2
X
0

24/02/2018 - 17:00

Pré-Jogo

Pré-jogo SCCP x Palmeiras

Na tarde deste sábado, a Sociedade Esportiva Palmeiras vai ao Itaquerão enfrentar os sujos, o clube que dá o mau exemplo, aquela gente que mistura esporte com falcatrua e que faz parecer que o errado é o certo. Se nosso país está do jeito que está, nosso adversário desta tarde tem sua colherinha de participação, e tem que pagar por isso.

Palmeiras

DESFALQUES
Lesionados:
Jean, Artur e Deyverson
Trabalho físico:
Edu Dracena, Diogo Barbosa e Moisés
Não inscritos:
Fabiano, Emerson Santos, Jean, Pedrão e Hyoran

Pendurados: Antônio Carlos, Victor Luis e Felipe Melo

Segundo Roger Machado, Moisés e Edu Dracena ainda não terão condições de jogo. Uma das maiores dúvidas era com relação à lateral esquerda; Michel Bastos pareceu mais adequado que Victor Luis para nosso treinador para este jogo.

Se escalar o time que vem treinando durante a semana – e nada indica que isso vai mudar – o Palmeiras entrará em campo esta tarde com Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo e Tchê Tchê; Willian Bigode, Lucas Lima e Dudu; Borja.

Adversário

Fábio Carille divulgou na manhã de sexta-feira o que diz ser a escalação de seu time .O treinador adversário abriu mão de um atacante de referência, ao verificar que suas opções eram Júnior Dutra e Kazim. Ao escalar Renê Júnior em seu lugar, ele povoa o meio-campo e monta um ataque leve e rápido.

Na lateral esquerda, Juninho Capixaba foi incinerado e Maycon jogará improvisado. O time divulgado é Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique Princeso e Maycon; Gabriel e Renê Júnior; Jadson, Rodriguinho e Clayson; Romero.

Lei do Ex

Gabriel é daquele tipo de pessoa que, por suas atitudes, merece todo o desprezo. Está no lugar certo. Henrique Princeso é outro que já passou por aqui, além dos não-relacionados Vilson e Marquinhos Gabriel.

Do nosso lado, Willian Bigode, Bruno Henrique e Edu Dracena já estiveram por lá, além de Antônio Carlos, nas categorias de base.

Retrospecto

Eles são nosso adversário mais freqüente e nosso mais antigo freguês. Aproveite todas as funcionalidades do Almanaque do Verdazzo. Consulte os links abaixo, e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

SCCP

Itaquerão
Itaquerão
Raphael Claus
Raphael Claus
Taça Campeonato Paulista
Campeonato Paulista

 

Parpite

Derby é Derby. Não tem favoritismo, a condição técnica dos times conta muito menos que em qualquer outro jogo; o componente emocional é tão ou mais importante que a bola no pé dos jogadores.

Temos que jogar Derby. Pilha, sangue no olho – mas na medida certa, sem exagerar. A batalha tática será no meio de campo e a onipresença de Tchê Tchê será fundamental para que o jogo seja desequilibrado a nosso favor.

Em mais um embate do certo contra o errado, o Palmeiras vai corrigir os erros do ano passado, quando o time dos esquemas fez parecer a seu povo sofrido que o crime compensa. Vamos recomeçar a contar a História e dar o exemplo positivo para nossas crianças. O lado certo tem que vencer: dá Verdão: 2 a 0, com gols de Willian e Lucas Lima, para 41.234 pagantes. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

PFCPFC e PFCI

Pós-Jogo

SCCP 2x0 PalmeirasCesar Greco / Ag.Palmeiras

Em mais um, MAIS UM, Derby decidido pela arbitragem, o Palmeiras foi derrotado por 2 a 0 pela Organização Criminosa de Itaquera e perdeu a invencibilidade no ano. O jogo vinha sendo bem disputado até uma intervenção bandida da arbitragem que resultou na expulsão de Jailson e mudou o andamento do jogo. O Verdão agora vira a chavinha pela primeira vez no ano para viajar para a Colômbia, onde estréia na Libertadores contra o Junior de Barranquilla.

PRIMEIRO TEMPO

Antes do jogo começar, já tivemos uma amostra de como a banda vai tocar este ano: o bandeirão desfraldado pela torcida local tinha as logomarcas do SporTV e do Premiére FC. Na cara dura.

Os dois times entraram em campo sem nenhuma surpresa em relação às formações previstas. Nos primeiros momentos, o ataque do SCCP deixou claro que jogava com dois pontas abertos e sem centroavante, nem falso – Romero corria rente à linha lateral. Jadson e Rodriguinho se revezavam na função de 9 e 10 a todo momento, tentando confundir nossa defesa.

O time da casa marcava com muita intensidade, enquanto o Palmeiras preferia os lançamentos longos buscando Michel Bastos, Borja e Willian Bigode. Aos 5, Marcos Rocha fez falta em Romero e Jadson bateu com perigo, obrigando Jailson a desviar a bola a escanteio. O Palmeiras respondeu aos 10, num lançamento por baixo de Felipe Melo que pegou Borja, marcado; o colombiano avançou, sempre acompanhado de perto por Henrique, ele ajeitou e bateu com pouco ângulo, sem assustar Cássio.

Aos 13, após sequência de dois escanteios, a bola sobrou na esquerda com Willian, que levou Renê Júnior e cruzou na marca do pênalti para Borja, que dividiu com Henrique por cima; a bola sobrou para Dudu que rolou para a batida de Antônio Carlos – Henrique salvou a bola que tinha a direção do canto direito de Cássio. O lance impôs respeito; o time da casa estava muito à vontade nos dez primeiros minutos.

