0
X
2

Pré-Jogo

Pré-jogo Mirassol x Palmeiras

A Sociedade Esportiva Palmeiras vai a Mirassol neste sábado de carnaval enfrentar o time da casa,em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Com a derrota do perseguidor mais direto na véspera, se o Verdão vencer, abrirá seis pontos de vantagem na classificação geral e terá grande possibilidade de garantir os mandos nas partidas de volta do mata-mata.

Palmeiras

DESFALQUES
Lesionados:
Jean e Deyverson
Trabalho físico:
 Diogo Barbosa, Moisés e Edu Dracena
Não inscritos:
Fabiano, Emerson Santos, Jean, Pedrão e Hyoran

Pendurado: Victor Luis

Roger Machado sinalizou na coletiva de ontem que Michel Bastos tem as maiores chances de assumir a lateral esquerda – esta deve ser a única mudança no time em relação à formação que vem vencendo todos os jogos do campeonato: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo; Willian Bigode, Tchê Tchê, Lucas Lima e Dudu; Borja.

Mirassol

O time da casa conseguiu sua primeira vitória no campeonato ao vencer o São Caetano, no ABC, e o treinador Moisés Egert não tem problemas de lesão ou suspensão. Assim, é provável que mantenha a mesma formação da rodada anterior com Fernando Leal; Danilo Boza, Jesiel, Edson Silva e Marlon Farias; Wellington Reis, Paulinho, Léo Baiano e Rodolfo; Douglas Baggio e Gilsinho.

Retrospecto

Já se passaram quase cinco anos desde a última vez em que visitamos a cidade – e ocorreu uma hecatombe. Mesmo assim, nosso retrospecto é positivo. Aproveite todas as funcionalidades do Almanaque do Verdazzo. Consulte os links abaixo, e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Mirassol
Mirassol
José Maria de Campos Maia
José Maria de Campos Maia
Luiz Flávio de Oliveira
Luiz Flávio de Oliveira
Taça Campeonato Paulista
Campeonato Paulista

 

Parpite

Dá Verdão, 4 a 0, a sexta vitória consecutiva. Mesmo vindo de vitória, o Mirassol montou um dos piores times do campeonato e o resultado deve chegar com naturalidade, a não ser que aconteça algo muito fora do normal. Os gols serão de Borja (2), Willian e Dudu, para 11.999 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

SportvSporTV

PFCPFC e PFCI

Pós-Jogo

Mirassol 0x2 PalmeirasCesar Greco / Ag.Palmeiras

Mostrando extrema consciência e controlando a maior parte da partida, o Verdão chegou à sexta vitória consecutiva ao bater o Mirassol por 2 a 0 na casa do adversário, com gols de Borja e Dudu. Com 18 pontos conquistados, o time manteve os 100% de aproveitamento e praticamente encaminhou a classificação, já que tem 10 pontos de vantagem para o terceiro colocado e temos apenas mais seis jogos para o fim do turno.

PRIMEIRO TEMPO

Roger Machado confirmou a entrada de Michel Bastos na esquerda, no lugar de Victor Luis. O Verdão começou a partida com muitas dificuldades diante da marcação avançada do time da casa.

O primeiro lance de perigo aconteceu aos 11 minutos: Douglas Baggio recebeu na intermediária e, mesmo pressionado por Felipe Melo e Tchê Tchê, avançou e bateu cruzado da entrada da área, buscando o cantinho direito de Jailson – a bola saiu por pouco.

A primeira finalização do Verdão veio aos 19, depois que Tchê Tchê interceptou um passe na intermediária ofensiva; a bola ficou com Dudu que tentou o chute cruzado, mas a bola parou na zaga. As dificuldades eram claras.

Aos 21, Rodolfo aproveitou o espaço nas costas de Michel Bastos, contou com um corte malfeito de Willian Bigode e invadiu a área pela direita para finalizar cruzado; Jailson rebateu e Rodolfo recolheu novamente; sem ângulo, rolou para a chegada de Douglas Baggio que tocou para o gol, sem goleiro – mas não contava com a perna esticada de Lucas Lima, em cima da linha, para salvar o gol.

O lance animou o Palmeiras, que chegou ao gol logo em seguida: Marcos Rocha rolou para Felipe Melo, que tentou enfiar para Borja mas Edson Silva rebateu; a bola ficou com Lucas Lima, que aproveitou a projeção de Borja e enfiou para o colombiano, que invadiu a área e tocou no meio das canetas de Fernando Leal, abrindo o placar.

O gol foi o chamado “balde de água fria” sobre o time da casa. O Palmeiras passou a se impor e a ordem natural das coisas foi restabelecida. Aos 33, Felipe Melo articulou, Willian Bigode percebeu Tchê Tchê infiltrando e rolou – o chute saiu cruzado, buscando o canto esquerdo de Fernando leal, que fez boa defesa.

Aos 38, depois de boa troca de passes pela esquerda, Tchê Tchê enfiou para Dudu, que rolou na linha da pequena área, mas Borja não conseguiu chegar para concluir. Aos 41, Borja caiu pela direita, percebeu Willian se projetando pelo miolo e cruzou por baixo; Jesiel furou e o Bigode não acreditou na jogada, perdendo a chance de finalizar. O primeiro tempo ficou no 1 a 0 para o Verdão.

SEGUNDO TEMPO

Os dois times voltaram sem mudanças. Logo a um minuto, Michel Bastos dormiu na lateral da área e permitiu a roubada de bola de Paulinho, que rolou para o meio mas Felipe Melo estava atento e cortou.

