1
X
0

Coritiba 1x0 PalmeirasCesar Greco

O Palmeiras foi derrotado esta noite no Couto Pereira por 1 a 0 pelo Coritiba, em partida atrasada da 35ª rodada do Brasileirão. Mesmo jogando um pouco melhor, o time esbarrou na falta de concentração dos jogadores e trazia para casa um empate, quando acabou surpreendido por um lance casual no fim do jogo que determinou a vitória do time da casa.

Talvez tenha sido a derrota menos cornetada da História do clube. Absolutamente ninguém está se importando com o resultado, já que existe a plena consciência de que o que importa para o nosso grupo, neste momento, é focar na decisão da Copa do Brasil contra o Grêmio.

Primeiro tempo

9'
Palmeiras

Gustavo Scarpa deu o primeiro chute a gol da partida em cobrança de falta da meia direita – Arthur defendeu sem nenhum problema.

9'
Coritiba

Renan cortou bem um ataque do Coritiba e a bola ficou com Esteves, que errou o passe e a bola sobrou para Ricardo Oliveira, que emendou rápido de muito longe, mas errou o alvo por muito.

10'
Palmeiras

Gabriel Menino enfiou para Gustavo Scarpa no comando; o camisa 14 girou em cima da zaga, saiu de frente para o gol, enquadrou o corpo na meia-lua mas bateu muito mal, por cima. Chance clara de gol.

12'
Palmeiras

Mais um ótimo lançamento de Gabriel Menino, desta vez para Esteves na esquerda; ele cruzou por baixo para a chegada de Willian, que dividiu com o goleiro e com a zaga, que acabou cortando antes da finalização.

14'
Coritiba

Robson foi lançado bem aberto na direita; ele tentou emendar o cruzamento, pegou de três dedos e a bola quase entrou – ficou na rede por fora, assustando Vinicius.

28'
Coritiba

Robson recebeu na ponta direita e tentou bater do bico da área, o chute saiu forte, mas subiu muito.

33'
Palmeiras

Alan Empereur puxou o ataque com liberdade e abriu para Esteves na esquerda; o cruzamento veio por baixo para Lucas Lima, que furou, mas Gabriel Menino emendou com força para o fundo das redes. O gol foi anulado por impedimento de Lucas Esteves.

35'
Palmeiras

Após escanteio da direita, a bola foi afastada da área e Gabriel Menino pegou a sobra para bater por cima do gol.

40'
Palmeiras

Gustavo Scarpa arrancou pela esquerda e bateu de fora, buscando o canto esquerdo de Arthur – o goleiro do Coritiba conseguiu raspar na bola e salvou seu time.

42'
Coritiba

Lucas Lima perdeu a bola no ataque; Hugo Moura puxou o contra-ataque e inverteu para RObson na esquerda; o passe por dentro buscando Ricardo Oliveira foi rápido e o atacante tentou acertar o canto direito de Vinicius, mas errou o alvo.

47'
Coritiba

Neílton enfiou para Robson por trás da zaga pela direita; o chute veio rasteiro, no canto do goleiro – Vinicius tentou encaixar mas a bola veio quente e saiu a escanteio.

48'
Palmeiras

Gabriel Menino recebeu na meia esquerda e experimentou, visando o ângulo esquerdo de Arthur – a bola saiu, mas por muito pouco.

48'

O juiz, que apitou todo contato e travou o jogo, encerrou a partida após três minutos.


Segundo tempo

Rony entrou no lugar de Willian.

2'
Palmeiras

Na falta aberta da esquerda, Gabriel Menino ameaçou bater, o goleiro deu dois passos para cortar e Gustavo Scarpa acabou batendo direto, tentando surpreender Arthur – o chute não saiu bem colocado e foi na mão do goleiro.

9'
Palmeiras

Depois de troca de passes curta, Gabriel Menino tentou um chute cruzado de fora da área, mas a bola passou ao lado da trave direita de Arthur.

16'

Gabriel Menino torceu o tornozelo e deixou o campo. Entrou Patrick de Paula em seu lugar. Entraram também Luiz Adriano e Raphael Veiga nos lugares de Lucas Lima e Gustavo Scarpa.

17'

Kuscevic disputou a bola com Osman, acabou sobrando um braço e o árbitro decidiu expulsar o camisa 4.

21'
Coritiba

Na falta frontal, Robson aproveitou o toque curtinho e bateu forte, no canto direito – Vinicius voou no pé da trave e fez ótima defesa.

