2
X
1

03/07/2019 - 19:00

Pré-Jogo

Pré-jogo Guarani x Palmeiras

Na noite desta quarta-feira, a Sociedade Esportiva Palmeiras visita o Guarani no Brinco de Ouro, em Campinas, em partida amistosa. Depois de três semanas, o Verdão volta a campo em busca de readquirir ritmo de jogo para a sequência da temporada, que recomeça na próxima semana.

Palmeiras

PalmeirasDESFALQUE: Gustavo Gómez (folga pós Copa América)

Com todos os atletas recuperados, inclusive Willian Bigode, Felipão só não vai poder contar com Gustavo Gómez, que ganhou um descanso após a eliminação do Paraguai da Copa América.

A única dúvida poderia ser Diogo Barbosa, que sofreu uma pancada no jogo-treino contra o Oeste e havia ficado em tratamento na segunda-feira, mas o camisa 6 já voltou a treinar com bola na terça e deve ir para o jogo: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique; Dudu, Lucas Lima e Zé Rafael; Deyverson.

Guarani

GuaraniO técnico Roberto Fonseca estreou no comando do Guarani na semana passada, num amistoso contra o Nacional, no Nicolau Alayon. A tendência é repetir a escalação que saiu jogando nesta vitória por 1 a 0: Kléver; Lenon, Ferreira, Bruno Silva e Diego Giaretta; Igor Henrique e Ricardinho; Arthur Rezende, Victor Feijão e Diego Cardoso; Éder Luís.

Números

  • Quinto clube que mais enfrentou o Palmeiras na História com 187 duelos, o Guarani é um grande freguês: são 95 vitórias do Verdão, 48 empates e 44 derrotas;
  • Enfrentando o Guarani em Campinas, foram 93 jogos e o Verdão ganhou 38 vezes, com 24 empates e 31 derrotas;
  • No Brinco de Ouro, foram 71 partidas entre as duas equipes e o Palmeiras venceu 23; houve ainda 21 empates e 27 vitórias bugrinas.

Lei do Ex

  • Do lado de cá: Edu Dracena, Willian e Diogo Barbosa
  • Do lado de lá: Luiz Gustavo, Armero e Rondinelly

Parpite

O Palmeiras deve levar o jogo a sério e colocar em prática o futebol que o alçou à liderança disparada do Brasileirão. Contra o penúltimo colocado da Série B, o Verdão não deve ter dificuldades para construir o placar: 2 a 0, com gols de Deyverson e Zé Rafael, para 5.321 bugrinos* que sairão desalentados do estádio.  VAMOS PALMEIRAS!

* o jogo terá torcida única, por decisão do Ministério Público

Transmissão

Sincronize a imagem da sua TV com o áudio da transmissão AO VIVO no canal do Verdazzo do YouTube!

TNTTNT

Pós-Jogo

Guarani 2x1 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

Depois de um primeiro tempo satisfatório em que venceu o Guarani pelo placar mínimo, esta noite, no estádio Brinco de Ouro, o Palmeiras trocou quase o time todo na segunda etapa e permitiu a virada do time da casa.

O resultado interrompe uma sequência de 15 jogos invictos, com dez vitórias consecutivas. O elenco tem agora uma semana para se preparar para a volta dos jogos oficiais, a começar pelo jogo contra o Internacional, no próximo dia 10, no Allianz Parque, pela Copa do Brasil.

Primeiro tempo

1'
Palmeiras

Weverton percebeu o gloeiro Kléver do Guarani adiantado e soltou o canhão da risca da grande área; a bola viajou por todo o campo, pingou na área bugrina e quase encobriu o goleiro adversário, que estava esperto e voltou a tempo de defender sua meta.

5'
Palmeiras

Depois de lateral batido na área, Deyverson tirou a casquinha e Edu Dracena cabeceou para o gol, mas a zaga cortou; a bola voltou para o próprio Dracena, que desta vez bateu por baixo, para excelente defesa de Kléver.

8'
Palmeiras

Dudu avançou pela direita e cruzou por baixo; Bruno Henrique chegava babando para fazer o gol mas Ferreira chegou antes e cortou para escanteio.

