0
X
1

Pré-Jogo

Pré-jogo Sport x Palmeiras

Na noite deste domingo, a Sociedade Esportiva Palmeiras segue a turnê fora de casa: de Santiago, chega ao Recife, onde enfrentará o Sport, em partida válida pela 26ª rodada do Brasileirão. Os líderes seguem tropeçando, implorando para serem ultrapassados pelo Verdão, e o jogo deste domingo pode servir para que nosso time entre no vácuo dos times da frente.

Palmeiras

DESFALQUE
Transição Física:
Gustavo Scarpa

Pendurados: Marcos Rocha, Thiago Santos, Mayke, Bruno Henrique, Lucas Lima, Victor Luis e Willian Bigode.

Felipão não deve recorrer aos jogadores que enfrentaram o Colo-Colo  por 90 minutos. A exceção pode ser Willian Bigode, que tem condição física privilegiada e é o recordista de presenças em campo este ano, com 53 partidas disputadas.

A novidade fica no banco: Guerra deve ser relacionado e pode ser opção para Felipão no meio-campo. Deyverson, depois de permanecer suspenso nos últimos três jogos, por três competições diferentes, volta ao time e dá um descanso a Borja. O provável time é: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Victor Luis; Felipe Melo e Jean; Hyoran, Lucas Lima e Willian Bigode; Deyverson.

Sport

Eduardo Baptista, que segue lutando contra a fragilidade técnica de seu elenco, terá a volta de Ronaldo Alves na zaga, após cumprir suspensão. Depois de fazer um apelo desesperado a seu torcedor para que compareça esta tarda à Ilha do Retiro, o treinador deve escalar seu time no 4-2-3-1 com Magrão; Ernando, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão e Jair; Marlone, Neto Moura e Morato; Rogério.

Lei do Ex

  • Do lado de cá: Lucas Lima e Diogo Barbosa
  • Do lado de lá: Rafael Marques

Retrospecto

Falam demais, mas seguem sendo enormes fregueses do Verdão. A Ilha do Retiro também está longe de ser um ambiente hostil para o Palmeiras – basta conferir os números.

Consulte os links abaixo e faça os cruzamentos com outros dados como preferir:

Sport
Sport
Ilha do Retiro
Ilha do Retiro
Paulo Roberto Alves Junior
Paulo Roberto Alves Junior
Campeonato Brasileiro
Campeonato Brasileiro

 

Parpite

Não há por que desconfiar do nosso “time B”. Mesmo fora de casa, esta formação tem conseguido ótimos resultados, e diante de um time pressionado e claramente inferior tecnicamente, tem plenas condições de conseguir uma importantíssima vitória.

Mesmo com ingressos a preços promocionais, o público não deve ser grande, já que o Sport não consegue animar sua torcida e teremos muito apoio ao Verdão nas arquibancadas. O Palmeiras vence por 2 a 0, com gols de Gómez e Willian Bigode,para 10.876 pagantes.  VAMOS PALMEIRAS!

Transmissão

Acompanhe o áudio da transmissão AO VIVO no canal do Verdazzo do YouTube!

PFCPFC

Com muita raça, o Verdão bateu o Sport por 1 a 0 num dos jogos mais difíceis do ano, chegou a 50 pontos, assumiu a vice-liderança do campeonato e encostou de vez no líder – o SPFC tem 51 pontos e não há mais o que crescer no retrovisor: resta emparelhar e passar.

Numa partida de muita disputa física onde o Sport teve toda a complacência da arbitragem para parar nossas jogadas usando a força, o Verdão chegou ao gol da vitória a dez minutos do fim de jogo, feliponicamente, e cresce mais ainda no moral para reverter a vantagem do Cruzeiro na Copa do Brasil – a vaga na final será definida na próxima quarta-feira, no Mineirão.

Primeiro tempo

Felipão escalou os dois laterais mais defensivos e dois volantes pegadores, numa evidente preocupação com o questionável poderio ofensivo do time do Sport. A escalação de Mayke seria questionável até por sua utilização no jogo completo em Santiago, três dias antes.

5'
Palmeiras

Mesmo assim, o Palmeiras começou forte e chegou rápido ao ataque, com Gómez tirando uma casquinha no primeiro pau após escanteio da direita; a bola se ofereceria para Luan completar para as redes mas Sander chegou no último momento e cedeu novo escanteio.

