0
X
1

12/09/2018 - 21:45

Pré-Jogo

Pré-jogo Palmeiras x Cruzeiro

Na noite desta quarta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras começará a disputa pela vaga na final da Copa do Brasil, quando receberá o Cruzeiro, no jogo de ida das semifinais. Embaladíssimo pela sequência de vitórias, a última sobre o inimigo, ex-rival, o grupo comandado por Felipão terá pela frente um dos times com a defesa mais sólida do país e a tarefa de abrir vantagem para administrar em Belo Horizonte não será nada fácil.

Palmeiras

DESFALQUES
Transição física:
Gustavo Scarpa e Guerra
Suspensos: Deyverson e Felipe Melo

Sem poder contar com Felipe Melo, Felipão deve escalar Thiago Santos à frente da zaga. As escalações de Bruno Henrique e Borja são incertas; Lucas Lima e Hyoran são os maiores candidatos a substitui-los: o camisa 20 faria a meia por dentro e Moisés seria puxado para trás, e Willian faria o comando do ataque abrindo a vaga do lado direito para o camisa 28.

Assim, o time que tende a entrar em campo esta noite é Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos e Bruno Henrique (Lucas Lima); Dudu, Moisés e Willian Bigode; Borja (Hyoran).

Cruzeiro

Mano Menezes mantém o mistério no comando do ataque e pode sair jogando tanto com Raniel quanto com Barcos. Dedé desembarca direto na capital paulista na tarde desta quarta-feira e deve ir para o jogo, mesmo após disputar 45 minutos pela seleção da CBF em amistoso caça-níqueis.  O time deve ser Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Robinho, Thiago Neves e De Arrascaeta; Raniel (Barcos).

Lei do Ex

  • Do lado de cá: Mayke, Edu Dracena, Diogo Barbosa, Dudu e Willian Bigode
  • Do lado de lá: Léo, Egídio, Robinho e Barcos

Retrospecto

Na Copa do Brasil, quem avança nos duelos entre Palmeiras e Cruzeiro acaba campeão. Consulte os links abaixo e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Cruzeiro
Cruzeiro
Allianz Parque
Allianz Parque
Wagner Reway
Wagner Reway
Copa do Brasil
Copa do Brasil

 

Parpite

O objetivo do Palmeiras é abrir dois gols de vantagem num dos melhores sistemas defensivos do país. E conseguirá, com um gol de Dudu no final de cada tempo, para 34.012 pagantes.  A casa estará cheia e o Scolarismo viverámais uma noite gloriosa. VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Acompanhe o áudio da transmissão AO VIVO no canal do Verdazzo do YouTube!

SporTV 2SporTV 2

Fox Sports 2Fox Sports 2

O Palmeiras foi derrotado na noite desta quarta-feira pelo Cruzeiro  por 1 a 0 e agora precisa vencer por dois gols de diferença no Mineirão para reverter a vantagem e evitar os pênaltis.

Nosso time jogou com calma, mesmo após tomar um gol no início, criou as oportunidades, mandou duas bolas na trave e chegou ao empate no último lance do jogo, mas o juiz anulou o lance de forma inexplicável e o VAR, que poderia ter corrigido o erro, não foi acionado. O Palmeiras segue a rotina de ser roubado em casa em jogos importantes e decisivos sob o olhar plácido da diretoria.

Primeiro tempo

3'
Palmeiras

Borja recebeu lançamento longo de Dudu dentro da área, ajeitou no peito mesmo marcado de perto pelos dois zagueiros do Cruzeiro e finalizou cruzado, para grande defesa de Fábio.

4'
Cruzeiro

Gol do Cruzeiro – Em contra-ataque rápido pela direita, Robinho tabelou com Thiago Neves; Edu Dracena saiu mal da área e deu todo o espaço para que Robinho acionasse Barcos dentro da área; sem marcação, o argentino dominou e tocou na saída de Weverton, abrindo o placar.

7'
Palmeiras

Moisés aproveitou espaço pelo miolo, ajeitou e bateu forte de fora, mas a bola saiu por cima do travessão.

10'
Palmeiras

Dudu fez uma de suas jogadas preferidas ao receber no bico da área esquerda: foi pra cima do lateral, cortou para dentro e bateu com a parte interna do pé; a bola fez a curva mas saiu à esquerda do gol, passando muito perto.