O Palmeiras mais uma vez se postou no campo de defesa para controlar o ritmo do jogo. O Mirassol vinha pra cima mas esbarrava num esquema defensivo muito consistente. Assim que roubava a bola, o Palmeiras esticava a bola com Lucas Lima ou Felipe Melo, sempre buscando Willian ou Borja.

Aos 15, Lucas Lima aproveitou a cobrança de falta curtinha da direita e levantou no segundo pau; Borja ganhou do goleiro e cabeceou; a bola ia entrando, mas Edson Silva salvou no último instante. Aos 21, Willian Bigode deu lugar a Keno; aos 27, Gustavo Scarpa entrou no lugar de Lucas Lima, o dono do jogo, aplaudidíssimo.

Oss dois que entraram construíram mais um ataque: Scarpa ligou com Keno pela esquerda; o camisa 11 enxergou Borja fechando e rolou; o colombiano enfiou o canudo, a bola desviou na zaga e saiu a escanteio.

O Mirassol cansou e o Palmeiras aumentou o ritmo. Aos 32, depois de longa troca de passes, Michel Bastos chegou em boas condições e chutou forte, cruzado; Fernando Leal fez boa defesa. Aos 35, Scarpa tocou para Michel Bastos e correu para a área, o cruzamento buscava o camisa 14 mas Fernando Leal cortou parcialmente; a bola caiu com Dudu na direita; ele tinha pouco ângulo mas mesmo assim tentou o arremate, facilitando para a recuperação do goleiro.

Um minuto depois, o Verdão mais uma vez rodou a bola até chegar em Dudu, pelo meio;  ele viu Borja infiltrando pela direita e rolou; o chute cruzado saiu forte, e mais uma vez Fernando Leal teve que trabalhar. Aos 39, já com o Mirassol entregue, o Palmeiras tocou bola até a enfiada de bola de Tchê Tchê para Borja; ele invadiu a área e foi atropelado por Jesiel: pênalti que Dudu executou com perfeição, no canto direito alto.

Aos 43, Tchê Tchê deu lugar a Thiago Santos: os dois fizeram seus centésimos jogos pelo Palmeiras esta noite. Com quatro minutos de acréscimos, Luiz Flávio de Oliveira encerrou a partida.

FIM DE JOGO

Mais uma vez o Palmeiras mostrou sua superioridade controlando o ritmo do jogo. Flertou com um problema ao quase tomar o gol no primeiro tempo, mas soube reagir e construir a vantagem. Deve ser muito irritante para os adversários jogar contra este time.

O time volta a campo no Allianz Parque, na quinta-feira, contra o Linense, para chegar à sétima vitória seguida – algo que não acontece desde agosto de 2013, numa sequência que teve seis jogos pela Série B e um pela Copa do Brasil. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

Mirassol

GOL
Fernando Leal
LAD
Danilo Boza
ZAG
Jesiel
ZAE
Edson Silva
LAE
Marlon Farias
VOL
Wellington Reis
VOL
Paulinho
MEI
Léo Baiano
MEI
Zé Roberto
MEI
Rodolfo
MEI
Xuxa
ATA
Douglas Baggio
ATA
Gilsinho
ATA
André Luís
TÉCNICO
Moisés Egert

Palmeiras

GOL
Jailson
LAD
Marcos Rocha
ZAG
Antônio Carlos
ZAE
Thiago Martins
LAE
Michel Bastos
VOL
Felipe Melo
MEI
Willian Bigode
ATA
Keno
MEI
Tchê Tchê
VOL
Thiago Santos
MEI
Lucas Lima
MEI
Gustavo Scarpa
MEI
Dudu
ATA
Borja
TÉCNICO
Roger Machado

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Jailson
Boas defesas no primeiro tempo. No segundo, assistiu ao jogo.
7
Marcos Rocha
Sempre bem colocado, e mostrando excelente condição técnica.
7
Antônio Carlos
Um gigante pelo alto, tirou todas.
7.5
Thiago Martins
Partida discreta, pouco exigido.
6.5
Michel Bastos
Apesar do erro bizarro no início do segundo tempo, correu bastante, ocupou os espaços, apoiou e até finalizou.
7.5
Felipe Melo
Mesmo apertado, deu consistência na saída de bola e protegeu a zaga com a autoridade de sempre.
7
Willian Bigode
Apagado, deu brecha para os reservas que estão babando para entrar.
6
Keno
Meteu a correria esperada, num momento em que o time do Mirassol já estava cansado.
6.5
Tchê Tchê
Sua importância sem a bola foi a mesma de sempre. Desta vez, brilhou também com ela, ao fazer o belíssimo passe para Borja sofrer o pênalti.
7.5
Thiago Santos
Entrou só para fazer o jogo 100.
s/n
Lucas Lima
Acabou com o jogo. Deu carrinho, salvou gol em cima da risca, buscou a bola na área de JAilson para sair jogando e estava em todos os pontos do gramado - e resolveu o jogo dando a assistência para o gol que desmontou o adversário. Partidaça.
9
Gustavo Scarpa
Entrou em alto nível, mostrando que está pronto para assumir um lugar no time.
7
Dudu
Atuação apagada, que ganhou brilho apenas pela perfeita cobrança do pênalti.
7
Borja
Parece que o matador que trouxemos da Colômbia por uma bala no ano passado chegou de vez. E ele dá carrinho na defesa também!
8.5
Roger Machado
Roger Machado
Segue fazendo um trabalho de altíssimo nível. Falta apenas deixar o time com um pouco mais de apetite para construir placares mais dilatados, quando a situação permite.
8