9'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS! Dudu teve liberdade pela direita após bola parada curtinha e cruzou na medida para Edu Dracena testar firme para o fundo do gol do Guarani. Foi o primeiro gol de Edu Dracena no ano.

15'
Guarani

Vitor Feijão recebeu na esquerda, ameaçou o drible pra cima de Dudu, e houve o contato sobre a linha da área. Em lance duvidoso, Vinicius Furlan marcou o pênalti, que o próprio Feijão bateu – muito mal, fraco, no meio do gol, e Weverton defendeu com o pé esquerdo.

25'
Palmeiras

Bruno Henrique acionou Dudu por dentro; o camisa 7 girou rápido, enquadrou o corpo e soltou o canudo; a bola desviou em Bruno Silva e saiu em escanteio.

26'
Palmeiras

Em mais um escanteio curto, Dudu cruzou; Deyverson tirou outra casquinha mas Luan chegou um centésimo de segundo atrasado e a bola passou pela boca do gol.

43'
Guarani

Boa jogada do Guarani pela direita; Lenon ganhou de Zé Rafael e cruzou; Michel Douglas escorou para o gol mas Luan se atirou na bola e desviou para escanteio.

46'
Palmeiras

Lucas Lima bateu falta a um passo da meia-lua; a bola explodiu na barreira e voltou para o próprio Lucas Lima, que emendou um balaço que passou zunindo na orelha da coruja que estava no ângulo direito de Kléver.

Vinicius Furlan deu dois minutos de acréscimo e encerrou o primeiro tempo.


Segundo tempo

O Palmeiras voltou com quatro alterações: Jean, Victor Luis, Raphael Veiga e Carlos Eduardo nos lugares de Marcos Rocha, Diogo Barbosa, Lucas Lima e Zé Rafael.

O Palmeiras perdeu muito ritmo com as mexidas. O Guarani, atrás no placar, jogando em casa e sem nada a perder, passou a atacar mais.

14'
Guarani

Gol do Guarani. Ótima jogada de Armero, que afunilou e percebeu Diego Cardoso infiltrando por trás de Victor Luis, que agarrou o ponta bugrino na área. O próprio Diego Cardoso bateu e desta vez venceu Weverton, empatando o jogo.

17'

Mais três mexidas no Palmeiras: saíram Felipe Melo, Bruno Henrique e Deyverson, para as entradas de Thiago Santos, Moisés e Arthur Cabral.

23'

Felipão completou as nove alterações a que tinha direito mandando a campo Fabiano e Hyoran nos lugares de Luan e Dudu. O time ficou completamente sem identidade em campo.

25'
Guarani

Lenon entrou em diagonal e abriu para Éder Luís, na esquerda; o veterano ponta partiu pra cima de Jean, cortou para dentro e bateu de direita, com curva, assustando Weverton.

29'
Guarani

Bady entrou em diagonal pela direita e recebeu dentro da área, sem marcação, bateu por baixo de Weverton mas Victor Luis, a la Zé Roberto, deu um carrinho salvador e salvou o gol quase em cima da risca. Na verdade, o lateral salvou uma chance criada em suas próprias costas.

30'
Palmeiras

Na primeira investida do Palmeiras em todo o segundo tempo, Moisés bateu de fora, com perigo, mas a bola saiu à direita de Jefferson.

35'
Palmeiras

Bonita jogada coletiva do Verdão: Thiago Santos acionou Arthur CAbral, que tabelou com Raphael Veiga e recebeu passe por elevação dentro da área; na saída de Jefferson o camisa 39 testou por cobertura, tirando do goleiro, mas a bola acabou saindo por pouco. Seria um belo gol.

39'
Guarani

Gol do Guarani. Davó fez uma linda jogada e cruzou no segundo pau; Deivid Souza fechou e testou na trave; a bola voltou na medida na risca da pequena área para Bady apenas empurrar para o gol vazio.

O Palmeiras teve nove minutos para tentar o empate mas não conseguiu sequer criar uma boa chance de gol. Vinicius Furlan encerrou o jogo aos 48 minutos.





Fim de jogo

Foi apenas um desastre estatístico. O Palmeiras perdeu uma longa invencibilidade, uma ótima sequência de vitórias e tomou mais de um gol na mesma partida pela segunda vez no ano. E só.

