3
X
0

26/01/2022 - 21:35

Com uma linha de quatro, segurando os laterais, o Palmeiras atacou de forma organizada, usando as larguras do campo com Dudu e Gustavo Scarpa. Sufocando a saída de bola do adversário e com os dois volantes extremamente coordenados, o time praticamente não foi atacado no primeiro tempo.

As jogadas de bola parada foram decisivas, mas elas só aconteceram porque o volume de jogo do Palmeiras foi muito superior. E o terceiro gol (assim como o quarto, anulado) saiu de uma jogada rápida, muito bem executada.

Danilo e Zé Rafael são os dois pulmões do time, responsáveis pela supremacia do meio-campo. Com a bola, distribuem jogo e auxiliam no ataque, pisando na área e aproveitando brechas. Sem a bola, complementam um ao outro de forma perfeita, preenchendo todos os espaços. Estão muito entrosados.

Dudu e Scarpa incomodam qualquer defesa. Um, com passes calibrados e chutes venenosos. Outro, com arrancadas letais que quebram linhas.

Veiga segue crescendo e ao que parece vai chegar em sua melhor forma no Mundial – o passe descolado para Rony foi uma obra de arte. O camisa 10, por sua vez, segue sendo muito importante, a despeito dos problemas com a técnica: sua dedicação na marcação da saída do adversário e sua movimentação intensa quase sempre acabam rendendo frutos importantes.

Abel mantém o time em crescimento. O planejamento, que teve início no dia 28 de novembro, parece estar sendo cumprido à risca e os resultados contra equipes nitidamente mais fracas é visível. É o que o Palmeiras tem que fazer contra adversários dessa estatura. Sem perder o foco ou o respeito.

Restam ainda pela frente, antes do embarque, São Bernardo e Água Santa. Que nossos atletas passem por mais estes dois desafios ilesos  e que possam disputar mais um Mundial com a força máxima, com físico e foco adequados, algo que não lhes foi permitido em 2021. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

17.662

R$ 773.408,18

Raphael Claus

Súmula

Borderô

Escalação

Ponte Preta

Ygor Vinhas
Norberto
Fábio Sanches
Fabrício
Guilherme Santos
Moisés Ribeiro
Matheus Anjos
Léo Naldi
André Luiz
Marcos Júnior
Wesley
Igor Formiga
Luiz Fernando
Fessin
Niltinho
Lucca
Gilson Kleina
TÉCNICO


Primeiro tempo

8'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Gustavo Scarpa bateu escanteio da direita; a zaga rebateu e Zé Rafael emendou da meia-lua – mas pegou na orelha da bola; Murilo estava na risca da pequena área e consertou, desviando para o canto direito de Ygor Vinhas.

14'
Palmeiras

Danilo inverteu a jogada para Gustavo Scarpa aberto na esquerda; o camisa 14 trouxe para o pé direito, tirou de Norberto e mandou um míssil com o pé “ruim”; a bola passou lambendo a última gaveta do lado esquerdo de Ygor Vinhas.

21'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Gustavo Scarpa bateu escanteio da esquerda no segundo pau; Luan ajeitou o corpo e emendou um belo sem-pulo; Ygor Vinhas aceitou e a bola entrou no canto esquerdo.

24'
Palmeiras

Scarpa bateu falta da esquerda; a zaga rebateu e Zé Rafael aproveitou o rebote para disparar uma bomba, mas a bola subiu demais.

27'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Raphael Veiga recebeu toque rápido de Gustavo Scarpa e enfiou para a correria de Rony, que ganhou na velocidade do zagueiro e tocou na saída do goleiro.

38'
Palmeiras

Danilo alçou bola na área; Gustavo Scarpa se projetou na área, recebeu em posição legal e girou para o gol; o bandeirinha anulou o lance equivocadamente anotando impedimento. O VAR estava desativado por falta de energia elétrica.

41'
Ponte Preta

Raphael Veiga foi desarmado por Léo Naldi, Lucca ficou com a sobra, infiltrou pelo lado direito do ataque e bateu cruzado; Marcelo Lomba fez grande defesa.

