0
X
1

02/05/2021 - 20:00

Santo André 0x1 PalmeirasCesar Greco

O Palmeiras venceu o Santo André, no Canindé, por 1 a 0 e segue cumprindo seus compromissos contratuais com a FPF.

A vitória manteve o time com chances de se classificar para a fase seguinte do torneio, sobretudo com a derrota do Novorizontino para o Guarani. Nosso time vai saber até o fim da semana se terá mais tempo para descanso e treinamentos após 14 jogos em 31 dias, ou se seguirá na competição.

Primeiro tempo

3'
Palmeiras

Garcia fez jogada individual pela direita e arriscou de fora; Fernando Henrique pegou no canto direito.

5'
Santo André

Gustavo Scarpa errou na saída de bola; Tiago Marques tentou aproveitar para entrar na área mas Henri chegou dividindo e salvou o Palmeiras.

10'
Palmeiras

Gustavo Scarpa suspendeu na área; Henri disputou com a zaga e conseguiu escorar, pressionado – a bola saiu à esquerda do gol.

12'
Santo André

Depois de bola alta em nossa área, ela ficou viva e Vitinho emendou da meia-lua; ela saiu mascada de forma perigosa por cima do gol.

15'
Palmeiras

Vanderlan lançou longo para Scarpa, que entrou na área e chutou quase sem ângulo – Fernando Henrique defendeu com o pé direito, mas já havia impedimento na jogada.

17'
Santo André

Vitinho puxou contra-ataque após passe errado de Giovani no meio; Ramon infiltrou pela direita e chutou cruzado; Tiago Marques tentou chegar de carrinho mas a bola saiu pela linha de fundo.

19'
Palmeiras

Rafael Elias brigou, aproveitou a falha de Willian Goiano e cruzou para Giovani na pequena área, mas o atacante não conseguiu escorar para o gol vazio – pegou de raspão e a bola saiu à direita do gol.

20'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Gabriel Menino deu o balão; Giovani ganhou a disputa pelo alto e Gustavo Scarpa ganhou de Lucas mendes no corpo para sair livre de frente para Fernando Henrique – aí foi só tocar por baixo.

27'
Santo André

Ramon foi lançado em velocidade no facão; entrou em diagonal na área; Jailson saiu errado mas Ramon ficou sem ângulo e tentou a batida por baixo; a bola bateu em Jailson e subiu, saindo por cima do travessão.

28'
Santo André

Na cobrança do escanteio, a zaga rebateu a primeira e Minho emendou por baixo, para boa defesa de Jailson.

37'
Palmeiras

Giovani tabelou com Pedro Bicalho, que deu de letra e ia deixando Giovani na cara do gol, mas Vitinho no último esforço se esticou e cortou para escanteio.

40'
Palmeiras

Após jogada de Fabinho, Viña cruzou no segundo pau e Gabriel Menino tentou emendar de primeira, mas a zaga bloqueou na primeira e na segunda tentativa.

43'
Palmeiras

Na bola disputada, Pedro Bicalho meteu uma chaleira de calcanhar e deixou Rafael Elias frente a frente com Fernando Henrique, que saiu de voadora e atingiu nosso atacante. O juiz mandou seguir, o VAR ficou na moita e nada foi marcado.


Segundo tempo

Zé Rafael entrou no lugar de Gustavo Scarpa.

2'
Santo André

Após escanteio, a zaga do Palmeiras tirou parcialmente; Papagaio furou, deixando Ramon em condições de girar rápido e bater para o gol, mas a bola saiu pelo alto.

4'
Santo André

Lucas Mendes cruzou no segundo pau, Minho escorou de cabeça e Gegê bateu por cima. A jogada toda foi muito mal executada.

5'
Santo André

Lucas Mendes bateu lateral, recebeu de volta e teve muita tranquilidade para cruzar no primeiro pau; Minho testou livre e mandou à esquerda do gol. Nossa defesa ficou dormindo.

6'
Palmeiras

Rafael Elias brigou no campo de ataque, ganhou, puxou o ataque e decidiu resolver sozinho – acabou bloqueado quando Giovani era boa opção fechando por dentro.

13'
Santo André

Pedro Bicalho perdeu a bola no meio; Vitinho aproveitou, puxou o ataque e acionou Gegê, que tentou bater colocado de canhota mas errou o alvo.

15'

Newton entrou no lugar de Giovani.

21'
Santo André

Lucas Mendes lançou Caio Rangel no corredor; o cruzamento veio por baixo e Jailson foi mal, rebatendo para o meio da área; Ramon fuzilou e JAILSON se recuperou de forma magnífica, a la Marcos, explodindo na frente do atacante e bloqueando a bomba.

23'

Esteves entrou no lugar de Fabinho.

26'
Palmeiras

Rodrigo vacilou, Rafael Elias roubou, saiu na cara de Fernando Henrique e tentou tocar por baixo; o goleiro conseguiu defender com o pé e Newton emendou de bicicleta, da entrada da área, e quase fez um golaço – a bola saiu à direita.

