Wesley é julgado pelo STJD e está livre para jogar

Wesley durante treino do Palmeiras na Academia de Futebol.
Cesar Greco

Por expulsão diante do Bahia, Wesley foi suspenso por uma partida, já cumprida

O atacante Wesley foi julgado pela Segunda Comissão Disciplinar do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) nesta terça-feira, em sessão realizada virtualmente, por conta da expulsão no duelo contra o Bahia, que terminou empatado em 0 a 0.

Enquadrado no artigo 254 (praticar jogada violenta) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o camisa 11 poderia pegar uma pena de 1 a 6 jogos de suspensão. Representando o Palmeiras, o advogado Alexandre Miranda defendeu o atleta.

“É um atleta sem histórico, é um atacante e a imagem foi muito importante. Ele olha a bola, levanta o pé, não vê que o jogador do Bahia chega primeiro. No máximo ele teve imprudência de levantar a perna. Ele ainda tenta recolher a perna, mas acaba acertando e quando cai já levanta o braço e fala que errou. Aí um outro jogador do Bahia vai tirar satisfações com o Wesley e ele fala que olhou só a bola. Ele vê que errou, fica prostrado, sai do campo sem exercer nenhuma resistência. Já cumpriu a automática, desfalcou o Palmeiras”, justificou Alexandre.

Após a apresentação da defesa, o relator e todos os auditores puniram Wesley com uma partida, que já foi cumprida pelo atleta no duelo contra o Internacional.

Wesley está livre para atuar diante do Atlético-GO

Com a decisão, Wesley está à disposição da comissão técnica para atuar no duelo contra o Atlético-GO, que acontecerá na noite de hoje, às 20h30, no Allianz Parque.

Apesar de não ser titular, o camisa 11 é o terceiro atleta do elenco com mais jogos na temporada, com 46 partidas. Até o momento, Wesley balançou as redes por quatro vezes neste recorte.