2
X
3

Restando apenas cinco jogos para o fim do Campeonato Paulista de 1994, o Palmeiras encarou o SPFC no Morumbi. De virada, bateu o rival por 3 a 2. Líder da competição àquela altura do campeonato, o Verdão tinha 37 pontos em 25 jogos.

Além do cenário natural de uma partida tão importante envolvendo os dois times mais fortes do país, o jogo foi envolvido por uma carga emocional extra: horas antes da bola rolar, a morte de Ayrton Senna consternou o país e o estádio do Morumbi por alguns minutos ficou inteiro do mesmo lado, na homenagem prestada ao piloto.

Sem contar com Edmundo, afastado por Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras saiu atrás do placar: Euller marcou para o adversário aos 24 minutos da primeira etapa. Cinco minutos depois, a equipe comandada por Luxa chegou ao empate com Edílson, que aproveitou o rebote de Zetti na pequena área. No entanto, a igualdade não durou por muito tempo, já que Muller anotou o segundo do SPFC. O placar não se alterou até o fim da primeira etapa.

No segundo tempo, precisando vencer, Luxemburgo trocou o lateral direito Cláudio pelo ponta Maurílio. Os palmeirenses presentes no Morumbi não gostaram da substituição e começaram a gritar “burro” para o comandante alviverde – a torcida queria a substituição de Rincon, que não vivia uma tarde de muita aplicação.

Mas no lance seguinte à substituição, aos 29 minutos, enquanto ainda os torcedores protestavam, Mazinho cobrou escanteio da esquerda e a bola sobrou no pé de Maurílio, que bateu de canhota para novamente empatar a partida. 2 a 2. Luxemburgo virou-se para as arquibancadas em tom de revanche, mas a torcida nem ligou.

A virada do Palmeiras veio dez minutos depois: enquanto a metade palmeirense do estádio gritava em coro “Senta Telê, o São Paulo vai perder!”, Maurílio foi derrubado perto da meia-lua por André. Na cobrança de falta, Evair bateu colocado sem chance para o goleiro Zetti e fez 3 a 2 para o Verdão.

A vitória de virada foi um dos momentos mais marcantes de toda a década e, com ela, o Palmeiras ficou bem mais perto do bicampeonato paulista.

Ficha Técnica

58.103

CR$ 485.601.000,00

Juan Francisco Escobar

SPFC

Zetti
Cafu
Júnior Baiano
Nem
Gilmar
André Luiz
Válber
Doriva
Leonardo
Euller
Palhinha
Juninho Paulista
Müller
Telê Santana
TÉCNICO