O objetivo da partida era devolver ritmo de jogo ao elenco. Nenhuma novidade tática ficou visível, apenas algumas jogadas ensaiadas diferentes, com os escanteios curtos sendo batidos para trás, na intermediária – num dessas saiu o gol de Edu Dracena. A jogada foi repetida algumas vezes, sem sucesso.

Felipão saberá usar o resultado para reforçar o sentido de alerta do elenco, que naturalmente poderia cair nas armadilhas das grandes sequências estatísticas. Se tinha alguém querendo tirar o pezinho do chão, já era. Não tem como não enxergar o copo meio cheio diante de um trabalho tão consistente. Como diz o chavão, o Palmeiras perdeu quando podia. Que o trabalho tenha sequência visando o jogo da próxima quarta, que será pra valer. VAMOS PALMEIRAS!

Ficha Técnica

5.260

R$ 84.187,00

Vinicius Furlan

Guarani

GOL
Kléver
GOL
Jefferson
LAD
Lenon
ZAG
Ferreira
ZAE
Bruno Silva
LAE
Armero
VOL
Igor Henrique
VOL
Ricardinho
MEI
Diego Cardoso
MEI
Bady
MEI
Arthur Rezende
MEI
Deivid Souza
MEI
Victor Feijão
ATA
Éder Luís
ATA
Michel Douglas
ATA
Davó
TÉCNICO
Roberto Fonseca

Notas


Jogador
Descrição
Nota
Weverton
Defendeu um pênalti e ainda fez a primeira finalização do jogo!
8.5
Marcos Rocha
Muito consistente, fazendo uma ótima partida ofensiva.
7.5
Jean
Sem ritmo, teve sorte que pegou pela frente Éder Luís, que é ainda mais velho que ele.
6
Luan
Salvou um gol feito do Guarani e quase deixou o dele lá na frente. Voltou em alto nível.
8
Fabiano
Quase não pegou na bola - inclusive no lance do segundo gol, em que se posicionou mal.
5
Edu Dracena
O único além de Weverton a jogar toda a partida; fez um gol, resistiu bem fisicamente e tirou todas de seu setor.
8
Diogo Barbosa
Teve bastante presença ofensiva, mas não conseguiu fazer a diferença.
6.5
Victor Luis
Suas costas estavam uma festa para o setor direito do ataque do Guarani. Mas a salvada a la Zé Roberto foi espetacular.
6
Felipe Melo
Importante na saída de bola, quando o Guarani fez meia-pressão para impedir nossa construção de jogadas.
6.5
Thiago Santos
Partida de operário-padrão.
6
Bruno Henrique
Talvez tenha sido o jogador por quem a bola mais passou nos pés em todo o primeiro tempo. No segundo, cansou.
7
Moisés
Discreto, levou uma chamada de Felipão para aparecer mais para o jogo.
6
Dudu
Como sempre, decisivo, com mais um cruzamento perfeito para gol.
7.5
Hyoran
Recebeu uma ou outra bola e partiu pra cima sem planejar muito o segundo lance. Perdeu todas.
6
Lucas Lima
Está se esforçando, segue em evolução, mas não empolga. Sempre parece que pode fazer mais.
7
Raphael Veiga
Parecia encaixado no jogo, mas teve problemas com o resto do time, que parecia estar algumas rotações abaixo.
6.5
Zé Rafael
Fez um bom duelo com Lenon - o que não quer dizer muita coisa.
6.5
Carlos Eduardo
Começou bem, mas foi perdendo intensidade, caindo, caindo, até que sumiu.
6
Deyverson
Mostrou mais uma vez sua importância tática e sua habilidade cada vez maior em se colocar para tirar suas famosas casquinhas, que matam defesas.
7.5
Arthur Cabral
Só ciscou, até tentou sair um pouco da área, mas não produziu absolutamente nada.
5
Luiz Felipe Scolari
Luiz Felipe Scolari
Se a intenção era dar ritmo ao elenco, conseguiu colocar 20 pra jogar - e ainda terá um jogo-treino amanhã para colocar o resto do grupo em atividade. De quebra, "conseguiu" jogar suas tão detestadas sequências estatísticas pelo ralo. Pra ele, isso só atrapalha.
6