13'
Palmeiras

Moisés insistiu na jogada pelo fundo, no lado direito, e cruzou por baixo para Willian Bigode, que girou rápido no bico da pequena área e chutou do jeito que deu; a bola desviou em Léo, encobriu Fábio e beijou o travessão cruzeirense.

O gol não alterou o panorama esperado para a partida; o Cruzeiro tentava sair em contra-ataques rápidos aproveitando a boa técnica de seus jogadores e o Palmeiras rodava a bola com paciência para achar os espaços, sobretudo pelos lados do campo. Dudu, Willian e Borja se movimentavam bastante e Moisés fazia o suporte chegando de trás; Bruno Henrique, no entanto, não parecia à vontade para subir ao ataque, preocupado com o contra-ataque do visitante.

28'
Palmeiras

Dudu acionou Willian, que fez o pivô como centroavante e ajeitou para Borja, aberto pela direita; dentro da área, o colombiano encheu o pé mas acertou a rede pelo lado de fora, assustando Fábio.

41'
Cruzeiro

Depois do estouro de trás, Barcos deu a casquinha na direita para Thiago Neves, que invadiu a área e tocou cruzado para De Arrascaeta, que fechou pela esquerda e escorou para o gol, mas Weverton se arrojou e dividiu com o uruguaio, mandando a escanteio.

O final do primeiro tempo foi marcado por muita catimba e perda de tempo. Wagner Reway estendeu o jogo até os 51, mas o time mineiro soube arrastar o jogo até o apito do juiz.


Segundo tempo

Felipão tirou Thiago Santos, amarelado, e colocou Lucas Lima, puxando Bruno Henrique e Moisés um pouco para trás. Mas o Verdão voltou mais ofensivo.

O Cruzeiro soube truncar os primeiros quinze minutos do segundo tempo e largou mão de tentar atacar. Mano trocou Robinho por Bruno Silva muito cedo, para fechar mais ainda.

18'
Palmeiras

Bruno Henrique avançou, enxergou Mayke se projetando e fez um lindo passe; Mayke invadiu a área e bateu cruzado, para grande defesa de Fábio.

O Cruzeiro seguia catimbando e segurando o placar,o Palmeiras tinha paciência até demais ao rodar a bola para achar os espaços para criar jogadas.

32'
Palmeiras

Willian Bigode recebeu na esquerda e arriscou o chute de fora; a bola quicou na frente de Fábio, que teve trabalho para espalmar a bola para o lado.

33'

Borja deu lugar a Artur, que ficou pelo lado direito. Willian passou a jogar por dentro, na área.

35'
Palmeiras

Na fase do abafa, Moisés acertou um ótimo passe para Lucas Lima pela direita; o camisa 20 bateu cruzado e Fábio fez uma defesa espetacular, evitando o gol e mandando a escanteio. Na cobrança curta, Edilson deu um carrinho e tocou com a mão na bola, recebendo o amarelo de Wagner Reway. Irritado, xingou o juiz, que o expulsou.

48'
Palmeiras

Depois de muita pressão, o Palmeiras chegou perto do gol numa bola alçada da esquerda por Diogo Barbosa; Artur fechava para concluir mas Egídio escorou contra a própria meta, exigindo mais uma grande defesa de Fábio.

50'
Palmeiras

Marcos Rocha afunilou e achou mais uma vez Lucas Lima dentro da área pela direita; o camisa 20 bateu com o bico do pé direito e a bola bateu na trave de Fábio, que não esperava a finalização.

52'
Palmeiras

Gol anulado do Palmeiras: depois da bola erguida na área; Fábio trombou com Léo e a bola sobrou para Antônio Carlos, que puxou para o gol vazio. Wagner Reway marcou o perigo de gol, anulando o lance, e os jogadores do Palmeiras permitiram que a falta fosse cobrada, acabando com as chances do VAR ser acionado e validar nosso gol. Foi o último lance do jogo, que acabou na sequência.





Fim de jogo

O Palmeiras tomou o gol logo no começo mas não se abateu; seguiu o plano de jogo, exigiu grandes defesas de Fábio, mandou duas bolas na trave e chegou ao empate no lance final, anulado covardemente pela arbitragem.

