1
X
1

16/09/2018 - 16:00

Bahia 1x1 PalmeirasCesar Greco/Ag.Palmeiras

O Palmeiras fez um jogo muito fraco esta tarde em Salvador e acabou apenas empatando contra o Bahia, depois de estar perdendo por mais de 60 minutos. Numa partida em que vários jogadores viveram um péssimo momento técnico, errando a execução de quase tudo o que tentaram, coletivamente o time parece ter sentido demais a falta de Felipão, suspenso, à beira do gramado. Com isso, o Verdão desperdiçou a chance de se aproximar ainda mais dos líderes – o empate do SPFC manteve a distância entre os times, que ainda precisa secar o Inter amanhã em Chapecó.

Primeiro tempo

5'
Bahia

O Bahia chegou com perigo pela primeira vez duas vezes no mesmo lance: após bola alçada na área, Victor Luis cochilou e Gilberto apareceu de frente para Weverton e fuzilou, para ótima defesa de nosso goleiro; no rebote, Zé Rafael recuperou e tentou de fora da área, mas a bola saiu à esquerda de Weverton.

O Bahia mantinha o posicionamento ofensivo, aproveitando o incentivo da torcida, enquanto o Palmeiras fazia apenas um jogo reativo, talvez esperando a empolgação do time da casa acabar para tomar as rédeas do jogo.

17'
Bahia

Gol do Bahia – não deu tempo de esperar a empolgação acabar: Léo Pelé alçou para a área; Victor Luis rebateu mal, para o meio, e Ramires teve muita calma para fintar Felipe Melo e Gómez, até achar Gilberto livre na esquerda; ele aproveitou o mau posicionamento de Luan e rolou para o camisa 9, que bateu de chapa, com curva, e colocou a bola no cantinho esquerdo de Weverton.

Após o gol, o Bahia se retraiu, deu a bola para o Palmeiras e só se defendeu. Contou muito com a completa falta de inspiração de pelo menos meio time do Verdão, que errava praticamente tudo: Victor Luis, Felipe Melo, Hyoran, Jean e Lucas Lima tinham sérias dificuldades para completar um passe e o jogo do Palmeiras não acontecia.

34'

Luan sentiu lesão e pediu para sair – Antônio Carlos foi a campo e Paulo Turra se viu obrigado a queimar uma substituição.

42'
Palmeiras

A primeira chegada do Verdão saiu apenas perto do fim do primeiro tempo: Marcos Rocha fez linda finta em Zé Rafael e cruzou na medida para Borja, que fez o movimento de forma displicente e cabeceou por cima do travessão de Douglas.

43'
Palmeiras

O Bahia estava assustado e cansado, e cedeu espaço ao Verdão: Hyoran recebeu pela direita, achou o espaço e tentou a batida, mas mandou por cima.

O Palmeiras parecia ter se achado em campo após os 40 minutos e parecia que o gol seria questão de tempo – mas como a reação veio tarde demais, Héber Roberto Lopes encerrou o primeiro tempo antes que a pressão surtisse efeito.


Segundo tempo

O time da casa retomou o controle defensivo no segundo tempo e apenas assistia o Palmeiras se perder em seus próprios erros.

8'
Palmeiras

Lucas Lima enfim acertou um bom passe em profundidade; Borja entrou na área em velocidade, perseguido por Douglas Grolli, e tentou bater cruzado do jeito que deu, de qualquer jeito, mas pegou mal e a bola saiu quase na bandeirinha de escanteio.

15'

Diante do cenário inalterado, Paulo Turra mandou Dudu a campo no lugar de Bruno Henrique, amarelado. Jean permaneceu na direita; Hyoran passou a jogar mais por dentro e Felipe Melo virou o único volante do time.

22'
Bahia

Nino Paraíba fez jogada individual pela direita, cortou pra dentro e bateu de perna trocada, sem muita força, facilitando para Weverton.

27'

Como medida extrema, Paulo Turra trocou Hyoran por Willian Bigode, que entrou avançado, povoando mais a área.

32'
Palmeiras

Dudu fez sua jogada caracerística pela esquerda, cortou para o meio e bateu – a bola desviou em Grolli e foi a escanteio. Na batida, Willian desviou no primeiro pau e a zaga cortou antes que Borja conferisse.

33'
Palmeiras

GOL DO PALMEIRAS!!! Na segunda batida, Dudu bateu no meio e Felipe Melo subiu mais que Grolli para testar no ângulo direito de Douglas, empatando o jogo. A presença de Willian na área diluiu as atenções da defesa e o Verdão chegou ao empate.

O Bahia foi valente e não se encolheu após o empate, saindo de trás e buscando o gol da vitória. O jogo ficou franco, mas as duas equipes esbarravam em erros técnicos irritantes.

Os dois times passavam facilmente do meio-campo quando recuperavam a bola, mas se perdiam na construção do ataque ou na execução dos movimentos. Aos 48, Heber Roberto Lopes encerrou uma partida muito ruim na Fonte Nova.



Ficha Técnica

Bahia

Douglas
Nino Paraíba
Douglas Grolli
Lucas Fonseca
Leo Pelé
Gregore
Elton
Edson
Élber
Marco Antônio
Ramires
Zé Rafael
Gilberto
Júnior Brumado
Enderson Moreira
TÉCNICO


Fim de jogo

O Bahia esbarrou na conhecida falta de qualidade da maioria de seus jogadores. O Palmeiras esbarrou numa tarde muito ruim de meio time e na falta que Felipão fez na beira do gramado.

Vimos um time muitas vezes amedrontado, sem confiança, como acontecia antes da volta de Scolari. A presença do general no banco de reservas parece ter muito mais influência no comportamento do time do que podíamos supor.

Contra o Cruzeiro, o time não foi tão bem – até criou as chances, mas acabou derrotado. Desta vez, sem Felipão, o time criou muito pouco e só chegou ao empate num lance de bola parada. Que essa curva descendente não se torne uma tendência, que tenha sido apenas uma sucessão de dificuldades e que o grupo tenha força para virar a chavinha de novo e se manter focado no próximo desafio: uma longa viagem até Santiago, para enfrentar o Colo-Colo, pela Libertadores. Enquanto isso, o sonho do Brasileirão permanece vivo e voltaremos a pensar nele nos primeiros minutos da sexta-feira. VAMOS PALMEIRAS!


Acompanhe a transmissão ao vivo feita pelo Verdazzo, com a narração de Bruno Zanholo e comentários de Conrado Cacace.