26'
Palmeiras

Luiz Adriano recebeu na esquerda, entrou em diagonal e bateu chapado, cruzado, mas sem potência – Arthur pegou firme.

29'
Palmeiras

Marcos Rocha enfiou para Raphael Veiga, que limpou a marcação, entrou na área e bateu cruzado – Arthur fez boa defesa no canto direito.

35'
Palmeiras

Patrick de Paula bateu falta com violência; a bola explodiu no rosto de Sarrafiore e sobrou limpa para Rony, que foi todo torto para a bola e errou de forma bizarra.

37'

Breno Lopes entrou no lugar de Danilo.

39'
Palmeiras

Marcos Rocha cruzou por baixo na direção de Luiz Adriano, que tentou escorar, pressionado, e mandou por cima.

42'
Coritiba

Gol do Coritiba – Guilherme Biro cruzou da esquerda por baixo; a bola atravessaria a área e Patrick de Paula deixou a bola passar e ela caiu no pé esquerdo do lateral direito Jonathan, que bateu de chapa, de curva, na junção da trave direita com a rede, indefensável.

49'

O fraco Ramon Abatte terminou o jogo após quatro minutos de acréscimos.



Ficha Técnica

Coritiba

Arthur
Jonathan
Rhodolfo
Sabino
Guilherme Biro
Hugo Moura
Matheus Bueno
Nathan Silva
Robson
Mattheus Oliveira
Sarrafiore
Neílton
Luiz Henrique
Ricardo Oliveira
Osman
Gustavo Morinigo
TÉCNICO


Fim de jogo

Com uma formação ligeiramente diferente da mostrada no último domingo, com Danilo mais preso e Gabriel Menino mais avançado, o Palmeiras não conseguiu a compactação vista no Allianz Parque, facilitando as coisas para a dupla de volantes do Coxa.

Assim, o time recorreu mais às inversões longas, buscando principalmente os apoios de Esteves e Marcos Rocha. O Verdão foi mais perigoso e poderia ter aberto o placar no primeiro tempo – na verdade, até colocou uma bola nas redes paranaenses, mas a jogada foi anulada por um ligeiro impedimento.

O fato é que a execução das jogadas muitas vezes parecia falhar por falta de concentração. Uma partida com este cenário não tem o mesmo nível de competitividade de um jogo normal, jamais.

No segundo tempo, com Rony no lugar de Willian, o time chegou a ficar um pouco mais compacto com a movimentação do camisa 11, mas não a ponto de incomodar de fato o gol de Arthur.

Abel Ferreira então decidiu dar ritmo de jogo aos mais rodados na temporada e mandou a campo Veiga, Luiz Adriano e Patrick de Paula – um minuto depois, o Palmeiras foi prejudicado pelo rigor da arbitragem com a expulsão de Kuscevic e aí a recomposição tática indicava que o jogo caminharia para o empate sem gols.

O lance do gol do Coritiba foi totalmente casual – um cruzamento inconsequente que o lateral direito conseguiu aproveitar de forma bastante improvável – com todos os méritos. Coisas do futebol.

No final, o resultado nada importa. Fica apenas a expectativa pela torção sofrida por Gabriel Menino e pela dor muscular acusada por Patrick de Paula – possivelmente nada mais sério com os dois.

O clássico contra o SPFC provavelmente será o menos importante do século. A rivalidade entrará em campo e é quase impossível dar ao clássico o mesmo tratamento do jogo de hoje. Só temos é que ser inteligentes, enquanto aguardamos pelo dia 28. Conseguiremos? VAMOS PALMEIRAS!





  • De acordo com o almanaque, o palmeiras não ganha no couto pereira do coritiba desde 1997 (copa do brasil) e no brasileiro desde 1989, tá merecendo um lugarzinho no rol do “estádios malditos”. Quebrar o tabu seria um bônus legal pra esses amistosos de pré-temporada, talvez 6 a 0 pra devolver 2011…

      • Concordo que é um atenuante, mas eu, por exemplo, nunca vi o palmeiras vencer lá, em 89 não era nascido e em 97 era pequeno e não me lembro de ter visto o jogo (apesar de lembrar da vitória no beira rio no mesmo ano…). Fora as várias goleadas que o palmeiras levou ali, o 6×0 de 2011, teve um trágico 5×1 para o Paraná em 2002, um 4×1 funesto em 2001 (no qual enilton brilhou…). Teve também um 1×0 em 2009 bastante doloroso com o burricy, acho que tá quase no nível do serra dourada, não seria exagero chamar de “estádio maldito”.