Pré-Jogo

Pré-jogo: Colo-Colo x Palmeiras

Na noite desta quinta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras enfrenta o Colo-Colo em Santiago, em partida válida pelas quartas-de-final da Copa Libertadores. No dia que marca mais um aniversário da Arrancada Heroica, o Verdão chega ao funil da Libertadores em busca do bicampeonato.

Palmeiras

DESFALQUES
Transição física:
Gustavo Scarpa e Guerra
Lesionado: Luan
Suspensos: Felipe Melo e Deyverson

Deyverson e Felipe Melo pagam a suspensão pelas expulsões contra o Cerro Porteño e não serão sequer opção de banco. Luan segue em tratamento da lesão na panturrilha sofrida em Salvador e também ficou na capital paulista, fazendo tratamento.

Felipão fez todo o mistério possível, mas não deve alterar o plano de jogo e tende a mandar o time titular, completo, para enfrentar os chilenos: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos e Bruno Henrique; Dudu, Moisés e Willian Bigode; Borja.

Colo-Colo

Os chilenos encaram a partida como a mais importante desde 1997, quando o Colo-Colo alcançou uma semifinal de Libertadores pela última vez. O treinador Héctor Tapia poderá contar com o zagueiro Julio Barroso, que era dúvida, e assim poderá armar seu trio defensivo sem desfalques.

Contando em seu elenco com Valdivia e Lucas Barrios, o time da casa formou um time titular com bons valores, mas sofre muito quando precisa recorrer ao banco de reservas. O time que enfrenta o Verdão deve ser o mesmo que perdeu para o SCCP no Itaquerão, há três semanas: Orión; Zaldivia, Barroso e Insaurralde; Opazo, Baeza, Valdivia, Carmona e Perez; Paredes e Barrios.

Lei do Ex

Do lado de lá: Valdivia e Barrios

Retrospecto

Estivemos no monumental uma vez, e Cleiton Xavier se lembra muito bem do estádio. O árbitro é sempre uma preocupação: é o mesmo que apitou nosso confronto contra o Boca aqui no Allianz Parque. Consulte os links abaixo, e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Colo Colo
Colo Colo
Monumental David Arellano
Monumental David Arellano
Andrés Cunha
Andrés Cunha
Libertadores da América
Libertadores da América

 

Parpite

O Verdão vai jogar Libertadores: não vai se abrir e vai tentar fazer o relógio passar enquanto busca uma brecha na defesa com três zagueiros do time chileno. Borja abrirá o placar e o Colo-Colo chegará à igualdade perto do fim do jogo – o empate com gol fora nos deixará bem perto da vaga a ser decidida no Allianz Parque daqui a duas semanas.  VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Acompanhe o áudio da transmissão AO VIVO no canal do Verdazzo do YouTube!

TV GloboGlobo  – para SP, RS, SC, PR, MG, GO, TO, MS, MT, SE, AL, PE, RN, CE, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF

SportvSporTV

O Palmeiras fez mais uma partida com muita consciência nesta Libertadores e venceu a quinta partida seguida fora de casa diante do Colo-Colo, que teve em Valdivia sua grande figura. Em mais um aniversário da Arrancada Heroica, o Verdão mostrou muita força e segue como um dos maiores candidatos a levantar o troféu mais desejado do continente.

Primeiro tempo

2'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Após roubada de bola no ataque, a bola chegou a Borja dentro da área; o colombiano podia ter tentado a jogada de gol mas passou a Moisés, em posição melhor, do outro lado da área; o camisa dez também preferiu ser solidário e rolou para a chegada de Bruno Henrique, que bateu de frente, fuzilando Orión, que ainda tocou nela: 1 a 0.

O gol fritou o psicológico dos chilenos – tanto dentro quanto fora de campo. O Palmeiras mandou no jogo por um bom tempo enquanto o time da casa tentava se recobrar emocionalmente.

10'
Palmeiras

Willian Bigode se aproximou da área e arriscou o chute de fora, mas a bola subiu demais e encobriu o gol de Orión.

Após 20 minutos o Colo-Colo voltou para o jogo e passou a pressionar o Palmeiras, forçando o jogo pelo lado direito de seu ataque, com o ala Opazo.