Aos 18, Willian roubou a bola na saída do adversário e tocou para Borja; a bola correu um pouco demais e Cássio conseguiu abafar a conclusão de nosso camisa 9. Logo em seguida, Thiago Martins tinha o lance sob controle e protegia a bola para ganhar o tiro de meta, mas vacilou de forma inacreditável e perdeu para Romero, que invadiu a área livre mas passou errado para a chegada de Jadson  – Antônio Carlos se antecipou bem e salvou o parceiro.

Aos 24, mais uma roubada de bola de Willian; Dudu acionou Lucas Lima que tabelou com Tchê Tchê e sofreu falta de Fagner a um passo da área; mas a bola sobrou para Willian, com pouco ângulo, que bateu para o gol, fácil para Cássio – o árbitro preferiu a vantagem de forma muito duvidosa.

O jogo deu uma acalmada, com a bola ficando mais disputada no meio-campo, sem maiores aproximações às áreas. Aos 36, Dudu articulou com Willian e Borja, tentando uma infiltração pelo meio – o lance era bom, mas Balbuena cortou.

Aos 39, a estratégia de Carille funcionou: a troca de passes foi longa na frente da área, com todo o sistema defensivo do Palmeiras armado; Rodriguinho armou o chute e Borja e Antônio Carlos se atiraram para o bloqueio; o meia fez o breque, cortou para a esquerda e saiu na frente de Jailson, aí só precisou tocar cruzado, no canto esquerdo.

O Palmeiras não conseguiu encurtar o jogo e fazer valer sua qualidade. Foi exatamente o que o time da casa conseguiu, em um lance, o que foi o suficiente para determinar a diferença no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

Com Gustavo Scarpa no lugar de Willian Bigode, o Palmeiras voltou com Tchê Tchê posicionado mais atrás, corrigindo o erro do primeiro tempo. Desde que a bola voltou a rolar, a postura era de jogo ataque-contra-defesa, com o time da casa totalmente retraído e apostando no contra-ataque.

Depois de vários lances perigosos, mas sem a chance clara de gol, aos 8 Lucas Lima conseguiu um lindo toque para Borja, mas Cássio mais uma vez saiu rachando e salvou o empate. E a cera começo: Cássio ficou três minutos esfriando o jogo.

Com a parada, o ritmo do jogo foi quebrado e a pressão do Palmeiras foi controlada pelo time da casa. Aos 13, numa bola tocada por Maycon por cima para Clayson, Marcos Rocha desviou parcialmente e tirou Thiago Martins da jogada; o ponta adversário foi ao fundo e rolou para o meio, mas Michel Bastos apareceu na cobertura e tirou a escanteio.

Depois da cobrança, nossa defesa afastou e Rodriguinho tentou um chute despretensioso, mas mais uma vez a bola apenas resvalou em nossa defesa e acabou sobrando para Renê Junior, que invadiu a área; Jailson saiu com energia e dividiu; a bola sobrou para Jadson que cruzou no segundo pau; Romero teve a chance de fazer mas escorou para o miolo, Balbuena deixou para Henrique que chutou mal, para fora. E o juiz marcou… pênalti!

Como é??? Isso mesmo. Dez segundos depois, após o time da casa ter perdido mais duas chances de gol, a arbitragem decidiu marcar pênalti na dividida de Jailson e ainda expulsou nosso goleiro. Uma marcação absurda, criminosa, inaceitável a favor do time que não quer que se implemente o árbitro de vídeo no futebol brasileiro.

Mais seis minutos de paralisação (somando nove) e Jadson fez a cobrança. Fernando Prass, que substituiu Lucas Lima, estava na bola, mas ela saiu à direita. Era a chance do Palmeiras, mesmo com um a menos, aproveitar o abalo pelo erro.

Mas com um jogador a menos as coisas ficaram muito difíceis. O time da casa se retraiu e, mesmo escapando de tomar o segundo gol, o Verdão sentiu a impotência de tentar jogar naquelas condições. Abateu-se.

Cometemos nossos erros. Gustavo Scarpa ficou aberto pela direita enquanto Dudu jogou por dentro após a saída de Lucas Lima. Tchê Tchê, que fez um péssimo primeiro tempo, deu lugar a Keno aos 33 minutos, e só aí Gustavo Scarpa teve mais liberdade de movimentação. O time ameaçou reagir, mas aí veio o segundo pênalti, cometido por Dudu sobre Rodriguinho. Clayson bateu no meio do gol e fechou o placar.

O Palmeiras provavelmente não chegaria ao empate. Mas a bola tem que rolar até o fim, nunca se sabe o que pode acontecer numa bola parada. O árbitro apontou seis minutos de acréscimo – num jogo normal, seriam três ou quatro, mais os 3 do atendimento ao Cássio, mais 6 da paralisação do pênalti – pelo menos doze minutos seriam o mínimo. O juiz apontou apenas seis e encerrou o jogo aos 48. No mínimo, roubou NOVE MINUTOS do jogo.

FIM DE JOGO

Não podemos, jamais, cair na armadilha de nos voltarmos contra nossos jogadores e técnico. Foi exatamente isso que aconteceu no ano passado e não resolveu nada. Cometemos nossos erros, mas fomos ROUBADOS VERGONHOSAMENTE. Temos que permanecer unidos e apoiar nossos jogadores, que precisam se sentir apoiados para os próximos desafios.

Nosso treinador não é burro e viu o que aconteceu. Existe o fator tático/técnico e o fator anímico. Um interfere no outro, mas mesmo assim está claro que há lições que precisam ser tiradas. Roger perdeu um Derby e, mesmo com toda a interferência da arbitragem, precisa reagir.

