Focado na Libertadores, Palmeiras não terá Abel Ferreira contra o Atlético-MG

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras contra a equipe do Fortaleza, durante partida válida pela trigésima quarta rodada do Brasileirão 2021, no Castelão.
Cesar Greco

Comandante está suspenso por levar o terceiro cartão amarelo no jogo do Palmeiras contra o Fortaleza

O Palmeiras está a cinco dias de fazer seu jogo mais importante da temporada: a final da Libertadores contra o Flamengo, em Montevidéu. Antes deste duelo, contudo, a equipe tem um confronto pelo Campeonato Brasileiro para disputar.

No Allianz Parque, pela 35ª rodada, o Verdão entra em campo às 21h30 para enfrentar Atlético-MG, líder da competição e a poucas rodadas de confirmar o título. Para esse duelo, o técnico Abel Ferreira não poderá ficar no banco de reservas para comandar o time porque o levou o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática.

A punição ao treinador veio no final do confronto, após o gol de Patrick de Paula ter sido anulado pelo árbitro com o auxílio do VAR. Pendurado desde o confronto diante do Red Bull Bragantino, que aconteceu no dia 9 de outubro, Abel revelou em entrevista coletiva após a partida frente ao SPFC que deixou o campo mais cedo porque estava irritado com a atuação do árbitro Marcelo de Lima Henrique e não queria ser suspenso.

Há pouco mais de um ano no Palmeiras, o treinador já levou 15 cartões amarelos (cinco vezes desfalque por acúmulo de cartões amarelos) e três vermelhos. Com isso, a equipe deverá ter o auxiliar João Martins à beira do gramado.

Além de Abel, Palmeiras não deve ter os titulares

Focado somente no Flamengo, o Verdão, além de Abel Ferreira, não terá também os principais jogadores em campo contra o Atlético-MG. Assim como aconteceu nos jogos anteriores à decisão da Libertadores da temporada passada, a comissão técnica juntamente com o Núcleo de Saúde e Performance, decidiram poupar os titulares nos jogos que acontecem no meio da semana.

Assim, a escalação palmeirense deve ser bem próxima ao que foi no clássico contra o SPFC, que ocorreu na quarta-feira da semana passada.

“Uma coisa que vocês podem ter certeza é que temos um plano e vamos segui-lo até o fim, não importa o que aconteça. Peço que os torcedores acreditem no que estamos fazendo”, disse Abel após o Choque-Rei.