe com outros cinco atletas (Patrick de Paula, Gabriel Menino, Zé Rafael, Danilo e Atuesta) e espera uma competição sadia.

“Muito feliz de fazer parte desse clube vencedor. Quando um time gigante igual ao Palmeiras quer te contratar você não pensa duas vezes e não foi difícil tomar a decisão de vir pra cá. Há muitos bons jogadores de meio-campo aqui. Todos querem jogar, mas será uma disputa com muito respeito. A concorrência motiva mais a jogar e também nos faz aprender com os outros colegas, já que todos são de muita qualidade”, declarou.

Contratado para suprir a vaga deixada por Danilo Barbosa, Jailson avisou que se sente à vontade em atuar como zagueiro, mas ressaltou que o meio-campo é seu setor favorito no campo.

“Eu joguei bastante de zagueiro na Europa e não tem nenhum problema quanto a isso. Sinto-me bem nessa posição. Já sobre ser volante, é minha posição de origem e o lugar que eu mais gosto de jogar. Tenho como característica principal a marcação, dar segurança a defesa. É isso que o torcedor pode esperar de mim, além de muita determinação, garra”, detalhou.

Jailson se diz fisicamente bem

Jailson durante treinamento do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Revelado pelo Grêmio, o volante de 26 anos, que assinou com o Verdão só até o final desta temporada, também tem passagens pelo Fenerbahçe, da Turquia, e pelo Dalian Pro, da China.

Na equipe chinesa, disputou apenas seis jogos, sendo que a última vez que entrou em campo foi em novembro de 2020. Apesar do tempo parado, Jailson afirma que está próximo do seu 100% e espera por uma chance no Mundial de Clubes.

“Estou há um tempo sem jogar, mas mantive minha forma com um preparador físico particular. Estou quase no meu 100% e a cada dia tenho me preparado melhor. A comissão técnica do Palmeiras está me ajudando muito para que consiga chegar no meu melhor. Sobre o Mundial, se for da vontade do professor [Abel], espero estar junto”, finalizou.

O Palmeiras precisa enviar à Fifa a lista dos jogadores inscritos para o Mundial até o dia 24 de janeiro. De acordo com o regulamento, o clube pode inscrever 23 atletas, sendo que é obrigatório levar três goleiros. Atualmente, sem contar os arqueiros e atletas da base que podem ser promovidos, o elenco palmeirense conta com 24 atletas de linha.