O presidente estava no estádio e também viu tudo. Ele é muito palmeirense, entende de futebol e deve estar muito revoltado. Ao mesmo tempo, sabe que os olhares da comunidade palmeirense se voltaram todos para ele, esperando um soco na mesa. É agora, ou nunca mais. VAMOS PRESIDENTE! VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

42.178

R$ 2.476.111,10

Raphael Claus

Súmula

Borderô

SCCP

Cássio
Fagner
Balbuena
Henrique
Maycon
Gabriel
Renê Júnior
Jadson
Mateus Vital
Rodriguinho
Clayson
Júnior Dutra
Romero
Lucca
Fábio Carille
TÉCNICO

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Jailson
Vinha bem e não cometeu o pênalti.
6.5
Marcos Rocha
Fazia uma partida correta até cometer um erro que teve consequências sérias.
5.5
Antônio Carlos
Seu único erro foi ter reflexo até demais, ao se atirar numa bola que Borja já tinha feito o bloqueio - os dois tomaram o mesmo corte.
6
Thiago Martins
Cometeu um erro grave no primeiro tempo, mas aparentemente não se abalou e seguiu jogando normalmente. Mas Edu Dracena está pronto.
5
Michel Bastos
Defendeu de forma serena e até tentou umas descidas ao ataque, com duas finalizações mal feitas.
6
Felipe Melo
Fez sua função, mas acabou envolvido pela falta de apoio.
6.5
Tchê Tchê
Mal posicionado e disperso no primeiro tempo; aparentemente acordou e corrigiu no segundo, mas só tivemos dez minutos de jogo.
4
Keno
Mal pegou na bola.
s/n
Willian
Não deveria ter saído, foi muito importante na marcação da saída de bola. Nossas chances do primeiro tempo passaram sempre por seus pés.
7
Gustavo Scarpa
Enquanto esteve aberto pela direita, rendeu pouco por precisar da perna esquerda para cruzar.
6
Lucas Lima
Teve problemas devido à distância excessiva com que os companheiros se posicionaram.
6
Fernando Prass
Intimidou Jadson no primeiro pênalti e quase pegou com o pé o segundo. E ainda defendeu um chute de fora.
7
Dudu
Não suportou a roubalheira e se desequilibrou. O pênalti foi desnecessário.
5
Borja
Perdeu um gol no começo que poderia ter mudado o jogo. No mais, teve algumas bolas esticadas que não conseguiu aproveitar.
5.5
Roger Machado
Roger Machado
Scarpa poderia ter entrado pela esquerda e depois do pênalti, devia ter ido direto para o meio, em vez de Dudu. Demorou para corrigir Tchê Tchê no primeiro tempo e para substituí-lo no segundo.
5





  • Vcs viram que o Dudu e o TMartins estão na seleção dos Campeonatos Paulista, Carioca, Mineiro e Gaúcho da Footstats?!

    Entre os 11, sete são jogadores do Palmeiras, além dos dois acima, ainda estão na seleção Jailson, MRocha, FMelo, LLima e Borja.

    E a Lateral Esquerda e o “Ala Direito” ainda tem opções supostamente melhores pra entrar.

    (Achei que seria relevante ao assunto do texto porque vi muitos comentários questionando a titulariedade dos dois primeiros.)

  • E a ansiedade até sábado, fica como?!
    Achei até bom essa sequência de resultados “negativos”. Assim, dá uma acalmada na vibe e vamos com foco total no clássico.

    Ano passado, estávamos bem e eles mal… Deu no que deu.

  • em 2017 dudu foi o segundo q mais bateu faltas.. atras so do egidio..entao ele nao resolveu ser o batedor.. ele já era um dos batedores…

      • tirando scarpa que chegou agora .. nao tem mais nenhum, nem no verdao nem no brasil. Dudu é so mais um ‘cobrador’

  • Procurei aqui no youtube “Dudu gol de falta” e não achei nenhum vídeo… Alguém lembra de algum gol de falta que ele tenha feito? Quer dizer que agora que tem o Lucas Lima pra bater as faltas, o menino resolveu que quer fazer o dele? Sou fã do Dudu, vai comer a bola no Deby, mas tem coisas que o Roger precisa chamar o jogador no canto e falar “calma lá filho, dá uma segurada”.

    • Perfeito o seu comentário. O LL é muito gente boa msm para deixar Willian, Michel Bastos e Dudu cobrem faltas e nunca passarem nem perto de acertar..

    • Tá aí meu amigo, o que falei ontem durante o jogo, o Dudu, o Michel e outros nunca acertaram nem o gol em uma falta, agora querem ser os batedores, principalmente o dudD.

    • qtos gols LL fez de falta? falando assim achei q era o Arce ou Marcos assunçao.. LL tem por obrigacao fazer gols de falta.. por ser meia de qualidade.. Dudu vemm batendo faz um tempao.. nao eh de 2018… parem de achar pelo em ovo.. a midia vai pegar esse mimimi de vcs e usar como gasolina pro classico… parem de ser a marionetes das midia spfc/gamba

      • Amigo, além de eu não entender direito o que você escreveu, pois usa um esquema meio esquisito de pontuação, não entendi por que diabos meu comentário, ou o de outras pessoas aqui, é “ser a marionetes das midia spfc/gamba”.

        De qualquer forma, eu acho o Lucas Lima o melhor batedor de faltas do time, portanto quando está em campo deveria ser o jogador a batê-las.

        Essa é minha opinião, independente de seja lá quem andou falando isso na mídia.