24'
Palmeiras

Depois de linda tabela entre Bruno Henrique e Moisés, Dudu finalizou de chapa, mas Orión defendeu – estava bem colocado o goleiro chileno.

25'
Colo-Colo

Valdivia fez linda jogada em cima de Bruno Henrique, abriu para Opazo que cruzou para Paredes, que finalizou; Antônio Carlos se atirou na bola e desviou a escanteio. Foi a primeira finalização do time da casa na partida.

30'
Palmeiras

Willian articulou a jogada e passou para Moisés, que arriscou – Orión fez mais uma defesa.

37'
Palmeiras

Depois de jogada coletiva entre Bruno Henrique, Borja e Willian, a bola sobrou para Dudu que ajeitou e bateu forte, mas a bola pegou muita altura e encobriu o travessão de Orión.

42'
Colo-Colo

Na bola parada, um susto: Peredes cobrou falta da direita, fechada; ninguém resvalou e ela entraria no canto direito, mas Weverton fez ótima defesa.

O Verdão controlou o primeiro tempo após abrir a vantagem bem cedo e viu o árbitro encerrar o período sem sofrer grande pressão.


Segundo tempo

Mesmo com os dois volantes amarelados, o Verdão voltou sem alterações, já esperando uma enorme pressão do Colo-Colo. E ela veio.

6'
Colo-Colo

Carmona bateu cruzado, de fora, e assustou Weverton, que só espiou.

8'
Colo-Colo

Valdivia fez grande jogada, entrou na área e bateu cruzado, a bola resvalou e Mayke e quase tirou Weverton, que quando tentou voltar no lance escorregou, mas ainda assim teve reflexo para socar a bola por baixo e evitar o empate. O VAR alertou o árbitro sobre um possível toque  na mão de Mayke, mas ela estava colada ao corpo e o juiz, após revisão, confirmou o escanteio.

19'

Felipão trocou Borja por Jean; Willian foi para o comando do ataque e Jean abriu pelo lado direito, mas com claras funções defensivas.

23'
Colo-Colo

Baeza cobrou falta da direita; Barrios escorou de cabeça e a bola lambeu a trave de Weverton. A pressão era grande e o Palmeiras nada fazia para quebrar o ritmo da partida. Foi o momento mais perigoso do jogo.

27'
Palmeiras

Dudu foi lançado livre dentro da área; a bola ficou para o pé esquerdo e o Baixola, em vez de fazer o arremate, tentou girar para ter o pé direito e achar alguém; Moisés apareceu marcado e o passe não chegou no camisa dez.

28'

Valdivia seguia incomodando nossa defesa. Felipão colocou Gómez como terceiro zagueiro, sacou Thiago Santos e assim deixou de se preocupar com o arco e fechou o cerco sobre as flechas. Com um muro na frente do gol de Weverton, o Colo-Colo  via todas as bolas erguidas na área serem rechaçadas e virarem contra-ataques potenciais.

32'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS!!! Num desses contra-ataques, Willian Bigode arrancou da linha divisória, carregou enquanto Dudu puxava a marcação, cortou para o meio e bateu forte, buscando o canto esquerdo de Orión que fez a defesa parcial; Dudu aproveitou o rebote e bateu de baixo para cima, vencendo o goleiro chileno e abrindo um caminhão de vantagem para o Verdão.

42'
Colo-Colo

Carmona tabelou com Perez e tentou o chute, mas a bola saiu sem muito perigo.

45'

Para ganhar tempo, Felipão trocou Dudu por Lucas Lima.

47'
Colo-Colo

Paredes bateu falta muito parecida com a do final do primeiro tempo, ela fez a curva mas não tomou a direção do gol, saindo à direita de Weverton.

52'

Depois de falta de Perez em Mayke, com intervenção do VAR, o árbitro expulsou o lateral chileno. Logo depois, Andrés Cunha encerrou a partida.





Fim de jogo

O Palmeiras foi audacioso no começo do jogo e foi recompensado com o gol. Depois soube administrar o clima de Libertadores e foi pouco ameaçado no primeiro tempo. No segundo, aguentou a  pressão, que ficou maior, e nas mexidas táticas de Felipão encaixou o contra-ataque que matou o jogo e deixou o confronto muito perto de ser decidido.

