1
X
1

Novorizontino 1x1 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

Palmeiras e Novorizontino ficaram no empate por um gol na abertura das quartas-de-final do campeonato paulista. O time do interior abriu o placar no primeiro tempo, num lance irregular que o VAR validou, mesmo após consulta.

No segundo tempo, o VAR foi novamente cionado, desta vez de forma coreta, marcando um pênalti para o time da casa, que poderia ter ampliado o placar, mas Fernando Prass salvou o Verdão, que aproveitou o embalo e empatou a partida com o estreante Arthur Cabral – e só não virou o jogo por detalhes.

O time agora tenta descansar para a partida de volta, que acontece no Pacaembu, na terça-feira – quem ganhar, avança às semis; em caso de empate, vamos aos pênaltis.

Primeiro tempo

2'
Palmeiras

Dudu bateu lateral rápido pelo lado esquerdo e acionou Borja em velocidade; o colombiano entrou na área pelo lado esquerdo, cercado pela marcação; com pouco ângulo, tentou vencer Oliveira, que fechou o resto de espaço que havia e fez boa defesa.

10'
Palmeiras

Dudu bateu escanteio pela esquerda; Antônio Carlos raspou e Borja tinha o gol à disposição, mas errou o movimento da cabeçada e não conseguiu dar direção à bola.

O jogo ficou amarrado por muito tempo; Bruno Henrique subia pouco ao ataque e o Palmeiras sentia a falta de mais um jogador para preencher a linha ofensiva.

O Novorizontino, por sua vez, insistia nas bolas pelos flancos para conseguir bolas aéreas, no que a defesa do Palmeiras respondia afastando todas.

38'
Novorizontino

Gol do Novorizontino – Antônio Carlos rebateu errado uma bola na intermediária e Murilo aproveitou para dar dois passos e soltar o balaço; a bola serpenteou e pingou na frente de Fernando Prass, que vacilou e rebateu para a frente. Cléo Silva chegou na velocidade e fez no rebote, abrindo o placar.

Murilo aparou a rebatida de Antônio Carlos com o braço. Raphael Claus ainda questionou o VAR, que nada apontou, validando o gol de forma errada, prejudicando o Palmeiras.

41'
Novorizontino

O Palmeiras sentiu o gol e o time da casa se animou. Após um rebote de bola aérea, Jean Patrick emendou um bom chute, mas a bola saiu, assustando Fernando Prass.

45'
Novorizontino

Felipe Marques também se encheu de confiança e resolveu experimentar de fora, mas o chute saiu sem direção.

Raphael Claus encerrou o primeiro tempo aos 47, e ouviu muitas reclamações do banco do Palmeiras.


Segundo tempo

Felipão promoveu duas alterações para o segundo tempo: a tão esperada estreia de Arthur Cabral, no lugar de Borja; e a incompreensível saída de Gustavo Scarpa para a entrada de Felipe Pires.

4'
Palmeiras

Bruno Henrique arriscou de fora, num forte chute rasteiro, mas Oliveira defendeu bem, sem dar rebote.

5'
Novorizontino

Danielzinho tentou responder logo na sequência, mas o chute saiu torto, sem perigo.

9'
Novorizontino

Pênalti para o Novorizontino: após jogada rápida na área, a bola tocou no braço de Antônio Carlos. A jogada seguiu e a bola saiu pela lateral, mas Thiago Peixoto alertou Raphael Claus sobre a possibilidade do pênalti – após conferir o replay no vídeo, o juiz colocou a bola na cal. O operador do sistema de VAR mostrou que pode estar bem atento, quando é conveniente.

Três minutos depois, Claus autorizou a batida. Na cobrança, Murilo mirou no canto direito, e Fernando Prass voou para salvar o Verdão, numa linda defesa.

O lance virou o jogo psicologicamente e o Palmeiras cresceu bastante, ao passo que a postura corporal dos jogadores do time da casa era de acuamento.

19'
Palmeiras

Dudu cobrou falta da esquerda e Ricardo Goulart conseguiu a cabeçada, mas errou o alvo, mandando a bola sobre o travessão.

19'

Foi o último lance de Goulart no jogo – ele saiu para a entrada de Lucas Lima.

21'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Felipe Melo subiu para o apoio e tocou para Lucas Lima; bem colocado, o camisa 20 abriu para a passagem de Marcos Rocha no corredor; o cruzamento veio por baixo; Felipe Pires furou mas Arthur Cabral aparou de lado, girou o corpo e colocou no cantinho esquerdo de Oliveira, empatando o jogo. Golaço, de centroavante.

26'
Palmeiras

No estouro da defesa, Marcos Rocha bloqueou a bola com o rosto e foi à frente, invadiu a área e finalizou; a bola bateu em Edson Silva e foi a escanteio.

30'
Novorizontino

Paulinho bateu falta da direita, com pouco ângulo, direto para o gol; a bola veio com efeito e força, mas Prass tirou de soco, com segurança.

32'
Palmeiras

Lucas Lima bateu escanteio da esquerda; a defesa tirou da área e Bruno Henrique emendou; a bola desviou no meio do caminho e se ofereceu para Antônio Carlos, que enfiou o pé – Oliveira fez uma defesaça e salvou o time da casa, mandando a bola para lateral.

32'
Palmeiras

Na cobrança, Marcos Rocha cobrou com  força habitual; Antônio Carlos cabeceou para trás e encobriu o goleiro – a bola pingou no travessão e saiu.

36'
Palmeiras

Marcos Rocha mais uma vez apoiou pela direita e cruzou por baixo; Dudu fechou na marca do pênalti e emendou de primeira, mas não deu sorte e a bola subiu demais.

39'
Palmeiras

A bola ficou viva na área do Novorizontino, e depois de muitas pernas voando a bola ficou à mercê de Arthur Cabral, que se preparava para fazer o segundo, mas Edson Silva surgiu do nada e travou a finalização.

41'
Palmeiras

Após escanteio da esquerda batido por Lucas Lima, Antônio Carlos testou por cima do travessão.

43'
Palmeiras

Dudu fez boa jogada individual ela esquerda, trouxe para dentro da área e bateu de curva, exigindo boa defesa de Oliveira.

49'
Palmeiras

Quase num replay do lance anterior, Dudu exigiu mais uma boa defesa de Oliveira, que desta vez deu rebote, mas a defesa aliviou.

51'

Após enorme pressão do Palmeiras, Raphael Claus terminou o jogo em Novo Horizonte.



Ficha Técnica

4.014

R$ 238.210,00

Raphael Claus

Súmula

Borderô

Novorizontino

Oliveira
Lucas Ramon
Dudu Vieira
Everton Sena
Edson SIlva
Paulinho
Adilson Goiano
Jean Patrick
Cleo Silva
Murilo
Carlinhos
Danielzinho
Felipe Marques
Elvinho
Roberto Fonseca
TÉCNICO


Fim de jogo

Depois de um primeiro tempo chato, em que o Novorizontino apenas aproveitou uma bola vadia numa falha de Antônio Carlos (em lance irregular), o jogo melhorou no segundo tempo.

A intervenção do VAR na marcação do pênalti e a defesaça de Fernando Prass deram um novo ânimo ao Palmeiras, que mesmo após a má mexida de Felipão no intervalo (Scarpa por Felipe Pires), chegou ao empate depois da entrada de Lucas Lima. O empate deixa o Verdão a uma vitória simples, no Pacaembu, de avançar na competição. Contra os próprios erros, contra o VAR, contra a FPF, o Verdão segue forte. VAMOS PALMEIRAS!