        • tbm acho o LL um otimo batedor acho q de 4 ou 5 duas foram na trave.. o que estou querendo dizer é que por falta de crise vcs estao tentando arrumar uma (dudu nao bata faltas vamos cair pra serie b assim) e nao esquente com os ……………… o principal você entedeu… ta cheio de torcedor e jornalista escrevendo bonito ‘coisas erradas’

          • Discussão inócua, mas concordo com o Victor. O Dudu não é batedor de falta e embora o LL não seja o Arce ou o MA, é muito melhor que Dudu. Se continuar batendo, invariavelmente vai fazer um gol logo logo. Mas não pode uma hora o MB querer bater, outra hora o Dudu e assim sucessivamente…

          • assim como nao se pode bater na mesma tecla… exemplo: boa parte da torcida nao aguentava mais o egido nada mudou ate ele ir para outro time.. vir aqui e ‘pedir’ para Dudu nao bater falta é como vender casa no deserto. Colocar esperança de boa cobranças no LL otimo!!!!! agora criticar o Dudu por querer bater todas é meio programa de fofox.. eu imagino eles lendo aqui e puxando essa prosa na mesa.. sormani dizendo: tem algo estranho elenco rachado… dudu nao deixa LL bater faltas.. pensem bem no q escrever

    • Acho que aquela falta o Dudu bateu porque no lance que a originou ele tinha finalizado e quase feito um golaço (que não valeria, visto que a falta já tinha sido apitada). Tava com o pé calibrado haha. Na hora eu pensei “agora o LL guarda um de falta pra nós depois de quase três anos…”, mas… foi Dudu quem bateu.

  • Particularmente, considerei o jogo de ontem um dos melhores com gramado empoçado que vi nos últimos anos. O futebol ali era quase impraticável até mesmo para craques, o que não impediu o Palmeiras de criar jogadas e, mais importante, adquirir uma garra acima do comum em equipes de bom nível técnico.

    O que Dudu lutou em campo ontem é algo que devemos enaltecer, bem como a entrega de Thiago Santos, Guerra e o restante da equipe que teve humildade pra dar carrinho, reconhecendo o valor do adversário, mesmo com o desgaste gerado em função das condições do campo. Gostei de ver isso nos jogadores; é sinal de que não há soberba no elenco e a competição entre eles é sadia.

    Não me importo com o tratamento tacanho que a tacanha imprensa tem dado aos dois empates sofridos, tachando-os como “tropeços”. Aliás, já que boicotar é difícil para a maioria, é melhor descer a lenha nesses redatores otários de certos sites / emissoras.

    • Acho o TS um excelente marcador, o time fica mais seguro com ele em campo, é uma pena que não tem saida de bola, é um disperdicio deixa-lo no banco, não sei não se num jogo mais cascudo, poderia ter ele e o FM,

      • Eu acho que ele melhorou bastante nesse fundamento, nada a ponto de compará-lo ao Felipe Melo, pois não se arrisca muito nos passes longos (mas, em compensação, não compromete a saída de jogo). Os dois juntos seriam úteis em jogos desse tipo fora do Allianz, mesmo (contra a Chapecoense ou Cruzeiro, por exemplo).

        • Eles já fizeram uns jogos juntos e foi uma lástima. O TS é ótimo quando aparece dando desarmes e tal. Mas no momento ofensivo do time ele simplesmente se esconde atrás dos meias adversários. A galera reclama que o TM só dá chutão, mas se não tem alguém pra passar o cara tem que dar bicuda mesmo, fazer o que.

          • O problema é que o Felipe Melo não tem a mobilidade do Tche Tche, por exemplo, o que faz desse esquema propício para liberar os alas, aproveitando a boa sequencia do Marcos Rocha e o potencial do Diogo Barbosa.

    • Pra mim aquilo parecia os arrozais que tem na zona rural da minha cidade!

      De resto, vi o mesmo que você: muita garra do time. Não vencemos por muito pouco.

  • Eu sou palmeirense, mas nossa torcida muitas vezes me irrita. É só um jogador fazer uma partida ruim que acham que “ele é pior que esse ou que aquele” e “que vai entregar”.

    1- Torcedor tem que entender que cada partida têm suas circunstâncias e níveis de dificuldade, e que se alguém errou em alguns lances (ou o treinador errou em algumas mexidas) não quer dizer q daqui pra frente, vai ser sempre igual.

    2- Torcedor tem que entender os momentos em que o time está em evolução e msm que não consiga o resultado esperado, muitos jogos como os de ontem servem de aprendizado para o time se tornar mais “cascudo”.

    • E eu queria lembrar, ainda, o quão temerários foram os rapazes ou que erro crasso algum deles cometeu na zaga até então pra todo esse desespero. Campo encharcado no qual nossos jogadores mais técnicos tiveram dificuldade e nego acha que zagueiro tem que dominar o bago no peito e sair jogando como se estivessem no mundial de beach soccer…

      Em relação às substituições, RM já nos deu mostras de que sabe fazer muito bem a leitura dos jogos de acordo com a circunstância e com o adversário.

      Ademais, destaque para nosso departamento de preparação física. Em outros tempos, no oitavo jogo do ano, víamos jogadores saindo com cãibras em campo seco!

    • SIM!! essa coisa da torcida chatíssima não é de hoje.. é claro que diretorias passadas e jogadores fracos foram os maiores culpados pela fase negra entra 2002 e 2014, mas parte da torcida também leva a culpa… e torcedores dessa parcela continuam aí, é só ir no allianz parque que vc vê aos montes, sempre xingando após um ou dois erros comuns. É uma galera sem memória, chata e que principalmente não entende NADA de futebol. Vou citar um exemplo, que é o Michel Bastos. Não está bem, até pq já está proximo ao fim de carreira, e pos na cabeça que jogaria pela direita a la Robben… Mas é um jogador que sempre foi de alto nível, convocado pra copa de 2010 com méritos. Mas infelizmente o palmeirense chatinho resolveu que ele é “ruim” pq não passa por uma fase boa, e fim de papo! esses caras precisam ser desmascarados.