O time agora se prepara para enfrentar o Sport, no domingo, provavelmente com nenhum dos que jogaram esta noite no Chile, e segue com possibilidades de assumir a liderança do campeonato.

A vitória de hoje ainda reduziu o favoritismo do Cruzeiro na Copa do Brasil, após o roubo da semana passada: os mineiros administrarão a decepção da derrota na Argentina diante da animação em mata-matas do Verdão, sobretudo em jogos fora de casa.

No dia dos 76 anos da Arrancada Heroica, o Palmeiras levou de vencida e mostrou quem de fato tem a chance de ser campeão nas três frentes de disputa. A excelente vitória interrompeu um pequeno viés de queda causado pelo mau empate em Salvador e o time volta a jogar com o moral até a tampa. Entramos nas retas finais, e entramos com tudo.VAMOS PALMEIRAS!


Acompanhe a transmissão ao vivo feita pelo Verdazzo, com a narração de Bruno Zanholo e comentários de Conrado Cacace.

Ficha Técnica

Colo-Colo

GOL
Orión
ZAG
Zaldivia
ZAG
Barroso
VOL
Pavez
ZAG
Insaurralde
LAD
Opazo
VOL
Baeza
VOL
Valdés
VOL
Carmona
MEI
Valdivia
LAE
Perez
ATA
Paredes
ATA
Barrios
TÉCNICO
Héctor Tapias

Palmeiras

GOL
Weverton
LAD
Mayke
ZAG
Antônio Carlos
ZAE
Edu Dracena
LAE
Diogo Barbosa
VOL
Thiago Santos
ZAG
Gómez
VOL
Bruno Henrique
MEI
Willian Bigode
MEI
Moisés
MEI
Dudu
MEI
Lucas Lima
ATA
Borja
MEI
Jean
TÉCNICO
Luiz Felipe Scolari

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Salvou o Verdão até quando escorregou e a bola ia entrando. Só falhou nas reposições de bola, um de seus pontos mais fortes: não acertou quase nenhuma.
7.5
Mayke
Muito consistente, garantiu a segurança na direita e ainda expulsou o Perez perto do fim.
8
Antônio Carlos
Jogou como um veterano, ganhando por cima e por baixo.
8
Edu Dracena
Se recuperou do erro contra o Cruzeiro e fez mais uma partida muito segura, no nível elevado que vinha mostrando nas últimas semanas.
7.5
Diogo Barbosa
O mais discreto do time, com problemas para marcar Opazo - não foi tão auxiliado pelos volantes e ficou sobrecarregado.
6
Thiago Santos
No começo levou a melhor sobre Valdas, mas acabou perdendo o duelo depois que foi amarelado. Muito preocupado com o 10 deles, deixou Diogo Barbosa um tanto sozinho.
7
Gómez
Fechou a muralha e não passou mais nem sinal de Wi-Fi.
8
Bruno Henrique
Foi o jogo mais próximo do que ele fazia na época do treinador anterior. Com mais liberdade de ir à frente, achou um gol importantíssimo.
8
Willian Bigode
Foi o atacante mais lúcido do time, jogando bem tanto aberto quanto mais centralizado.
8
Moisés
Participou demais do jogo, com muita classe - sobretudo na assistência do primeiro gol.
7.5
Dudu
Oscilou durante o jogo, tomou decisões erradas,mas no final prevaleceu sua persistência com o gol que quase define o confronto.
7.5
Lucas Lima
Nada.
s/n
Borja
Fez um primeiro tempo aceitável, se movimentando, incomodando e com boas participações, mas ficou sem função no segundo tempo.
7.5
Jean
Só de não ter atrapalhado, na atual fase, já foi um grande avanço.
6.5
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Talvez o melhor do Palmeiras. Aproveitou bem a formação com três zagueiros do adversário; rendeu-se ao talento de Valdivia e mudou com muito sucesso a estratégia de contenção do adversário. Ganhou o jogo que estava muito ameaçado
8.5