42'
Ponte Preta

Após cobrança de escanteio, a defesa do Palmeiras afastou; Léo Naldi recolocou a bola na área; Murilo rebateu, Norberto pegou a sobra de primeira e encheu o pé – a bola passou raspando o travessão.

47'

Raphael Claus encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

O Palmeiras voltou sem alterações para o segundo tempo.

6'
Palmeiras

Piquerez roubou na saída de bola da Ponte e rolou para a área, na direção de Raphael Veiga, que emendou de primeira visando o ângulo direito, mas a bola saiu.

7'
Palmeiras

Dudu recebeu de Marcos Rocha, partiu em velocidade, chegou na lateral da área e rolou para Raphael Veiga na meia direita; o camisa 23 enquadrou o corpo e mandou de curva – a bola passou a um palmo do ângulo direito do gol de Ygor Vinhas.

15'

Saiu Murilo e entrou Jailson.

27'
Palmeiras

Zé Rafael roubou a bola no meio do campo e enfiou para Rony mais uma vez em velocidade; o camisa 10 invadiu a área sem ser incomodado, sambou na bola e bateu todo torto, muito longe do gol – e ainda estava impedido.

31'

Gabriel Menino, Breno Lopes e Gabriel Veron entraram nos lugares de Raphael Veiga, Dudu e Gustavo Scarpa.

37'

Rony deu lugar a Deyverson, muito festejado na entrada.

48'

Raphael Claus, que deixou o couro comer, encerrou o jogo.



Notas


Jogador
Descrição
Nota
Marcelo Lomba
Foi exigido apenas uma vez e fez uma ótima defesa.
7
Marcos Rocha
Um tanto enferrujado, participou pouco.
6
Luan
Zagueirou com tranquilidade e fez um belo gol. Pela comemoração, parece que nem ele acreditou.
7.5
Murilo
Foi bem nos passes, mostrou pensamento rápido ao desviar a bola no primeiro gol, mas deu uma rebatida muito equivocada no fim do primeiro tempo.
7
Jailson
Mostrou segurança e ritmo surpreendente para quem estava há tanto tempo sem jogar.
6.5
Piquerez
Teve pouco trabalho na marcação. Um tanto preso pelo esquema, apoiou pouco.
6.5
Danilo
O pulmão direito do time fez mais uma partida exemplar, dando muita consistência ao meio-campo.
8
Zé Rafael
O pulmão esquerdo do time, além de complementar com perfeição o trabalho de Danilo, pisou na área várias vezes e foi importante como opção de ataque.
8
Dudu
Posicionado bem aberto pela direita, além de dar a largura no flanco, inferniza a defesa com suas entradas em velocidade, com ou sem a bola.
7
Breno Lopes
Pouco tempo em campo.
s/n
Raphael Veiga
Demorou algum tempo para pegar o ritmo do jogo, mas quando pegou, foi o maestro. A enfiada de bola para o gol de Rony foi de cinema.
7.5
Gabriel Menino
Só deu tempo de tentar uma firula.
s/n
Gustavo Scarpa
Os três gols tiveram sua participação; o melhor em campo. Vem agarrando uma vaga no time titular e parece que não solta mais.
9
Gabriel Veron
Apareceu na foto do jogo.
s/n
Rony
Partida padrão Rony: muita transpiração, muitos lances atrapalhados, mas com um golzinho.
7
Deyverson
Só entrou para ter o nome gritado pela massa.
s/n
Abel Ferreira
Abel Ferreira
Se o jogo não exige nenhuma mudança de direção, o time já joga no piloto automático e sobra. O que este senhor está fazendo à beira do campo é histórico.
7.5




  • Rony e voluntarioso mas não pode ser titular. Esses gols perdidos pode custar caro em jogos de poucas chances.

  • Wesley ainda existe? Mas é claro! Vida longa ao nosso garoto Celsius/Fahrenheit! Hj teremos criaturas folclóricas no Allianz parque. Reza a lenda que após a partida Wesley, Seo Gilson, roberto Frizzo e arnaldo tirone vão se reunir pra colocar o papo em dia e tomar um chopp nos entornos da rua palestra. Que encontro senhores… Palmas para eles!