  • Não tenho entendido o Dudu bater falta. Ele nunca foi batedor de falta e agora que temos quem cobre ele que tá cobrando.

    • ACHO que o RM está deixando o pessoal tentar mostrar seu valor nesses jogos iniciais, quando a coisa ficar séria, ele vai impor um batedor com base no aproveitamento. E por mais que não tenha entrado nenhuma bola ainda do LL, fica bem evidente que ele é o melhor batedor.

      Ainda estamos em “pré temporada”.

  • O jogo de ontem não deve ser levado em consideração pois não havia condição de se jogar futebol.

    O que gostaria de comentar passadas 8 rodadas é sobre nosso miolo de zaga.

    Assim como no ano passado havíamos identificado problemas nas laterais, neste ano estamos identificando problemas no miolo de zaga.

    Os meninos que jogam atualmente são bons jogadores, poderão evoluir muito na carreira, mas se quisermos ter um ano diferente do que foi em 2017, nossa diretoria precisa voltar ao mercado e contratar jogadores com mais qualidade e experiência para disputar os campeonatos e desta forma ter mais chances de vence-los…

  • No jogo contra o Mirassol, no segundo tempo o campo estava escuro devido a iluminação fraca. No jogo de ontem, o gramado ruim e molhado. Mas os analistas técnicos e o escambau a quatro que não devem ter salário baixo parece que nunca brincaram de bola na chuva pra saber que num campo ruim como esse e num campo com pouca iluminação como o do Mirassol o correto é tentar chutar de fora com alguém dentro da área para aproveitar o rebote, mas parece que estudam tudo quanto é tipo de coisa, menos as condições do ambiente de jogo. Não é demérito chutar de fora da área, é preciso ser inteligente quando as condições para o jogo não são as ideais.

  • Jogo muito chato, o gramado estava impraticável, Juiz confuso, no começo marcava qualquer encosto, depois deixou o jogo correr mais, vimos somente alguns lances de futebol.

    Dudu melhorou muito no segundo tempo e quase resolveu o jogo, mas a bola não entrou, acontece.

    Sobre o RM, fui ver a entrevista pós jogo dele antes de falar besteira, ele viu que o jogo estava muito no corpo a corpo e muita bola alçada na área, em função do gramado, e achou que o BH poderia ser mais efetivo por seu porte físico.

    Faz sentido, mas ainda assim acho que o ganho técnico com o Scarpa compensaria, pois um bom chute de fora da área poderia resolver a partida (Dudu quase fez um golaço assim), e o BH já vimos que não é nenhum primor em finalização. Mas não considero um erro do técnico, considero uma aposta.

    O RM ainda falou algo interessante, nesse jogo, sem Borja, Deyverson seria o titular, não sou fã do futebol do cara, mas faz bastante sentido.

    Que venham os marmitas!!! hahahaha

  • Na minha visão o RM mexeu mal. Colocar o Keno num campo encharcado como aquele chegou a ser ridículo.

    O Dudu já está merecendo banco. Ontem, somente nos últimos 15 minutos fez algo. E a insistência dele em bater as faltas está começando a irritar. Penso que o RM poderia aproveitar o momento para escalar o Scarpa no lugar do Dudu. Respeito o capitão, mas não dá para mantê-lo intocável somente pelo seu histórico.

    • véi, na boa.
      acho que sua sugestão de tirar Dudu só serve em 2 lugares: Europa e FIFA.

      não existe tirar o capitão e ídolo do time num clássico aqui no BR, talvez mais pra frente, beem mais pra frente – tipo se a Libertadores estiver indo mal (bate na madeira)

      quanto às faltas, eu fico até feliz, ano passado quem fazia isso era o Egídio 🙁

      • Concordo que no Derby não seria o momento de mexer. Mas creio que seria a última chance dele mostrar serviço antes de dar chance a outro. Todos nós sabemos do potencial dele e este ano ele tem jogado MUITO abaixo do esperado.

    • Concordo sobre as faltas.
      Nessa daí eu tava “Sai daí Victor Luis! Sai daí Dudu! Deixa o Lucas Lima bater! Sai!!” mas não deu…

      Acho que o RM deixou os jogadores definirem e eles estão revezando – “Falta direta? errou? próximo!” (com exceção se a falta for muito próximo à quina da área, que daí depende da perna do batedor).
      Particularmente, discordo disso. Acho que tem que ter treino específico e o melhor batedor no treino bate todas. Se ele estiver fora de campo (substituído ou banco), vai o próximo e por aí vai.

  • acho que os pontos relevantes do time atualmente:
    os únicos titulares absolutos do time são felipe melo, marcos rocha e lucas lima.
    o jaílson é indiscutível, números provam, mas eu acho ele meio estabanado nas saídas de bola. não o incluo como absoluto pq não me passa total segurança, ainda.
    o antonio carlos e o thiago martins são outros que não proporcionam confiança que a torcida quer, principalmente o segundo… mas não é hora de criticá-los.
    na lateral esquerda, nenhum dos dois empolgou, apesar do victor luiz ter sido mais regular. mas acho ele muito burocrático.
    tchê tchê é leve e dá muita mobilidade, talvez seja mesmo o parceiro ideal para o felipe melo, apesar de que eu gostaria de ver o moisés ou o scarpa jogando por ali.
    dudu não está jogando bem desde o começo do ano, lidem com isso…
    guerra eu acho ele um jogador fisicamente muito fraco. na disputa corpo a corpo, ele perde todas.. não é a melhor opção pra jogar pela direita, não é tão veloz tampouco habilidoso.
    keno está muito displicente, não jogou bem também no ano ainda.
    ontem o william não conseguiu fazer nada, compreensível, mas foi o jogador mais regular do ano passado e vinha bem nos primeiros jogos do ano. talvez o titular por méritos por esse lado direito.
    borja não é unanimidade, mas o que resta é torcer pra continuar nessa crescente. gol no clássico consagraria ele…
    acho que o roger demora muito pra mexer, apesar de estar rodando os titulares… na minha opinião, deveria testar mais e mais, dudu e tchê tchê tinham que sentar no banco em um jogo ou outro, assim como alguns que já foram poupados.