6'
Palmeiras

Na nova cobrança de escanteio, a zaga rechaçou e avançou, para deixar nosso ataque em impedimento; Victor Luis recolocou na área e Deyverson deixou a bola pingar para emendar de direita, ao alcance de Magrão, que defendeu bem. Se tivesse amortecido a bola, Deyverson teria muito mais chances de fazer o gol.

15'
Sport

Jair bateu de fora, a bola desviou em Gómez e sobrou para Morato, cara a cara com Jailson; a batida veio por baixo e nosso goleiro fez uma defesa monstruosa – mas Morato já estava impedido e o lance foi anulado.

Percebendo a superioridade técnica de nosso time reserva, os jogadores do Sport passaram a usar a força física acima do normal em todas as disputas, e a arbitragem permitia, sem aplicar nenhuma advertência. Aos 28 minutos, Lucas Lima precisou deixar o campo, sentindo demais um choque na região do quadril. Cansados de apanhar, nossos jogadores pasaram a devolver as entradas na mesma moeda e a partida deixou de ser um jogo de futebol, passando a ser uma espécie de UFC coletivo. O juizão seguia só observando.

39'
Palmeiras

Hyoran suspendeu falta na área; Luan subiu com Ronaldo Alves e a bola sobrou para Felipe Melo, que emendou um lindo voleio de direita e mandou a bola por cima do gol de Magrão, com perigo.

Com pouquíssimo tempo de bola rolando, com quase nenhuma oportunidade real de gol, acabou o primeiro tempo da partida, muito disputada, mas que parecia outro esporte.


Segundo tempo

1'
Palmeiras

O Palmeiras voltou muito ligado no segundo tempo, disposto a abrir a porteira rapidamente: depois de carrinho criminoso em Deyverson, Thiago Santos surpreendeu a defesa e cobrou a falta rápido; achou Guerra livre e o venezuelano bateu de três dedos, em cima de Magrão; a bola ainda rebateu no próprio camisa 18 e caiu na parte superior da rede.

2'
Palmeiras

Felipe Melo deu um belíssimo passe para Deyverson, que entrou na área, cortou Magrão para o lado esquerdo e, sem goleiro, mas com pouco ângulo, bateu firme – a bola ficou na rede, por fora.

7'
Palmeiras

Luan lançou de trás, Deyversn tirou a casquinha e a bola ficou com Guerra pela direita; o venezuelano invadiu, teve que tentar duas vezes para acertar o centro; Hyoran chegou emendando de primeira e a bola tinha o endereço, mas explodiu no corpo de Ernando e saiu.

Depois da pressão inicial, o Sport se recompôs e trouxe o jogo de volta ao modo truncado do primeiro tempo. O ataque do Verdão sentia a falta do apoio dos defensores noa taque – fosse de um volante, fosse de um lateral, mas ninguém parecia ter permissão de chegar ao ataque. Felipão manteve a formação e trocou Hyoran por Dudu, aos 14, mas a alteração não surtiu efeito.

22'
Sport

Mayke errou na saída de bola e perdeu para Sander, que ligou rápido no meio para Neto Moura; o meia ajeitou, deu dois passos e soltou a bomba – Jailson voou na última gaveta direita e deu um tapinha providencial na bola, salvando o Verdão.

24'
Sport

Após uma sequência de escanteios, um tremendo bate-rebate na área do Palmeiras e Ernando girou de direita tentando o canto esquerdo, mas a bola passou ao lado da trave.

34'
Palmeiras

Thiago Santos recupera a bola junto à linha de fundo e passa a Dudu, que cruzou por baixo; Durval cortou para trás e quase marcou contra. Felipão então trocou Jean por Willian, indo para o tudo ou nada.

35'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS!!! Após o escanteio, Deyverson disputou a bola pelo alto, Gómez pegou a sobra e cabeceou firme; Magrão defendeu dentro do gol mas a arbitragem fingiu que não viu; na volta Willian, em seu primeiro toque na bola, estufou as redes do Sport e tirou a chance da arbitragem de roubar mais uma vez o Palmeiras.

