Paulo Victor e Gabriel Silva comentam estreia do Palmeiras na Copinha

Paulo Victor na partida entre Palmeiras e ASSU-RN, válida pela primeira rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior, no estádio Distrital do Inamar, em Diadema-SP.
Fabio Menotti

Após goleada sobre a ASSU por 6 a 1, Paulo Victor e Gabriel Silva celebraram o triunfo e projetaram a sequência da competição

O Palmeiras realizou seu primeiro jogo na Copinha de 2022 na tarde de ontem, em Diadema, e venceu a ASSU-RN, por 6 a 1. Após a partida, o técnico Paulo Victor Gomes e o atacante Gabriel Silva celebraram o triunfo na estreia.

“Tivemos um grande início de jogo, depois tivemos algumas oscilações. Já no segundo tempo nós conseguimos equilibrar melhor a equipe, marcar mais dois gols e ainda poderíamos ter feito um de pênalti”, analisou o comandante.

Artilheiro da equipe Sub-20 do Verdão no ano passado, com 25 gols em 29 partidas, Gabriel Silva começou 2022 indo novamente às redes. O camisa 10 foi o autor do segundo tento do Palmeiras.

“Fico feliz pelo meu gol, pela estreia de todos. Aproveitei que o zagueiro e o goleiro ficaram na dúvida e consegui dar de bico na bola. Minha missão é primeiramente ajudar o Palmeiras e, se der, ser o artilheiro, quebrar recordes”, disse Gabriel.

“Conseguimos sair com a vitória e agora é focar no próximo jogo para que a gente consiga fazer uma grande partida. A Copinha é um torneio muito rápido e temos que estar preparados, porque a oportunidade vai surgir”, acrescentou.

Paulo Victor projeta sequência do Palmeiras na Copinha

No prosseguimento da competição, o Verdão terá pela frente um duelo contra o Real Ariquemes no próximo sábado, às 11h, e encerra a participação na primeira fase no dia 11 contra o Água Santa.

Para o técnico Paulo Victor Gomes, a equipe palmeirense ainda tem margem para evoluir. O treinador revelou que poderá usar os jogos para observar novas variações.

“Temos que usar cada minuto para nos prepararmos. A equipe que quer ser campeã precisa saber usar a competição, testar variações em jogos, como fizemos contra a ASSU. Então não podemos baixar o ritmo, precisamos manter a pegada para que a gente mantenha esse caminho de vitórias que a gente vem tendo”, finalizou.