  • Foi irritante a insistência de TM em rebater. aparentemente de olhos fechados, qualquer bola que chegava na sua direção.

    Mas vamos com calma.

    Se ele rebateu mal, é porque estava onde deveria e não deixou o adversário evoluir.

    Isso não é pouca coisa. Não é um Leandro Almeida da vida.

    Se está se revelando não ser “O” titular, pode ser no mínimo um ótimo reserva.

    • Compará-lo ao Leandro Almeida é sacanagem.
      E outra, qual zagueiro sairia no toque de bola lá atrás com o campo cheio de poça d’água?

      • Entendo que estava muito perigoso para o toque de bola, mas ele podia pelo menos mandar a bola para o meio campo, não precisava mandar todas pra lateral..

        Mas concordo que ele fez a jogada de segurança, melhor que faça isso do que faça merda na entrada da área.

  • Bom , resumidamente o jogo foi horrível , claro que o gramado atrapalhou , mas poderíamos ter jogado só um pouquinho melhor…espero que o Roger saiba o que é um jogo contra os Gambás e motive esse elenco ao máximo pra não fazer igual ao EB no ano passado…e a Liberta chegando e eu com medo das rebatidas do Thiago Martins…

  • Guerra vem jogando bem, Scarpa tende a ser o titular no futuro, mas pro Derby tem que entrar com o Keno.

  • PRA VARIAR APOS DOIS EMPATES DE REPENTE O TIME JÁ VIROU UM MONTE DE PEREBAS KKKK, POR ISSO É TÃO COMPLICADO NOSSO TIME IR PRA FRENTE…..

  • Um elenco com tantas opções e o cara troca Michel Bastos por Vitor Luiz com medo de Michel Bastos não ser expulso? Os últimos técnicos que trocavam jogador no intervalo para não ser expulso foram Oswaldo de Oliveira, Marcelo Oliveira e Eduardo Batista.
    Aí, só aos 30 do segundo tempo coloca o Keno, jogador driblador, no lado mais encharcado do campo.
    Mas aos 41 faz a alteração mais estratégica do jogo, tirando Lucas Lima e colocando Bruno Henrique.
    Quero ver que grande time ele colocará em campo e que grandes alterações ele fará nos dois próximos jogos, quando o ano começará de fato.

    • 1. Na entrevista do RM pós linense ele deu a entender que o VL voltaria para o time titular, mas como ele estava com dois amarelos, deve ter evitado entrar em campo com ele pra não perder o jogador, provavelmente no intervalo, com o MB amarelado, achou melhor entrar com o VL não só pra evitar a expulsão, mas pra melhorar o time.

      2. Na entrevista pós Macaca, ele explica que com o campo encharcado o ideal seria ir a campo com o Borja, mais forte, alto e brigador, na falta dele, seria o Deyverson, que se aproxima mais dessas características.
      Explica tbm que jogadores de lado ele só tinha a disposição jogadores leves, já que Artur machucou-se, mudou pra usar um jogador descansado sobre a zaga cansada.

      3. BH entrou por ele entender que o jogo estava muito corpo a corpo e por o campo estar encharcado muitas bolas foram alçadas na área, então o BH teria mais chances em campo, do que outro jogador técnico, acostumado a jogar com a bola no pé e de passes precisos.
      Faz algum sentido, foi uma aposta, que talvez em um jogo importante nas mesmas condições ele não faça mais por experiência.

      O ano já começou, somos líderes, melhor ataque, melhor defesa, ganhamos um Derby mesmo sendo prejudicados pelo Juiz, uma derrota num clássico (bate na madeira) é uma coisa normal, pois as equipes se igualam na vontade, temos um time bom, bem treinado e não podemos jogar isso tudo fora por causa de um jogo.

    • Quanto à substituição de MB por VL, como o Ralf falou abaixo, também não acredito que seja pelo ‘medo’ de perder o jogador para a partida corrente, mas sim por preservar todo o elenco e tê-lo integralmente disponível para o clássico.

      As outras substituições, ao meu ver, apenas seguiram a estratégia que vinha sendo realizada de preservar alguns jogadores e dar rodagem a outros. Naquela altura do jogo, substituir o Guerra pelo Keno ou G Scarpa daria praticamente na mesma…

  • Com as condições do gramado, achei que deveríamos ter explorado o Lucas Lima e o Gustavo Scarpa nas bolas paradas, mas é incrível como o Dudu não larga o osso. Aquela falta na frente da área no 2º tempo era para o Lucas Lima. Não entendo. Faz 3 anos que o Dudu está no Palmeiras e NUNCA fez um gol de falta. Não estou cobrando que faça. Somente acho que seria humilde reconhecer que esta não é sua maior qualidade e deixar outro executar.

    • Pois é. Dudu nem passa perto de fazer gol de falta. Sempre chuta na barreira ou por cima do gol. Dá uma agonia.

