Destaque do Palmeiras em 2021, Raphael Veiga fala sobre chance na Seleção

Raphael Veiga comemora seu gol pelo Palmeiras contra o Santos, durante partida válida pela trigésima rodada do Brasileirão 2021, na Vila Belmiro.
Cesar Greco

Maior goleador do elenco no Brasileirão e na temporada, Raphael Veiga vem mostrando ser decisivo também em clássicos

Raphael Veiga vive uma grande fase no Palmeiras. Artilheiro do time no Campeonato Brasileiro (9) e na temporada (16), o camisa 23 foi o autor do último gol palmeirense na vitória de ontem sobre o Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro.

Por conta de seu desempenho em 2021, o jogador foi questionado na saída do gramado sobre ser convocado para a Seleção Brasileira.

“Não sou eu que decido isso. Respeito sempre a decisão do Tite e da comissão técnica brasileira. Meu foco é trabalhar para chegar lá com os pés no chão, aproveitando e desfrutando do hoje. Gastar minha energia com o que eu posso realmente resolver, que é o Palmeiras. A cada jogo, treino, melhorar e seguir evoluindo. Quem sabe, no futuro próximo, eu esteja lá”, disse Veiga.

O treinador Abel Ferreira também foi perguntado, em entrevista coletiva, sobre essa possível oportunidade para o meia.

“Tudo vem no tempo de Deus. O que o Veiga tem de fazer é o que ele controla: dar o melhor de si, ser corajoso com ou sem bola e continuar seu trabalho no Palmeiras, se esforçando nos treinos e nos jogos. O grande segredo dele é o seu jogo sem a bola. Tem muito equilíbrio, é completo. A escolha é do treinador da seleção, não dele. Por isso tem que fazer o que te compete”, falou o técnico palmeirense.

Em 157 partidas pelo clube, o meio-campista tem 41 gols (empatado com Valdívia, Gildo, Paulinho e Mantovani no ranking dos maiores artilheiros da História do Palmeiras), 16 assistências e três títulos.

Raphael Veiga é o “Rei dos clássicos” em 2021

Além da performance e os bons números alcançados na temporada, outro fator de destaque de Raphael Veiga é a sua capacidade de ser decisivo em clássicos.

Contando todo o ano de 2021 (levando em consideração os jogos da temporada passada), o camisa 23 balançou as redes dos rivais cinco vezes, sendo três contra o SCCP, uma contra o SPFC, na Libertadores, e uma contra o Santos.

“Temporada muito boa. A minha competição é comigo mesmo, ser melhor a cada dia. Se no ano passado eu fiz 18 [gols], minha meta para esse ano é fazer mais. Me cobro por isso. Estou muito feliz com os gols que estou fazendo, as assistências, jogos e as vitórias do Palmeiras. Procuro manter a humildade e seguir trabalhando para continuar crescendo”, contou o atleta na saída do gramado da Vila Belmiro.

Depois de passar por altos e baixos dentro do clube, Raphael Veiga vem mantendo a consistência desde a transição de Andrey Lopes para Abel Ferreira e, meses atrás, teve seu contrato estendido com o Verdão.