33'
Palmeiras

Em mais um erro na saída de bola, a bola sobrou para Gabriel Menino na lateral da área e ele girou rápido para bater com força, por cima do gol.

37'
Santo André

Fernando Henrique repôs buscando Ramon na corrida; Vanderlan errou o tempo de bola e Ramon entrou na área; com pouco ângulo e pressionado por Vanderlan, bateu na rede pelo lado de fora.

39'
Santo André

Rafael Vinicius arriscou de fora; Jailson protegeu o canto esquerdo e viu a bola sair ao lado da trave.

42'

Marcelinho entrou no lugar de Gabriel Menino; Gabriel Silva entrou no lugar de Rafael Elias.

46'
Santo André

Na bola esticada, Viña falhou feio e Rone bateu forte; Jailson defendeu bem no canto esquerdo.

48'
Santo André

Mais uma finalização de Rone, após bola rebatida – ele girou da meia-lua por cima do gol.

52'

Tiago Scarascati, fraco, encerrou o jogo.



Ficha Técnica

Santo André

Fernando Henrique
Lucas Mendes
Willian Goiano
Rodrigo
Bruno Santos
Marcos Martins
PH
Vitinho Schimith
Rone
Gegê
Tiago Marques
Caio Rangel
Marino
Ramon
Minho
Rafael Vinicius
Márcio Fernandes
TÉCNICO


Fim de jogo

Foi um jogo bem fraco – seja pelo péssimo estado do gramado, pela limitação técnica do adversário ou pelos erros excessivos de nosso time.

A falta de motivação foi latente, sobretudo em jogadores que fazem parte do elenco principal, como Gustavo Scarpa, Gabriel Menino, Zé Rafael e Viña.

A estratégia da comissão técnica contrasta fortemente com discurso respeitoso com a  competição. Ao ser obrigado a dividir o elenco em três para poder disputar o ritmo de três jogos por semana, a hierarquia de importância dos torneios grita. E disputar um jogo contra o Santo André domingo à noite no Canindé dentro dessa escala não é estimulante para nenhum atleta consolidado, ainda mais com o risco de sofrer lesões.

O esquema com três homens na primeira linha voltou a ser usado, mas desta vez, com dois deles sem serem zagueiros de origem. O comando coube a Henri, que vinha de duas atuações ruins e estava pressionado. A excelente notícia foi que o trio saiu-se muito bem, dentro do possível.

Limitadíssimo, o Santo André só conseguiu levar perigo ao gol de Jailson nos erros de passe de nosso time, e na parte final do jogo, quando partiu para a pressão. Sem ser muito exigido, nosso time sofreu demais com a falta de concentração.

Algumas de nossas Crias tentaram se destacar e abusaram das jogadas individuais. Algo natural em atletas buscando seus espaços – mas esse excesso de tentativas individuais pode se voltar contra eles próprios. A experiência que virá com o tempo vai ensiná-los melhor.

O placar foi definido num lance fortuito. Após um balão e uma bola espirrada após disputa aérea, Gustavo Scarpa, em lance muito feliz, ganhou no corpo do adversário – o que já foi uma enorme surpresa – e finalizou por baixo. Essa força deve ter vindo de uma dose extra de Trakinas com Leite Moça.

Com os resultados, o Palmeiras segue em terceiro no grupo, de novo a três pontos do Novorizontino, mesmo sem utilizar o time principal em nenhum jogo.  Com 15 pontos, o Palmeiras está em sexto lugar na classificação geral e estaria entre os classificados em todos os outros grupos.

Se o Verdão se classificar, quem passará um vexame será o Campeonato Paulista. Não nos deixarão passar, vamos pensar na Libertadores, onde somos líderes, pelo quarto ano seguido. VAMOS PALMEIRAS!





  • Jailson tem que ser o segundo goleiro, Vinícius tem potencial mas o Jailson já é um goleiro consolidado e experiente, e até costuma fazer milagres, depois do Weverton meu goleiro é o Jailsão da massa, espero que do Abel tbm

  • Essa rapaziada tem potencial, mas ainda falta “malandragem” e “rodagem” (Newton, Fabinho, Henri, Bicalho, Giovanni). Jogando contra esse cabeças de bagre dos times do interior, os moleques vão acabar se queimando. Creio que o ideal é ir lançando aos poucos. Lembra que o “Oxxxwaldo” deu uma segurada no Jesus e depois ele arrebentou? Hoje temos outros 2 “Gabriéis” tão bons ou até melhores que o atual jogador do Manchester City, mas que ainda não estão prontos para serem titulares do time. Um sofre com a disparidade de exigência física que existe entre a base e o profissional e o outro ainda está bem “verde” futebolisticamente.

    Verdão poderia aproveitar melhor os veteranos. Não me lembro de ter visto o Jailsão em campo esse ano, exceto na partida de ontem. Lucas Lima e Scarpa são caras que podem chamar a responsa também. Seria interessante montar dois times e soltar os novos aos poucos.

  • Só mais um jogo pros novatos ganharem experiencia e pra certos “torcedores” e pra mídia marrom tumultuar. Não vejo a hora de acabar essa fase da temporada.