42'
Sport

O Sport tentou pressionar na base do abafa, e o máximo que conseguiu foi uma cobrança de falta de Marlone, por cima do gol.

Com muita raça, o Verdão segurou a vitória e comemorou a vitória após o apito final do árbitro, aos 49 minutos.





Fim de jogo

Foi difícil demais, mas vencemos. São pontos assim que os outros deixam pelo caminho enquanto nós colocamos no bolso. É assim que se vence um campeonato. Em sete rodadas no returno, o Verdão cortou sete pontos em relação ao SPFC, e a diferença agora é de apenas um ponto.

Chegamos ao filet mignon da temporada: são 20 jogos para chegarmos ao fim de três campeonatos, e estamos vivos nos três, com o elenco forte e bem administrado fisicamente. Agora é a hora de pular na jugular dos adversários e só soltar quando eles não esboçarem mais reação. A nós, torcedores, é hora de esquecer qualquer bronca com este ou aquele jogador, e apoiar a todos, sem exceção, em todos os momentos. Eles estão no limite da dedicação e precisam de todas as forças possíveis para seguirem fortes até o fim, para que o Verdão transforme em troféus o protagonismo que já é inegável nesta temporada.

Se tem um time que representa o ano de 2018 no futebol brasileiro, este time é o Palmeiras. Vamos buscar as taças. VAMOS PALMEIRAS.


Acompanhe a transmissão ao vivo feita pelo Verdazzo, com a narração de Bruno Zanholo e comentários de Conrado Cacace.

Ficha Técnica

Sport

GOL
Magrão
LAD
Ernando
ZAG
Ronaldo Alves
LAD
Claudio Winck
ZAE
Durval
LAE
Sander
VOL
Marcão
VOL
Jair
MEI
Marlone
MEI
Neto Moura
ATA
Pardal
MEI
Morato
ATA
Matheus Peixoto
GOL
Rogério
TÉCNICO
Eduardo Baptista

Palmeiras

GOL
Jailson
LAD
Mayke
ZAG
Luan
ZAE
Gómez
LAE
Victor Luis
VOL
Thiago Santos
VOL
Felipe Melo
MEI
Hyoran
MEI
Dudu
MEI
Lucas Lima
MEI
Guerra
MEI
Jean
ATA
Willian Bigode
ATA
Deyverson
TÉCNICO
Luiz Felipe Scolari

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Jailson
Duas defesaças - uma que não valia, e outra que valeu - e muito!
8.5
Mayke
Cansado, ficou bem abaixo do que vinha mostrando.
5.5
Luan
Recuperado da lesão leve que sofreu semana passada, jogou firme, sem falhas.
7
Gómez
Além de ter feito a partida-padrãolá atrás, tirando tudo como de costume, fez o seu de cabeça na frente, negado pela arbitragem.
8
Victor Luis
Como diria um famoso comentarista da televisão, mais uma vez apresentou uma "irregularidade constante".
6.5
Thiago Santos
Apesar dos inúmeros erros de passe, foi quem tentou se apresentar para apoiar o ataque - e teve duas participações fundamentais em lances importantes.
6.5
Felipe Melo
Levou um amarelo besta aos dez minutos, mas conseguiu se controlar num jogo nervoso e chegou até o fim com jogadas importantes.
7
Hyoran
Chegou uma ou outra vez bem ao ataque. Vai perder espaço para Guerra e Scarpa se continuar assim.
6
Dudu
Participou dos lances que originaram o gol, mas não vinha fazendo muita coisa.
6.5
Lucas Lima
Estava aceso, mas levou uma pancada forte e se arrastou em campo por 15 minutos até não aguentar mais a dor.
6
Guerra
Lutou contra o adversário e contra a falta de ritmo - e saiu-se muito bem.
7
Jean
Discreto, pouco participativo, é outro que deve perder espaço com as voltas dos lesionados.
6
Willian Bigode
30 segundo em campo, um toque na bola, gol da vitória. Tá bom?
8
Deyverson
Apesar das chances desperdiçadas, teve ótima participação ofensiva, inclusive no gol. E no final ativou o modo Lacraia, de leve.
7.5
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Desta vez, não armou bem o time. Nas mexidas, também não estava indo bem. Mas tem um rabo...
7