Leila Pereira é oficialmente eleita presidente do Palmeiras

A nova presidente Leila Pereira foi eleita na tarde deste sábado (20), em Assembleia Geral realizada ginásio poliesportivo do clube social, em São Paulo.
Fabio Menotti

Única candidata para o cargo, Leila Pereira obteve 1.897 votos

Aconteceu neste sábado, no ginásio poliesportivo do clube social, a eleição para presidente do Palmeiras. A empresária Leila Pereira, única candidata, será a mandatária do clube nos próximos três anos (2022/2023/2024), com possibilidade para uma reeleição.

A dona da Crefisa e da FAM (Faculdade das Américas), principais patrocinadores do Palmeiras, recebeu 1.897 votos de 2.141 possíveis e começará o seu mandato a partir do dia 15 de dezembro.

Além de Leila, compõem sua chapa (Palmeiras de Todos) Paulo Buosi (reeleito 1º vice), Maria Tereza Ambrósio Bellangero (2ª), Neive Conceição Bulla de Andrade (3ª) e Tarso Luiz Furtado Gouveia (4ª).

Leila Pereira precisava de 50% dos votos para ser eleita

Apesar de Leila concorrer sozinha à presidência do Palmeiras, era preciso que ao menos 50% dos votos fossem direcionados a ela. E isso foi alcançado com facilidade, já que a empresária obteve 88,6% – 244 sócios votaram em branco.

Ela será sucessora de Maurício Galiotte, que presidiu o clube de 2017 a 2021. Aos 57 anos, Leila, formada em Jornalismo e Direito, será a primeira mulher na História a comandar esse cargo no Palmeiras.