    • Foi só termos batedor de falta (que já mandou 2 na trave) que agora todo mundo quer ser especialista. Isso me dá uma raiva…

    • Dudu tem que saber que não é porque ele é o capitão que ele tem que cobrar tudo que é coisa. Já é um parto pra ele acertar um escanteio, imagina uma falta perto da área. Deixa isso pro Lucas Lima!

  • Thiago Martins. É outro Leandro Almeida.
    Não passa segurança alguma.
    Quando pegar um ataque mais experiente. Vai ser aquele Deus nos acuda.
    O cara treme com atacante da rebaixada Ponte Preta imagina quando jogar na bamboneira!?
    Todo ano se peca em uma posição. Um ano é lateral no outro meio campo e hoje na zaga.
    Não é possível que a dupla de zaga q um nem banco era e o outro estava emprestado ao Bahia . Hoje são titulares .
    Torço pra dar certo mais acho q vamos passar muita raiva com essa dupla.

  • Aquele meio campo do ano passado estava em campo hoje, ou seja Thiago Santos e Tche Tchê. Para piorar entrou o Bruno Henrique. O resultado foi o de sempre… dificuldade pra sair da defesa. Felipe Mello fez muita falta. Tenho gostado muito do trabalho do Roger Machado mas achei que ele nao foi bem hoje. Lucas Lima se esforçou mas devia ter entrado o Scarpa em seu lugar. Outra coisa, tem um jogador que destoa demais e, infelizmente, e o Thiago Martins. Esta muito mal e vai acabar comprometendo. Por fim, hoje o campo so atrapalhou. Empate sem sal….tempo perdido!

    • Concordo com relação à dificuldade na saída de bola, mas Felipe Melo em campo ontem FATALMENTE não jogaria no sábado, pois tomaria cartão se respirasse mais fundo. Roger mostrando que conhece muito além das 4 linhas!

  • Campo horrível, o time só saindo no chutão de traz… Lembrou muito o time de 2014, mas aquele time jogava assim em qualquer campo, em qualquer clima, em qualquer circunstância….

  • Dudu esta parecendo o Neymar no PSG se sentindo o dono do time, quer bater falta, joga quando quer, se o Roger não cortar a asinha dele, vai ter problemas, outra coisa hoje ficou provado que tanto Willian não pode ser centroavante como o Thiago Martins não pode ser zagueiro no Palmeiras, cada vez que ele pega na bola da um frio na espinha.

      • Ele apenas exagerou um pouco, mas em algumas coisas têm razão. Por exemplo, faltas e alguns escanteios não é o Dudu que tem que bater, é o Lucas Lima. Hj naquele campo molhado com a bola difícil de ser defendida, quem deveria bater escanteio pela direita era o Lucas Lima, ali era uma ótima oportunidade de complicar a vida do goleiro da Ponte Preta num cruzamento fechado. Dudu tbm não é e nunca foi um cobrador de faltas, quem tem que bater é o melhor do time nesse fundamento, e ele como capitão deveria reconhecer isso.

        • e o roger machado nao pode fazer nada pra mudar isso? pq ele pode chegar e falar do lado direito dudu bate..do esquerdo LL bat.. faltas LL e scarpa batem.. acho mais simples assim.. do q jogar na conta de qm nao se esconde do jogo..

          • Ele não se esconder do jogo é elogiável, porém ele deveria deixar pra outro jogador, até pq ele mesmo sabe que o Lucas Lima executa melhor esse tipo de jogada.

            Liderar não é fazer só o que vc quer, deve-se fazer o que é melhor para a equipe e aproveitar o potencial dos outros sempre que for apropriado.

          • dudu está merecendo banco, assim como outros que cederam a vaga para rodar o elenco, tipo felipe william, victor luiz, marcos rocha… é bom que se teste outras opção agora no começo do ano no paulistinha, pois convenhamos, o dudu não está bem.

          • concordo q LL tem q bater ( ate prefiro) mas nao acho certo criticar o Dudu por isso… confundir confiança demais com ‘mala’ do time… 2016..17 ele bateu ate tiro de meta nos dois anos.. e nao era dono do time? semana de classico.. vamos apoiar todos e nao achar neymar.. cavani… e afins em nosso palestra

    • Concordo! Se eu não me engano, o Dudu nunca fez um gol de falta na vida e quer bater falta pra quê? Dudu não é Messi pra virar dono de time não.

  • O gramado estava impraticável, não dava pra trocar meia duzia de passes que a bola ja parava numa poça, e o gramado horrível nivelou as duas equipes, esse time da Ponte ta acostumado a jogar e treinar naquele pasto, acho que era jogo pro Scarpa e não pro Keno, tambem faltou um pouquinho de capricho, o Guerra não pode perder um gol daqueles.

    Agora entramos na semana de Derby, tdo cuidado nas coletivas é pouco, nada de ir em programa de mesa redonda, é blindar esse elenco ao máximo, fazer treino fechado se for preciso, quem gosta de farra esta do outro lado do muro, nada de post engraçadinho e provocativo em rede social, se concentrar o máximo pra esse jogo.

  • Pouco dava pra fazer hj naquele campo horrível. As condições arrebentaram com o futebol que o time poderia jogar. Nesses jogos até parece que a bola insiste em ir pra cima de onde tem poça d’água.

    O pouco que poderia ter sido feito, era colocar o Scarpa e pedir para que ele o Lucas Lima batessem de longe e os atacantes ficassem atentos no rebote. Mesmo assim achei que a ponte nunca esteve mais perto da vitória do que o Palmeiras. E Jailson, foi monstro como sempre!

  • Jogo chato do carái.

    Não adianta dizer que o gramado ruim era para os dois times.

    Quanto mais técnica é uma equipe, mais prejudicada ela é nesta situação.