Mesmo com o VAR à disposição, não houve consulta e o Palmeiras mais uma vez foi roubado dentro de casa, numa partida fundamental. Alguns roubos recentes vêm à mente, como o jogo contra o próprio Cruzeiro em 2017, em que Heber Roberto Lopes anulou um gol legítimo de Borja; a partida do primeiro turno contra a Chapecoense, em que Antônio Carlos também marcou um gol legal no último lance do jogo mas a arbitragem tungou;sem falar na final do Paulista. Tudo isso acontece sem que nossa diretoria consiga evitar que os juízes, respeitem, muito menos temam, nossa casa.

Só nos resta seguir torcendo. O Brasileirão é um objetivo muito real, além da Libertadores. E a própria Copa do Brasil segue sendo uma meta perfeitamente alcançável. O Palmeiras tem que virar as chavinhas, seguir administrando o elenco e caprichando nas finalizações – hoje o goleiro, as traves e o juiz não nos deixaram comemorar gols. Em campo, Felipão vai saber corrigir os erros. Já fora dele, nossa diretoria não inspira a menor confiança e já devemos começar a nos preparar para mais operações, sobretudo na Libertadores. VAI DIRETORIA, FAÇAM ALGO! VAMOS PALMEIRAS!


Acompanhe a transmissão ao vivo feita pelo Verdazzo, com a narração e comentários de Conrado Cacace.

Ficha Técnica

31.960

R$ 2.732.380,98

Wagner Reway

Súmula

Palmeiras

GOL
Weverton
LAD
Mayke
ZAG
Antônio Carlos
ZAE
Edu Dracena
LAE
Diogo Barbosa
VOL
Thiago Santos
MEI
Lucas Lima
VOL
Bruno Henrique
LAD
Marcos Rocha
MEI
Willian Bigode
MEI
Moisés
MEI
Dudu
ATA
Borja
ATA
Artur
TÉCNICO
Luiz Felipe Scolari

Cruzeiro

GOL
Fábio
LAD
Edilson
ZAG
Dedé
ZAE
Léo
LAE
Egídio
VOL
Henrique
VOL
Lucas Silva
MEI
Robinho
VOL
Bruno Silva
MEI
Thiago Neves
MEI
De Arrascaeta
MEI
Rafinha
ATA
Barcos
ATA
Raniel
TÉCNICO
Mano Menezes

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Uma boa defesa no fim do primeiro tempo e só - sem culpa no gol.
6.5
Mayke
Teve um apagão na parte final do primeiro tempo, mas no geral fez uma partida interessante, virando até volante.
6
Antônio Carlos
Mais uma excelente partida, coroada com o gol roubado no lance final.
8
Edu Dracena
Deu um branco no lance do gol e deixou o buraco aproveitado por Robinho e Barcos.
4
Diogo Barbosa
Liberado para apoiar, desceu sem dó e ajudou a criar lances importantes.
7
Thiago Santos
Dois ou três desarmes,bem abaixo de sua média.
6
Lucas Lima
Mesmo um pouco afobado, conseguiu duas ótimas finalizações na parte final do jogo.
7
Bruno Henrique
Um tanto preso enquanto era segundo volante, aí foi puxado para trás na mexida de Felipão e só chegou à frente no abafa dos 15 minutos finais.
6.5
Marcos Rocha
Entrou só para apoiar e conseguiu duas ou três ótimas ligações.
6.5
Willian Bigode
Se mexeu muito, finalizou bem, criou outras chances e iludiu bastante a defesa adversária.
8
Moisés
Bem ativo como meia, mas sentiu a falta de alguém encostando no primeiro tempo. No segundo, fez exatamente esse papel para o Lucas Lima.
7
Dudu
Fez um bom primeiro tempo, insinuante e perigoso. No segundo, sucumbiu à ansiedade causada pelo placar adverso.
5
Borja
Participou bem no primeiro tempo, saindo da área e abrindo espaços para a penetração de Willian e Moisés. Na parte final, caiu muito e foi substituído.
6.5
Artur
Pouco tempo em campo.
s/n
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Leu bem o jogo, arriscou abrir o time na medida certa, sem escancarar demais, e viu o time criar várias chances. Não dá pra fazer mais.
7