Torneio Rio-SP 1962

O Torneio Rio-São Paulo de 1962 foi disputado por 9 clubes entre março e abril. Pelo Rio de Janeiro: Flamengo, Vasco, Fluminense, Botafogo e América; por São Paulo: Palmeiras, SCCP, SPFC e Portuguesa. O Santos declinou do torneio para excursionar e arrecadar dinheiro. O Palmeiras entrou na competição seu seu grande ponteiro direito, Julinho, lesionado.

Os clubes jogaram em grupos dentro de seus estados para definir os semifinalistas – dois de cada grupo/estado. No grupo carioca, Botafogo e Flamengo passaram adiante em primeiro e segundo lugares, respectivamente.

Entre os paulistas, Palmeiras e SPFC empataram na primeira posição e realizaram um jogo-desempate, apenas para definir a ordem dos jogos da fase final. O curioso é que os times empataram no tempo normal e na prorrogação, e nada foi decidido. No dia seguinte, ficou resolvido que pelo critério de melhores rendas, o Palmeiras seria o primeiro do grupo.

O quadrangular final começou com o Palmeiras vencendo o Flamengo por 3 a 0, com dois gols de Américo Murolo, e o Botafogo passando pelo SPFC por 2 a 1. Mas na rodada seguinte, o Verdão, desfalcado de Aldemar e Geraldo II, acabou surpreendido pelo SPFC, enquanto o Botafogo confirmou seu favoritismo diante do Flamengo.

Assim, Palmeiras, Botafogo e SPFC chegaram à rodada final podendo levantar o troféu. Ao Botafogo, bastava o empate contra o Palmeiras no Maracanã; ao Verdão, uma vitória seria suficiente. O SPFC precisava vencer o Flamengo no Pacaembu por pelo menos 3 gols de diferença e ainda torcer para o Palmeiras vencer o Botafogo, mas não com larga margem de gols.

A partida final foi assistida por mais de 50 mil pessoas no Maior do Mundo, que viram o Botafogo abrir o placar logo a 1 minuto e meio com Quarentinha. Mas o Palmeiras empatou quatro minutos depois, num chute de fora de Zequinha, que venceu Manga. E o Verdão, precisando da virada, passou a mandar no jogo, dominando as ações no primeiro tempo, mas sem chegar ao segundo gol.

No segundo tempo, o Botafogo conseguiu o segundo gol numa jogada infeliz de Valdemar Carabina, que tentou cortar um cruzamento de Quarentinha e tocou contra a meta de Valdir, aos seis minutos. O nervosismo tomou conta dos jogadores do Palmeiras, e o Botafogo passou a controlar a partida, chegando ao terceiro gol com Amarildo, aos 19 minutos. Com 3 a 1 no placar, o time da estrela solitária levantou o troféu.

Lista de jogos

Lista e estatística dos jogadores