    Mas serviu para aprender a ser cascudo.

  • Pra quem acompanha com regularidade o site, hoje pôde ver como a análise sobre o elenco, feita em meados de janeiro, estava correta.

    Esse elenco tem uma lacuna bem pequena, mas que hoje foi escancarada: a falta de um terceiro centroavante “trombador”.

    Obviamente, não há garantia alguma que se um “caneludo” estivesse hoje à frente do nosso ataque teríamos êxito. Mas poderia trazer alternativas como segurar os zagueiros, disputar com força as bolas pelo alto e com o corpo pelo chão.

    O mais provável mesmo é que ainda que um “Lewandowski da vida” tivesse a honra de ser o nosso centroavante nesta noite, o placar permaneceria zerado.

    O gramado encharcado “moiô” qualquer chance de construção de jogadas!

  • Resultado absolutamente compreensível. Com esse pasto é difícil um time como o do Palmeiras jogar.

    Gostaria apenas de ter visto o Scarpa entrar. Creio que era mais jogo pra ele do que para o Keno.

    Mas vamos em frente! Semana que vem teremos o jogo mais importante do ano até aqui, e espero que os jogadores do Palmeiras o encarem desta maneira.

  • com um gramado encharcado desse fica difícil ganhar mesmo. faltou chutar pro gol de longe, de perto, de tudo quanto é jeito, não dava pra tocar e driblar. acredito que o Roger poupou muitos jogadores por causa do derby. espero que o Verdão passe o trator na gambazada no próximo jogo.

  • Se sou o Roger, tiro tche tche e william e coloco bruno henrique e scarpa em campo com recomendações expressas de chutar a gol.
    Dudu e Guerra ficam de olho em eventuais rebotes do goleiro.

  • Vi notícias de muita chuva perto do meio dia..
    Alguém sabe qual a situação do campo agora?
    Acho q vai ser um jogo truncado e pesado!

    1 a 0.. Gol do Scarpa.

  • A macaca adora fazer jogo da vida com a gente.

    Uma das poucas vezes em que deu mole foi na final em 2008.

    O Verdão vai sobrar, mas termina 3 a 2.

  • Borja nem viajou e desfalca o Palmeiras contra a Ponte… William vai ser o falso 9! Seria uma boa entrar com Scarpa de titular pra dar ritmo e pra ele poder mostrar serviço.

  • Esse clube é inimigo do Palmeiras, (São macacas com cheiro de gambá) temos que entrar com seriedade e não dar brechas pra eles, que ainda não venceram em Campinas no campeonato, além de ter alguns gambás no elenco loucos para aprontar hj.
    Hj é um bom jogo para a volta do Victor Luís e a saída do Felipe Melo. O Roger pode até colocar Scarpa e Lucas Lima juntos, seria um ótimo teste.

    Nas outras partidas palpitei um placar elástico e saíram poucos gols, nessa vou palpitar um placar baixo para ver se o contrário ocorre.
    Placar: 0x2, Borja e Keno.

  • Já tem noticia da imprensa falando que pegarmos a ponte visando “reabilitação no campeonato” hoje hahahaha

    Depois nego me pergunta com cara de surpresa “mas por que você odeia jornalista?”

  • Não entendo a titularidade do Michel, o cara é fraco, provou isso várias vezes, temos que torcer pra ele fazer uma partida patética, pra não ter que aguentar ele no derby (Victor Luis jogou bem e não merecia sair).

    • ” temos que torcer pra ele fazer uma partida patética”
      Aí também não né amigo…
      Acredito que V. Luis, assim como F. Melo, vão ser poupados desse jogo por causa dos amarelos e voltam naturalmente no clássico.

      • torcer p/ fazer partida patetica ? torcer p/ meter 4 gols .. o cara é atleta do Palmeiras … que cazzo de torcedor é esse ?

    • Torcendo para MB fazer ótima partida, dar trabalho para RM montar o time e dor de cabeça para os técnicos adversários, pois saberão que sempre haverá encrenca ali na LE.

  • Palpite de um jogo truncado,mais vai sobrepor a nossa qualidade técnica e da verdão.3×1 Borja, Antônio Carlos e Thiago Martins

  • Palpite: 0 x 1. Marca nos 15 minutos iniciais com Borja e depois cozinha o jogo até o final. Zzzzzzzzzz

  • Scarpa no banco de novo? Como é que vai dar ritmo pro jogador se não coloca ele pra jogar desde o início? Deveria ser testado hoje no lugar do Willian ou do Dudu pra ser titular no Derby e assumir logo a posição. Não dá pra ficar com um jogador desse nível na reserva.

    • Eu discordo de você amigo. É um craque, mas se entrar neste momento, vai ser uma injustiça com os outros craques do nosso elenco que estão desempenhando melhor.
      Scarpa precisa aproveitar as oportunidades para começar a merecer o lugar que em teoria lhe pertence.

      • Injusto seria se o Willian ou o Dudu fossem melhor do que o Scarpa ou estivessem num momento que têm titularidade incontestável

        • Dos três jogadores citados, minha ordem pessoal é Dudu, Scarpa e William.
          No momento atual e contando com todos os ofensivos de lado de campo, minha ordem é Keno, Guerra, Dudu, Scarpa, William e Fernando/Arthur.

      • Creio que seria mais um teste do que uma troca, afinal mudaria um pouco o esquema tático do time. Se ele (Roger) deu oportunidade ao Guerra de sair jogando, pq não dar ao Scarpa tbm?
        Uma grande injustiça nesse momento seria substituir Lucas Lima ou Felipe Melo sem bons motivos.
        O único titular q eu acho que está merecendo a reserva no momento é o Dudu.